1. Spirit Fanfics >
  2. I Know That You Want Me (imagine Bang Chan) >
  3. Mina

História I Know That You Want Me (imagine Bang Chan) - Capítulo 19


Escrita por:


Notas do Autor


Oie gente voltei e cedo hoje ksksks

Como pediram está aqui 😋 hoje não tenho muita coisa pra falar mas obrigada ontem a quem a ajudou com o que eu queria, muita gente pediu do got7 e deixou pra mim escolher o membro mas a maioria pediu do Han Jisung, eu vou pensar bem nessa possível fic e se der tudo certo faço dele 😁
Obrigada aos comentários e favoritos vocês são demais, quando chegar a 50 fav eu vou postar dois capítulos seguidos hehehe mais como presente uiui ❤️
Sem mais enrolação... Fiquem com o amor de my life, Changbin lindo, perfeito, dono do meu coração hehehe

Boa leitura 😚

Capítulo 19 - Mina


Fanfic / Fanfiction I Know That You Want Me (imagine Bang Chan) - Capítulo 19 - Mina

Bang Chan On

S/n sai do quarto com pressa, acho que fui rápido demais, mas que merda!

A noite anterior ela me acalmando, eu realmente me senti seguro com ela, a primeira pessoa com quem me sinto assim além dos meus pais. Eu gostei da madrugada, eu não sabia que ela era tão...

- Acho melhor você ir embora. - s/n volta pro quarto me tirando dos pensamentos.

- Tudo bem.. - digo cabisbaixo e me levanto. - Me desculpa... Eu não quero que se sinta pressionada.

- Ah... É... Tabom. - ela diz dando pausas, parece pensativa.

Dou um sorriso fraco e pego minhas coisas saindo.

Eu não lembro se fiz algo errado, e ela não quer me contar. Não faço ideia de eu estar tão ligado a essa garota, eu penso nela, quando vejo ela me sinto mais feliz. O que tá acontecendo... Preciso falar com Changbin, eu não posso estar apaixonado por ela.

Depois de uma longa caminhada chego no meu bairro e me surpreendo vendo Mina conversando com meus pais.

- Olha quem chegou! - minha mãe diz a moça apontando pra mim.

- Chan! - a garota diz animada e vem me abraçar.

- Nem acredito que você veio. - falo retribuindo o abraço.

- Você mudou tanto em um ano, como pode ? - ela diz se separando do abraço e me encarando.

- Os hormônios ? - Falo em dúvida. - Me diz você futura médica.

Mina já está no segundo ano da faculdade de medicina e como ela precisa estudar muito é complicado de ela vir.

- Vamos entrar ? - Pergunto a ela sorrindo, que nega.

- Preciso ir ver uma pessoa. - ela diz e desfaço o sorriso. Tanto tempo que eu não a vejo e ela já tem outras pessoas por aqui. - A gente se vê outra hora, me desculpa Chan.

- Não tem problema. - Sorrio fraco e me despeço.

Entro em casa e vou direto pro meu quarto.

Meu celular toca e vejo que era Nayeon.

- Que foi ? - pergunto sem interesse.

- Channie... Para de me evitar, vamos nos divertir, hm ? - ela diz manhosa.

- Não tô afim. - falo desanimado.

- Eu vou ai, a gente se diverte no seu quarto. - ela diz num tom malicioso.

- Eu já disse que não tô afim. - digo e desligo o celular.

Eu sempre ficava com ela quando estava necessitado, mas eu acho que me movia pela adrenalina de ela ter namorado, por que eu simplesmente perdi o interesse que eu tinha nela.

Olho para janela do quarto vendo que já estava escurecendo, ouço minha mãe me chamar e vou até a sala.

Olho pro sofá vendo Changbin sentado.

- Obrigado por chamar ele Sra. Bang. - Changbin levanta. - Podemos conversar ?

- Claro. - minha mãe sai da sala deixando nós dois a sós.

- Preciso de ajuda cara. - Changbin diz desesperado.

- O que aconteceu ? - Pergunto preocupado me aproximando e sentando no sofá.

- Eu acho que estou muito apaixonado pelo Felix. - ele diz e eu reviro os olhos. - Eu achava que no começo era fogo de palha. Mas agora eu só penso nele e quero ele por perto, quero poder beijar naquela bendita boca gostosa. - Ele diz olhando pro nada me fazendo rir.

- Changbin, eu acho que você deve se declarar logo, antes que tu morra de desespero. - falo rindo.

- Você acha que eu já não fiz isso ? Ele não confia em mim, acha que tudo passa de uma brincadeira. - ele fica triste e eu coloco minha mão no ombro dele.

- Eu te ajudo. Mas pra isso precisamos falar com a s/n. - digo e o garoto me olha com esperança.

- Fazer o que, se falar com sua namorada vai ajudar, melhor que nada. - ele diz com um sorriso. - E você com ela ? É tudo de mentira mesmo ? - ele pergunta falando baixo pois minha mãe está no outro cômodo da casa.

Coço a nuca sem saber o que dizer.

- Vocês já tiveram algo. - ele diz afirmando. - por que não me contou ?

- Não é fácil assim. - Digo e ele ri.

- Você sempre me contou tudo, eu tô achando que você está sentindo algo a mais por ela. - ele diz me dando um empurrãozinho.

