História I hate you Kim Taehyung! - Capítulo 37


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Ação, Butterfly123, Kim Taehyung, Mafioso, Sexo, Você
Visualizações 152
Palavras 1.332
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Chegou o capítulo da DP

\\\ = lembranças

《》 = quebra de realidade

Capítulo 37 - Capítulo 37


Fanfic / Fanfiction I hate you Kim Taehyung! - Capítulo 37 - Capítulo 37

Chego em casa sem olhar nem ao menos dirigir uma palavra se quer a ninguém, praticamente corro até meu quarto fechando a porta atrás de mim e respirando fundo e tirando a blusa jogando em direção a cama indo até o espelho do banheiro e me encarando por um longo momento.

"Você não pode se mostrar fraca na frente das pessoas más, elas podem usar isso contra voce quanto menos esperar..."

Mas e quando estamos em quatro parades, quando estamos prestes a entrar em um colapso pscicologico, quando finalmente podemos revelar que somos fracos, o que fazemos?

Choramos.

Uma meneira um tanto inútil de se Expressar, mas ainda sim uma maneira; E quando estamos em um mundo cheio de "pessoas más" chorar é uma ótima ideia.

E quando menos esperar, estará pensando em um momento de felicidade e chorando d'baixo da água por perceber que isso jamais voltará a acontecer, engraçado mesmo é que isso está mesmo acontecendo, comigo...

Porque queria minha velha e pacata vida de volta.

É que quando a gente mais espera que algo grande aconteça, e isso acontece, queremos voltar do início.

Porque Agora eu sei que algo simples como um joelho ralado dói menos que um coração partido.

《《《《《》》》》》

- O que ta acontecendo comigo? É um filme de comédia! *falo limpando as lágrimas de choro pelo simples fato do ator principal ter caído no chão, escuto a risada que agora estava meio insistente de tae* Para de rir!! *falo já chorando novamente e Taehyung me agarra rindo e beijando o topo da Minha cabeça*

- Isso se chama TPM amor *ele ri mais uma vez e eu arqueio a sobrancelha*

- até que faz sentido...*fungo e ele me abraça mais apertado e eu gemo por conta do aperto* me solta agora ta muito perto *afasto ele e volto a deitar sobre seu peito e ele afaga meu cabelo* Tae Tae *chamo a atenção dele que dirige o olhar para baixo*

- O que?

- Canta? *pesso manhosa fazendo a cara de cachorro sem dono que eu ja fiz e ele bufa* porfavorzinho!! *junto às mãos almentando o bico em meus lábios e ele revira os olhos*

- O que eu vou ganhar com isso? *pergunta orgulhoso e eu dou um sorriso amarelo*

- Ah...uma _______ muito feliz?

- Hum...pode ser *ele ri e eu me aconchego ao ouvir as notas graves saindo da boca do mesmo, em uma melodia calma e suave ele termina a música sorrindo* entao...vamos nos trocar! Hoje eu estava querendo sair com você JÁ que não fazemos isso a tempos *ele me joga pelo os ombros enquando eu gritava para ele me soltar rindo ao menos tempo*

- TAE ME SOLTAA! *falo e o mesmo bate em minha bunda*

- JAMAIS! *ele fala rindo*

///

- Sabe o que vem me encomodando senhor Taehyung? *falo enquanto sentavamos no banco da praça*

- O que lhe aflinge minha amada? *reviro os olhos ele ri baixo*

~talvez beber sujo com ele não foi la uma grande ideia, diário mental me lembra de não colocar uma gota de alcool em hipótese alguma daqui para frente, vai que acontece alguma coisa...~

- Suas roupas! Parece pijama!

- ligo mais para o conforto do que Para se está bonito ou não, ou você achava que sô porque eu sou um mafioso foda eu vou usar aquele ternos coloridos ridículos que nem daquele homem ali? *ele aponta para um homem que o olha feio e pulo em cima DA mão dele apertando ela e sussurrando*

- taehyung não!

- e sabe o que me encomoda? *Jimin chega rindo e eu respiro fundo* O jeito que você pediu a ______ em namoro! Que xoxo foi aquilo! *fala provocando e eu olho ele pegando fogo*

- É verdade! Eu sou Kim Taehyung! Eu faço melhor! *ele sê ajoelha e eu arregalo os olhos porque pessoas paravam para olhar a cena*

- Taehyung levanta ja daí!

- Você aceita ser Kim ______ meu amor? *ele sorri e algumas pessoas até gravavam* eu não vou levantar até você falar sim

- Sim, agora levanta *ele pula do chão*

- ELA DISSE SIM! UHUUL! *ele me pega no colo me abraçando e eu não sabia aonde enfiar a cara, várias pessoas estavam aplaudindo e eu vermelha*

- Taehyung você está muito bêbado... 

