História I Like It - Capítulo 19


Escrita por:

Postado
Categorias Neo Culture Technology (NCT)
Personagens Chenle, Doyoung, Haechan, Jaehyun, Jaemin, Jeno, Jisung, Johnny, Jungwoo, Kun, Lucas, Mark, RenJun, Taeil, Taeyong, Ten
Tags Amizade, Boate, Dança, Dinheiro, Jaesung, Jaesungno, Menção Hyuckil, Menção Jaeyong, Menção Johndo, Menção Lumark, Menção Renle, Nomin, Nominsung, Nosung, Nosungmin
Visualizações 50
Palavras 1.362
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Fluffy, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi nenens♡♡

Boa leitura

Capítulo 19 - Décimo nono


Fanfic / Fanfiction I Like It - Capítulo 19 - Décimo nono

- algo de errado não está certo. - soltou Jisung olhando pro celular. 

Donghyuck que estava ao lado do amigo, o encarou com o cenho franzido em confusão. 

- o que rolou? 

- quanto tempo eu to saindo com os meninos, tipo nós três juntos? 

Donghyuck pendeu a cabeça para o lado. 

- acho que umas três semanas. porque? 

- o Nana me mandou a seguinte mensagem: eu posso te buscar no trabalho hoje? aí a gente vai pra minha casa e toma café da tarde juntos. só eu e você. 

Jisung conseguiu o emprego que ele tinha e gostava na cafeteria. O dono e amigo do Johnny, não foi difícil convencê-lo a recontratar o mais novo, até porque, ele era um ótimo funcionário. E nesse momento, ele está em seu horário de almoço. 

- eu meio que já imaginava isso. - soltou Donghyuck e Jisung o encarou sem entender. 

- como assim? 

- e um relacionamento a três, entre os três, um deveria ser o mais ciumento e nós acabamos de ver que é o Jaemin. - falou o Lee dando de ombros. 

Jisung pendeu a cabeça para o lado e mordeu o lábio inferior. Ele não era lerdo nem nada, mas ele preferia pensar que estava vendo coisas. Jaemin era um tanto ciumento, principalmente com relação ao Jisung. 

- mas nós três estamos saindo, juntos. 

- sim, mas você às vezes passa mais tempo com o Jeno. 

- sim, mas e porque o Nana trabalha muito. - respondeu ele fazendo um biquinho, atitude que fez Donghyuck rir. 

- eu sei meu amor, mas tenta se colocar no lugar dele. ele saia com você, que também saia com o Jeno. aí depois, o Jaemin começou a sair com o Jeno também e no fim, os três estão saindo juntos. eu só acho que ele ainda não conseguiu colocar os sentimentos dele no lugar. - falou Donghyuck e Jisung teve que concordar. 

- eu não quero mais namorar com dois caras hyung. 

E Donghyuck riu alto, porque ele sabia que era mentira. 

♡◎♡

♡◎♡

- Nana, nós precisamos conversar. 

Jaemin estava levando um colher de iogurte até a boca, parou no meio do caminho e encarou Jisung. Eles estão na cobertura de Jaemin, e Jisung sente que precisa conversar com o mais velho e tentar resolver tudo o quanto antes. 

- então diga. - Jaemin se acomodou na cadeira e encarou o mais novo. 

Jisung respirou fundo. 

- você está com ciúmes do Jeno? 

- de onde você tirou isso? - Jaemin juntou uma mão na outra e mordeu o lábio inferior. 

- nós estamos lanchando, na sua casa e o Nono não está aqui. 

Jaemin acabou baixando a guarda. 

- eu tenho trabalhado muito e vocês tem passado muito tempo juntos, eu to me sentindo excluído. - desabafou ele. 

Jisung sorriu. Jaemin era um tanto fechado com relação a algumas coisas e ver ele se abrindo assim, foi fofo de se ver. 

- Nana -

Jaemin o interrompeu. 

- eu sei que é bobo, mas é como eu me sinto. e como se vocês se conhecessem a anos e eu fosse o novato da relação, sendo que não é assim. vocês tem piadas internas e parece que vocês tem mais química. - Jaemin jogou seu cabelo pra trás e cobriu o rosto com o mão. 

O Na estava se sentindo tão vulnerável e ele odeia se sentir assim. 

- Jaemin, eu te amo, eu nunca iria achar o que você sente bobo. - soltou Jisung. 

Jaemin o encarou com os olhos arregalados e em seu rosto tinha um misto de surpresa e felicidade. 

- você se ouviu? 

Jisung franziu o cenho em confusão. 

- o que -

E só aí a ficha caiu. 

- ai meu Deus! finge que você não escutou isso. 

