História I gon' be the Hunter and you gon' be the Prey - VKook - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Assassino, Baby Boy, Baekhyun, Bangtan Boys, Bts, Daddy, Jeon Jungkook, Jung Hoseok, Jungkook, Killer, Kim Namjoon, Kim Seokjin, Kim Taehyung, Lemon, Min Yoongi, Mistério, Park Jimin, Serial Killer, Taehyung, Taekook, Vkook, Yaoi, Yoonmin
Visualizações 282
Palavras 2.950
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Lemon, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpem a demora
Espero que não me matem depois desse capítulo 😂😂😂
Boa leitura!
~Nym D.

Capítulo 17 - Um jogo apenas para dois


Fanfic / Fanfiction I gon' be the Hunter and you gon' be the Prey - VKook - Capítulo 17 - Um jogo apenas para dois


Jungkook on.


Eu realmente estava viajando em outros lábios durante o beijo. Talvez eu tivesse me lembrado dos beijos carinhosos de Taehyung antes de… Bem, de tudo piorar…

O beijo de Hoseok era carinhoso e gentil, assim como fora os do Kim.

Mas eu não podia. Não era quem eu estava imaginando. Eu não podia fazer daquilo minha fantasia, aquilo estava errado!!!

As mãos de Hoseok passando pela minha pele. Seus lábios tocando os meus com necessidade. O calor de seu corpo que fervia em querer. Sua respiração ofegante… Tem que parar.

-H-Hos… eok Hyung!! - Falei entre o beijo, o afastando, empurrando seu peito com minhas mãos. -Para!!! - Quase gritei e finalmente o empurrei com força fazendo o mesmo cair do sofá e me olhar confuso. Eu pude notar seus lábios vermelhos e mordidos, o que afirmou mais ainda que eu estava de fato tentando fazer minha fantasia real. Tenho certeza que fiz uma cara incrédula. Não para a ação do Jung em si mas, sim por eu ter correspondido.

-E-eu fui muito rápido? - Perguntou meio assustado.

Eu podia notar seus olhos brilharem em um olhar esperançoso. Hoseok estava realmente gostando de mim, não estava…?

Como isso podia estar acontecendo? Porquê?

-Hyung, nós não podemos… - Falei em um tom baixo e arrependido por ter permitido que tudo isso começasse.

O ruivo não respondeu, apenas desviou o olhar e sorriu meio envergonhado.

-Eu sei que não Kook… sei que você tem outro alguém e sei que eu fui muito repentino. Mas eu não pude evitar, Jeon… Já não é de agora, eu não paro de pensar em você, não paro de sonhar com você. Eu me sinto nervoso e ao mesmo tempo tão bem com sua companhia. Você não sabe o que é gostar de alguém e não poder tê-lo realmente perto de você não é? - Claro que eu sabia… -Eu nunca amei alguém como amei você, Jungkook. Eu sempre gosto de pessoas que não deveria mas não pude evitar. Eu só consigo pensar em você, só consigo ter olhos pra você. Eu te amo Jeon Jungkook. - Falou enfim. Sua voz era meio trêmula mas tão confiante. Vi seus olhos se alagarem e uma lágrima solitária escorrer pelo seu rosto.

Senti meu coração partir em mil pedaços. Eu sentia tremenda culpa pesar em meu corpo trêmulo. Eu podia ver Hoseok tremer também, provavelmente pelo nervosismo ou alívio por ter dito algo que devia guardar por tanto tempo..

Eu precisava dizer algo. Precisava dar um fim naquilo e fazer com que o mais velho me esquecesse. Aquilo nunca daria certo. Pelo contrário, se Taehyung descobrisse tudo iria desmoronar. Hoseok começou a chorar meio alto e tentava limpar suas lágrimas seguidas com força, como se estivesse irritado por demonstrá-las à mim.

Quando enfim tomei coragem e recuperei o fôlego, no momento em que abri meus lábios para dizer algo, ouvi um som, um som que não vinha de Jung Hoseok, sequer de mim.

Eram som de palmas.

Palmas altas e repetidas, mas ao mesmo tempo lentas e torturantes. E em seguida, uma risada baixinha.