- Uma coisa que você tem que aprender é que sou forte para bebidas *ele fala e eu olho para ele*

- O que você falou?

- Eu não estou bêbado so estava com uma vontade gigantesca de fazer você passar vergonha "Kim ________"

- Seu babaca! *caímos na risada*

《《《《《》》》》》

Me encolho mais no chão enquanto a água do chuveiro cai levando as lagrimas porém não a tristeza...

-Ele se foi...Se foi! Eu prometi não deixar ele...agora ele morreu por minha culpa...sô minha...ele tem que voltar ele tem que voltar...Eu não vou conseguir suportar isso sozinha, ninguém vai entender o que estou passando! Não finge que eu não estou falando com você Taehyung por favor!...Eu não posso ter me apaixonado por você e você sumir! Não pode! Não pode...

Afinal o que eu queria? Me enganar tentando de alguma forma amenizar a dor em meu peito, taehyung sempre foi importante.

E naverdade acho que estava chorando tudo o que não chorei nos últimos meses.

Meus pais eram uma mentira, minha vida era uma mentira, a pessoa que sofri pela morte quando pequena nem ao menos era minha mãe, A madrasta que amaldiçoava so me mantia dentro de casa para não acontecer coisas desse tipo e me vendeu por puro medo de minseok morrer, não tive a chance de ver minha mãe biologica...era tudo uma mentira

Tudo um erro.

Navardade eu era o erro, eu sou um erro.

-Tudo que eu faço so me leva para meu final EU NÃO POSSO MAIS VIVER ASSIM! NÃO POSSO! TAEHYUNG SEU IMBECIL...V-VOCÊ...V-você me deixou...você prometeu...*coloco ás mãos no cabelo puxando fraco e chorando alto*

Estou num mundo com pessoas más, eu me tornei uma pessoa má, mas essa dor em meu peito é pior e fica pior ainda quando tenho que me manter forte a cima dos outros, sou uma mulher idependende, mas sem eles ao meu lado é como uma parte inativada de mim, agora eu sei que essa parte foi perdida pelo simples fato de nao poder reativar.

-Todos se foram e me deixaram...

O engraçado é que minha suposta mãe sempre me falava para fazer o maximo de amigos ou se não ficaria sozinha.

Meu suporto pai sempre falava que se não parace de escolher um dia não teria um namorado e ficaria sozinha.

E um outro "eu" meu sempre mandava eu obedecer por medo JÁ que não queria ficar sozinha.

Mas mesmo estando rodeada de pessoas me sinto sozinha.

- Sem Taehyung aqui eu estou sozinha...

Não sou dependente dele, mas sem ele eu sinto que não sou a mesma.

Sim, poderia até ter o deixado mas tinha consiencia que ele estava bem.

- mas ele nao estava bem...

Me sinto num mundo cheio de pessoas vazias, e isso não deveria ser considerado normal.

(...)

Saio do banho ainda com o rosto enchado e olhos ardendo sem falar da enxaqueca e a garganta dolorida.

Coloco meu moletom e drestranco a porta vendo jimin quase cair para dentro do cômodo e por momento sinto as pernas bambas.

É muito tempo sem ver ele.

- O que estava fazendo aqui? *pergunto olhando ele esquisito*

- Sabe eu sou meio que seu único amigo...*ele fica ereto e começa a olhar cada milímetro do meu rosto* me falaram que você descobriu so agora sobre Taehyung...sinto muito *em suas orbes ja se formavam lágrimas e mais uma vez tenho vontade de chorar, mas simplesmente tento iginorar* voce esta bem?

Perder a única pessoa que depois de tanto me fez mal e ao mesmo tempo me fez tão bem.

Perder a pessoa que eu fui capaz de amar mais que eu mesma.

Perder Taehyung.

~não, eu nao estou bem~

- Sim...Estou bem. *falo respirando fundo*

.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.

Nunca mais ver aquele rosto, nunca mais sentir aquele abraço, nunca mais ouvir aquela voz que tanto me acalma, nunca mais escutar aqueles risos, nunca mais sentir aqueles beijos, nunca mais ver aquele sorriso quadrado que so ele tem...

Nunca mais aquela família.

Nunca mais aquela vida normal.

Nunca mais Kim Taehyung.

CONTINUA...


Notas Finais


Peimeiro: Não me matem.
Segundo:

Entaon bolinhos, deixa a tia falar, nos próximos capítulos vão ter um pouco de quebra de tempo no começo então não fiquem com duvidinhas.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...