História I Love To Have You Jungkook - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Comedia, Drama, Romance
Visualizações 13
Palavras 1.010
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem S2

Capítulo 1 - Capitulo 1


Fanfic / Fanfiction I Love To Have You Jungkook - Capítulo 1 - Capitulo 1

Eu acordo com o meu despertado me avisando que hoje e segunda, ou seja, tenho que acorda pra ir à prisão chamada de escola, eu não suporto primeiro dias de aula, ainda mais em uma escola que eu não conheço ninguém, me levanto com bastante dificuldade e caminho lentamente pro banheiro onde faço minhas higienes matinais, visto a roupa de uniforme que e uma saia que eu acho que deveria ficar grande, mais que ficou curto, digamos que quase mostrando o gordinho da bunda, uma blusa branca social e uma gravata, deixo o meu cabelo solto mesmo e desço pra ir tomar café, meu pai e minha mãe trabalhavam cedo e só voltava pra casa as 18:30, então eu mal os via, estudava das 7:00 as 17:30, oque era um castigo, ninguém merece ficar 12 horas presa dentro da escola, termino de tomar café da manha e vou rumo a prisão chamada escola, da minha casa pra escola não era tão longe mais também não era perto, era uns 4 quarteirões, depois de algum tempo eu finalmente chego, eu fico algum tempo parada na porta observando as pessoas que entravam, eu só saio de lá quando ouço o sinal avisando sobre a primeira aula, estava me direcionando a sala onde iria passar metade do ano, quando um menino esbara em mim,  

-Olha por onde anda, - Ele diz se levantando.

-Eu estava olhando, foi você que não olhou e esbarrou em mim, - Digo pegando meus livros e me levantando.

-Além de esbarrar em mim, quer esta certa? – Ele diz

-Quem esbarrou em mim foi você, - Falo o encarrando.

-Quer sabe eu não vou ficar aqui discutindo com uma baixinha como você, - Ele diz e sai pisando firme,

-Baixinha? Que ótimo começo s/n, – Digo a mim mesma, quem ele pensa que e pra me chamar de baixinha? Eu saio dos meus pensamentos e volto a procurar a sala 32, finalmente eu a encontro.

-Licença?

-Sim? – Um homem, alto, magro e dos cabelos preto fala, ele devia ter uns 34 ou menos. 

-Esse e a sala 32?

-Sim e você deve ser a s/n? – Ele diz vindo ate mim

-Ela mesma, - Falo entrando na sala, senti o olhar de todos sobre mim, oque não era uma sensação muito legal,

-Esta atrasada, - Ele diz voltando a escrever algo no quadro.

-Antes tarde do que nunca, - Digo baixo.

-Oque disse? – Ela diz-me olhando

- Eu não disse nada,

-Hum, sente-se, - Ele diz e eu o obedeço e me sento da penúltima carteira da fila da janela, eu coloco meu caderno sobre a mesa e sinto alguém me olhar, eu olho pro lado e vejo o menino com quem eu esbarrei no corredor, sentando na cadeira ao lado mordendo uma caneta,

-Você de novo? – Falo o encarando

-Eu mesmo, - Ele diz e lança um sorriso malicioso, observando ele agora, ate que ele e bonito, tinhas os olhos pretos assim como o cabelo que era um liso magnifico, seu corpo era totalmente definido que eu pude perceber pela roupa que estava marcando tudo, ele tinha a boca super. bem desenhada, e também tinha uma cara de safado que meu senhor, eu balanço minha cabeça me afastando desses pensamentos fazendo com que ele me olhasse estranho,

-Você não tem coisa melhor pra fazer do que ficar me olhando não? – Digo o questionando.

-Deixa me ver, não, - Ele diz e morde a tampa da caneta, eu apenas reviro os olhos e começo a prestar atenção na aula, durante a aula inteira eu senti o olhar dele sobre mim, aquilo já estava me deixando desconfortável, finalmente deu o sinal pro intervalo o que era um alivio, eu saiu as pressas pra não poder ter que ver ele, mais a tentativa não deu muito certo.

-Esta com pressa? – Ele diz segurando meu braço

-E eu estou e você esta me atrapalhando, - Falo me soltando e saindo mais ele entra na frente.

-Porque a pressa? – Ele diz com um sorriso nos lábios,

-Eu agradeço se você der licença, - Digo mais ele fingi que não escutou e continua na minha frente.

-Jungkook eu acho que ela disse pra você dar licença – Uma menina dos olhos pretos e os cabelos castanhos diz, então esse e o nome dele.

-Não se mete nisso jisoo, - Jungkook diz a olhando, ela o ignora e vem e minha direção, .

-Vem, - Ela me puxado,

-Obrigada, - Falo

-De nada, meu nome e Jisoo, - Ela diz estendendo a mão pra mim,

-S/n, - Digo pegando e sua mão.

-Eu sei quem você, a aluna nova brasileira certo? – Jisoo diz

-E, qual e a dele?

-Ah do Jungkook? – Ela pergunta

-Sim, - Falo procurando o mesmo.

-Ele e o garoto mais popular da escola, todas as meninas tem uma queda por ele inclusive eu, mais não caia no papo furado dele, e se quer uma dica não se engane com a carinha de santo dele, pois de santo ele não tem nada, - Ela diz e a alguns metros de distancia da gente estava o Jungkook e mais uns seis meninos, ele começou a olhar pra gente e eu mando um dedo do meio pra ele, eu e a Jisoo ficamos conversando ate o intervalo acabar, ela e bem legal, infelizmente saímos de sala diferentes, ela entra na sala dela e eu na minha, me sento e começo a mexer no meu celular quando alguém coloca um bilhete em minha mesa, eu olho pro lado e vejo jungkook me olhando, eu pego o papel e começo a ler, como era de se espera o bilhete era do idiota do Jungkook, eu nem respondi e devolvi pra ele, não queria nenhum tipo de cotando com ele, o que tinha de bonito tinha de galinha, Jungkook devolveu o papel pra mim, nesse negocio de ficar enviando bilhetinho nenhum de nos viu o professor entrar, o professor caminhou lentamente ate minha mesa e tomou o papel da minha mão,

-Os dois detenção depois da escola, - Ele diz.


Notas Finais


Continua?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...