História I Hate you, I Love you - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Riverdale, Shadowhunters, Shawn Mendes
Personagens Alexander "Alec" Lightwood, Clary Fairchild (Clary Fray), Elizabeth "Betty" Cooper, Isabelle Lightwood, Shawn Mendes, Veronica "Ronnie" Lodge
Tags Amor, Drama, Romance, School, Tragedia
Visualizações 20
Palavras 1.175
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Festa, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Primeiro capítulo de verdade!
Favoritem e comentem!

Capítulo 2 - Capítulo 1


Fanfic / Fanfiction I Hate you, I Love you - Capítulo 2 - Capítulo 1

Amélia on

As vezes a vida pode ser surpreendente, eu a anos atrás prometi a mim mesma que nunca iria me apaixonar, nunca mais.

Mas é difícil quando você se encontra em uma situação assustadoramente sem saída, quando seu olhar encontra outro e eles se conectam. Se apaixonar definitivamente é a pior coisa do mundo, e hoje minha primeira semana de aula começa, como sempre serei a pessoa mais seca do mundo, para evitar qualquer dor novamente.

-Mãe, não quero um Colégio novo.-Eu falo.

-Você ainda vai continuar com isso?-Minha mãe diz.-É sei primeiro dia de aula!

-Não muda o fato de não precisar!-Digo.-As pessoas são desprezíveis... odeio o Canadá.

-Pare com isso, seu pai foi promovido.-Minha mãe disse.

-Tudo bem...-Falo chateada.

-Ande, vai se atrasar.-Ela diz me dando um beijo na bochecha.-Pegue o carro.

-Valeu mãe!-Digo saindo correndo.

Pego o carro e saio dirigindo pela cidade, relembrando minha infância. Sou nascida aqui, mas por conta do trabalho do meu pai acabamos viajando e morando pelo mundo.

Chegando no Colégio estaciono o carro e fico dentro dele esperando por uns longos minutos. Observo as pessoas entrando pelos grandes portões da escola, sorrindo abraçando seus, provavelmente, antigos amigos. Tomo coragem e saio do carro, ligo o alarme e arrumo minha blusa em meu ombro. Entro no Colégio com a cabeça baixa, sem olhar em direção alguma, por conta disso acabo por bater em alguém.

-Me perdoe!-Falo assustada.

-Fica tranquila está tudo bem!-Uma menina morena fala.

-Devia ter prestado mais atenção.-Digo passando as mãos em meu rosto.-Odeio começo de aula.

-Nova?-Ela diz com um leve sorriso.-Meu nome é Alicia Copper.

-Sou mais ou menos, estudei aqui quando era pequena.-Falo sorrindo.-Sou Amélia Fitz.

-Mel Fitz?-Ela diz mais animada.-Minha nossa, vem comigo.

Sou puxada pela menina morena até o outro lado do prédio, sem ela parar de falar um minuto.

-Arth!-Ela puxa um menino alto e musculoso.

-Já disse pra não me chamar assim Alicia, não aqui!-Ele fala bravo.

-Adivinha quem é ela!-Alicia o ignora totalmente.

-Não tenho uma bola de cristal.-Ele diz me olhando com um seus olhos penetrantes.

-Amélia, Mel Fitz!-Ela diz e os olhos do moreno começam a suavizar.

-Me perdoem, não estou entendendo.-Falo preocupada.

-Somos os irmãos Copper, Arthur e Alicia.-O moreno fala.-Gêmeos, que moravam ao lado de sua casa.

-Arth!-Digo sorrindo de leve.-Óbvio, como pude esquecer desse olhar malvado.

-Com ela você não briga!-Alicia diz segurando o riso.

-Um prazer ver você de novo.-Ele diz com uma leve careta.-Vou pra minha sala, deviam fazer o mesmo.

-Que aula tem agora?-Alicia diz.

-Biologia, amo!-Digo olhando minha grade de horários.

-Eca, você e seus gostos ruins.-Ela fala com uma careta.-Tenho Física, te vejo no intervalo?

-Pode ser, te procuro por aí.-Digo com um leve aceno para os dois.

Boto meus fones e vou caminhando calmamente até a sala, não tinha pressa. Chego na sala e sento perto da porta encostada na parede, olho ao meu redor, sabendo que era alvo de alguns olhares curiosos. Vejo no fundo da sala uma menina morena, com cabelo nos ombros, um olhar que se fosse possivel mataria qualquer um que fosse passar por ela, a mesma vira para trás e faz um comentário para o garoto que estava com ela e o mesmo sorri.

-Bom dia pessoal!-Uma moça fala.-Sou a senhorita Montgomery, professora de Biologia, quero que sentem-se em dupla, essa dupla será a sua até o fim do semestre.

-Pode ser trio?-A morena fala.

-Não, me desculpe.-A professora sorri.-Duplas, não trio, não sozinho.

-Qual é...-Falo baixinho.

-Por favor vocês separem!-Ela Fala seria.

