História I Hate You, I Love You - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Drama, Romance
Visualizações 17
Palavras 2.535
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 26 - Dividindo Amor e Ódio


SP, 02 de Novembro de 2.017 - 08:23 AM

Já estava toda a panelinha de pé, menos Louise, Íris e August, ninguém havia visto nenhum deles até agora, aliás, não estavam em suas cabanas. Por fim, eu, Monique, Melanie, Mad, Thifanny, Kiiara e Broke fomos para a casa, ao entramos, vimos algumas roupas pelo o chão, inclusive roupas íntimas feminina.

- Vocês duas não sabem nem serem discretas, hein! - Kiiara falou para mim e Monique.

- Mas essas roupas não são nossas! - Falei em defesa.

- Até onde sabemos, vocês são as únicas lésbicas aqui da panelinha - Broke fala.

- Ah, bissexuais, por favor. - Monique fala com humor - E é sério, isso não e nosso.

Quando estávamos prestes a ouvir Thifanny protestar em relação as palavras de Monique, ouvimos um som de passos vindos da escada, e ao levamos nossos olhares para lá, podíamos ver Íris e Louise... Espera... Elas estavam sem roupa!? Calma calma, ambas estavam com cobertores sobre seus corpos, aparentemente nu.

- Vocês duas aí! Por acaso essas roupas são de vocês? - Melanie pergunta autoritária. 

Louise e Íris trocam olhares até que Louise abaixa a cabeça e fala em um tom baixo, porém audível...

- Opa! -

- Viram suas piranhas? Eu e a Monique somos inocentes. -

- Que coisa feia, julgando sem saber. - Monique fala, aparentando humor em sua voz.

- Desculpa, ue. Mas vocês são as únicas lésbicas da panelinha... Bom, até a alguns segundos atrás. - Melanie fala

- Mas e o August, Lou? -

- A gente...Terminou, Mad. -

- Como!? Por que, Mordrick!? - Falei totalmente inconformada.

- E uma longa história, Nath - Ela se sentou sobre o sofá e começou a falar, Íris estava ao seu lado enquanto falava, e quando viu que uma lágrima ia cair do rosto de Louise, ela fez questão de limpar antes mesmo que caísse - ...Bom, foi isso.

- ELE FEZ O QUE!? Maldito! Onde ele estava com a cabeça? Mano eu vou matar esse moleque. -

- Nath, calma! -

- NÃO ME PEDE PRA FICAR CALMA, MORDRICK! - Eu era uma pessoa que ficava puta da vida muito fácil, e se a pessoa me pedisse calma, a coisa só piorava. - Para a sorte dele, e bom que ele esteja bem longe, ninguém magoa Louise Mordrick a não ser eu! - Andei em direção a porta batendo a mesma em seguida.

( ... )


Nathalie (OFF)

Louise (ON)

- Nathalie volta aqui, amor! - Monique falou indo atrás dela.

- Caralho e treta! Ihuuuuul! - Mad falou animada e vi as cinco saírem logo atrás.

- Essa não. -

Peguei minhas roupas e corri para o quarto, me visto as presas e arrumo o cabelo de qualquer jeito mesmo, ao descer as escadas vi Íris logo atrás e saímos as carreiras da casa a procura da Nath. Ela ia matar o August.

- Louise olha. - Olhei na direção em que Íris estava apontando e lá estava uma pequena rodinha.

Corremos para lá e após passar por algumas pessoas dos outros acampamentos, vimos as meninas, Nath e August estavam no centro da rodinha.

- Mano quem tu pensa que é pra ter feito isso com a Louise!? -

- Eu não te devo satisfações, garota. -

- Beleza então, já que não vai fazer as coisas por bem, vamo por mal então. -

Vi Nathalie pular em cima dele e começar a socar diversas vezes seu rosto, todos que estavam em volta começaram a gritar enquanto eles se batiam, já era possível ver o sangue escorrendo do nariz e da boca de August, e de Nath sua sombracelha. Teve um momento que Jonh e Rafa, namorado de Broke, foram segurar August, enquanto Broke e Kiiara foram tentar segurar Nath.

