História I hate you, I love you - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, TWICE
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Min Yoongi (Suga), Momo, Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Sehun
Visualizações 5
Palavras 1.134
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Ecchi, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem deste cap
Este trás muita emoção e lágrimas esperou que gostem❤

Capítulo 3 - Bandidos


Fanfic / Fanfiction I hate you, I love you - Capítulo 3 - Bandidos

S/n- E-eu não sei o que o senhor vai fazer mas pode me deixar ir embora que eu não digo nada a ninguém, juro por a alma da minha mãezinha!!!

Jk- Acho melhor fugirem que estou a ouvir o barulho da sirenes ao longe, parece que se estão a aproximar- não sei se me espantou por ele me ter ajudado ou se ele só se querer ajudar a ele mesmo ele é tão difícil de se entender que já nem sei o que esperar dele.

Bandido 1- Achar mesmo que vou acreditar no que um pirralho mimado está a dizer?.... Então estás bem enganado porque não acredito no que estás a dizer seu moleque riquinho mimado, babaca, vê se te cal…….- ele foi interrompido com 7 polícias a aparecem, armados e com proteções se por acaso os bandidos estivessem armados …. ainda bem que eles chegaram estava a ver a minha vida passar ia diante os meus olhos.

Polícia- MÃOS ONDE EU AS POSSA VER!!!!-eles apontam as armas aos bandidos á espera que eles façam o que foi pedido.

..….- Solte-me, por favor me solte- tinha sido Areum que estava a ser presa por um do bandidos com uma arma apontada a sua cabeça, ela já estava em pleno desespero já se via as suas lágrimas a quererem escapar e acho que ela não as ira aguentar por muito tempo... já se tinham passado um bocado os policias estavam a tentar negociar enquanto estava a olha a Areum eu vi uma pessoa a surgir atras dela e do bandido olhei meia desconfiada mas continuei calada até que de repente essa pessoa que não sei o nome bateu com algo na cabeça do bandido e o fez cair sem consciência no chão, em seguida ela correu para longe foi aí que os 7 policias atacaram os bandidos e os algemaram e os levaram para o carro metendo-os lá dentro um deles viu se todos nos estávamos bem e devolvera-nos os nosso telemóveis, ao mesmo tempo que nos devolveram recebi uma chamada atendi ela imediatamente.

*Ligação on*

…- Bom dia, estou a falar com senhora S/n?

S/n- Sim a própria, posso saber com quem estou a falar?

….- Daqui e o hospital... - meu coração parou hospital, mas porque?

S/n- Mas não ser muito arrogante porque estou a falar com o senhor? -estou com o coração nas mãos.

Med- É que recebemos a S/m aqui e ela esta num estado crítico, era para ver se você podia vir cá ver a sua mãe? Se não for me desc....- nem deixei acabar o medico de falar.

S/n- Sim é minha mãe espere 10/20 min e já chego, muito obrigado por me avisar.

Med- Tudo bem estaremos á sua espera senhorita S/n.

*Ligação off*

Depois de desligar a chamada entrei em desespero saber que a minha mãe estava no hospital, avisei um dos policias que iria ter de sair que algo tinha ocorrido com a minha mãe ele deixou-me sair de imediato. correndo

*Quebra de tempo*

Ao fim de um certo tempo dentro daquele táxi comecei a avistar o hospital onde a minha mãe se encontrava...... mal paramos paguei ao taxista e saí dali adentando com tudo correndo até ao balcão de informação pedindo informação pela minha mãe a senhora disse me que ela estava na quarto **** no andar ** imediatamente depois de receber aquela informação sai dali mais rápido do que me possa lembra.

Tinha chegado na porta do quarto em desperto vendo que a minha mãe não estava só, mas sim acompanhada por uma senhora com boa aprecia e com poses, adento a porta do quarto vendo a minha mãe ligada a aparelhos me dando um enorme aperto no coração por a ver naquele estado ver a pessoa que mais amo assim dói tanto.

S/n- Mãe estas bem? O que te aconteceu? -falava já com lagrimas nos cantos dos olhos.

????- A sua mãe não se pode esforçar muito, mas posso lhe dizer que o local onde a sua mãe se encontrava pegou fogo deixando sua mãe num estado bastante complicado- naquele momento a vontade de chorar foi tanta que quase não consegui conter as lágrimas.

-Filha os... médicos dizem que não tenho... muito tempo, que cada vez... o meu … estado piora... dera-me 2 horas de vida... eu tinha assinado uns papeis de doações de órgãos... esse é o porque... desta senhora elegante estar... aqui irei doar um dos meus órgãos ao seu marido... espero que não fiques chateada... comigo e fica a saber... que esta senhora ira cuidar de você ela mesmo se ofereceu... não fiques triste porque eu te amo…. - depois de eu a ouvir a dizer eu te amo as máquinas começaram a apitar os médicos adentaram na sala nos metendo para fora, eu sabia muito bem o que aquilo significava e que a minha mãe tinha acabado de partir naquele momento cai desamparada no chão chorando por ter perdido a minha única família a única pessoas que eu amava.

???? - não chores querida ela esta neste momento num lugar melhor a cuidar de ti lá em cima, acho que não me apresentei ainda sou a senhora Jeon Yon prazer querida! - a senhora Jeon.

S/n- Prazer senhora Jeon eu sou Lee S/n, obrigada para se oferecer para cuidar de mim- dei um sorriso de canto por não conseguir sorrir ainda

J.Yon- Não tens de agradecer querida eu sempre quis ter uma filha menina mas tive foi um filho menino então será um prazer eu te ter lá em casa assim tenho alguém com quem falar e falando no meu filho ele deve estar aí a chegar porque houve um negocio qualquer lá com a camioneta da escola dele mas ele está a caminho logo, logo poderás conhece-lo ele tem a mesmo idade que tu pelo pouco que a tua mãe me falou de ti- me deu um sorriso acolhedor e me abraçou- eu agradeço muito a tua mãe por fazer a doação para o meu marido ela foi um anjo ao aceitar faze-la espero que não nos culpes por isso meu bem!

S/n- Não irei culpar ninguém ela morreu porque assim teve de ser por isso eu fico feliz que ela tenha ido porque não queria ver minha mãe sofrer então eu fico feliz que a minha mãe ajude o seu marido e que a senhora e a sua família me acolherem tão gentilmente- dei um pequeno sorriso.

J.Yon- Senhora não, que me faz sentir velha, chama-me só por Yon por favor querida!

S/n- Sim senh... Yon obrigada mesmo- dei um sorriso acolhedor.

J.Yon- olha ali vem o meu filho- falou apontando para a pessoa no fundo do corredor.

S/N- Então aquele é o seu filho.

J.Yon- Sim é ele mesmo!

S/n- Eu conheço ele, ele é o ........


Notas Finais


Que acharam deste cap?
Obrigado pelos favs e pelas views😍❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...