História I Hate You, Unfair Life. - Capítulo 1


Escrita por: e Taexistindo_

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink
Personagens Jennie, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jisoo, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Rosé
Visualizações 6
Palavras 1.305
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, LGBT, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Essa é uma adaptação de Status Play.
Espero que gostem. ❤

Capítulo 1 - Felizmente Mau.


Fanfic / Fanfiction I Hate You, Unfair Life. - Capítulo 1 - Felizmente Mau.



JungKook Povs

Acordei me sentindo meio estranho. Estava todo suado, cabelo molhado, todos os meus fios negros estavam completamente grudados na minha testa. Parecia que tive sonhos eróticos. Mas era algo completamente diferente disso. 

O sonho que tive era tão real, tão familiar... Sinto que ja tinha passado por tudo aquilo, toda aquela sensação boa de estar completo. 

Flashback do sonho

Era uma manhã perfeita de sábado, minha Omma havia ido no mercado com o meu Appa e eu fiquei em casa lendo 'A Culpa É Das Estrelas'.

Escutei meu celular tocando bem baixinho, pego o mesmo vendo a foto do SeokJin brilhando na tela. 

- Fala cuzão. - Eu falo com medo de levar bronca. 

- Eai seu broxado, ta fazendo o que? - Suspiro em alívio. 

- Estava lendo... Por que? - Franzo o senho. 

- Esta lendo aquele livro denovo?- Pergunta em um tom irritado. - Ta. Enfim, cola aqui na casa do Minnie

-Não to af- Me interrompe. 

- Eu fiz torta de maçã. 

- Ja to indo. -desligo. 

°•.°•.°•.°•.°•.

Antes de chegar na casa do Park, ouço a gritaria e me arrependo amargamente de ter vindo.

—JUNGKOOK! -Vejo Hoseok da varanda do apartamento e sorrio amarelo. 

Subo os andares de escada mesmo só pra demorar e assim que cheguei, a porta foi aberta, revelando um Jimin com os cabelos ruivos cheios de chantilly. 

— Yoongi gozou no seu cabelo? - Pergunto. 

— Ahahaha que engraçado Jungkook. -fala em tom de deboche. 

Ele olha um pouco pra baixo na direção do meu braço. 

— Não acredito que você trouxe isso. - fala e retira o livro debaixo do mesmo e sai correndo pra dentro e eu corro atraz dele. 

—PARK JIMIN ME DA ISSO LOGO, SEU FILHO DE UMA- Me interrompe. 

— OLHA COMO VOCÊ FALA DA MINHA MÃE SEU VAGABUNDO. -Me repreende. 

— Ta, só me devolve. -eu falo e ele levanta o livro na intenção de dificultar pra mim pegar o mesmo e começo a rir da cara dele. 

As vezes ele esquece que eu sou mais alto. 

Pego o livro das mãos do mais baixo e ele mostra a lingua pra mim. Infantil. 

— JIIN. -chamo pelo mais velho que me olha com cara de tedio, que logo é substituída por uma face maliciosa. 

— O que foi minha criança? - fala com as sombrancelhas arqueadas. 

— Eu quero torta. - falo e fecho os olhos. 

— Veio muito tarde, a gente ja comeu tudo. -fala e eu Caio no chão. 

— POR QUE DEUS É TÃO INJUSTO COMIGO? O QUE EU FIZ DE ERRADO PRA MERECER ISSO? - Me jogo no chão fazendo pirraça. 

— LEVANTA DESSE CHÃO JUNGKOOK. -Jin grita e eu faço o que o mais velho mandou. As vezes tinha medo dele. 

Me sento no sofá e olho pra cozinha vendo Hoseok e Yoongi comendo a bendita torta. 

Olho mortalmente pro Jin e ele da uma daquelas risadas de quando você esta limpando a janela. Porra viu. Jin é muito sem graça. 

Levanto e vou pegar um pedaço, mas assim que os dois patetas me vêem, pegam o prato com a torta e saem correndo pro quarto, me deixando plantado com cara de cu na cozinha. 

Suspiro e vou ate a sala, pegando o livro e abrindo na pagina que havia parado mais cedo. 

— Cara, denovo lendo isso? -Namjoon pergunta. 

— Até você? -falo em tom de tédio. 

— Desculpa criança, mas... Você não cansa dessa coisa? 

— Não. -falo olhando o livro.

— Ahn... Você deveria baixar o 'Spirit Fanfics' no seu celular. -o olho- la tem um monte de livros e é gratuito. -fala e saí correndo. 

Não parece uma má ideia. 

Resolvo baixar o aplicativo que o meu Hyung me indicou, afinal, o que poderia dar errado? 

°•.°•.°•.°•.°•. 

Ja estava em casa comendo os biscoitos do meu pai que estavam dentro do armário ainda lendo alguns dos livros que tinham naquele aplicativo. As pessoas que escrevem aquilo tem uma imaginação muito fértil, onde ja se viu irmãos transarem? O pior é que aquilo é muito 'bom'. 

