1. Spirit Fanfics >
  2. I Hate U - FACK >
  3. One - O que está acontecendo comigo?

História I Hate U - FACK - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Repostando

Capítulo 1 - One - O que está acontecendo comigo?


- Você só pode estar de brincadeira comigo Wolfhard. -Jack murmurou um tanto alto assim que sentiu o seu corpo bater de encontro ao chão, as suas costas ficaram doloridas automaticamente e os seus cotovelos provavelmente haviam sido ralados, e o causador disso havia sido Finn. Sempre que jogavam em times rivais no basquete, o seu inimigo fazia questão de lhe derrubar, marcar faltas propositais e até mesmo adorava falar provocações para desconcentrar Jack.

Aquele inferno na vida de Grazer havia começado no início do ano, 1987 seria e estava sendo o pior o ano de sua vida e o causador de tudo isso era o moreno Skata Wolfhard. O terceiro ano do colegial estava sendo péssimo para Jack, mas ele não deixava barato, tentava ao máximo tirar Wolfhard do sério na mesma proporção.

Wolfhard havia entrado na escola no último ano e durante dois anos Jack tinha sido o rei do High School, qualquer menina daria tudo pra uma dança com ele no baile, qualquer menina daria tudo pra um beijo de Jack e até mesmo venderiam a alma para andar no Rolls Royce que havia ganhado de seu pai assim que ganhou o campeonato estadual de basquete com doze anos, logico que o rapaz so começou a dirigir no ano que completaria dezoito, mas antes disso nada o impedia de ser metido. Agora tudo parecia mais do que péssimo para Jack, ele estava tendo que dividir a sua coroa com o Canadense Wolfhard, e uma coisa que ambos odeiam é "dividir" e ser comparados.

Agora as meninas serelepes com as suas roupas coloridas e chamativas só falavam o quanto o cabelo de Finn é lindo, o quanto o carro dele era melhor que o de Jack e algumas até ousavam dizer que ele jogava basquete melhor do que Grazer e ouvir isso pelos corredores para Jack não era nada satisfatório. Mas nesse quesito os dois empataram (se assim poderia se julgar).

-Que os jogos comecem Grazer. - Jack sentiu a raiva tomar conta de seu corpo assim que viu o garoto pegar a bola e sair pela quadra com posse da mesma. Respirou fundo antes que revidasse a provocação com um belo soco na cara do moreno, mas se conteve já que era o titular e não queria ser expulso. voz de Finn soou debochada e um tanto ameaçadora para os ouvidos do menor, os olhos negros de Finn se encontravam com os de Jack de uma maneira totalmente intensa como quem o enxerga como presa.

Noah se aproximou e rapidamente ajudou o amigo a se levantar. Jack quando pisava na quadra não deixava nada lhe abalar e com certeza toda essa provocação de Finn ele enxergaria como uma motivação para tentar fazer com que o seu time ganhasse o jogo, porque na verdade, aquele não era um simples jogo de basquete com duas turmas diferentes em uma educação física qualquer. Aquele era um jogo interno entre Finn Wolfhard e Jack Dylan.

-FALTA! -Gritou o professor de educação física soando o apito tirando Jack dos seus pensamentos raivosos contra Finn.

Os olhos de Jack se estreitaram e ele pode perceber que havia um pequeno aglomerado dos garotos de ambos os times no meio da quadra. Jaeden, do seu time estava deitado no chão com a mão no rosto enquanto Finn estava em pé apenas observando toda a cena com um olhar superior, como sempre fazia.

Assim que Wolfhard percebeu a presença do menino ali, ele cruzou os braços e arqueou as sobrancelhas o olhando desafiador enquanto umideceu lentamente os lábios passando a língua neles, Jack apenas o encarou sério mas na verdade vagava dúvida pela sua mente, enquanto tentava desvendar o que aquele olhar queria transpassar. Jack via Finn como uma verdadeira incógnita, calado ele não conseguia compreende-lo e quando falava algo era pior ainda de tentar entende-lo.

-Consegue continuar Jaeden? -Jack segurou na mão do amigo ajudando-o a levantar enquanto ele continuava com a mão nos lábios que estavam sangrando.

