História I fell in love with my secretary;; Namjoon (RM) - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bangtan Boys (BTS), Kim Namjoon, Namjoon, Secretária, Submissa
Visualizações 10
Palavras 2.460
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Jantar


Fanfic / Fanfiction I fell in love with my secretary;; Namjoon (RM) - Capítulo 5 - Jantar

- Sumni? Oi! Aconteceu alguma coisa? - abraço a baixa que retribuiu e já com a intimidade que precisa entra na casa seguida por mim, e depois os dois homens 

- Não aconteceu nada... Só que, Namjoon chegou de repente e eu queria sair, só que faz tempo que não saímos juntas, então pensei em jantamos fora! Todos nós, como um... encontro duplo! O que acha? - ela molha os lábios e me olha preocupada como se se desculpasse por pedir isso tão em cima da hora

Olho para Jin que ficava atrás da recente loira e mordo o lábio inferior, ele pensa um pouco e em seguida concorda, eu não queria realmente ir, queria mesmo era continuar o que começo com Jin, mas não iria deixar minha amiga triste, e de qualquer jeito iríamos ficar com preguiça de fazer comida depois do sexo, então... o sexo fica pra depois!

Ofeci um lugar no sofá para que o casal sentasem e resmunguei um " sintam -se a vontade" enquanto puxava meu namorado pelo braço até o quarto, fechei a porta e fiz uma careta

- Eii! Você não quer ir né? 

- claro que não! Eu poderia muito bem passar a noite com fome enquanto transo com você!

- Uou, você fica mais safada a cada dia! Que bom que não é coreana, duvido que seria desse jeito - ri baixo - Tô brincando Tracy, eu ia te querer de qualquer jeito! - me dá um selinho - vai se arrumar, aproveita que acabou de tomar um banho

Belisco meu lábio inferior para que um sorriso safado não surgisse em meu rosto e parece quase ser um gatilho para Jin vir para cima de mim, solto uma risada baixa com a expressão que o mesmo faz ao unir as sobrancelhas e bagunçar o cabelo frustrado

Vou até o guarda roupa e tiro de lá um vestido branco meio metálico que ficava colado em meu corpo, marcando bem cada curva que tinha em meu corpo, as alças não era tão finas e ficavam quase perto do pescoço, tiro o blusão que estava e viro para Jin que abotoava a calça jeans preta que continha rasgos nos joelhos, ele revira os olhos e os deixam rolar pelo meu corpo como se analisa- se para que não escapasse de sua memória em outro momento, faço um bico que é seguido de um sorriso mínimo e vou até o espelho enquanto Seguro o vestido, visto-o com cuidado e dou uma voltinha enquanto me olho no espelho enorme, Jin assobia enquanto da algumas risadinhas do meu desfile. Volto ao guarda roupa ainda aberto e pego meu salto branco e o coloco sentada na cama, vou até a penteadeira pequena e de lá tiro dois anéis e os arrumo na mesma mão que ficava a aliança que Jin me deu, no meu pescoço coloco algo que combinava com o vestido, sorrio deixando meus cabelos já secos caírem sobre meus ombros e Jin acabava de vestir a camisa elegante e ao mesmo tempo despojada, sorrio para o mesmo e vou ao seu encontro, entrelaço nossas mãos e agora ficava mais fácil de olha-lo já que calçava o salto.

Em toda minha vida sempre fui chamada de baixinha, e depois dos meus 12 anos de idade cresci muito para uma garota de pouca idade, como era muito magra, fui apelidada de várias coisas ruins como: mosquito, gazela, e outro bixos que na época eu achava as coisas mais feias do mundo e hoje eu os achos, Jungkook meu amigo de infância que hoje eu nunca mais o vi, me ajudou muito na época, sempre tentava me defender apesar de ser bem mais baixo que eu, ele era fofo com os dentinhos de coelho que o faziam sobre bullying assim como eu, hoje em não sou mais considerada tão alta apesar de ter meu 1,73 com orgulho, e ficava quase do tamanho do meu namorado dependendo do tamanho dos saltos que eu usava.

Sai do quarto junto com Jin, fomos até a sala onde Sumni tinha uma das pernas sobre a do namorado que acariciava sua coxa, como Jin sabia muito bem quebrar o clima de outro casal, ele tossiu baixo e me olhou com um sorriso sapeca no rosto, como se fosse uma criança que apronta escondido dos pais. 

- Nossa Tracy! Como você é quente! -   ele me agarrou pela cintura e me puxou para si deixando nosso corpos colados, sua calça ainda tinha um certo volume, mas era normal já que se tratava de Jin - ops... tem gente na sala! - ele ri baixo enquanto toma meus lábios em um beijo sem língua 

- Cala a boca SeokJin! - Sumni joga uma das almofadas do sofá em Jin que se separa rapidamente para que a almofada não pegue nele e nem em mim

- Ok, Ok, eu e Namjoon somos os únicos sensatos aqui... vamos? 