Não, não poderia ser, isso não estava acontecendo.

-Ahhh, que lindo. Tão romântico, estou emocionado. - Taehyung falou arrepiando a mim e ao ruivo.

Pude ver o rosto do mais velho dos três ficar atordoado e confuso por um segundo.

-T-Taehyung…? - Sussurrei incrédulo.

-Cala a boca sua vadiazinha. - Rosnou o moreno me olhando frio.







O Jogador…






-Hoseok… - Rosnou o de pele parda mais uma vez. O Jung respirou fundo e limpou as lágrimas, ficando meio sério mas ainda com uma feição de quem sentia medo. Levantou-se e virou em direção ao Kim que se encontrava meio distante de nós ainda.

-Taehyung… Eu sei que… Sei que não deveria… - Disse o ruivo meio inseguro de si.

-Você é um grande filho da puta né? - Interrompeu Taehyung rindo.

O Kim caminhou lentamente até mim, passando pelo Jung como se o mesmo sequer estivesse ali. Me segurou pelos cabelos e puxou minha cabeça para trás com força me fazendo gemer de dor e ele me olhou com um sorriso horrível.

-Own babe, você deveria ver a carinha triste do Taehyung quando te viu com esse ai. Até chorou. - Sussurrou me fazendo gelar e meu peito apertar. -Fiz o favor de deixá-lo na primeira fileira para assistir o show. - Falou com um sorriso de orelha a orelha.

Me senti atordoado. Senti meu corpo pesado e tudo parecia girar. Minha pressão parecia ter caído. Mas a dor no meu peito era maior. Taehyung realmente tinha visto aquilo? Eu não poderia me sentir pior. Eu tinha acabado de destruir a confiança que o Kim tinha em mim… não é…?

-Taehyung, a gente pode conversar? - Falou Hoseok com a voz embargada.

Nesse momento, o Jogador o olhou de lado, com um olhar como de um louco.

O mesmo se virou e andou lentamente em direção ao Jung o que me fez  estremecer. Taehyung então, o olhou fixamente e tomou seus lábios com força, e pude ter certeza que o impacto havia machucado os lábios de Hoseok.

O Jogador dominou os lábios do alaranjado e o mesmo parecia estático.

O mais velho foi jogado no chão e o moreno se sentou no meio das pernas do outro e voltou a beijá-lo com fervor.

Enquanto os dois se beijavam ferozmente, pelo menos o mais novo dos dois, eu me perguntava o que estava acontecendo ali. Porque ele estava beijando o outro? Porque o Jung estava experimentando os lábios do Kim?? O que estava acontecendo diante dos meus olhos?!

Durante aquele beijo, o mais alto abriu os olhos e me olhou provocador, enquanto começou a rebolar no Hyung. Ele estava fazendo isso para me provocar. Ele rebolava como se dançasse no membro do outro, que gemia e pedia para que parasse em meio ao beijo. O que não estava acontecendo.

Aqueles olhos, vazios, estavam me encarando.

Me encaravam como se estivessem me punindo, ou me dizendo que eu era uma vadia.

E por último, o Kim mordeu os lábios do de bochechas salientes tão forte que lhe arrancou sangue dos lábios delicados e agora rubros.

-É somente desses lábios que ele precisa. - Falou o moreno.

Antes de qualquer movimento, me olhou uma última vez e soltou um sorriso perverso.

E um único piscar de olhos, Hoseok recebeu um punho em seu rosto, sem alguma piedade.

-HOSEOK!!! - Eu gritei assustado com a cena e quando tentei me aproximar do alaranjado, recebi um chute no estômago vindo do moreno, que me jogou de volta no sofá, mexendo o móvel pelo impacto forte do meu corpo no mesmo.

Eu me senti tonto, e minha visão estava completamente errada, mas ainda pude ver o que estava acontecendo.

O de pele parda se sentou agora no peitoral do outro e começou a espancá-lo.

Hoseok não conseguia ter nenhuma reação, apenas era socado sem dó. Seu rosto estava ficando vermelho, seu olho inchado e seu nariz e boca sangravam sem parar.

