História I Found You - Interativa - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Reign
Personagens Personagens Originais
Tags Interativa, Reign, Romance
Visualizações 31
Palavras 1.599
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Magia, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpa pela demora mas cá estou eu com cap novo!
Espero que gostem e me desculpem <3

Capítulo 5 - Four


Eu precisava dormir. Mas não foi o que pude fazer. Logo depois de me deitar na cama, mais precisamente de me jogar nela, ouço uma batida na porta, levanto rápido e me ajeito vendo duas mulheres entrarem pelo meu quarto com algumas coisas de banho, as duas são baixinhas e usavam vestimentas simples, com apenas alguns pequenos detalhes brilhosos nos cabelos, os cabelos... Nunca havia visto cabelo mais longo do que o daquela mulher, eram pretos e lisos, cumpridos que iam até abaixo de sua cintura, a outra porém, tinha a cor de pele mais escura, e seu cabelo era ondulado e curto, bem perto das orelhas.

— Sua Graça? -uma delas me chama fazendo com que eu saia total dos meus pensamentos.

Olho para elas que estavam preparando meu banho, já estava quase pronto acredito... A de cabelos cumprido que estava preso andou até meu armário e tirou de lá um vestido rodado vermelho com branco, podia admitir que era um dos meu favoritos, e que cairia muito bem na ocasião do baile, mas, como andarei de cavalo com Ranya, terei de usar uma coisa mais simples, tirou o espartilho do armário, um branco rendado e colocou ao lado do vestido, logo após veio o sapato, vermelho também.

— Acho que eu gostaria de me aprontar sozinha. -Digo com a cabeça levantada vendo as duas assentirem e logo depois saírem.

Me despi e entrei na tina com água quente, depois de uns cinco minutos merecidos acredito eu, saio e paro na frente do armário agora para decidir o que usar realmente. Encontro um vestido dobrado, o mesmo é branco com algumas rendas abaixo da cintura, não é rodado o suficiente para chamar atenção, as únicas coisas que poderiam chamar atenção nele seria que os ombros estariam a mostra e que ele possui uma rosa desenhada no peito esquerdo.

Aperto o espartilho o mais forte que eu consegui o que não foi muito, me visto e enquanto ando pelos corredores tento lembrar onde combinei com a Ranya para nos encontrar.

A encontro ao lado de um cavalo branco, o que acabou dando um destaque para o seu cabelo principalmente e para seu vestido, um azul claro solto no corpo, me aproximo mais com um sorriso e percebo que no centro desde o peito até o fim do vestido tinha partes de brilhos dourados o que deu uma graça a mais ao vestido.

— Sua... -ela fala mas parece lembrar do que eu disse mais cedo. -Milena. Estou tão ansiosa! Ah, sim, encontrei os cavalos, um guarda me falou onde eles ficavam. -E la falava sorrindo como uma criança. -Não sabia se ia querer cavalgar comigo, mas seu cavalo está parado mais para frente. -Olho para os lados e avisto um cavalo com a crina preta, lindo, simplesmente lindo.

— Claro que sim Ranya. -Falo sorridente e ando até o cavalo. -Então, nunca sei por onde começar essas conversas. -Falo rindo a acompanhando no riso baixo. -Por que foi mandada para cá?

— Minha mãe... -ela revira os olhos mais sorri em seguida-eu a amo, muito, mas ela as vezes não me entende, achava que eu vindo para cá aprenderia a me comportar.

— Até agora foi muito educada e nada grosseira. Não entendi. -digo reparando seu cabelo solto com uma tiara brilhosa cabeça.

— Obrigada. -Faz uma pequena reverencia rindo depois. -Ela te usa muito como exemplo para TODOS.

— Eu? -arregalo os olhos e franzo as sobrancelhas. -Eu? -falo rindo mais uma vez.

Quando nossos cavalos param de correr e olhamos para o céu, já estava escurecendo o que significava que o baile já estava começando.

— Mile? -Ranya pergunta com os olhos arregalados olhando para o vestido.

— Meu Deus Ranya! Seu vestido! Temos que ir trocar isso. -Falo saindo no pulo do cavalo e o puxando pela corda e levando até o lugar indicado por ela.

Depois de colocarmos os cavalos nos seus devidos lugares saímos correndo até o castelo. Eu e Ranya tiramos nossos sapatos de salto e andamos na ponta do pé para não fazer muito barulho e alguém nos encontrar assim, não adiantou muito já que nos olhávamos e riamos. Depois de finalmente encontrarmos o quarto de Ranya, andava em direção ao meu olhando para o chão, mais especificamente para o meu vestido, se meu pai me vise agora ele simplesmente surtaria, o vestido estava com várias manchas de lama, que não seriam retiradas facilmente. Sinto meu espartilho abrir devagar então aperto meus braços contra meu corpo para que ele não transpareça tanto, e ando rápido mas sinto alguém me segurar.

