História I hate u/I Love u - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Personagens Originais, V
Tags Hot :v, Hot Bangtan, I Hate U, Inimigos De Infância, Taehyung Hot, Te Odeio
Visualizações 26
Palavras 1.424
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Hentai, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - 2.Reencontros e uma aposta!


Fanfic / Fanfiction I hate u/I Love u - Capítulo 2 - 2.Reencontros e uma aposta!

  Atualmente

     Bom,estou de volta à Seoul,a cidade onde nasci,e cresci,sem amigos,mas tive um que fingia odiar-mas que hoje não quero ver nem pintado de ouro-eu fingia odiá-lo para esconder os sentimentos que eu guardava por ele.Ele sempre implicou,bateu,fingiu,me colocava os piores apelidos possíveis,mas mesmo assim eu gostava da praga hyung,devido aos apelidos,rodearam a escola,todos me chamavam do que ele me chamava,pois ele era o "popular" da escola,na frente dos nossos pais ele era o garoto mais santo,mas por trás era o demônio, eu gostava dele,mas nunca o vi como namorado,minha omma vivia dizendo que aquilo ia dar em namoro,se desse seria um desastre,todos diziam que ele gostava de mim,por isso fazia essas coisas.Ele tinha um grupinho,com ele contava-se sete garotos,um deles era meu amigo,Seokjin,o mais velho sempre me apoiou e ajudou no assunto Taehyung,o resto deles eram como a praga.



Namjom:o valentão

Yoongi:a preguiça e ignorânvia em pessoa.

Jungkook:Se acha o fodão,e é o maknae.

Hoseok:Alegre e irritante.

Seokjin:um amor de pessoa e a omma do grupo.

Jimin:Pertuba todo mundo,mas é fofo,e gostoso.


E finalmente,aquele que tem todos esses defeitos juntos.


Taehyung:valentão,se acha o fodão,irritante,pertuba todo mundo,também gostoso.


   Repararam que ele tem todos os defeitos dos outros,menos a do seokjin?Pois é ele é a pior pessoa,não sei como sentia algo por ele.

   Nesse momento estou em meu quarto,tendo essas lembrancinhas de criança,são 9:30 da manhã acabei de acordar.

-Appa!Bom dia!-falei animada.

-Bom dia filha!-veio até mim me abraçando.-Se arrume que teremos visita.-falou se afastando,pegando,os biscoitos no armário.

-Quem appa?-perguntei franzino o cenho.

-Surpresa.-falou ele,até que a campainha toca,fui até a porta e abri.

-Sim?-atendi franzino o cenho.

-wow. ..s/n é você?Nossa você "tá"...diferente-falou me olhando de cima a baixo.

-Desculpa...te conheço? -Falei,até que...

-Taehyung!...até que enfim chegou,estava com saudades de você.-assim que ouvi aquele nome,ecoar pela sala,meus olhos arregalaram.

         Aquele...era o Taehyung?Como eu não o reconheci?Como ele mudou tanto?Como ele ficou tão gato?

-Mas...o que?O que ele ta fazendo aqui?Porque não me falou appa?-falei evitando contato visual com a praga.

-Porque?Teria se arrumado melhor?-falou lembrando-me de que estava apenas de com uma blusa de malha e um shortinho.

-Não! Eu teria fugido,ou me trancado no quarto.

-É por isso que eu não avisei...entra Tae e fica a vontade. -Falou apontando para a mesa de café da manhã.

    Ia pegar meus biscoitos e o café e subir mas...

-Você vai tomar café conosco.Sente-se.

-Mas appa...-falei me virando rapidamente.

-Mas nada,não seja mal-educada e se sente agora.-falou,olhei para a praga que parecia se divertir com situação.-Vocês já cresceram,e não precisam mas se tratar desse jeito,se tornaram pessoas descentes e responsáveis.-segundos depois de ouvir a palavra descente,senti algo tocando em minha perna,sim era a praga,o olhei e ele piscou.

-Muito descente.-falei irônica.

-Bom...preciso sair,Taehyung fique a vontade.-Falou levantando-se da mesa.