-PARA~!!! - Eu tentei gritar para ver se o Jogador cessava a agressão, mas nada.

Eu comecei a chorar, eu não conseguia fazer nada. Eu era um fraco e inútil, que não conseguia fazer nada, nunca conseguia. E agora, Hoseok estava apanhando por minha culpa. Por eu ser fraco!

O Jung foi agarrado pela franja e teve sua cabeça golpeada contra o chão duro sem parar, fazendo com que eu visse por mínimo possível, sua cabeça sangrando e manchando o piso.

Me levantei e dei um chute no rosto do moreno, fazendo o mesmo cair ao lado do alaranjado e me olhar sorrindo.

-Ahhh, você é mesmo uma vadiazinha, babe. - Falou me olhando meio incrédulo, de olhos semicerrados, mas ainda com aquele sorriso.

Olhei para o mais velho e este estava inconsciente. Sem pensar em mais nada, eu o levantei com esforço e o coloquei em minhas costas e sai dali.

Abri a porta e corri desesperadamente em meio a chuva grossa que eu sequer havia reparado quando se deu início.

“Não vai se despedir de mim, amor?”. Foi a última coisa que ouvi ao sair daquela casa.

Estava sendo difícil, Hoseok era muito pesado e eu não era forte, e a dor no meu estômago somente dificultava a trajetória.

A chuva batia forte em meu rosto, se misturando com minhas lágrimas desesperadas e repetitivas, fazendo minha visão embaçar.

Eu chorava alto chegando a gritar em meio a aquelas ruas vazias e monótonas e aquela chuva árdua sobre nós. Nenhum movimento, apenas meu corpo correndo, rezando para que Hoseok ficasse bem. Aquilo era minha culpa.

Eu não podia me sentir pior. Eu me sentia morto internamente e tudo tendia a piorar.

Depois de correr por minutos que pareceram uma eternidade, eu cheguei em um hospital próximo e adentrei o mesmo em Pânico.

-POR FAVOR, AJUDEM, ME AJUDEM!!! - Eu gritei com voz trêmula entre soluços e lágrimas, eu estava em pânico e rodeava o local com o olhar esperando por ajuda, atraindo o olhar de pessoas confusas e assustadas com meus gritos. Tenho certeza que algumas de primeira vista devem ter imaginado que eu estava drogado ou bêbado mas eu estava assustado.

-Senhor, por favor se acalme!! O que houve? - Disse a balconista, se aproximando de mim fazendo gestos para que eu me acalmasse. Eu só conseguia chorar desesperadamente.

-E-eu não sei bem… acho que bateram nele, eu não sei… por favor ajudem ele, por favor. - Falei ainda chorando.

-Está bem, os médicos já estão vindo, ele vai ficar bem, ok? Vai dar tudo certo. - Ela falou com a voz calma para não me assustar.

Logo em seguida, os médicos chegaram com uma maca, onde colocaram o mesmo e eu os acompanhei até uma certa porta, onde não me deixaram prosseguir e eu apenas pude aceitar.

Me sentei nas cadeiras de espera, e desabei em lágrimas mais profundas, cobrindo meu rosto com as mãos e me culpando sem parar.

Depois de uma hora, eu não tinha nem mesmo forças para continuar chorando tanto e mandei mensagem para os meninos, dizendo que Hoseok estava no hospital e todos entraram em pânico e Jimin me disse que logo eles chegariam para me acompanhar e eu assenti.

Eu esperei mais meia hora e logo, vi os quatro garotos com feições desesperadas aparecerem, e olharam meu estado, com o rosto inchado e vermelho pelo choro que ainda prosseguia, meu corpo trêmulo e meu olhar morto.

-Jeon Jungkook, o que houve?!!! - Perguntou Jimin preocupado com meu estado e com o Jung, assim como os outros que se entreolhavam e me olhavam em seguida.

-E-e-eu não s-sei… - Sussurrei em choque, olhando para os olhos dos meninos com sofrimento, e logo voltei a chorar.

Eu queria contar.

Mas eu não podia.

Eu me sentia ameaçado.