- Ela dormiu aqui. - ele arregala os olhos. - Não, não desse jeito. Na verdade sim.

- Não complica Bang Chan. - ele diz confuso.

- Estava chovendo muito ontem, e não dava pra ela voltar pra casa, aí ela dormiu aqui e nós tivemos algo, eu senti algo quando estava com ela, como se ela fosse tão especial pra mim. - Falo lembrando da madrugada.

- Nunca ouvi você falar assim de alguém. Até sorriu falando. - percebo que estava mesmo sorrindo e desfaço na hora. - Me ajuda que eu te ajudo.

Afirmo e lembro de Mina.

- Me esqueci completamente, a Mina ela voltou. - digo desesperado.

- E o que tem haver ?

- Eu falei dela pra s/n, na verdade não comentando sobre tudo. Eu pedi ajuda da s/n pra aprender a andar de bicicleta pra poder me aproximar de Mina. - digo e ele continua querer entender e me dá um soco no ombro.

- Você pediu ajuda pra sua namorada pra agradar a Mina ? - ele diz alterando um pouco a voz, passo minha mão onde ele bateu por causa da dor.

- Sim. Mas eu não sabia que eu gostava dela. - falo tentando me defender e o garoto nega.

- Vai ter que consertar isso. - afirmo e ele parece pensar. - Já sei!

Ele se levanta.

- Usa isso pra bem próprio, continua a pedir a ajuda da s/n vocês irão ter mais momentos juntos, nisso você vai saber se é recíproco ou não. - ele diz dando pulinhos. - eu sou demais.

- Como eu vou saber ? - Pergunto confuso.

- Você não vai saber. - ele se agacha. - eu te conheço Bang, isso pode ser só fogo pela transa. Então... Passando esse tempo você pode descobrir se realmente gosta dela. Igual aconteceu comigo e com o Felix.

- Você já parou pra pensar que Felix pode não gostar de você. - o garoto me olha sério mas pensa no que eu falei.

- Nossa Bang isso doeu. - ele põe a mão no peito.

- Desculpa Seo. Mas pode ser a verdade. - falo com sinceridade.

Felix On

Depois de milênios s/n veio me visitar em casa, jihyo já estava no tédio de tão sozinha que se sentia. Pra ela, eu e s/n abandonamos ela, nem é dramática né ?

- Vocês começam a namorar e esquece da senhorinha aqui. - Jihyo cruza os braços fingindo um choro.

- Eu não estou namorando. - falo confuso.

- Será ? - S/n diz me provocando e Jihyo ri.

- Você tinha que ver s/n como ele ficou no domingo, todo ansioso, andando pra lá e pra cá esperando o tal do Changbin. - Jihyo ignorava minha presença e fofocava sobre o ocorrido para s/n.

A campainha toca e eu levanto deixando as duas fofocar. Abro a porta e vejo uma garota sorrindo.

- Posso ajudar ? - pergunto e ela afirma.

- É aqui que mora a Jihyo ? - afirmo e dou um espaço pra ela entrar.

- Jihyo, visita pra você! - falo chamando a atenção da garota e fica surpresa ao ver a moça.

- Mina! - as duas se abraçam. - Como estão as coisas lá no dormitório ?

- Tá tudo bem. - A garota olha em volta e Jihyo percebe que não havia nos apresentado.

- Mina, esses são meus dois primos, s/n e Felix. Gente essa é a minha colega de quarto lá da faculdade. - Jihyo diz animada.

- Senta aí! - S/n diz e nós nos sentamos. - Você veio fazer o que aqui ?

- S/n ! - a mais velha chama atenção da s/n por estar sendo evasiva.

- Eu tô passando um tempo nos meus tios. - A Mina diz calma com um sorriso.

- Como é a faculdade ? - S/n muda o assunto completamente.

- É bem difícil, no começo a gente fica animada, mas depois começa a ser muito puxado. - Mina diz pra s/n e Jihyo a encara feio.

- Você nunca me perguntou isso s/n.

- Para de ciúmes. - Falo rindo.

- A jihyo é muito chata ? - S/n Pergunta provocando jihyo que a da um chute. - Aí!

- A Jihyo parece uma mãe, ela sempre cuida da gente e nos ajuda quando precisamos. - Mina diz.

- Da gente ? - Pergunto curioso.

- Sim, nosso grupo de amigos. - da pra sentir o orgulho da Jihyo.

- Última pergunta prometo. - S/n diz curiosa fazendo a Mina rir. - Nossa Jihyo tem namorado ?

Mina encara Jihyo com receio e nega.

- Jihyo está namorando. - me levanto e depois me jogo em cima da s/n animado.

- Vocês são surdos ? - Jihyo diz irritada.

- A gente sabe safadinha. - S/n diz.

- Ei olha o respeito. - a mais velha diz incomodada.

- Felix que me enche disso. - S/n diz querendo passar a culpa pra mim.

Mina só observa tudo rindo.

- Vocês são fofos. - ela diz.

- É por que você ainda não conhece eles de verdade. - Jihyo diz provocativa.


Notas Finais


Gente KKKKK eu fico tão bobinha quando vejo fotos de Changbin+Felix e Jisung+MinHo vocês não tem noção KKKKKK eles são muito lindinhos juntos, principalmente no ano que eles debutaram. 🤭❤️

Até o próximo 😚✌🏻


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...