1. Spirit Fanfics >
  2. I hate u, i love u - Billie Eilish X Ariana Grande >
  3. Esta tudo certo entre a gente?

História I hate u, i love u - Billie Eilish X Ariana Grande - Capítulo 6


Escrita por:


Capítulo 6 - Esta tudo certo entre a gente?


Já fizeram um suco no qual você misturou várias frutas mas apenas um sabor se sobressaiu sobre os demais? Caso sim talvez você consiga entender o meu estado agora. Raiva, frustação e tristeza estão presentes em meu peito acompanhados de pensamentos destrutivos e errados, eu poderia começar uma revolta nesse momento contra todos dessa mansão porém o sentimento de tristeza veio com tudo me deixando em lágrimas dentro do quarto superando a raiva e todo o resto. Finneas veio correndo atrás de mim e esta batendo na porta pedindo pra entrar

Billie: vai embora finn, me deixa sozinha - peço do outro lado da porta sentada com as costas encostadas na mesma

Finneas: não! Eu vi como você saiu correndo daquele jeito, o que aconteceu? - perguntou 

Billie: nada... - digo não contendo mais meu choro, há muito tempo que não chorava daquele jeito, se me recordo o motivo do último choro foi por causa do meu pai que estava sendo enterrado num cemitério qualquer enquanto era velado, agora o mesmo motivo se repete. Quase nunca choro pois creio que isso não vai melhorar as coisas, prefiro ficar fechada em relação a sentimentos e guarda-los somente pra mim, só que ele é meu ponto fraco qualquer palavra direcionada ao meu herói número um abre a porta desses antigos sentimentos me deixando vulnerável, coisa que odeio e graças a filha da empregada estou sentindo isso. 


Passou um tempo e finn desistiu de bater na porta visto que eu não iria atende-lo e foi embora, nisso decidi deitar na cama e lá permaneci molhando a fronha do meu travesseiro até o dia seguinte. Não sei que horas acordei mais pelo menos a empregada chata não veio me acordar, levantei daquela cama com a mesma roupa de ontem e a mesma tristeza também, quero apenas ficar quetinha no meu canto hoje sem ninguém me perguntando nada ou aborrecendo, e por sorte nem meu irmão ou minha mãe se encontravam em casa, claro billie que eles não estavam era mais de meio dia e os dois tem que trabalhar naquela campanha idiota na prefeitura. Almocei sem sentir o gosto da comida e sai pro jardim na tentativa de que a grama sintética verde me alegrasse um pouco como nos velhos tempos, mas apenas me deu gatilho de lembranças da infância colorida é cheia de esperança que eu tive brincando ali com meu pai, que merda agora tudo que eu faço acaba me lembrando dele, maldita seja aquela garota, ela conseguiu chamar minha atenção e tocar na minha ferida em menos de poucos dias como pode? As outras nunca conseguiram tal feito, por que ela tem que ser diferente? Bem isso não importa. Sentei encostada na parede do lado de fora da cozinha e abaixei a cabeça segurando minhas pernas, fiquei um tempo assim até sentir uma mão em meu ombro fazendo um carinho, deve ser o finneas e não quero ele perto de mim agora

Billie: finn eu já falei que não quero conversar, vai embora - digo esperando ele sair mais ainda sinto a mão em meu ombro direito, que saco será que terei de expulsa-lo a ponta pés? - finneas eu já falei que... - falei levantando meu rosto e pra minha indignação era a menina delivery, o que essa ordinária tá fazendo aqui do meu lado? 

Ariana: não sou o finneas, mas quero conversar com você - diz e isso aumenta minha raiva 

Billie: sério mesmo? Depois do que você falou ontem eu quero distância de uma verme como você - falei tirando sua mão de meu ombro 

Ariana: olha sei que te magoei quando falei aquilo do seu pai, mais eu não fazia ideia da condição dele - fala e eu me levanto pois não quero ouvir nenhuma palavra vinda de sua boca, só que ela segura minha canela impedindo minha saída dali

Billie: me solta garota! Eu não quero conversar com você - digo sem olha-la 

 Ariana: billie me escuta eu estou arrependida do que disse, não sei o quanto você sofreu por causa das minhas palavras mas presumo que não esteja bem - fala e virei meu rosto pra ela

Billie: você virou minha médica agora pra saber se estou bem ou mal? - perguntei revirando os olhos 

Ariana: larga de relutância e senta aqui, você acha mesmo que eu perderia meu tempo pra conversar com você se não julgasse necessário? - contra esse argumento eu não posso ir contra, provavelmente eu faria o mesmo se estivesse querendo conversar com alguém, acabei desistindo e me sentei novamente, do lado dela 

Billie: vamos lá, me diga logo o que quer conversar comigo - falo fingindo impaciência e passo a encarar seu rosto reparando em seu olho machucado, isso não me cheira bem tem dedo daquela empregada 

Ariana: quero te pedir desculpas pelo meu comentário de ontem que foi duro e insensível, mais espero que entenda que jamais teria dito aquilo se soubesse da história por trás - por incrível que pareça consegui sentir sinceridade em sua fala

Billie: vou te desculpar por isso apenas pela sua insistência menina delivery, agora me responda como conseguiu esse olho roxo ai - perguntei calmamente fingindo ser algo banal sem importância 

