História I hate you... I love you - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Styles, Ian Somerhalder, Justin Bieber, Machine Gun Kelly, Martin Garrix, One Direction, Zayn Malik
Personagens Harry Styles, Ian Somerhalder, Jaxon Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Liam Payne, Louis Tomlinson, Machine Gun Kelly "MGK", Martin Garrix, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Harry Styles, Larry, Larry Stylinson, Louis Tomlinson, Ziam Mayne
Visualizações 228
Palavras 1.087
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Lemon, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


As músicas é da Sia, nome no capítulo.
Leiam...

Capítulo 27 - O forgive you... Dressed in Black...


Harry Styles p.o.v 


Acordei as 07:00a.m. e fui para o banheiro fazer minha higiene matinal e voltei para o quarto aonde Louis dorme tranquilo a mais ou menos quatro horas.

Me sento na poltrona ao lado da parede de vidro do nosso quarto e o encaro dormi. Sua expressão é neutra, seus cabelos levemente bagunçados e seu corpo descorbeto e nu jogado na cama.

Louis desperta apenas o pior em mim. E quanto mais tempo eu passo aí ao seu lado, mais possessivo é apaixonado eu fico. Ele faz mal a minha saúde mental e expulsa minha sanidade do meu consciente.

Minha perdição...

Escuto o mesmo solta um suspiro longo e abrir os olhos devagar me encarando.

- achei que acordaria e você não estaria aqui - disse Louis com a voz rouca.

- hoje eu vou cancelar tudo o que teria que fazer. Sou apenas seu - disse mordendo os lábios inseguro de sua reação.

Umas das coisas que não se pode saber, é o que Louis irá fazer ao entender algo.

- por que nunca fizemos nada como um casal de verdade? - disse se sentado na cama.

- como assim? - disse apoiando minha cabeça na mão direita.

- você foi assistir um jogo de futebol com Taylor e Jason, por exemplo. Mais nunca fizemos nada do tipo - disse Louis suspirando.

- isso não foi um programa de casal, Louis -  disse apesar de entender seu ponto de vista.

- eu sempre gostei de futebol e você nunca me levou a um jogo - disse Louis encarando a vista ao meu lado.

- acho que não tivemos tempo pra realmente fazer isso, sinto muito - disse inclinando mais minha cabeça pra direita em minha mão. 

- não tivemos tempo? - disse Louis me encarando com uma sobrancelha levantada.

- Louis - disse e me levantei sentando em sua frente - preciso ter a certeza de que você é meu para viver como um casal com você. Passo a maior parte do meu tempo pensando como irei perde você e o que farei pra isso não acontecer.

- o fato de que estou aqui com você não é o suficiente para você entender que eu não vou deixa-lo? Você sempre tem tudo o quer, Styles.

- tudo não é você.

- não vou deixa-lo. A não ser que você me deixe como fez quando eu fui embora por 6 messes - disse Louis sentando em meu colo abraçando minha cintura com suas pernas.

- eu nunca deixei você ir. Não de verdade. E prometo faze-lo feliz - disse encostando nossas testa.

- me ame como na primeira vez - sussurrou Louis e eu encarei seus olhos azuis seguindo seu olhar.

Sua boca puxou ar e eu fiz o mesmo. O quanto eu preciso pra ser feliz? Eu já sou, ter Louis em meu domínio, em Louis ser meu.

Amar Louis é como pular de um abismo sem chance alguma de sobreviver ao mar profundo que se encontra em baixo. E se afogar sem sofre a dor nos pulmões por falta de oxigênio, mas sentir a fúria de sua agitação.

- eu te amo - disse ao atingir meu quarto orgasmo na manhã.

- você me ama - sussurrou Louis agarrando meus longos cabelos.

 Continuei em cima do mesmo apoiado em meus braços e com meu membro ainda dentro dele.

- seu cio está chegando - sussurrei. Um dos momentos inesquecíveis pra mim foi a nossa primeira "conversa de sussurros".

- eu sei... eu sinto - sussurrou de volta.

- o que você quer fazer hoje?

- eu só quero você, pelo menos hoje - sussurrou Louis e eu levantei uma sobrancelha - eu sei o que eu disse - revirou  os olhos - eu sentir sua falta... só quero saber que você é real denovo.

- quero que faça algo por mim...

- o que?

- você morreria por mim?

- que tipo de pergunta é essa? Styles? - sussurrou Louis e me olhou preucupado.

- responda!

- eu mataria por você, morrer nem se compara a guerra que eu lutaria contra o mundo por você...

- nunca se esqueça dessas palavras que acabou de dizer... por que eu não irei.

- vamos pra piscina? - sussurrou Louis sorrindo e eu suspirei fechando os olhos.

- tome banho antes - disse e sair de dentro do mesmo, que saiu correndo para o banheiro.

- Styles? - chamou Louis aparecendo novamente no quarto - cade o Jason?

-  não sei ainda, vou saber agora - disse e me levantei indo a porta e o mesmo soltou uma tosse falsa - hum? - me virei com a porta aberta para o encara.

- você vai assim? - disse Louis apontando para mim e eu encarei meu corpo nu.

- qual o problema? - disse e ele levantou uma sobrancelha - Oh, certo. Eu... - me aproximei dele e agarrei sua cintura -  sou inteiramente seu, o risco de me perde você não corre - beijei seus lábios em um selar rápido.

- não gosto da ideia de outras pessoas vendo seu corpo nu e se tocar por aí pensando em você -  disse Louis fazendo bico.

- outras? Você faz isso?

- oras... vá logo saber de Jason - disse Louis e eu gargalhei.

- Baby Lou - disse selando seus lábios e dando um tapa estralado em sua bunda e peguei minha cueca jogada pelo quarto saindo em seguida depois de vestir-la.

Passei pelos corredores do andar até chegar ao quarto de Jason que ainda dormi sossegado na cama idêntica a de Louis na casa dos seus pais.

Esse quarto me trás tantas lembranças que as vezes gostariam de não as ter vivido.

Me lembro de quantas vezes passei dias sem dormi, nesse quarto, apenas vendo Louis dormi no seu quarto por uma câmera escondida de frente pra sua cama. Ou quantas vezes eu passei sentindo ódio ao ver seus namoradinho tranzando com o mesmo em seu quarto.

Sinto uma forte dor no peito ao lembrar das cenas de Louis gemendo por outro. Por não ser eu ao ter le dado prazer a vida inteira... Droga.

Isso não pode voltar a me assombrar agora. Não pode.

- papai Hazzy? - ouvir a voz de Jason e encarei o mesmo deitado vestindo apenas uma cueca box do coringa que ele ganhou de Jack.

- oi, meu anjo. Acordei você? - perguntei me aproximando da cama.

- não... Jack me acordou antes de você.

- ele está aqui?

- não. Vai está em algumas horas... A tia Gem disse que precisava vim e ele acho melhor vim também.

- Oh, entendi. Que horas eles chegam?

- não sei exatamente. Mais em algumas horas.

- ok... peço pra Jack vim le acorda quando chegar, certo?

- certo, Hazzy - disse Jason e bocejo fechando os olhos.




Notas Finais


Os capítulos estão sendo curtos por que estou postando um por dia.
Mais aparti de segunda essa fic será atualizada três vezes por semana, por que eu tenho outras fics pra atualizar tbm.
Vou posta outro capítulo mais tarde e depois ja sabem...
Bjs amores da minha vida.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...