Agora entendo o por que que o Nam não sai do celular. 

°•.°•.°•.°•.°•. 

Chat com “God Of Destruction” 

God of: você deveria ler 'O idiota do meu vizinho' é uma fanfic crack, ou seja, não é pra ser levada a serio. 

You: Okay, se não for boa eu vou te bater.

God Of: Ui que medo dela. 

You: Vai se foder. 

God Of: Jungkook, eu fodo. 

You: Tchau Namjoon.

°•.°•.°•.°•.°•. 

Vou procurar a Tal historia que aquele Hyung maldito disse. Olhando pela capa, sinopse e personagens deve ser bem legal. 

.

.

.

.

.

Eu nunca ri tanto na minha vida, donde aquela garota tira aquilo? Apaixonei por aquela historia. 

Vou até a aba de comentários e acabo descobrindo muitas coisas, aquilo é um menino que escreve sobre a vida dos pais. Doido, não? 

Como eu sou desses, comento la também e não demora muito pra ele responder. 

You: PORRA ㅋㅋㅋㅋㅋㅋ DA ONDE VOCÊ TIRA ESSAS COISA? 

Cenola: NEM EU SEI ㅋㅋㅋㅋㅋㅋㅋㅋ ISSO FOI A ADOLESCÊNCIA DOS MEUS PAIS :") Tu ta Gostando? 

You: Meu anjo, gostar é pouco. EU TO AMANDO. 

Cenola: Que bom que esta gostando das merdas que eu posto :') 

°•.°•.°•.°•.°•. 

(...)

Algumas semanas se passaram e eu continuei conversando por comentários com aquele menino, Más é normal você sentir ciúmes quando ve ele com outras pessoas? Tipo, acho que ele deve estar cagando pra mim e o trouxa aqui achando que ele sente o mesmo. 

°•.°•.°•.°•.°•. 

You: Ei, por que que a gente não conversa pelo Kakao? 

Cenola: Acho uma boa, aqui é muito chato. 

You: Me chama la então, xxxx-xxxx, meu nome é Jungkook. 

Cenola: Okay. 

°•.°•.°•.°•.°•.

Depois daquele dia, a gente ficou mais próximos, nos conhecemos melhor e por incrivel que pareça, nós dois somos muito parecidos, por exemplo: 

-Nenhum dos dois gosta de paçoca ou açaí. 

-Nos dois Amamos musica americana e temos um fanatismo gigante pelo Justin Bieber, Shawn Mendes e Camilla Cabello. 

-Ele odeia Balas, mas ama pirulito igual eu. 

-Eu sou hétero e ele é gay. 

Pode não parecer mas eu sou Hétero. 

.

.

.

.

.

Chat com “Elevador”.

Elevador: Ei. 

You: O que foi? 

Elevador: Quantos metros seus dedos tem? 

You:ㅋㅋㅋㅋㅋㅋㅋㅋㅋ Pra que quer saber? ㅋㅋㅋ

Elevador: Só pra saber mesmo.. FALA LOGO PORRA. 

You: Calma merda, deixa eu medir. 

You: O indicador tem 7,5, O do meio tem 9, O anelar tem 8,5 tmb, O mindinho tem 7,5 E o dedão tem 6,5. 

E os seus? 

Elevador; ㅋㅋㅋㅋㅋㅋㅋ... Então... O do Meio tem 11,2, o indicador tem 10, o anelar tem 10 tmb, o dedão tem 8 e o mindinho tem 8 tmb. 

You: Porra Taehyung, isso não são dedos. É o Titanic. 

Elevador: La vai mais um me zoar por causa dos dedos. 

You: Também, você ta pedindo pra ser zoado com esses dedos.

Elevador: FODA-SEEEE ;-; CHATO.

°•.°•.°•.°•.°•.

Estava com meus pais no shopping jantando, meus pais gostam de fazer isso e eu só aproveito pra comer mesmo. 

— Eu fui chamado pra ir descarregar algumas coisas em Daegu. -Meu pai comentou. Ele é caminhoneiro e as vezes tem que rodar a Coréia toda. 

Mas espera. Daegu? Taehyung mora em Daegu. 

— Pai, posso ir com você? -pergunto sentindo meu coração arder em felicidade e anciedade. 

—Como? Você? Quer ir comigo? -pergunta e eu concordo com a cabeça. - Ta bom mas... Por que? -Pergunta. 

—Tenho um amigo que mora lá e eu queria vê-lo. -falo mordendo meu lanche, fingindo não estar tão empolgado. 

—Tudo bem então. -fala e eu sinto meu peito explodir de alegria, mau posso esperar pra esse dia chegar logo. 

Flashback off

E ai eu acordei. Não acredito que tudo isso, todas essas  lembranças não se passava de um sonho. Não sabia que aquele homem seria o amor da minha vida. E também não sabia que nosso tempo juntos estava contado. 


E por isso, eu te odeio, vida injusta. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...