História I love you for a thousand years - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Personagens Originais
Tags Gina Weasley, Ginny Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Hinny, Ron, Rony Weasley
Visualizações 9
Palavras 1.050
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, Magia, Mistério, Saga
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Estou fazendo essa história com muito amor, espero que gostem!!!!

Eu escrevi essa história ouvindo a música ´´ A THOUSAND YEARS`` da CHRISTINA PERRI, e seria legal se vcs lessem a hitória ouvindo essa musica.

BOA LEITURA!

Capítulo 1 - Meu verdadeiro amor.


P.O.V Gina

Harry Potter, O ELEITO. Desde pequena eu sempre tive uma quedinha pelo Harry. Eu sempre achei que porque ele é o melhor amigo do meu irmão, e que talvez eu apenas quisesse ser mais próxima dele, como amiga, talvez era uma pequena inveja do Rony ser o melhor amigo dele, do famoso Harry Potter.

Mas como o tempo foi passando, eu percebi que não era apenas isso. Eu realmente gostava dele. Eu queria ter algo a mais com Harry, mas ele não sentia a mesma coisa por mim.

Eu estava no meu quinto ano em Hogwarts, e namorando o Dino. Eu gostava dele, mas não como namorado, talvez como amigo, só isso.

Tinha acabado ser sair de uma briga com Dino, estava indo em direção a arena de quadribol para jogar contra a Corvinal.  Estávamos nos preparando para jogar, com toda aquela emoção que temos antes de um jogo.

O jogo mal havia começado, quando de repente um balaço atingiu a vassoura do Harry e ele caiu no chão. Sem nem pensar duas vezes fui em direção dele para ver se o mesmo estava bem. Ele foi levado à enfermaria e o jogo continuou.

Cheguei na enfermaria com o coração partido. Queria saber se ele estava bem, se tinha se machucado, como ele estava.

- HARRY, Harry! Você esta bem? Como ele esta?- disse me tremendo e quase que saiu uma lagrima de ver ele naquele estado.

- Ele esta bem, só precisa descansar um pouco. Amanhã ele terá alta. Fique tranqüila, Srta. Weasley! - disse a curandeira colocando a mão no meu ombro na tentativa de me acalmar. - Ele vai ficar bem.

Sai de lá com o coração a mil, mas como ele iria sair no dia seguinte, consegui me acalmar.

Eu estava indo para a sala comunal da Grifinória, já imaginando o que estaria me aguardando.

- DE NOVO ISSO GINA???? - disse Dino gritando, como se tivesse querendo começar uma briga. - De novo você toda preocupada com o Potter!

- Eu sou amiga dele, ele é como se fosse da minha família, Dino, é claro que eu vou me preocupar com o “POTTER”!-disse começando a ficar nervosa. - Algum problema com isso?

- É CLARO QUE TEM PROBLEMA GINA, VOCÊ ACHA QUE EU NÃO SEI QUE VOCÊ AINDA SENTE ALGUMA COISA POR ELE!- disse Dino.

-TÁ LEGAL, PRA MIM JÁ CHEGA, EU NÃO AGUENTO MAIS TODA VEZ TER A MESMA DISCUÇÃO COM VOCÊ!- disse me segurando para não chorar- ACABOU! Acabou, Dino! Eu não quero ver você nunca mais.

- Não Gina, pêra aí, não foi isso que eu quis dizer. – disse Dino pegando a minha mão- pensa bem, eu não estou em um bom dia, desculpa ter gritado com você.

- Eu não quero mais nada com você. Tudo que tinha entre a gente acabou!- disse soltando a minha mão- Agora, se me der licença, vou para o meu quarto.

Sai correndo de lá, e fui em direção ao quarto da Mione. Ela me entenderia e daria todo o apoio que eu estava precisando.

- Mione, eu preciso de uma amiga! – disse aos prantos. – Eu acabei de terminar o namoro com o Dino.

- Aí meu Deus, Gina, como você está? – disse Mione me abraçando – Senta aqui.

Eu não consegui dizer mais nada, eu apenas chorei em seus braços por algumas horas até eu finalmente consegui me acalmar e parar de chorar.

- Como você esta agora? – disse Hermione toda preocupada.

- Estou melhor, muito obrigada. – disse enxugando as ultimas lagrimas que ainda escorriam pelo rosto – Sabe, acho que no fundo, no fundo, eu nunca senti algo pelo Dino. Ele ate que é legal, sabe, mas não como namorado.

- Claro que sei, mas isso é normal, depois você vai achar alguém que realmente você ame e que te ame também.

 

P.O.V Harry

A ultima coisa que me lembro, antes de acordar na enfermaria, foi que eu estava indo atrás do pomo de ouro, e senti um impacto na minha vassoura, o que me fez ficar inconsciente e cair.

Quando acordei na manha seguinte, fui encontrar o Rony e a Mione para irmos tomar café da manha. E a Gina nos acompanhou também, pois a Hermione havia me contado que na noite anterior ela e Dino haviam terminado. Eu fiquei triste por ela, claro. Mas também, quando Mione me contou isso, meu coração acelerou.

Eu pude perceber o quanto Gina estava arrasada com isso tudo. Eu queria que ela percebesse que ela não esta sozinha e que ela tem amigos com quem ela pode contar.

De um tempo pra cá, eu havia percebido o quanto Gina estava diferente, o quando ela havia crescido, e ficado mais atraente. Então comecei a enxergá-la com outros olhos.

Mas queria saber se ela já estava melhor em relação a isso.

- Oi Gina. A Hermione me contou o que aconteceu com você noite passada. Queria saber se você estava bem e se queria alguma coisa?

- Ah, oi Harry, estou bem sim, obrigada por perguntar. – ela disse e saiu um peso de cima de mim. – Só queria saber se está tudo certo para o jogo de depois de amanhã contra a lufa-lufa?

- Está sim! Amanhã de manhã iremos fazer o nosso ultimo treino. – disse por fim.

No dia seguinte, acordei com uma disposição que nunca havia acordado antes. Consegui treinar todo mundo a tempo, antes da primeira aula começar.

De um tempo pra cá, eu já estava desconfiando de Draco, sabia que tinha alguma coisa errada com ele. Eu tinha quase certeza de que ele era um comensal da morte, mas não tinha provas. Foi então que eu resolvi enfrentá-lo. Uma coisa de que me arrependo muito. Pois com isso, eu lancei um feitiço que eu não sabia muito bem para o que servia, Sectumsempra. O que me levou a uma detenção com o professor Severo Snape, que era bem no dia do jogo contra a lufa-lufa.

Já que eu não iria mais jogar, eu coloquei a Gina no meu lugar, de apanhador, e uma menina do sétimo ano como artilheira.

Eu sabia que tínhamos grande chance de ganhar, pois a Gina era ótima como apanhadora. E ela iria liderar no meu lugar. Então, não tinha com o que me preocupar.

 

 


Notas Finais


Eu ainda estou escrevendo essa história, então os capítulos vão demorar um pouco.

Aproveitem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...