História I just loved you - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Mejibray
Personagens Koichi, Tsuzuku
Tags Mejibray, Romance, Tsukoi
Visualizações 70
Palavras 706
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi (Gay)
Avisos: Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bem
Aqui está a fic que prometi
Essa aqui é de Mejibray com um dos meus shipis favoritos:v
TsuKoi♥
Também depois dessa vou fazer uma KoichixMeto♥
Daqui a pouco to fazendo fic pra cada ship;_;
Essa eu pretendo fazer bem curtinha então, espero que eu consiga resumir e quem ler consiga entender...
Espero que gostem
Kissus
Boa Leitura♥

Capítulo 1 - "My days are boring"


Preso em casa num belo dia de sol, pelo menos para os outros, detesto sol em excesso é terrível.

Eu ficava trancado no meu quarto o dia inteiro debaixo das cobertas, esperando algum milagre que fizesse meu humor melhorar um pouco.

E permanecia lá o dia todo, cinco dias por semana o tempo todo no celular.

Minha mãe vivia reclamando desse meu "hábito" e dizia ela que eu iria ficar doente daquele jeito, não me importo, não tenho a mínima vontade de sair de casa e não tenho amigos de verdade para que possa ir na casa deles me "divertir" sem contar que estava no verão, o calor era insuportável, minha mãe ainda tinha coragem de falar que o dia estava lindo.

Eu estava cuidando da minha vida; ouço alguém batendo na porta.

-" Koichi, posso entrar?"-

-"Pode mãe "-respondi desanimado como sempre.

-" Não vai ir pra aula hoje?"-

-"Não estou afim."-

-"Mas você precisa... "-

-" 'Mas você precisa estudar meu filho' eu sei mãe, eu já vou, pode me dar licença? "-

Ela me olhou com um olhar de pena, odeio quando ela faz isso me faz parecer uma criança que precisa de ajuda, isso que ela vive dizendo, que preciso ir num médico, várias vezes já tentou me internar por motivos absurdos.

Levantei-me da cama colocando meu celular pra carregar ,peguei minha toalha e fui para o banheiro.


Depois do banho, fui direto para o meu quarto, passei reto por meu pai estar na sala, não gostava dele, ele me fazia mal.

Me troquei e desci com a mochila.

-"Koichi, não vai comer nada?"-

-" Não mãe estou bem, é melhor eu ir agora ou vou chegar atrasado. "-

-" Tudo bem, mas e o meu beijo?"-

Fui rápido até ela e ela me deu um beijo na bochecha, segurou minha mão deixando um pouco de dinheiro comigo.

-"Pra quê isso mãe? Eu não preciso "-

-" Não, pode ficar, compra alguma coisa pra comer na escola ou no caminho mesmo. "-

-"Mas eu já tenho suficiente pra um mês, provavelmente você vá precisar mais pra frente né?"-

-" Não, você precisa mais, você está muito magro!"-

-"Como assim mãe?"-

Ela riu.

-"Tudo bem meu amor, gaste-o como quiser, não perca seu tempo discutindo comigo e vá logo"-

-"Ah tudo bem, vou indo então. "-

-" Boa aula querido."-

-"Obrigado "-

Passei pela porta, só consegui ver meu pai sentado no sofá da sala, deu pra ver o sorriso malicioso no rosto dele,  nojento.


---


Chegando na escola não tinha ninguém me esperando, como sempre, fui e me sentei num banco e fiquei mexendo no meu celular esperando o sinal tocar, como era muito cedo provavelmente a primeira aula começaria daqui a uma hora.

Na minha escola sempre tem um assunto diferente a cada dia, parece que hoje o assunto era um " novato bonitão " como diziam as meninas, não vejo nada demais embora eu não tenha o conhecido ainda.

Mesmo que estivesse no celular, já estava começando a ficar entediado, não tinha nada pra fazer então me levantei para ir até o pátio descobrir o "novo assunto".

Quando cheguei no pátio descobri o porquê do " bonitão ", bem, não que eu esteja achando-o bonito é que ele realmente é.

Me encostei na parede. Penso que não adiantaria eu ir lá falar com ele, está rodeado de meninas logo no seu primeiro dia, coitado...

" As meninas dessa escola não passam de vadias "

Sim, é isso que elas são, adoram ficar cochichando da vida dos outros, julgando as pessoas como se elas fossem importantes!

Eu as odeio!

Coloquei os fones de ouvido e permiti-me aumentar o volume até o máximo, não me importava em ficar surdo a ter que ouvir aqueles gritos finos é desgastantes daquelas vadias.

Me abaixei e sentei no chão, cruzei os braços e deitei minha cabeça nas pernas, lá mesmo fiquei.



"Ei novato! Você é realmente lindo!"

"Qual é o seu nome?"

"Quer namorar comigo?"

"Me passa o seu número?"

"Me liga"

"Ahh!!"

Que insuportável! Era isso que mais se ouvia, não deixavam o menino respirar.

Comecei a sentir sede e me levantei, só tinha um bebedouro por perto e era justamente onde estava aquela multidão toda.

Fechei a cara e fui lá mesmo assim.

Passei de lado em direção ao bebedouro, percebi que  ele  havia  me  olhado.


-"...Com licença, meninas deixa eu passar aqui..."-


-"Eh...oi, você...é bonit..."-

-"Bonit...?"-

-"Desculpe eu..."-

Fechei a cara de novo saí correndo, era ridículo ele me comparar com uma garota.

Só pelo... Meu cabelo rosa?



Notas Finais


Bem é um capítulo pequeno por que é só um começo.
No próximo vou tentar fazer maior.
Beijos até o próximo♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...