(...)

Jin, era meu namorado, mas ainda não consigo entender por que eu tinha dúvidas sobre isso, talvez seja por que ele não saiu do lado de Namjoon deixando eu e Sumni minha amiga coreana baixinha sozinhas, eu jurava que isso iria ser um encontro de casais que se pegam sem ligar para o outro, mas talvez sejam casais gays.

Eu não era e nem conseguia ser próxima de Namjoon, muito diferente de SeokJin que certamente estava super animado conversando com o namorado da minha amiga que não a tratava muito diferente de Jin comigo, os dois se davam tão bem que pareciam se conhecer a anos, e eu duvido muito que isso tenha acontecido, por que Jin veio para a Coréia apenas uma vez e ficou por semanas, e nisso acabou conhecendo uma pessoa rica e ficou amigo dela, então pensando bem agora acho muito provável Namjoon já ter sido um amigo de Jin.

No jantar não foi muito diferente, pude conhecer mais um pouco sobre Namjoon e também sobre Sumni, apesar de já sermos amigas que se consideram bem próximas até, não sei muito coisa sobre ela, não tanto o quanto ele sabe sobre mim. Mas acabei descobrindo que Sumni sempre foi apaixonada por Namjoon já que estudou na mesma escola que ele, enquanto ele estava no segundo grau e ela no primeiro. E depois se reencontraram quando Sumni se tornou a secretária dele, mas agora ela descobriu que gosta mesmo é de cantar e já é bem famosa na Coréia, tanto que quando Jin a viu pela primeira vez se surpreendeu por ela morar no nosso prédio, que na verdade é bem conhecido por ser mais reservado e morar mais pessoas ricas e famosas (?)

Quando chegamos em casa eu estava exausta e amanhã ainda teria faculdade, só que Jin me animou facilmente, depois de tudo dormi por poucas horas e fui acordada pelo despertador.

(...)

Cheguei da faculdade exausta, coloquei minha bolsa preta sobre a mesa da cozinhae fui direto para a geladeira, peguei o sanduíche que tinha guardado junto com uma latinha de coca que Jin deve ter comprado pra ele, uma de nossas regras era não dividir comida a não ser que seja a preferida de um dos dois, mas no momento essa regra não valia já que eu estava prestes a desmaiar de fome e Jin não dormiria em casa hoje por conta do trabalho, então comprarei para ele amanhã. 

Muitas pessoas se preocupariam em deixar o namorado dormi com algum colega de trabalho, mas esse não era o meu caso, confiava muito em Jin para isso e talvez em algum momento essa confiança acabe me machucando, mas eu me dou a desculpa que um relacionamento sem confiança não pode ser considerado um relacionamento, o que não é total mentira.

Sento sobre pequena mesa que ficava no centro da cozinha e desembrulhoo papel fino e transparente que guardava o sanduíche e abro a latinha, solto um suspiro e me levanto um pouco, dentro da bolsa tiro uma bolsinha menor e de dentro tiro um canudo de metal, sorrio orgulhosa de mim mesma por contribuir para o meio ambiente nem que seja um pouco e coloco dentro da latinha que borbulhava o líquido preto.

Quando estou prestes a dar a primeira mordida em meu sanduíche natural, a campainha toca, espalmo minhas mãos sobre a mesa e com um bufar me levanto indo até a porta que ficava um pouco longe da mesa de jantar, arregalo os olhos ao ver as íris castanhas que já me hipnotizaram uma vez, e abro levemente a boca mais nenhum som sai.

Kim Namjoon estava na minha porta vestindo uma camisa social branca e uma calça social preta, seu terno estava sobre seu braço e ele segurava um saco de fast-food, mordo o lábio inferior confusa e ele franze o cenho, olha para cima e depois para baixo até seus olhos encontrarem os meus outra vez, ele da um mínimo sorriso de lado e finalmente se pronúncia 

- Oi Tracy... é que... Sumni não está em casa e eu trouxe esses lanches para comer com ela, mas ela não esta... então queria saber se você quer comer... comigo? Na sua casa- deixo um risada escapar e ele me olha constrangido, nunca pensei que seria Kim Namjoon, uma cara sério que quase não sorri nem com a namorada, envergonhado. 

- Ah claro! Entre, eu já estava prestes a comer... mas já que você tem algo melhor! - ele deixa que um sorriso mais bonito preencha seu rosto já belo e entra, tira os sapatos e coloca os chinelos brancos de Jin

Quando coloca os pés cobertos pelas meias finas pretas no tapete cinza ele vai olhando tudo ao redor como se fosse a primeira vez.

- Nossa... da última vez que estive aqui não tinha esse tapete

- Pelo visto você é bem observador - arqueio umadas minhas sobrancelhas, sento novamente na cadeira de frente mesa, ele puxa a cadeira ao meu lado e senta enquanto coloca o saco marrom sobre a mesa 

- Gosto de observar as coisas, saber o que estou lidando. - deu de ombros 

Pego a lata vermelha e bebo um pouco do líquido pelo canudo metálico, Namjoon abria o saco de fast-food, tirou de dentro 3 hambúrgueres, batatas e em seguida dois molhos, algo simples mas que preenchia rapidamente o apetite de alguém.

