História I love you Joker . - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Batman, Esquadrão Suicida
Personagens Bruce Wayne (Batman), Coringa (Jack Napier), Harleen Frances Quinzel / Harley Quinn (Arlequina), Personagens Originais
Tags Ação, Aventura, Coringa, Ficção Cientifica, Romance, Sexo
Visualizações 41
Palavras 793
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem

A garota da foto é a Yasmim .

Capítulo 4 - Cliente especial parte 2


Fanfic / Fanfiction I love you Joker . - Capítulo 4 - Cliente especial parte 2

Antes do tal cliente especial do meu chefe entrar , eu e as garotas fomos para os lugares onde o meu chefe mandou  ficarmos . Sofia e eu ficamos no balcão como sempre , Fernanda e Clarissa ficaram na porta da boate  o meu chefe ficou sentado no sofá  que fica perto do palco , esperando o tal cliente especial entrar .

- Será que ele é bonito ? - perguntou Sofia . Enquanto eu colocava algumas taças de vinho em cima do balcão , caso precisasse .

Olhei para ela , meio que perdida pois não sabia de quem ela estava falando .

- Ele quem ? - perguntei pegando duas garrafas de vinho daqueles bem caros de dentro da mini geladeira , onde guardavamos principalmente vinho .

- O cliente especial do nosso chefe - sussurrou Sofia .

Antes que eu respondesse a porta da entrada da boate foi aberta violentamente , fazendo Clarissa Fernanda darem um pulo de susto pois as duas estavam próximas da porta . Dois homens altos e feiosos entraram armados e deram uma rápida olhada pela boate  , logo em seguida um deles fez um sinal com a cabeça então derrepente entraram um monte de homens armados e algumas mulheres que pareciam prostitutas na boate .

Em menos de cinco segundos já havia um monte de homens , na frente do balcão pedindo vinho e cerveja . Acho que demorou meia hora para eu e a Sofia atendermos todos .

- Yasmim você viu as armas que esses homens estão ? - pergunta Sofia .

Dei uma rápida olhada para alguns homens que estavam sentados , em uma mesa próxima do balcão . Esses homens estavam com fuzis e metralhadoras .

- Acabei de ver - disse eu passando um pano úmido pelo balcão .

- Amiga - disse Sofia - Será que você pode levar esse vinho para a mesa 9 , pois eu preciso muito ir no banheiro .

Olhei para ela e respondi :

- Claro que eu levo   .

- Obrigada - disse ela caminhando rapidamente ,para o banheiro que ficava do outro lado da boate .

Peguei o vinho que a Sofia pediu para que eu levasse para mesa 9  , e comecei a caminhar na direção da mesa , me desviando de alguns homens bêbados que estavam no caminho . Alguns desses homens davão tapinhas na minha bunda e diziam palavras nojentas , mas eu não podia reclamar pois eles estavam armados e poderiam me matar .

- Pronto aqui está o seu pedido - disse eu colocando a garrafa de vinho sobre a mesa .

- Obrigado linda - disse o homem que estava na mesa .

Eu não falei nada apenas sorri para ele . 

Eu já estava me virando para seguir o meu caminho até o balcão , quando eu escutei uma risada muito alta que vinha de trás de mim .

- HA ! HA ! HA ! 

- Sr C eu não gosto de sair por aí fodendo mulheres que eu não conheço- disse o meu chefe .

Será que esse é o cliente especial do meu chefe , pensei .

- E você acha que eu gosto ? - disse o dono da risada sinistra .

- Não Sr C - respondeu o meu chefe .

- Talvez um dos meus capangas queira foder essa garota estúpida que está escutando nossa conversa - disse o dono da risada sinistra .

Demorei alguns segundos para notar que ele estava falando de mim , mas quando eu percebi me virei imediatamente para ele e falei : 

- Eu não estava escutando a conversa de vocês !

O dono da risada sinistra , era um homem de cabelo verde que eu conhecia muito bem , pois quase todos os dias estavam falando dele nos jornais de Gotham city . Joker ( Coringa ) . Na hora que eu vi ele eu senti um frio na barriga .

- Então você está me chamando de mentiroso - disse Coringa  me lançando um olhar macabro - Acho que é melhor você pedir desculpas antes que eu estoure os seus  miolos vadia .

- Mas eu não fiz nada - disse eu .

Coringa tirou uma arma dourada da cintura , engatilhou a arma e disse :

- Peça perdão vadia !

Olhei para ele e respondi :

- M-me ... perdoa .

- É assim que o papai gosta vadia - disse Coringa abaixando a arma e dando um sorriso psicopata - Se você me chamar de mentiroso outra vez eu arranco a sua pele . Aliás já pode ir fazer o que você estava fazendo ou você quer que eu mande algum capanga meu te foder aqui na minha frente .

Caminhei rapidamente até ao balcão , sem olhar para trás . Eu havia ficado cara a cara com Coringa , e o pior  ele havia ameaçado  me matar .




Notas Finais


Espero que tenham gostado .

Se poderem comentar comentem isso me motiva muito .


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...