-Acho que não... -Murmurou o loiro limpando o sangue na camisa branca de educação física. -Não é nem pelo corte na boca, é porque eu torci o pé assim que ele me epurrou com o cotovelo no meu rosto... Eu ainda mato esse viadinho do Finn.-Falou alto para que ele ouvisse e rapidamente os olhares de ambos se cruzaram ameaçadoramente.

Jaeden fazia parte do grupo que rodeava Jack, mas muito diferente dos outros ele é Noah eram os seus únicos amigos de verdade, o resto eram apenas uns aproveitadores tentando ser popular às custas de Grazer.

-Oquê você falou de mim seu otário? Quer apanhar mais? - Finn deu um passo largo até Jaeden colando os seus peitorais em forma de ameaça mas rapidamente Jaeden o empurrou forte fazendo o mesmo se desequilibrar e tropeçar caindo com as costas no chão, o jogo inteiro parou e todos os jogadores passaram a observar a briga que surgiria ali.

-Para de ser covarde Finn, a sua implicância não é com Jaeden, é comigo. Deixa o garoto em paz e resolve o seu problema comigo, seja homem, coisa que você não é. -Disse Jack firme com um semblante autoritário e com a voz acentuada. Finn se levantou e o olhou totalmente debochado e cínico, riu anasalado e logo sua expressão foi se cínica a séria, tomando forma de raiva e com uma pitada de arrogância em seguida.

Sem esperar por muito, Wolfhard cerrou os punhos e com a mão direita acertou um soco em cheio no rosto de Grazer que apenas se desequilibrou colocando a mão sobre o nariz mas logo se recompôs devolvendo à altura um soco em cheio no rosto alvo de Finn que caiu para trás.

- Vocês dois, pra direção, agora! -Ordenou o professor de educação física entrando no meio dos dois adolescentes que apenas se entre olharam como dois animais selvagens prontos para se atacarem novamente entre socos. Ainda com olhares provocativos e raivosos os meninos contra suas vontades se dirigiram até a direção juntamente ao professor.

Assim que passaram pela porta amadeirada puderam sentir o vento gélido do ar condicionado em contato com as suas peles suadas pelo recente jogo de basquete, automaticamente um arrepio percorreu pela espinha de Jack, por mais que ele estivesse acostumado com problemas na escola ele odiava estar ali na sala do diretor, mas o menino nunca iria dar o braço a torcer e admitir que sentia "medo".

-Novamente os senhores Grazer e Wolfhard por aqui... -Desdenhou o diretor em tom debochado e Finn abriu as pernas na cadeira sentando de um jeito totalmente desleixado cruzando os braços, Jack estalou a língua e analisou o garoto de cima a baixo vendo o quão debochado ele conseguia ser até com os mais velhos. - Vocês não aprendem a lição, não é mesmo? -Perguntou o mais velho agora encarando ambos com um olhar totalmente piedoso como se pedisse misericórdia, os dois meninos não davam uma trégua nas brigas nem na semana dos treinos intensos para o campeonato de basquete.

-Diretor, eu estava pensando em deixá-los hoje, quinta e sexta feira na detenção, e no sábado os dois não jogarão, ficarão no banco reserva contra os garotos de Chicago. -O professor cruzou os braços e os dois garotos se entre olharam incrédulos assim que viram o diretor assentir enquanto bebericava um tanto de café em sua xícara branca totalmente sem graça.

-Vocês dois não podem me tirar do primeiro jogo do campeonato, isso seria um absurdo, eu sou o capitão do time e não admito que uma coisa dessas aconteça. -Jack levantou-se da cadeira com os braços cruzados e era impossível de esconder a sua indignação, as suas bochechas levemente rosadas pelo exercício recente e pela raiva eram bem aparentes, a sua postura um tanto indignada e raivosa foi um prato cheio para ouvir uma risada abafada de Finn ecoar pela sala, o que fez o menor lhe lançar um olhar totalmente agressivo.

-É claro que eu posso te tirar do primeiro jogo Grazer e não admito que fale assim comigo, por esse motivo agora o capitão vai ser o Wolfhard. -Afirmou o professor é técnico do time deixando Jack boquiaberto e com um olhar semi cerrado, ele não estava mesmo acreditando no que o seu técnico estava fazendo naquele momento.