- Monique faz alguma coisa! A Nath só vai escutar você. - 

Ela por sua vez se aproximou e levou a mão ao queixo de Nath, fazendo seu olhar ficar fixo no seu.

- Hey, tá bom, okay? Você já bateu muito nele. Vem, vamos limpar isso - Finalmente Nath parou de tentar se soltar e voltar para cima de August.

Fomos de volta para casa enquanto os meninos afastavam August dali. Entramos na casa e fomos todas para a cozinha, eu e Broke preparavamos o café enquanto Monique tentava cuidar do machucado de Nath.

- AÍ!! -

- Fica quieta, Mader! Parece até uma criança. -

- E você tem a mão pesada! -

- Olha, eu só não te digo um negócio aqui, porque as meninas estão por perto. -

- Olha lá o que vocês vão falar, pelo o amor de Deus. Ninguém e obrigado a ouvir isso aqui não. - Thifanny fala e rimos.

Monique continuou tentando fazer o curativo enquanto as duas "brigavam", sabe o filme da A Bela e a Fera? Sabe a cena que a Bela tem que cuidar dos ferimentos da Fera? Então, tá parecendo a cena. Melanie e Mad colocaram a mesa, Monique foi jogar fora os paninhos sujos e lavar as mãos, Nath acompanho para também lavar as mãos sujas com o sangue de August.

- Então, vocês vão namorar agora? -

- Ah... Não sei, Melanie. -

- Se ela quiser, eu quero. - Íris fala olhando para mim com um sorriso nos lábios, aí que sorriso.

- E o amooor! - Monique e Nath chegam cantando em coro, logo todos já estavam cantando também. - Que mexe com a minha cabeça e me deixa assim!

Reviro os olhos e volto a comer, ignorando tudo que falavam ou cantavam.

( ... )


Louise (OFF)

Nathalie (ON)

Após o café, fomos trocar de roupa, Thifanny deu a ideia de irmos fazer uma corrida com canoas, eu não aceitei pelo o fato de não saber nadar, mas depois de tanta insistência delas e principalmente de Monique, aceitei. Fomos até a lagoa onde duas canoas estavam prontas, uma delas tinha uma bandeira verde sobre a ponta e a outra uma bandeira roxa. Monique, Louise, Íris e eu ficamos na canoa de bandeira roxa, Broke, a Mel, Mad e Thifanny na de bandeira verde.

- Se eu morrer afogada, eu juro que volto pra assombrar vocês - Falei enquanto via Íris e Louise entrar na canoa.

- Eu chamo o Sam e o Dean, querida - Louise disse com ironia.

- Vai se lascar, Louise. -

- Tu não vai morrer não amor, deixa de medo. - Sinto o beijo de Monique em minha bochecha e sorri um pouco mais confiante.

Subo na canoa após Louise e vejo Monique subir em seguida, pego dois remos e me posiciono vendo as meninas fazerem o mesmo.

- Preparar! Aponta! VÃO! - Jonh fala e começamos a remar, ou pelo o menos tentar.

- Esse negócio tá balançando muito, não acham não? -

- Deixa de ser medrosa, Nathalie! - Ouvi Thifanny que estava mais a frente de nós com sua equipe.

Reviro os olhos e continuamos remando até que ficamos empatadas com a canoa verde, quem chegasse do outro lado do lago vencia, por fim, deu empate.

- Eu quero revanche! - Thifanny fala assim que saímos da canoa.

- Eu que não subo mais nessa coisa. -

- Então vai dá a volta pelo o rio inteiro? - Melanie fala surpresa.

- Prefiro eu caminhar do que arriscar minha doce vida. - Falei começando andar.

- Nathalie!? - Ouvi uma voz familiar me chamar e ao olhar para o rio, vi Denis numa canoa com outras pessoas - Pensei que não gostasse de acampar.

- Denis? Ah... E eu não gosto... - Ele me interrompe.

- E o que você faz aqui!? - Ele fala aparentemente bravo.

- Ou! Abaixa a sua bola, garoto! Tá pensando que você e quem para gritar assim com ela? - Monique fala se aproximando, aparentemente brava também.

- Eu não falei com você! -

- Monique... Deixa, vamos sair daqui, vai. - Falei antes que aquilo continuasse e puxei Monique de lá.