Não lembrei do meu sanduíche, já que nem se comparava ao que o homem de cabelos castanhos ao meu lado trouxe, ele levou a mão direita até os fios castanhos claros e bagunçou o penteado que deixava sua testa a amostra, ele ficava ainda mais sexy desse modo.

Com a mesma mão arrumou os óculos quadrados e estilosos que ficavam sobre seu nariz, abriu um dos hambúrgueres e em seguida me olhou, apertou um pouco os olhos, desabotou as mangas da camisa e as puxou para cima assim não lançaria, depois afroxou a gravata preta.

- Não vai comer? Sabe, eu trouxe três e felizmente não vou comer todos sozinhos, sabe que são bem melhores que esse seu sanduíche natural né? - revirei os olhos e peguei um dos pacotes das batatas fritas, levei uma até a boca e mordo metade, peguei o molho vermelho escuro o trazendo para ainda mais perto de mim e mergulhei o pedaço da batata, coloquei em minha boca e olhei para Namjoon que sorria - isso... qual seu preferido? 

- Esse. Aqui - agarrei o hambúrguer de sua mão e me virei, ele soltou um suspiro parecendo surpreso e levantou, passou um dos braços sobre meu ombro direito afim de pegar o lanche, mas fui mais rápida e deu uma mordida grande

- Sabe muito bem que tem outro desse né - virei novamente ficando de frente para o mesmo que já abria o outro lanche 

- Esse tava mais perto - sorri e ri alto ele tentou esconder um sorriso mas consegui perceber por conta das covinhas - olha! 

Levei o dedo indicados até sua bochecha onde ficava a covinhabem perto dos lábios, ele me olhou confuso mas não me impediu de fazer nada.

Sorriu novamente e voltei a comer.

(...)

Coloquei as embalagens de fast-food no lixo perto da pia, levei as mãos que já estavam grudenta por conta dos alimentos oleosos e cheios de molhos estranhos, balanceias mãos deixando que respinga-sem, arrumei as cadeiras da mesa e passei um pequeno sobre a mesa cheia de farelos, depois peguei a vassoura e passei rapidamente no chão, amanhã e Jin arrumariamos melhor 

Fui andando lentamente até a sala, Namjoon estava sentado no chão sobre o carpete macio, seu olhar estava fixado na televisão, provavelmente que estivesse passando algo de futebol ou sei lá 

Cheguei sentando ao seu lado, ele olhou para mim e deu leves tapinhas no meu ombro, ainda estava intrigada como era fácil conviver com Namjoon, ele parecia ser alguém sério, e de fato era quando se tratava de assuntos importantes, talvez ele fosse um pouco irônico mas acho que é um charme que ele tem, mas ele sabia ser divertido.

Na TV passava uma reportagem falando sobre a empresa dos Kim's e seu império, o quanto tinham conquistado dinheiro e como o Ceoera jovem mas sabia comandar tudo muito bem, Namjoon parecia irritado com o assunto já que diziam que deveria ter alguém por trás do Ceo que cuidava de tudo enquanto ele era relaxado, pego o controle e coloco na Netflix, coloco um drama coreano já que queria melhorar cada vez mais minha pronúncia, Namjoon me olha novamente e sorri

- Você é o Ceo né? - Ele assente e franze o cenho confuso- é que você quase nunca fica com a Sumni, tá sempre de terno e gravata, vive sério e além de ser jovem, tem o sobrenome Kim

- É... é óbvio- sorri e estica as pernas ele relaxa mais o sofá 

Olho a hora e marcava 00:00, mostro a Namjoon que arregala os olhos mas continua na mesma posição 

- Cadê o Jin? 

- Trabalhado, só volta amanhã... e sua namorada? - olho minha unha, já estava precisando fazer novamente 

- Não sei, as vezes ela fica até tarde na faculdade - deu de ombros, percebi que era uma mania sua.

(...)

Já era o 5 episódio do anime que assistiamos, Namjoon estava bem animado, ria a cada piada contada, mesmo que não fizesse sentindo, já eu estava deitada no chão a cabeça no colo do mesmo, ele se remetia e as vezes bati a palmas o que me acordava quando eu dava algum cochilo.

Aproveito que estava em uma cena mais calma e Namjoon tinha ido ao banheiro, por que bebeu muita água, peguei uma almofada pequena e coloquei sob minha cabeça, fechei os olhos e bocejei, o sono já me tomava por completo, escuto passos vindo mas sei que é Namjoon então não ligo, até que já estou dormindo.




Notas Finais


Ownt... Namjoon tá muito próximo da Tracy né!
Só pra lembrar que esse é o passado da Tracy, depois vamos ver o que está acontecendo no presente


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...