— Milena? O que aconteceu? -Aeron não olhava para mim e sim para o meu vestido provavelmente se perguntando o que uma princesa teia feito para conseguir tal estrago em um vestido, eu estava me perguntando a mesma coisa, só andei a cavalo.

— Nada... -Digo passando por ele ainda com os braços contra o corpo.

— Por que seu vestido está sujo? -Ele caminhou até mim e falou baixo mas em tom de briga, parei bruscamente e o olhei sério.

— Nós saímos cavalgar! Eu sei que vamos nos casar, e que você é o futuro Rei, mas não preciso que cuide de mim! -engulo em seco o que acabei de falar e com a cabeça levantada saio dali e vou até meus aposentos deixando o príncipe me olhando, provavelmente nada feliz com a minha resposta.

Mas sério. Quem ele pensa que é? Além do futuro Rei da Inglaterra, claro! Não preciso que ele cuida de mim sei fazer isso muito bem! Sempre fiz isso muito bem!

Entro no meu quarto e uma das criadas está arrumando alguma coisa. Ela faz a reverencia e depois sou atingida por milhares de perguntas, tento responder a todas que consigo.

— Clarissa. Certo? -vejo a mulher de longos cabelos pretos fazer que sim com um sorriso reconfortante. -Bom, eu vou precisar de ajuda com isso. -Falo tirando o vestido sujo e ficando de costas para que ela arrume o espartilho que agora ficou apertado de mais.

Ela pega no armário o vestido vermelho com mangas caídas e com babado nas mangas, me veste e começa a fazer uma trança no meu cabelo o prendendo em um coque com algumas brilhantinas.

—Pronto Sua Graça! –ela fala sorrindo e me entregando o espelho, sorrio e agradeço logo abrindo a porta e indo até o salão de bailes.

O salão estava enfeitado com bandeiras da Inglaterra e da Itália, vermelho, branco e verde por todo o lado, até que era uma combinação legal. Alguns confetes da mesma cor estavam no chão, pessoas dançando, outras bebendo e conversando, avisto as meninas em uma mesa conversando e rindo e mais a frente pai e filho, caminho até as meninas as cumprimentando e reparando no que cada uma vestia, era uma das minhas coisas favoritas, adorava ver o que cada uma gostava e como seus estilos eram diferentes.

Sento-me ao lado de Ranya que sorri para mim, estava com um vestido florido até metade da barriga, suas mangas cumpridas eram beges igual a parte superior do vestido o que se destacava nessa parte eram as flores em preto que estavam ali, logo a baixo era preto liso, e tinha um lenço caído por sua cabeça preto com algumas flores brilhantes, usava uma batom vermelho e suas bochechas estavam rosadas. Nívea por outro lado usava um vestido  até o joelho a saia era de um rosa claro rodado, e mais acima era preto com um laço na frente, seus cabelos estavam soltos com os cachos em destaque, usava uma tiara simples mas brilhante, o batom era de uma cor parecida com a da saia porem mais claro. Agnur com um vestido tomara de caia com uma renda detalhada com alguns brilhos nela, uma capa azul escura acompanhava o traje, seu cabelo estava preso em um coque ao lado com mechas caídas por todo ele, havia uma brilhantina de coroa no seu cabelo. Nora estava com um vestido um pouco rodado vermelho da cintura para baixo e com alguns detalhes em flores douradas, da cintura para cima ele era de um bordo com um decote em V, de mangas cumpridas que se abriam no final, seu cabelo estava em uma trança perfeitamente alinhada para trás do pescoço.

Estávamos conversando e rindo, mas de um segundo para o outro eas ficaram quietas e olharam para mim, senti uma mão pousar em meu obro e era Aeron.

— Preciso falar com você. Sério. -Falou ele no meu ouvido fazendo com que me arrepiasse.

Levanto e ele me puxa até um lugar afastado olhando para todos os lados esperando alguém ou esperando que não venha tal pessoa.

— O que foi? Esperando alguém? –falo séria com os braços cruzados olhando fixo pra ele, seu cabelo estava mais bagunçado do que antes.

— Não! –ele fala rápido voltando a olhar para mim. –Eu tenho certeza que quando te contar... Ok. Mile assim quando... –ele foi interrompido por cochichos de todos ali, até que seu pai o chamou.

Ele pede para que fique aqui, mas não “obedeço” então o sigo e o salão inteiro estáva em volta de uma mulher alta, com seus cabelos longos e loiros em completos cachos, que segurava uma criança ainda de colo, provavelmente seu filho.

—Aeron. Me responda, esse filho é seu filho? –o Rei chega e para na frente dele, mas ele não fez nada, aquilo não foi um choque pra ele como foi pra mim, ele não estava tremendo e nem com os olhos arregalados lacrimejando, eu estava.

Aeron se vira e vem na minha direção, o olho e faço a reverencia para o Rei e saio dali.


Notas Finais


Desculpe qualquer erro.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...