( ... )


Nathalie (OFF)

Monique (ON)

Já era em volta de umas 16 horas que Nath dormiu, deixei um beijo sobre sua testa e saí da casa vendo Kiiara.

- Avelhinha, bora pescar? - Ela sugeriu e sorri

- Eu vou só te acompanhar. -

Assim seguimos até uma parte do lago onde havia muitos peixes pelo o que Kiiara havia dito.

- Cara, eu ainda não acredito que aquele moleque está aqui, que droga! -

- Ou! Fica calma né. Ele tá do outro lado do lago, não aqui, e principalmente ao lado da Nath. -

- Se ele estivesse tenha certeza que já estaria morto. -

- Aí Monique, tu e esse teu ciúme besta. -

- Não e besta! Se eu der espaço ele caí em cima -

- E tu acha que a Nath quer ele? Euem. Bom, não responda. - Ela me impede antes que eu fale - Merda! -

- O quê? -

- Eu esqueci as minhocas. Vou lá buscar. Cuida aqui das coisas, okay? -

- Tá. -

Vejo ela voltar para o local onde estávamos acampando, pego o banquinho que trouxe e outras coisas e levo para mais próximo do rio. Estava organizando tudo quando escuto passos atrás de mim...

- Encontrou o que procurava?- eu disse.

- Pode apostar que sim.- ouvi a voz desconhecida e me virei.- Oi, Monique.-

Senti ele me empurrar do "palanque" de madeira onde eu estava e de repente, me vi no meio de tanta água. Comecei a me desesperar, eu não sábia nadar. Olhei para Denis, que sorria ironicamente.

- Denis, me ajuda, por favor!-

- Pra quê? Pra ela vir toda preocupadinha com você? Não, valeu.-

Vi ele se afastar e sair. Eu estava em desespero, olhei em volta e não tinha ninguém. Quando eu estava perdendo os sentidos, senti alguém segurar o meu braço e me tirar da água...


Monique (OFF)

Nathalie (ON)

Ouvi alguém bater na porta e eu abri a mesma. Para o meu azar, era Isaac..

- O que você...MONIQUE!? O QUE ACONTECEU!?-

- ELA TAVA SE AFOGANDO! EU SALVEI ELA.-

- O QUE!? Meu Deus, amor!?- segurei ela em meus braços e coloquei a mesma em cima do sofá.

- Que tipo de namorada é você, Mader!? Como você deixou ela sozinha perto do lago?-

- Ela estava com Kiiara e... Afinal, quem você pensa que é pra dizer a namorada que eu sou ou não?-

- Bom, se tu amasse ela como diz, você teria salvo ela.-

- Para de falar merda, cara!-

- Me faça parar!-

Olhei pra ele com um ódio mortal, cheguei bem perto dele e dei um belo de um soco em sua cara, fazendo-o cair no chão.

- ISAAC, SOME DAQUI! EU NÃO QUERO SABER DE VOCÊ PERTO DELA DE NOVO, ENTENDEU!?-

Isaac se levantou e saiu da casa. Olhei para Monique e percebi que ela estava acordando.

- Amor?-

- O- o que aconteceu?-

- Você não se lembra de nada?-

- Eu lembro que eu tava arrumando algumas coisas pra pescar com a Kiiara. Ela disse que ia buscar algo. Depois veio alguém e me empurrou na água.-

- Você consegue se lembrar do rosto da pessoa?-

- Ele era alto, usava óculos e tinha olhos verdes.-

- Espera...Denis!? Como assim!?-

Me levanto, totalmente levada pelo ódio. Como ele teve coragem de fazer isso comigo? Eu quero matar ele, cara. Eu confiava tanto nele, poxa. Mano, eu vou acabar com esse moleque...

- Monique, eu vou matar esse menino!-

- Nathalie, calma. Fica quieta. Se tem alguém que tem que resolver isso, esse alguém sou eu.-

Vi ela sair correndo pela porta e fui atrás dela. Avistei ela indo em direção ao Denis, já dando um soco em seu rosto.

- Garoto, qual o seu problema, hein!? Deixa de ser criança, seu merda. A Nath não te ama, só aceita.- ela dizia, enquanto dava socos e enchia o Denis de arranhões.

