1. Spirit Fanfics >
  2. I Like Strawberries >
  3. O morango do bolo

História I Like Strawberries - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Mais um capítulo
Kkk, eu sei que demorou
Mas foi!! Perdão a todas
E espero que gostem do cap

Capítulo 4 - O morango do bolo


Fanfic / Fanfiction I Like Strawberries - Capítulo 4 - O morango do bolo



- Caramba! Hoje é sábado e o chefe deixou uma lista enorme do que eu tenho fazer para tentar agradar o paladar de Areum. -

- Ok, mão na massa! -

Estou focada e determinada em fazer com perfeição, até cantarolando músicas para colocar mais amor e dedicação quando derrepente sinto braços ao redor de minha cintura.

- ! -

Um arrepio corre em meu pescoço, um toque suave e molhado seguido de uma respiração totalmente controlada.

Eu conheço esse perfume...

- Jin? -

- Oi moranguinho -

Ele me vira contra si, tão perto, tão perto.

- Jin, o que você tá fazendo? não podemos... -

- Você tá sempre fugindo de mim, mas desta vez não. -

Ele está certo, porque realmente tento fugir de seus braços, mas ele me segura mais forte. Meu corpo esta grudado ao dele. Ele pega um morango e passa entre meus lábios logo em seguida ele o come.

- É assim que eu gosto dos morangos -

Ele me olha intensamente. Não vou negar, isso me deixa um tanto excitada e nervosa. Ele desabotoa o colarinho do meu uniforme ao mesmo tempo erguendo meu corpo em cima do balcão para que eu fique mais perto de si, logo distribui beijos em meu pescoço e acariciando cada parte do meu corpo com as mãos. Desde quando me tornei tão submissa?

- Por que você mexe com meu coração? -

É dito em meu ouvido, fazendo-me contrair ao seu redor. Ele me encara

- Eu estou desesperado pelo seu amor -

- O q~ue? -

Oh, Deus! Estou tão vulnerável

- Por que você está provocando meu coração? -

Eu não consigo entender, por que o Jin está agindo assim? Ele está diferente é como um garoto rebelde, um garoto que está descobrindo seus verdadeiros sentimentos...? Só falta ele soltar um: "ABCDEFGH hakunamatata!"

- Porque você está rindo? -

Ele percebeu minha risada sarcástica

- Você está me tirando do sério -

E você só falta dizer que quer ser meu "oppa".
Ele segura minha cabeça com as duas mãos e nos olhamos fixamente até Ele me beijar a testa e acariciar o rosto.

- Confia em mim, eu vou cuidar de você... -

Suas mãos vão de encontro as minhas segurando fortemente ele se aproxima lentamente, vamos nos beijar.



- Sabor Morango -

- Anh!? -

- Já é a quarta vez que te chamo. A gente tá quase chegando... por quê foi dormir tarde ontem? -

Meu Deus, quando foi que peguei no sono? Que tipo de sonho foi esse? E por quê O JIN TA TÃO PERTO?

Levanto a cabeça de seu colo e sinto um grande constrangimento por ter sonhado esses tipos de coisas, ainda mais com o Jin... Ah que panaca que eu sou!

Bato a mão na testa

- Você sonhou comigo? -

Viro meu rosto em sua direção lentamente com os olhos esbugalhados.

- Por que? -

Deus, diz que eu não gemi o nome desse ser humano ainda mais dentro de um ônibus, eu quero morrer

- Você me chamou duas vezes, como posso explicar... -

Ele coça a cabeça

- A gente tava conversando, falando sobre o que poderiamos fazer com Areum hoje, quando eu senti você cair sobre mim, então eu coloquei minha mochila no meu colo e deitei sua cabeça aqui, logo depois você disse meu nome, então eu perguntei o que foi você disse meu nome de novo -

Engulo seco. Como eu literalmente pude ter sonhado algo tão pervertido com essse príncipe.

- E foi um sonho bom, né -

Ele sorri todo convencido

- Eu acho que não lembro com o que sonhei -

- Deve ter sido um sonho maravilhoso como eu -

Ela se vangloria enquanto dou uma risada bem sem graça e o ônibus para.

- Chegamos, vamos! -

Tento desviar o assunto e parece que ele compreende.

Andamos tranquilamente até a sala dos funcionários, e meu caderno de notas cai quando abro meu armário, antes de pega-lo guardo meus pertences, porém...

- Beyond The Scene? -

Não é possível, vejo Jin com meu caderno.

- Você sabe inglês?? -

Pego o caderno de sua mão com sutileza

- Não, mas eu vivo praticando... -

Pode ser que algumas armys não saibam, mas o BTS teve que mudar seu nome de Bangtan Sonyendan/Boys para Beyond the Scene, por ter parceria com a ONU que luta contra a violência para proteger crianças, adolescentes e etc. Logo não faria sentido o nome "Garotos a Prova de Balas" para algo que luta contra armas. Mesmo assim os meninos continuam com seu carinhoso "Bangtan".

Dou graças a Deus por ter colocado Beyond the Scene, imagina se ele acaba descobrindo tudo...

É melhor eu não anotar mais as coisas aqui, estou tão presa em minha bolha imaginária que só percebo que Jin está em minha frente quando olho pro chão e vejo seus pés, vou subindo o olhar até dar de cara com ele, rapidamente dou um pulo para trás.

- Você me assustou!! -

- E você está estranha, muito estranha... -

Ok Seokjin, primeiro você me carrega nas costas ontem, quase me beija a boca, bate na minha porta, me vê só de pijama, da um beijo em minha bochecha e como se não bastasse, estava deitada em seu colo tendo um sonho erótico com nois dois. Me diz como não ficar estranha?