Ariana: cai da escada do meu prédio ontem, mas enfim esta tudo certo entre a gente? - pergunta e é bem perceptível que ela não quer falar sobre isso mais eu não to nem ai 

Billie: não muda de assunto, pode explicar a origem desse olho ai - falo 

Ariana: já expliquei e se você não acredita problema seu, aliás eu nem deveria ter explicado pois não te devo satisfações sobre minha vida - diz curta e grossa, ela realmente não mede as palavras com ninguém 

Billie: acha que eu vou cair nessa de que você caiu da escada? Aposto que tem dedo da sua mãe nisso ou melhor dizendo a mão toda - acusei vendo ela olhar pros lados um pouco nervosa - sabia, ela te fez algo não foi? Se quer um conselho denuncie ela e se livre disso - que grande ajuda billie se ela quisesse denunciar já teria feito a muito tempo 

Ariana: minha mãe não fez nada tá bom! Isso foi apenas um acidente meu - fala

Billie: ok se você diz, mas fique sabendo que não acredito nisso até porque outro dia eu te salvei de levar uma lapada na cara - falo me dando por vencida

Ariana: aquilo foi só um momento de raiva dela, vem cá por que esta se preocupando tanto comigo? - indaga

Billie: não estou preocupada com você, e sim com o tipo de pessoa que trabalha na minha casa pois se joan for violenta seria uma ameaça à segurança de todos aqui, mas já que você praticamente diz que não então devo parar de me preocupar - menti, estou preocupada com ela também, não acredito em sua mentira e sim que joan tem algo a ver mais não posso fazer nada por enquanto 

Ariana: entendi, você ainda não me respondeu esta tudo certo entre a gente? - pergunta de novo 

Billie: é você não respondeu a minha pergunta de outro dia, com o que você se importa? - respondi com outra pergunta pois creio que as coisas nunca vão ficar certas entre a gente, não me levem a mal mais ela esta longe de ser uma pessoa próxima a mim pois quando estamos juntas nunca nos entendemos, ok eu sou dramática talvez as coisas mudem sei lá mais ainda não fomos uma com a cara da outra

Ariana: pergunta particular demais para se responder a uma estranha, que tal você me contar com o que se importa? - filha da mãe ela atingiu meu ponto fraco novamente 

Billie: como você mesma disse, e algo particular demais para se contar a uma estranha - revido do mesmo jeito e vejo ela rir da minha imitação de sua fala 

Ariana: que tal deixarmos de ser estranhas e nos conhecermos melhor? - indaga e eu paro pra pensar um pouco, bem a única coisa que eu posso perder tentando conhece-la e minha paciência mais nada que um gole de vodka não resolva depois 

Billie: beleza eu aceito, me chamo billie eilish e um prazer te conhecer - digo forçando um sorriso e a mesma bate a mão na testa rindo, já fomos apresentadas antes mas tenho que dar um recomeço a isso de uma forma mais legal

Ariana: o prazer e todo meu, me chame apenas de ariana pois o sobrenome não condiz comigo - fala 

Billie: ue como assim não condiz? Eu tenho o'cornell no meu sobrenome mas nem por isso vou ficar renegando ele - falo

Ariana: é que meu sobrenome principal e grande - disse apontando para si mesma 

Billie: agora faz sentido, você só e grande pros lados não tem uma estatura boa - digo rindo, eu sei isso foi sem graça e desnecessário mais eu tinha que falar

Ariana: tá me chamando de gorda filha do grinch? - tá bom essa de me comparar com aquele bicho feio foi demais 

Billie: como você pode fazer tal comparação? Me senti ofendida - disse colocando as costas da mão na testa fazendo uma pose de drama e a mesma caiu na risada mas logo parou de rir e engoliu algo que estava em sua boca 

Ariana: billie preciso ir, foi legal conversar com você - diz levantando e me dando um sorriso apenas de lábios - amanhã você já sabe eu apareço aqui pra entregar a marmita até mais - disse andando em direção ao portão principal de saída, não entendi do nada ela quis ir embora sem motivo, dane-se isso só mostra que ela não quer minha companhia como a maioria das pessoas. Levantei do chão e entrei pela cozinha dos fundos para poder acessar o resto da casa quando percebo uma marmita ainda encima da mesa, esse deve ser o almoço de joan mas onde ela tá que não veio comer ainda? Andei para dentro e avistei mac vindo com sua provável comida 

Billie: miller por acaso você sabe de quem é aquela marmita? - indaguei apontado pro objeto na mesa

Mac: sim e da joan, mas não sei por que trouxeram já que ela não deu as caras por aqui hoje - fala indo na mesa e tirando sua comida de uma sacola 

Billie: você tem certeza disso miller? Se você não estiver vigiando aquela entrada direito vai estar em maus lençóis - ameaço 

Mac: j-juro senhorita a joan não apareceu por aqui hoje, tanto que as outras empregadas deram por falta dela - diz um tanto assustado, tem alguma coisa estranha acontecendo mas não posso fazer nada já que quem resolve isso é minha mãe e eu não tenho nada a ver com a vida dela e da filha por mais que eu esteja simpatizando um pouco com ela agora isso não significa nada.


Notas Finais


Vou tentar deixar os capítulos agora metade-metade pras duas personagens narrarem e quando for preciso eu narro, queria ter feito uma briga feia entre as duas mais estou feliz demais pra isso então vou deixar pra depois.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...