1. Spirit Fanfics >
  2. I Hate U - FACK >
  3. Three - Do you like a boys?

História I Hate U - FACK - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - Three - Do you like a boys?


Os rostos de ambos quase colaram de tão perto que estavam, o hálito quente com um cheiro de morango dava pra sentir perfeitamente batendo contra o rosto de Jack e se misturava com o cheiro de menta do chiclete do menino. Grazer engoliu o seco e sentiu as suas pernas fracas, pediu aos deuses que ali não acontecesse oque ele estava pensando, fechou os olhos, sentiu o seu coração mais acelerado que o normal e o sangue de suas veias correrem mais rápido, então ele fechou os olhos e deixou somente que o calor do momento o levasse...

Pode sentir completamente a sua respiração pesada se chocar com a de Finn que mantia um respirar totalmente tranquilo de acordo com aquela situação. Jack estava totalmente curioso para saber qual seria a junção do gostinho de menta da sua boca com o gosto de morango que tinha nos lábios de Finn que ainda brincava com o pirulito.

Grazer por sua vez jogou um pouco a cabeça pra frente e inclinou o pescoço para o lado esperando que Finn juntasse seus lábios e aí ele pudesse tirar as suas conclusões de gostaria ou não da sensação de beijar um homem.

-Hmm, cheiro de menta, esse chiclete é muito gostoso por sinal, masquei ele hoje e... O seu perfume é gostoso, por acaso é malbec? -Rapidamente Wolfhard se separou voltando para o seu lugar deixando Jack mais uma vez completamente estático, aonde ele estava com a cabeça de achar que o seu inimigo lhe beijaria? Aliás Finn o odiava também e isso é fato. -Confesso que seu cheiro é bom, por isso as meninas gostam. -Finn sorriu malicioso e lançou uma piscadela para o garoto que continuou sério.

Jack respirou fundo e tentou controlar a sua respiração se xingando mentalmente, porque diabos desejou que Wolfhard o beijasse? Porque queria tanto sentir aqueles lábios convidativos no seu?


-Ansioso para o jogo de sábado? -Perguntou Finn passando a língua pelos seus lábios, levantou uma de suas sobrancelhas e encarou o menor de um jeito totalmente enigmático, Jack não sabia mesmo o que aqueles olhares queriam dizer, mas ele também não se deixava vulnerável, mantia a sua postura tanto quanto Finn.

Jack tinha os seus olhos castanhos firmes e não abaixava a guarda para o moreno ao seu lado, totalmente furtivo Jack se xingava mentalmente e se culpava por querer provar daquele rapaz que conhecia desde o começo do ano mas tinha ciência de que Finn era misterioso. Wolfhard não falava muito de si e por mais que fosse um dos mais populares da escola somente os seus verdadeiros amigos frequentavam a sua casa, somente Wyatt e Caleb sabiam da vida pessoal do garoto.

-Ah, desembucha um pouquinho Jack! - Tudo o que Finn falava soava como uma verdadeira ironia aos ouvidos do menino, ele sabia que aquele era um joguinho bobo de Finn e se perguntava se deveria jogar ou não.

Grazer continuou em silêncio e deu de ombros desviando o olhar, focando somente nas janelas de vidro daquela sala e nos armários desinteressantes e enferrujados que ali tinha. Ele sabia que não aguentaria muito tempo ficar apenas olhando para aqueles lábios e aqueles olhos negros tão profundos e enigmáticos, tinha algo naqueles olhos que queria se aprofundar e descobrir, queria nadar no oceano que era Finn Wolfhard e desbravar tudo como um bom pirata mas algo maior o impedia, algo maior como a culpa de se sentir gay.

Jack Dylan sabia que estava começando a ter quedas por meninos e isso lhe assustava, passava por sua mente inúmeras formas de como contar isso aos outros e o que faria se alguém descobrisse, o garoto estava vivendo um verdadeiro dilema dentro de seus pensamentos, dúvidas pairavam pelo seu psique e ele se sentia mais eufórico a cada pergunta que surgia dentro de si.

Sem aguentar por muito tempo o silêncio naquela sala vazia, Finn começou a assobiar, assobios lentos que era uma música conhecida por Jack, rapidamente seus olhos se cruzaram intensamente e ainda combo pirulito em meio aos dedos as vezes o moreno levava ele até a boca parando os assobios as vezes com algumas chupadas lentas no doce talvez para provocar o menor, e talvez estava funcionando.

 
She's got a smile that it seems to me
Reminds me of childhood memories
Where everything was as fresh
As the bright blue sky


Now and then when I see her face
She takes me away to that special place
And if I stare too long
I'd probably break down and cry


Oh, oh! Sweet child o' mine

A letra daquela música mexia com os sentimentos de Jack, ele adora aquela banda, Finn parecia ler totalmente os seus pensamentos e com os olhares cruzados ele parecia assobiar aquela música de propósito como se soubesse que Jack amava aquela música. Grazer sem conseguir desviar os seu olhar do de Finn, se permitiu continuar encarando o moreno de maneira descarada.


-Da pra perceber que você tem bom gosto em relação à música, pelo menos em alguma coisa você acertou. -Um sorriso divertido brotou nos lábios de Jack e Finn franziu o cenho rindo em seguida, desviaram os seus olhares e mais uma vez eles se mantiveram em silêncio.

-O meu gosto musical é bom e fiquei sabendo que o seu também é. -Finn levantou uma de suas sobrancelhas e tirou uma carteira de cigarros do seu bolso estendendo para o garoto que negou com o cenho franzido e uma micro expressão de nojo.

-Antes que me pergunte como eu sei do seu gosto musical, eu fiquei sabendo pois vi os posters de banda que você tem no armário do vestiário. Olha, Queen é uma boa banda, tirando o fato que Freddie Mercury é gay... -Uma risada anasalada exalou de Finn e em seguida ele tragou o seu cigarro soltando a fumaça para cima, brincando com o cigarro entre seus dedos ele umideceu os lábios e voltou o seu olhar para Jack que havia engolido o seco com a tal frase dita por ele. -É um bom vocalista mas as práticas dele não convém. Concorda?

-Oque ele faz fora dos palcos não diz a respeito do talento que ele possui Wolfhard. -Aquele assunto de longe tinha deixando o menor totalmente desconfortável e o seu corpo deu sinais. Jack fechou as pernas e mordeu os lábios de maneira nervosa, sua postura se tornou mais insegura e encolheu os ombros tentando desviar o seu olhar do moreno intimidador ao seu lado. -Dizem que Axl Rose é gay e nesse instante você cantarolava uma música dele, oque me diz disso?

- Bom, são apenas rumores, ninguém confirmou ainda. -Mais uma vez ele tragou o seu cigarro, dessa vez soltando a fumaça na direção de Grazer.

- Como você fuma e é atleta ao mesmo tempo? - Jack franziu o cenho e tossiu sentindo o cheiro ruim da fumaça invadir suas narinas.

-Eu não sou um viciado nessa merda, fumo só quando quero relaxar. Se eu fosse você esperimentaria, relaxa bastante. -Finn estendeu o objeto cilíndrico para o menino e ele apenas negou com a cabeça. -Quem diria... Você sendo certinho Grazer? Sério, isso aqui não faz mal usando com moderação. Aliás tudo que tem moderação é bom. -O cacheado sorriu malicioso e piscou para Jack que sentiu um frio percorrer pela sua espinha, o que ele estava querendo dizer com isso? - Mudando de assunto... Você já teve vontade de beijar algum menino? 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...