Era isso que eu queria responder, mas...

- Eu tô só um pouquinho distraída, bem... vamos trabalhar, eu tenho que ir pra cozinha e você com a Areum. -

Mais um vez eu fuji dele, por que eu não consigo me manter perto dele?
Entro no vestiário com a cabeça parecendo uma maria fumaça.

- Eita... o que você tem? -

Olho para onde sai o som da voz. Era Jung Soyeji, todos dizem que ela não é boa pessoa, mas não sei se devo acreditar nos comentários que rolam por esse hotel.

- Só um pouco agitada... -

Falo tranquilamente enquanto termino de me arrumar

- Algo com Kim Seokjin? -

Ela sorri ao final da pergunta.

- Seokjin? Não, imagina -

Ela mantém o sorriso de boca fechada e sai andando. Como assim? Ela simplesmente faz uma pergunta e sai andando do nada...

Quer saber, vou me apressar, pela parte da manhã ficarei na cozinha.



Bem como no meu sonho, hoje é sábado e o chefe realmente deixou uma lista... Deus não queira que isso seja um dejavu.

- Ok! Mão na massa -

Vou me concentrar primeiro nas madeleines e o suco de laranja, o café da manhã de Areum é realmente sofisticado. Eu geralmente acabo não tendo tempo pra tomar café, mas se pudesse faria meu café desse jeito.

Concentração na cozinha é tudo, então vamos lá!

-Hum... -

Eu tô sentindo que algo não tá cheirando bem, mas não tem nada ver com a comida que eu tô fazendo.
Me viro imediatamente e vejo Jin passar pela porta, ele tinha uma expressão séria e andava rapidamente em minha direção, tudo que fiz foi pegar um frigideira.

- Mas o que está acontecendo? -

Grito assustada

- Nada, só queria tomar meu comprimido pra enxaqueca, mas parece que é você quem está um tanto estressada hoje. -

Largo a frigideira e passo a mão no avental bem sem graça em meio a situação que causei, curvo a cabeça rápidamente e Jin começa a rir.

- O que tem de tão engraçado? -

Pergunto abismada.

- Desculpa, mas a cara que você fez -

- Você não devia estar esperando Areum acordar? -

- Deveria, mas ela está na aula de piano -

- O que? Mas ela nem tomou café -

Tá bom, ela é rica... mais ainda não deixa de ser uma criança. O que os pais de Areum tem na cabeça?

- Sabor Morango -

- Hum?

- Tem algo estranho na sua cara -

- O que? Na minha cara? Onde? Eu tô passando a mão e não tem nada. -

Disfarçadamente, Jin, passa o dedo coberto de chantilly em meu nariz.

- Ah! Seokjin -

Ele cai na risada, mas eu vou deixar barato rápidamente passo um pouco em sua bochecha. Ele Para de rir e me olha sério, mas eu mantenho um olhar debochado.

- Sabor Morango -

Ele fala olhando baixo

- Hum? -

- Você vai pagar por isso!! -

Jin sai correndo atrás de mim com os dedos cheios de chantilly. Os dois brigando feito criança cobertos de chantilly pelo rosto.

- Mas que bagunça é essa na minha cozinha? -

Jin e eu viramos quase de imediato com os olhos arregalados.

- chef! Mil... -

Ele me interrompe com a mão

- Eu sei que é difícil ficar longe um do outro quando se está apaixonado, eu entendo perfeitamente, vocês são jovens -

- Nós não -

- Ora crianças, eu não nasci ontem, vocês dois sempre estão juntos pelo hotel, mesmo que você trabalhe como confeitaria do hotel -

Ele aponta o dedo em minha direção

- É, a senhorita mesmo, sabor morango -

Jin solta uma risada e eu o cutuco

- Mas o que eu posso fazer, jovens a flor da pele, enfim que isso não se repita, não em horário de expediente. -

- Certo chef -

- Eu vou indo, eu tenho uma consulta médica, não brinquem em serviço -

Acenamos com a cabeça e ele sai andando, ainda bem que o chef é gentil

- Ora mais do que você não para de rir? -

Jin não contém o riso

- "A senhorita mesmo, sabor morango" -

- Você não presta grr! -

- Desculpa sabor morango, mas você ficou muito vermelha e coberta assim de chantilly... é tipo o morango do bolo -

Ele cai na risada

- Seokjin vai limpar o rosto e caçar o que fazer! Você já ajeitou o quarto de Areum?, vai lá, vai! -

Começo a dar tapinhas em seu ombro e empurrando ele quase que de imediato da cozinha.

- Woah! -

Ele para enquanto eu tento o empurrar

- A propósito! Você quer dar um passeio na "badada" comigo hoje no nosso horário de almoço? Fiquei sabendo que abriu um restaurante bem baratinho por lá com comida gostosa, vamos? -

- Woah, "badada"? -

- Sim, Ué... ir na praia ver o mar-

Tudo que me lembro agora é o vídeo que Jin postou no Twitter em 2015...? Não me lembro o ano, porém ele foi a praia ver o "badada" que no caso seria o mar e acabou caindo no meio da praia. Dou risada.

- Então, vamos? -

- Vamos Seokjin, vamos. Agora vai cumprir suas funções se não iremos para praia e para casa -

- Demitidos? -

Ele riu pegou uma maçã lavou e saiu andando, pelo menos não foi um morango.





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...