- Monique, chega.- eu disse.- Não vale a pena. Você ta viva, e é isso o que realmente importa.-

- Okay.- ela se levantou.- Escuta o que eu vou te dizer, moleque. Nunca mais, nunca mais eu quero que você chegue perto da Nathalie, nem mesmo pra dizer oi, seu desgraçado.- ela deu um chute na barriga de Denis e saiu me puxando pelo braço.

- Não vai nem dizer obrigado ao seu herói?- ouvi a voz de Isaac e revirei os olhos.

- Ah, obrigada, Isaac. Aliás, o que você está fazendo aqui? Tu nunca gostou de mato e de repente aparece?-

- Bom, eu...-

- Quer saber? Esquece. Vamos, Nath.-

Voltamos para casa. Quando entramos, Louise e Íris estavam se pegando e bebendo muito. Íris estava sentada no colo de Lou e Lou com aquelas "mãos bobas" dela... Meu Deus...


Nathalie (OFF)

Louise (ON)

Hoje, o dia foi tirado pra ser perfeito. Fora o fato de que eu tive que ver aquela gorda desgraçada com o August, o que de certa forma, me machucou muito, o dia em si foi todo bom. Monique quase morreu, ela bateu no Denis porque ele tentou matar ela. Real, eu nunca fui muito com a cara do Denis, imagina agora?

Eu e Iris estamos aqui no sofá se pegando e bebendo vodka.

- Bonito isso né?- ouvi a voz de Nath e olhei pra ela que ria feito uma psicopata.

- Deixa a gente. Nós somos o mais novo casalzão da panelinha.-

- Entendo. Mas olha, Lou, só não faça como da última vez.-

- Que última vez?- ouvi Íris perguntar.

- É uma longa história, né Mader?- eu disse, olhando pra ela com um ódio mortal.- Um dia eu te explico.

Passou uns minutos e eu ouvi a porta se abrindo. Olhei para ver quem era e era August.

- O que você quer aqui?- ouvi Íris se pronunciar.

- Eu queria conversar com a Louise.-

- Falou certo, queria. Some daqui, ela não quer saber de você.-

- Quem você pensa que é garota?-

- Eu sou a garota que ta beijando a boquinha que tu perdeu. Garoto, presta atenção. Vacilou, perdeu. É a lei da vida.-

- Mano, cala essa boca antes que eu te arrebente a cara!-

- Encosta a mão nela, que quem te arrebenta a cara sou eu.- eu disse.

- Deixa, Lou. Deixa ele vir.-

- Cala essa boca!-

Vi August dar um tapa no rosto de Íris. Logo, a mesma foi pra cima de August e deu uns dois ou três socos nele. Ele deu um soco no canto da boca dela. Separei os dois, não agüentava mais brigas, principalmente se fosse por minha causa.

- CHEGA VOCÊS DOIS! August, acabou! Me esquece ta? Agora, vai embora, a Vívian precisa de você.-

- Louise, eu...-

- SOME AUGUST!!-

Vi ele se levantar e sair da casa. Olhei para Íris e vi que o canto da sua boca estava sangrando muito. Levei ela até um dos quartos e peguei alguns paninhos e vodka pra parar de escorrer o sangue que tinha em seu rosto e corpo.

- Já te disse que eu não gosto que briguem por minha causa?-

- Não, nunca me disse. Mas agora, você é minha, e eu não vou deixar aquele merda tirar você de mim.-

Fiquei em silêncio um pouco pensando no que ela disse... "...você é minha...". Senti um sorriso um tanto bobo escapar de meus lábios.

Depois de alguns minutos, ja estava tudo bem com ela. Peguei os paninhos e joguei fora. Olhei pra ela e ela veio até mim e me beijou... Segurei a sua cintura, puxando-a pra mais perto e acabando com aquele minúsculo espaço que tinha entre nós. Ela parou o beijo e disse:

- Eu te amo.-

Abri literalmente o sorriso mais bobo do universo...

- Eu também te amo.- eu disse e voltei a beijá-lá.

Louise (OFF)



Notas Finais


By: Alice T. & Travis M'Lavoi. ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...