Finn por sua vez arregalou um tanto os olhos e inchou o peito logo em seguida sentindo o seu ego inflar, um sorriso ladino surgiu nos seus lábios e a sua postura melhorou um tanto comparada com a de antes, aquilo estava sendo um prato cheio e totalmente convidativo para ele. O técnico havia colocado ele como capitão e havia deixado Grazer de lado, com certeza aquilo seria alvo de provocações para o castanho mais tarde.

-Eu não acredito no que está acontecendo. -Com o tom de voz alterado Jack abriu a porta da direção e saiu de um modo totalmente afoito daquela sala, deixando todos ali totalmente assustados com a atitude inesperada do garoto.

Jack se sentia totalmente inútil naquele momento, seu posto de capitão do time tinha sido dado ao seu inimigo e pra piorar o seu rosto tinha um terrível corte no supercílio que insistia em sangrar insensantemente. Entrou no banheiro e bateu a porta fortemente ouvindo os basculantes do local tremerem com o baque, sentindo a raiva preencher todo o seu corpo, tirou a sua camisa do time e espalmou as duas mãos na bancada gélida de mármore vendo o seu próprio reflexo no espelho.

Jack se achava um garoto realmente lindo e extremamente gostoso, observou o seu peitoral e por um momento esqueceu que estava sentindo uma raiva mortal de Finn Skata Wolfhard, o garoto respirou fundo e jogou um bocado de água no seu rosto mas foi tirado de seus devaneios assim que ouviu a porta do banheiro ser aberta, jurou ter trancado e praguejou baixinho, realmente ele desejava ficar sozinho em um momento delicado como esses.

-Prometo fazer um ótimo trabalho sendo capitão do time. -Sentiu aquela voz grave percorrer pelos seus ouvidos e em um sobressalto viu Finn apoiar o ombro em uma das cabines no banheiro, por cima dos ombros encarou o menino com desdém mas desviou o olhar agora o encarando através do espelho.

Finn mantia um olhar debochado e a postura largada deixava evidente a sua falta de seriedade, ele queria provocar como sempre. Os cabelos bagunçados e o olhar enigmático deixada Jack com as pernas um tanto bambas, ele não podia negar que Skata era fodidamrnte sexy, mas nunca admitiria aquilo em voz alta, nem se ganhasse um bilhão de dólares na loteria.

-Não enche o meu saco Finn, eu não estou afim de me estressar com você, você é um baita de um idiota. -Jack engoliu o seco e se virou encarando Finn agora nos olhos, os olhos negros e intensos do maior se encontraram com os olhos castanhos claros de Grazer que respirou fundo sentindo um misto de sentimentos que ele não conseguia distinguir se era ódio... Ou o que estava sentindo naquele momento, mas algo diferente havia o pego de surpresa.

Finn deu de ombros e pela primeira vez não havia rebatido as provocações de Jack, não havia o xingado de volta, ele apenas suspirou fundo e passou a se despir bem ali na frente de Jack. Grazer arregalou os olhos e franziu o cenho um tanto assustado, ele nunca havia visto Wolfhard totalmente nu daquele jeito a não ser no vestiário, nunca tinha sentido-se atraído por outro homem mas os seus pensamentos só berravam o quanto aquele corpo era gostoso e chamativo.

Finn tinha a sua clavícula exposta bem marcada assim como o seu maxilar que todas as meninas citavam como um ponto marcante do moreno, e Jack não pode deixar de reparar toda a sua pele branquinha, o abdômen do menino era extremamente definido os gominhos totalmente convidativos e marcados... Jack os julgaria como gostosos e mordíveis.

Grazer nunca havia sentido atração sexual muito menos atração emocional por outro homem, até julgava nojento cogitar beijar outro homem, mas naquele momento apreciar não fazia mal, aliás Finn não tinha um corpo de se jogar fora. Por um tempo analisou o membro do garoto disfarçadamente e se pegou imaginando como seria aquilo duro, tinha algumas veias e Jack julgou sendo extremamente lindo e pela primeira vez desejou tocar em um e não sabia o motivo, ele foi descendo o olhar e observou aquelas coxas definidas pelos exercícios, o corpo de Finn é perfeito...

-Gostou da visão baby Jack? -Um sorriso brotou no canto dos lábios de Finn e ele apertou o seu membro deixando Jack estático, o moreno por sua vez caminhou em direção à Jack que deu passos largos para trás mas foi encurralado pela bancada de mármore deixando as suas



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...