Jisung tampou o rosto com a mão e ele sentia suas bochechas quentes. Ele estava morrendo de vergonha. 

- Sung? 

Jaemin se levantou e foi até o mais novo. Ele se abaixou e tirou a mão do rosto de Park. Jaemin achou adorável as bochechas vermelhas de Jisung e em como ele parecia extremamente lindo. 

- Sung? - Jaemin chamou novamente. 

Jisung abriu os olhos e encarou as orbes de Jaemin, que estavam na sua frente. 

- desculpa dizer isso do nada. - falou ele apertando a mão de Jaemin. 

- eu sou o primeiro? 

Jisung assentiu. 

- eu posso viver com isso.

Jisung acabou rindo. 

- vem, vamos ver um filme. 

Jisung se deixou levar, mas sua cabeça já estava trabalhando em um plano. 

♡◎♡

♡◎♡

Park Jisung, Sung para os íntimos ou para os caras lindos que ele estava pegando, entrou na Na Publicity aquela manhã e foi direto na recepção. A moça que estava lá, sorriu para ele e ele acabou retribuindo. 

- em que posso te ajudar? 

- eu gostaria de falar com Lee Jeno. 

Ela assentiu 

- o que você e dele? 

Jisung sorriu. 

- eu sou namorado dele. 

A recepcionista foi pega de surpresa. 

- aguarde um pouco. 

Jisung se afastou do balcão e começou a olhar ao redor. A empresa era bonita e, bem arejada e tudo ali cheirava a dinheiro. O Park estava distraído, quando ele sentiu alguém tocar seu ombro. Ele teve um leve susto e ao se virar, viu Mark. 

Jisung recuou. 

- eu quero pedir desculpa pelo meu comportamento aquele dia, eu bebi demais e perdi a linha. - falou Mark e em seguida ele se curvou. 

- tá tudo bem meu parceiro, todo mundo já teve dor de cotovelo. 

Mark acabou rindo. 

- senhor, eu to ligando pro senhor Lee e eu acho que ele não está na sala dele. - falou ela séria. 

- ele ta na sala do Jaemin, vem, eu te levo. 

Jisung acenou para a recepcionista e seguiu Mark. Os dois subirem até o décimo andar conversando. Mark Lee não era um ser humano desprezível como Jisung achava que ele era. O Lee era simpático, sorridente, brincalhão, mais só quando estava sóbrio. 

O elevador parou no décimo andar e eles saíram da caixa metálica. Mark virou a esquerda no corredor e Jisung seguiu. Ele olhava pra tudo admirado. 

- o Renjun trabalha aqui também? 

- sim, ele é assistente do Taeil, ele trabalha pro outro lado, depois você pode ir lá. 

Mark parou em frente a uma porta preta e ao lado dessa, tinha uma marrom. 

- porta preta, Jaemin, porta marrom, Jeno. boa sorte. 

Jisung se aproximou e do lado de fora era possível ouvir eles dois brigando. Ele abriu a porta e entrou sem fazer barulho. A briga entre eles era séria. 

- ... para de ser tão viciado em trabalho e começa a dar atenção pra gente ue. - soltou Jeno. 

- você tem que se resolver Jeno. focar no trabalho ou em vocês. - Jisung riu. 

- você levou ele pra sua casa e não me chamou. 

- você levou ele pro cinema e não me chamou. estamos quites. 

Eles ficaram em silêncio e se encaram mortalmente, ou quase isso. Porque o Jeno estava com um bico enorme nos lábios. 

- vocês sabem que eu também faço parte desse relacionamento, né? 

Eles estavam tão focado na briga, que nem notaram Jisung sentado no sofá que tinha na sala dele. Jeno e Jaemin ficaram de boca aberta. 

- desde quando você tá aí? - questionou Jaemin. 

- desde do: você é muito viciado em trabalho Jaemin. - soltou Jisung rindo de lado. 

- o que faz aqui Sung? - questionou Jeno confuso. 

- eu vim avisar que hoje a noite vocês tem uma reserva no restaurante do Doyoung. a reserva está marcado para as sete, não se atrasem. 

- você vai junto? - perguntou Jaemin sério. 

- não, e só vocês dois. e já vou avisando, se vocês não se resolverem nesse jantar, o que nós temos acaba aqui, eu não vou ficar no meio dessa briga ridícula de vocês. - falou Jisung se levantando e indo até a porta. - vocês vão ser vigiados nesse jantar, se der algo errado, eu vou saber. bom jantar. 

Jisung saiu e Jeno e Jaemin se entreolharam. 

- ele vai comer nosso cu e não é do jeito bom. 


Notas Finais


No próximo capítulo tem nomin? tem sim!!! 🤭🔞

Até a próxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...