Eu sentia que poderia feri-los também.

Jin se aproximou rápido de mim e se ajoelhou em minha frente, segurando meu rosto e me olhando quase com pena.

E eu não queria que sentissem pena de mim.

-Jungkook, o Hobi vai ficar bem ok? Não chore, tudo vai dar certo. - Falou e me abraçou forte.

-Kook,vem, vamos lá fora tomar um ar. Você vai se sentir melhor. - Falou Yoongi e eu me surpreendi. Nunca esperei isso dele.

Assenti com a cabeça e o seguindo até o lado de fora de olhar baixo.

Quando chegamos do lado de fora, ainda chovia e então ficamos na cobertura da entrada. Estava frio e eu me encolhi ao lado de Yoongi enquanto nos encostamos em uma parede.

O Min acendeu um cigarro e o levou até a boca encarando a chuva forte.

-Jungkookie… - Me chamou e eu o olhei de cabeça ainda meio baixa e tremendo. -Você não sabe mesmo quem foi? - Perguntou, agora me olhando. Eu pude notar seus olhos com algumas lágrimas as quais ele conseguiu segurar.

Os dois eram muito amigos e o mesmo se preocupava muito com Hoseok, assim como Namjoon. Eram um trio de amigos muito unidos mas sei que os dois eram mais próximos ainda.

Senti meu coração apertar ao ver o olhar brilhoso do Hyung e desviei o olhar do mesmo.

-Não Hyung… Ele chegou na minha casa desse jeito, para pedir ajuda. Eu não sei se ele estava perto da minha casa ou algo, mas ele foi até mim. Ele estava todo machucado e assim que entrou na minha casa, desmaiou e eu o trouxe… - Menti sobre o ocorrido e ele assentiu, soprando a fumaça do cigarro que fumava.

-Posso te perguntar algo?

-Sim…

-Porque estava chorando tanto, Jungkook? Você estava em choque quando chegamos…

Eu gelei no momento em que ouvi suas palavras, não sabendo se eu conseguiria prosseguir com as minhas mentiras.

Demorei um pouco para responder a questão.

-Eu estava assustado, Hyung… ele apareceu daquela forma na minha casa do nada e eu entrei em pânico. Eu me preocupo muito com ele, Yoongi. Eu estava assustado e não sabia o que fazer e entrei em pânico. Eu o trouxe tão assustado… - Falei meio repetitivo pelo medo de ele descobrir minha mentira, completamente trêmulo.

Ele se aproximou de mim, e quando pensei que fosse levar um tapa na cara, ele acariciou meus cabelos carinhosamente e sorriu para compreensivo e com um olhar mais calmo.

-Está tudo bem, Kook… Obrigado. - Falou e eu sorri minimamente.

Nos surpreendemos quando Namjoon saiu e veio ao nosso encontro.

-Você dois estão bem? Está frio aqui fora. - Falou o mais alto.

-Estamos. Acho que Jungkook precisa descansar.. - Falou Yoongi.

-Tem razão, Hyung. Jungkook, você está todo molhado. Não quer voltar para casa e descansar? O dia não foi muito bom pra você, não é? - Perguntou o de lábios carnudos.

Eu pensei um pouco se realmente queria voltar para aquele lugar.

-Hyung, eu não queria voltar para casa… - Falei ainda cabisbaixo.

-Porque na-

-Hora Nam, o menino está assustado. Hope desmaiou lá, o lugar também deve estar com sangue. Ele só não quer voltar pra casa hoje. - Respondeu Yoongi antes mesmo de mim.

-Tem razão… Obrigado por cuidar do Hope, Kookie. - Falou Namjoon colocando a mão no meu ombro, sorrindo.

-Fica lá em casa. Jimin vai estar lá também. Ele pode te emprestar umas roupas secas. Está bem pra você, Saeng? - Perguntou o de pele pálida e eu assenti.

-E Jungkookie, aonde está o Taehyung? - Perguntou e no mesmo momento senti meu corpo gelar e minhas pernas falharem.

Eu parei por um minuto e senti os meninos me olharem confusos, e depois se olharem.

-Jeon? - Chamou o maior.