-Appa,o senhor não pode me deixar aqui sozinha...-sabe aquele olhar,se você não calar a boca eu calo?pois é eu recebia poucos dele mas...se eu não calasse ele realmente ia vir calar.

     Ele saiu,e eu iria subir mas,senti algo em meu pulso,era Taehyung.

-Hey,gostei do pijama em você...mas acho que você ficaria melhor sem ele.-puxei meu pulso e ele sorriu.

-Seu pervertido!Fique longe de mim.-falei e ele sorriu novamente.Subi para o meu quarto,fui até a janela,e fiquei olhando para a mesma do quarto de Taehyung,até que ouço a porta abrir.

-Appa,sabia que não bater também é falta de educação?-falei sem virar.

-Sabia que ficar olhando pra casa dos outros também é falta de educação?-falou e me virei rapidamente.

-O QUE TÁ FAZENDO AQUI PRAGA?-gritei e ele soltou uma risada nasal.-SAI DAQUI AGORA!-gritei novamente,indo até ele o empurrando sobre a porta,mas foi em vão,ele segurou meus braços,virou-me de frente para a parede,tentava me soltar mas ele segurou meus braços novamente,parecia que quanto mais eu me mexia,mas ele me apertava.Suas mãos adentraram minha blusa,subiu até meus seios os massageando,com a outra mão,desceu até minha intimidade,ainda por cima do short,seus lábios quentes passeavam pelo meu pescoço,meu corpo estava ardente,já conseguia sentir sua ereção,suas mãos adentraram meu short e calcinha e começou a fazer movimentos circulares em meu clitóris,por toda região do meu pescoço ele deixava mordidas,aquilo de alguma forma estava me deixando louca,ele começou a aumentar a velocidade dos dedos,Taipei a boca com a mão pra que não soltasse nenhum gemido indesejado.

-Vou te dar trinta segundos, se quiser que eu pare,é só falar "oppa".-Seus movimentos com os dedos eram enlouquecedores,eu não queria que ele parasse.-O tempo "tá" acabando s/n,cinco...quatro...

-Ta...ehyung-Não consegui segurar os gemidos.

-Não s/n,é oppa,três...dois...-continuou contando,caí na real que estava cedendo à aquilo,e o empurrei.

-TAEHYUNG!SAÍ DAQUI AGORA.-falei apontando para a porta.

-Era oppa mas...olha você aproveitou até o final,faltou um segundo pra mim parar...s/n você é esperta.-Falou ironicamente.

-AIGOO...EU TE ODEIO TAEHYUNG...TE ODEIO,TE ODEIO, TE ODEIOOO.-gritei dando tapas em seu peito,mas ele me segurou.

-EU...vou fazer você me amar.-Quando ouvi aquilo, fiquei perplexa.

-Hahahaha Taehyung...nunca,nunca mesmo.-Dei uma risada forçada,pra sair do transe,e do olhar que se fixou ao dele.

-Você vai me amar sim.-falou olhando mais fundo em meus olhos.

-NUNCAAAA!-Gritei e ele sorriu.

-Quer apostar?-falou erguendo a sobrancelha direita.

-Que tipo de aposta?-Perguntei franzindo o cenho.

-Se você dizer que me ama até o Natal,eu peço o que eu quiser,e se...-o interrompi.

-E se eu não dizer,até lá, se passar um minuto se quer,você fica longe de mim até o último dia da sua vida,fechado?-perguntei erguendo a mão.

-Fechado.-segurou minha mão,puxou-me e grudou nossos corpos,mas eu o empurrei.

      Tomei um banho,resolvi sair,não ia ficar remoendo trancada em um quarto o que a praga fez.Vesti um casaco com capuz,uma calça jeans,pois,estava frio,e um converse vermelho,esperei um pouco,inda não tinha ouvido a porta da saída abrir,então a praga ainda não havia ido embora.Desci até a sala,vi meu appa sentado no sofá.

-Appa,vou sair!-falei indo até a porta.

-Vai aonde?-perguntou colocando a revista em fim da mesa,pegando o controle.

-Vou sair só,espairecer um pouco,sabe?-Falei abrindo a porta.-Tchau appa.-me despedi e saí.