O menino no qual a morena falou algo antes d levanta, da uma olhada pela sala e encontra meus olhos, dá um leve sorriso e vem em direção da minha bancada, eu como sempre faço a cara mais seria que consigo, mas ele não se intimida.

-Com licença.-Ele fala sentando ao meu lado.-Posso sentar?

-Ja sentou.-Digo olhando para a frente ele da uma leve risada.

-Pra que tão brava?-Ele fala.

-Não consegue ficar quieto?-Eu o encaro.

-Não, e você não consegue sorri?-Ele provoca.

-Só pra quem eu me importo.-Falo o encarando.-No caso to nem ai pra você, mas não ouse fazer eu tirar uma nota baixa.

-Sim senhora!-Ele faz continência e eu reviro os olhos.

-Bom, como disse seu parceiro será esse até o fim do semestre, apresente-se a ele.-A professora dia para a turma.

-Bernardo Mendes.-Ele entende a mão.

-Amélia Fitz.-Digo olhando com nojo para sua mão.

-Prazer conhece-lá.-Ele fala.

-Não digo o mesmo.-Digo anotando algumas coisas no meu caderno.

-Pode me passar as anotações depois?-Ele fala.

-Você tem duas mãos, um caderno e uma caneta. Faça sozinho isso.-Digo sem olhar para ele.

Logo depois fomos dispensados e assim fui até minha próxima aula, torcendo para que ele não tivesse aula comigo. No entanto ele apareceu na aula antes do intervalo, seguido da morena de olhos mortíferos, assim que passa por mim ele olha rapidamente mas finge não me conhecer, apesar de não ligar isso me intriga. A aula passa em um piscar de olhos, literatura é uma matéria que não tem como odiar, sempre fácil de passar rápido, arrumo minhas coisas e distraía com minha música saio sem olhar para os lados, claro batendo na morena.

-Olha por onde anda.-Ela fala séria.

-Desculpa.-Falo tirando um de meus fones.-Não te vi.

-Isso eu percebi!-Ela fala revirando os olhos e jogando o cabelo para sair.

-Guria nojenta!-Falo baixo.

-Ela é legal, só tem que conhece-la.-Bernardo fala.

-Tanto faz.-Digo seca.

-Você e Sofia se dariam bem.-Ele diz e sai andando.

Esse menino é totalmente aleatório, não entendo ele. Balanço a cabeça para afastar meus pensamentos, e volto a andar, indo em direção ao refeitório encontro Alicia com uma menina loira, super delicada. Naquele momento deu para ver totalmente o contraste das duas.

-Amélia!-Alicia me chama.

-Oi, desculpa a demora.-Falo com um leve sorriso.

-Tranquilo, essa é Bela.-Ela diz.-Bela essa é Amélia Fitz.

-Prazer conhecer você!-Bela fala meiga.

-Vamos entrando?-Alicia diz fala nos puxando.

-Podíamos pegar as comidas e ir lá fora não é mesmo?-Bela fala de um jeito calmo.

-Por mim tudo bem, aproveitamos e vemos os meninos do futebol americano.-Alicia diz com um sorrisinho.

-Você e essa mania, não vejo porquê.-Bela diz.

-Porque eles são maravilhosos!-Ela fala com sua bandeja de comida.

-Tem uma menina que esteve na primeira e terceira aula, ela é muito metida.-Falo meio viajando.

-Deixa eu adivinhar, Sofia Alves irmã do Bernardo.-Alicia fala e eu paro na hora.

-Sim, como sabe?-Pergunto.

-Ela é minha amiga, tem esse jeito metido mas é de boas.-Ela diz e sentamos em uma mesa do lado de fora.

-Não sei não.-Digo mordendo minha maçã.

-Fica tranquila, pelo menos as aulas nao são turmas, são em grades, ou seja, tu não precisa aturar ela todos os dias.-Bela fala me olhando com dó.

-Obrigada pela compaixão!-Falo divertida.

-Você anda tão séria, o houve?-Alicia fala.

-Só mudamos não é mesmo?-Desconverso.-E seu irmão, onde está?

-Ali ó, juntos com os populares.-Ela fala apontando para a mesa dele.-Normalmente sento lá com a Bela, não quer se juntar?

-Eu não, não gosto de tumulto.-Falo com os olhos arregalados.

-Tudo bem então, sem problemas.-Ela diz sorrindo.-Quem é o parceiro de laboratório de vocês?

-Ketlen Machado!-Bela fala.-Amo ela.

-Bernardo Mendes.-Digo baixo.

-Como!?-As duas falam juntas.

-Algo de errado?-Pergunto.

-Não, só que ele é chato com isso.-Bela fala.

-Muito, ele sempre faz com a Sofia.-Alicia diz.-Um casal inseparável.

-Ele foi praticamente obrigado.-Falo em um suspiro.

-Cuidado para não se apaixonar, ele tá na cola de uma menina a muito tempo.-Alicia fala séria.

-Se fosse você, não me preocuparia com isso.-Digo sorrindo para as duas.-Isso não vai acontecer, não mesmo.


Notas Finais


Erros?ignorem.
Espero que gostem, comentem por favor.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...