-Não sei, Nam… - Falei o mais curto possível.

Ele assentiu e não entramos.

Cerca de duas horas se passaram, com todos nós preocupados e eu ainda meio em choque.

A enfermeira veio até nós e nos disse que Hoseok iria ficar bem, mas ficaria enternado por um tempo, sem precisar de cirurgias muito drásticas.

Isso já foi um alívio para todos nós, e Jin até mesmo chorou pela preocupação que estava.

Depois de mais algum tempo, Yoongi e Jimin me levaram para a casa que eu ficaria.

Conversamos um pouco, logo depois de eu me vestir e me banhar, e me deram um quarto para que eu dormisse. Os dois viram que eu não aparentava estar muito bem…

Eu não conseguia parar de pensar naquela cena. O rosto de Hoseok sendo agredido.

A culpa era toda minha.

Isso não podia continuar…

Eu estou num pesadelo.










|~Nym Drowned~|


OIE DELICINHAAAS

Vim para dar um aviso ou explicar uma coisa, por favor leiam até o final, está bem? Não vai custar nada.

Escrevi no capítulo mesmo porque muitas pessoas não leem as notas iniciais ou finais, o que é muito importante.

Ok, eu queria esclarecer umas coisinhas e tal. Sei que muitos pensam “nossa como o JK é trouxa, que não sai daí ou não conta pra alguém”, e sei que muitos zoam com isso e não estou pedindo para pararem com isso afinal eu msm brinco com isso e chamo ele de trouxa djksks

Mas para alguns que não entendem bem, peço que compreendam o lado do nosso Jungkookie, está bem?

O relacionamento VKook nessa fanfic, pelo menos por enquanto, é um tipo de relacionamento abusivo, entendem?

[Relações abusivas são caracterizadas por jogos de controle, violência, ciúmes, abstinência sexual e frieza emocional. É difícil identificar uma pessoa abusiva. Costuma ser esperta e pode facilmente fazer com que você pense que não é boa/m o suficiente e que tudo é por sua culpa. É tão difícil recuperar-se de um abuso emocional como é de um abuso físico. O abuso emocional provoca baixa auto-estima e depressão. Uma pessoa abusiva pode dizer que ama você e que irá mudar, portanto você não tem que deixá-la. No entanto, quanto mais vezes você a recebe de volta, mais controle ela ganhará sobre você. Promessas vazias tornam-se a norma. Relacionamentos abusivos nunca são abusivos no início.]

Ou seja, Jungkook se sente ameaçado pelo Jogador e este pensa sobre Jungkook como se fosse o dono dele.

Essa é a relação abusiva.

E na fanfic, Jungkook tende a ter mais medo ainda porque além dessa relação abusiva, Taehyung tem a personalidade do Jogador que pode muito bem machucar drasticamente o Jeon ou seus amigos, quem é importante para ele, assim como fez com nosso pobre Hobi.

Então, não é que ele não queira contar a alguém, não é que ele não queira fugir. Jungkook está sendo ameaçado pela personalidade do Jogador onde se ele fizer algo de “errado” tudo pode piorar.

Está bem? Podem continuar xingando o Kook ou o Tae sem problemas apenas espero que tenham compreendido esse lado do Jeon kkkkkk.


Notas Finais


Eai o que acharam? Espero que tenham gostado.
Desculpem qualquer erro.
GENTEEEEEEE
Eu comecei uma fanfic nova de apenas cinco capítulos YOONMIN e peço que leiam e dêem suporte a ela. Ela se chama You Didn't Say Goodbye, Did You?
Peço que pelo menos leiam a sinopse e dêem uma olhadinha :3
Se quiserem ler, entrem no meu perfil e vão em "histórias". Está bem? Aproveitem e leiam minhas outras histórias.
Estou prestes a postar uma oneshot JIKOOK
Acho que hoje mesmo ou amanhã já posto então me digam para ficar sabendo sobre ok?
Inclusive foi porque eu estava produzindo ela que demorei tanto para postar esse capítulo.
Então, até o próximo capítulo delicinhas!
Beijos♥♥♥♥
~Nym Drowned


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...