História I Hate You. - Capítulo 15


Escrita por:


Notas do Autor


Aproveitem os últimos capítulos. <3

Capítulo 15 - Oh, Well Imagine


Fanfic / Fanfiction I Hate You. - Capítulo 15 - Oh, Well Imagine

Chegou o dia.

Brendon arrumava meu terno pela milésima vez,como se eu fosse uma criança indo ao primeiro dia de escola. Eu segurava o envelope com certa força,me lembrando das letras douradas do convite. Eu sentia como se algo sugasse minha alma,mas hoje eu teria que ser forte. Seria minha última chance...

- Pronto - Brendon sorriu e ajeitou seu terno cor de vinho,me olhando de forma empolgada como se quem fosse casar fosse ele. Ri um pouco com a cena,mesmo que eu sentisse o mundo desabando sobre mim. - Você está perfeito,Shinoda. Apenas faça,entendeu? - Assenti - Vamos!

Brendon saiu me puxando e trancou a casa. Eu vestia um terno preto,básico. Acho que estava bom assim.

"Considerando que vou ter que tirar ele depois"

Senti meu coração acelerar e engoli a seco. Senti Bren me puxando de novo e enfim; partimos.

*

Chester On

- Você está ótimo,cara! - Brad me dava tapinhas nas costas,e eu só conseguia continuar parado,olhando para o meu reflexo no espelho. Eu realmente não sentia nada. Eu só conseguia pensar em Mike e em como eu fui um filho da puta com ele e,caralho! É o meu casamento. Não deveria ser o dia mais feliz da minha vida?

"Não é e eu sei muito bem o motivo. Preciso parar de me fazer de desentendido"

É,tarde demais.

A cerimônia seria pequena,no quintal da minha casa. Me inclinei para a janela e olhei todos lá embaixo. Talinda estava no altar improvisado,e eu não conseguia vê-la completamente por conta da cobertura,mas tenho certeza de que ela estava linda.

Soltei um suspiro e pensei em Talinda. Ela não merecia isso,mas eu cheguei tão longe.

"E isso nem mesmo importa"

- Chester?! - Me virei e Brad me olhava um pouco preocupado.

- Eu estou bem - Forcei um sorriso - só estou nervoso. Posso ficar esses últimos minutos sozinho?

- Antes do "Até que a morte os separe",né? - Ele deu um sorriso contente e eu senti uma puta vontade de gritar por dezoito segundos - Beleza,cara. Eu vou ficar lá embaixo. Não passa mal,hein? - Ele deu as costas,prestes a se retirar mas eu o deti antes:

- Bradford,você sabe se o Mike vai vir?

- E porquê ele não viria? - Agora me olhou de sua forma compreensiva,piscando os olhos da mesma forma. Demorei a responder.

"Por tudo,apenas"

- Por nada. - Não consegui falar outra coisa.

- Eu nunca te vi tão tenso,cara. Relaxa,Chaz! Vai dar tudo certo - Ele sorriu pra mim como se soubesse de todas as coisas e enfim saiu,fechando a porta. Soltei um suspiro e desabei na cama,cobrindo o rosto com as mãos. Eu queria me acabar de chorar. Morrer,sumir.

tarde demais pra se jogar da janela?"

Fiquei ali,pensando em tudo. As coisas que fiz,as coisas que passei. Apesar de tudo que me aconteceu,eu consegui ser um filho da puta completo. Eu fui um infeliz com o Mike em todos os sentidos e ele é a pessoa mais importante da minha vida.

Um sorriso cínico apareceu em meu rosto. Era nojo de mim mesmo.

"Imagina se não fosse"

Eu acordei e finalmente,me deparei com tudo,tudo de uma vez. Todas as coisas caíram em minhas costas e agora não sinto que eu vá conseguir me erguer.

"Acordou tarde demais,Chester. Tarde demais"

*

_ Eu e Brendon finalmente chegamos no local. Ele estacionou e eu senti aquele turbilhão de coisas me atingirem novamente.

- É só ir,bem tranquilo - Disse ele,descendo do carro.

- Você poderia cantar aquela música sua agora e parar o casamento pra mim. - Desci, batendo a porta.

- Qual? - Ele me olhou com a cabeça inclinada por alguns segundos,até sorrir todo empolgado de novo - Podia ser,mas a vida não é um clipe,Shinoda

Fiz uma cara de desespero e ele riu,me conduzindo pra lá.

- Eu ouvi a dama de honra dizer ao garçom, "que lindo casamento".

*

- Mike! - Joe gritou e me abraçou de lado,sorrindo,feliz pela cerimônia.

- Oi,Joe - Tentei disfarçar meu nervosismo.

- Até que enfim esse casamento saiu,né? - Dave parou ao nosso lado,olhando os convidados.

- Esse terno tá me apertando todo - Comentou Rob. Dave riu e Joe apenas revirou os olhos:

- Logo você reclamando.

- Brad,onde o Chester tá? - Brendon interviu. Visivelmente,sem querer perder tempo no que "combinamos"

- Ah,tá lá em cima - Respondeu de sua forma tranquila - Eu vou pegar um champanhe,vocês querem?

- Eu quero,vou contigo. Você quer Shinoda? - Joe me olhou.

- Não,não..eu vou ir lá em cima falar com o Chester. Eu tenho uma coisa importante pra dizer

- Que coisa importante é essa? No meio do casamento dele? - Rob comentou,arqueando a sobrancelha.

"Oh merda"

- Você sabe como é esse clichê de melhores amigos e blá blá blá - Brendon comentou da forma mais desinteressada que conseguiu,me empurrando sem delicadezas - Deixa eles e as chatices. Bora pegar algo pra beber,meu cu já está em chamas

- Brendon,olha o palavreado! - Dave riu e Rob olhou para os convidados,que acabaram por escutar. Fui me afastando aos poucos:

- Foda-se gente,parece que nunca tiveram vontade de dar - Bren falou mais alto e foi os conduzindo entre risadas com seu show de distração,até a parte das taças - Bora bora bora - Me lançou um último olhar de repreensão e eu dei um meio sorriso.

Atravessei o enorme quintal e fui até a porta dos fundos pra entrar na casa e ninguém sequer olhou pra mim,por sorte (ou puro Urie show).

É, é agora.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...