1. Spirit Fanfics >
  2. I Found My True Love >
  3. Cap. 3

História I Found My True Love - Capítulo 3


Escrita por: JungKook_OT7

Notas do Autor


PERDOE QUALQUER ERRO ORTOGRÁFICO.

Capítulo 3 - Cap. 3


Fanfic / Fanfiction I Found My True Love - Capítulo 3 - Cap. 3

__Park Jimin__

 

 Sedutor como se fosse os 7 pecados capitais de uma só vez, suas palavras me fazem arrepiar, mordo o lábio inferior rindo abafado com seu pedido, trocamos de posições, subo encaixando minha entrada bem no seu membro me fazendo lamber os berços adorando vê-lo tão dominador. Começo a rebolar lentamente de início, vendo seus olhos negros como tempestades em noites frias, os olhos que, em seus momentos normais, são como duas jabuticabas puras, inocentes. Sua pele e sangue estão fervendo.

-Uuhnn... – Gemeu. – mais rápido, baby...

Aumento meu ritmo fazendo JungKook pirar, lindo;  não vou poder viver sem isso, não mais porque estou  apaixonado. Sinto suas mãos grandes agarrem meu quadril, para me fazer acelerar mais, me ajudando, fazendo movimentos junto comigo, me sinto tão bem... Jeon esta me fazendo ser desejado, amado, como nunca fui.

Aperta minha bunda com a mão esquerda e com a direita alisa minhas coxas.

 

- Vc está incrível assim... – diz maravilhoso, seu cabelo bagunçado.

 

Parei por um momento com o meu ato, ficando sentado, em cima do mesmo e dentro de mim sem se sair. Seus toques em meu corpo sensível ardiam em minha pele, gemidos se saiam da minha garganta, enlouquentes, gostei de saber do que posso provocar nele, o poder que tenho sobre seus prazeres mais íntimos, céus, ainda não tenho nada em mente para dizer sobre nós. O quê vai acontecer depois que isso acabar? Segura meu membro e o masturba rápido tirando o último pingo de pureza que ainda me restava. Volto a rebolar bem, jogando minha cabeça para trás, ele é grande e grosso. A gente fica assim por um tempo, até explodirmos juntos.

 

 Alcanço seu pescoço num abraço. Não consigo resistir, não quero que vá embora está bom aqui na nossa zona de conforto, na nossa bolha. Jeon me abraça também, bem apertado , me fazendo sorrir, me sentindo protegido em seus braços.

- No quê está pensando? – Passa uma das mãos no meu cabelo, fazendo cafuné.

Apoio minha cabeça em seu ombro. Perto do seu ouvido.

- Nada, amor. Só estou cansado. - Respondo, seu membro continua dentro de mim.

- Hummm...vou acreditar. Quer que eu te leve para casa? - Fofo.

 

Retiro minha cabeça do seu ombro para ver seu rosto.

 

- Se vc for ficar junto comigo, eu aceito.

 

Me aproximo novamente da sua orelha dando uma pequena mordidinha de leve na ponta, seus pêlos se arrepiam.

 

__JUNG - KOOK__

 

Penso na possibilidade de passar mais algum tempo com Park, na sua casa. O modo atrevido está presente. Poderia muito bem comer ele de novo sem problema nenhum, mas quero levá-lo para casa, já confirmou estar cansado. Não deixei que fosse embora desde de ontem a noite.

- Eu fico com você , vamos. – minto.

O carrego junto comigo de cima da cama e o ponho de pé na minha frente. Pego umas roupas do chão que se espalhavam e se misturavam com outras minhas que eram dele; cobri seu corpo, era uma visão que paisagem nenhuma podia superar. Park não quis tomar banho.

- Pronto. Vem, amor. – Pego na sua mão direita pequena.

 

Corou ao ver nossas mãos entrelaçadas, sorrindo tímido apertando a minha, me seguindo até o lado de fora de mãos dadas rumo ao estacionamento do prédio depois que terminei de me vestir.

Quando deixo ele em casa, fico na dúvida se vou realmente ficar. Porque não consegui digerir tudo ainda. A gente transou há algumas horas atrás a gente era só mais uma dupla de amigos. Sim. Ele precisa descansar. Não chego a entrar no seu apartamento, estamos nos despedindo na porta que ainda trancada.

- Tchau, meu bem. Vc precisa ir deitar, comer um pouco, me desculpe te prender lá em casa.

Disse envolvendo sua cintura, dando-lhe um beijo na testa sobre a franja rosa. Seu cheiro ainda me mata qualquer dia desses. Me encara e faz aquele biquinho fofo de frustrado.

- Eu tô ótimo, Kookie e você não precisa ir se não quiser. Só quero mesmo ter que ficar com você. – Passa as mãos de leve no meu peitoral até meus braços.

 

"Kookie".

 

-Você é fofo, sabia? – rio nasalado –  Tudo bem, anjo.

 

Deitados na cama, de conchinha , o sono me perturbava, ouço o som da chuva cair lá fora, estávamos de frente para a janela, estava ficando frio, então a gente ficou bem perto um do outro embaixo do cobertor. Só posso estar maluco, dias atrás meu tipo ideal era totalmente diferente, meu tipo ideal hoje é 100% Jimin.

- Ainda tá acordado?

Pergunto baixo, ele pode já estar dormindo.

- Preciso confessar que esses momentos estão sendo especiais pra mim. De verdade, amor.

Abracei mais sua costa, o calor dos nossos corpos era relaxante.

O tempo foi passando, apenas ficamos colados um no outro, meus olhos estavam fechados, minha mão na sua barriga ; meu queixo pairando sob seus cachos lisos. Jimin permanecia em silêncio, sua mão segurava uma das minhas, fazendo carinho do nada nos meus dedos longos, não estava dormindo.

- Te amo, meu amor... – respondeu.

 

Me desestruturei em todas as vezes que falou " te amo" , "meu amor" e tals... imagina agora quando disse os dois ao mesmo tempo.

 

- Boa noite, meu anjo. – digo.

 

-Boa noite, Kookie. -  "Kookie".

 

 Apelidinhos são meu ponto fraco.

 

 


Notas Finais


Te agradeço por ter lido, army 💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...