     Fui andando até o Centro de Seoul,olhei algumas vitrines,e umas lanchonetes,entrei em uma delas,pedi um milk shake e uns salgado,já estava indo embora,mas algo que eu menos esperava aconteceu,eu terminei de comer,fui até a porta estava, chovendo,mas esse não é o pior,sabe aquela parte "algo que eu menos esperava aconteceu"?Pois é se fosse sobre a chuva tava ótimo.

-Aish...era só o que me faltava!CHUVA DE MERDA!-falei/gritei e todos me olharam,Senhor que vergonha.

-Ainda fala sozinha s/n?-essa é a pior parte,lembram que eram sete no grupo?E eu só havia encontrado um?Pois é agora só faltam quatro,o gostosão e o irritante do grupo apareceram,sim Jimin e Hoseok.

-Aish...agora piorou tudo,me aparece o demônio, e agora os soldadinhos dele.-Eu odiava O Jimin,ele e Taehyung quebraram o meu braço.Hoseok...não tenho nada contra ele, só a risada dele que me irrita muito...Ah ele é jungkook também viviam me beliscando,e sempre tinha que ser os dois juntos,não sei que diabos de frescura é essa.

-Ahhh...ela já encontrou o Taehyung.-falou para Hoseok. 

-Aish...o que querem?Vocês já podem ir embora.-falei apontando para a porta.

-Eu irei te levar.Vem!-falou,e me puxou para a entrada pelo braço. 

-EI,eu não vou com vocês nem morta.-falei puxando meu braço,da mão dele.

-Você vai ficar aqui esperando a chuva passar?-Hoseok perguntou com os olhos grudados no celular.

-Cla...-Ele me interrompeu.

-Sabe essa chuva,com certeza vai passar acho que só mais tarde,ela está forte,não irá passar tão cedo,e quando parar com certeza já vai estar de noite,e seu pai vai estar preocupado com você,certo?-Aish,seu costume de falar demais.

-Ok...tá bom,eu vou.-falei indo atrás deles.

    Já estávamos dentro do carro,o trânsito estava um horror,porque a chuva alagou algumas ruas,e não havia passagem.Asrsim que conseguimos ultrapassar alguns carros,eu já tinha adormecido,acordei,quase dando de cara no vidro da janela.

-AIGOO...como conseguiu uma carteira?Você é tão brusco no volante.-Falei esfregando os olhos.

-Quer saber em que outras coisas eu sou brusco?-falou e Hoseok riu.

-Aish cala a boca.-O celular dele começou a tocar.

-Que foi Tae?...o que tem a árvore?...QUE?...CAIU?...NA CASA DELA?...E O PAI DELA?...VOCÊ?...Tem que impressionar o sogrão né?...Tá...Tá já " tamo" indo...Ela "tá" aqui sim...Tá tchau.-Bom só com essas palavras não deu pra mim entender nada,uma hora ele ficou nervoso,na outra já "tava" rindo.Chegamos,no canto da Rua de casa.-S/N?Sabe a árvore em frente a sua casa?Ela caiu?Em cima dela.

-QUE?DA MINHA CASA?E MEU APPA?-quando ouvi aquilo,meu coração acelerou de jeito.Aish ela caiu,mas tinha que ser em cima da mibha casa?

-Está tudo bem com ele, o Tae ajudou ele.-Assim que ele terminou de falar saí correndo do carro,e vi meu appa.

-APPA!Está tudo bem?De quem é esse sangue?-Havia sangue em sua blusa molhada.

-Eu estou bem,o sangue é do Tae ele me ajudou e se feriu.-Não sei porque mas né preocupei com a praga.

-Onde ele está?perguntei ao meu appa.

-Está descansando lá em cima.-falou e subi correndo. Entrei em seu quarto não o vi,sentei em sua cama,e resolvi esperá-lo.

-S/N?-Falou saindo do banheiro.

-Oppa?Está tudo bem?Você se feriu?-perguntei preocupada.

-Oh essa palavra saiu agora tão facilmente,eu acho que você estava gostando,e aproveitando, certo?-Cínico como sempre. 

-Aish...só vim ver se você estava bem.-Falei sem graça.



Notas Finais


Bom gente foi issoooo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...