História I Love you Redheaded Vampire (Taekook-BTS) - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Kim Taehyung (V)
Visualizações 79
Palavras 1.442
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural
Avisos: Homossexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpe pelos erros ortográficos, Boa leitura pessoas❤

Capítulo 2 - Only one?


Fanfic / Fanfiction I Love you Redheaded Vampire (Taekook-BTS) - Capítulo 2 - Only one?

12 de agosto de 2018

Minha vó, Sra. Jeon 1°, Irá vim hoje para pagar a minha faculdade, hoje mesmo eu começarei o segundo ano aquilo que gosto, Eu nunca contei mas gosto de medicina, é o segundo ano que estou fazendo ela, é uma das melhores faculdades. Todas as pessoas da minha família cortaram contato comigo depois de saberem que eu matei a Tia Soyeon, Tentaram me prender, eu até quis mostrar que ela era vampira e um perigo para todos, mas a minha vó que ja foi uma caçadora profissional e nunca contou isso para ninguém, analisou sua própria filha e confirmou que ela era  uma vampira, não para todas as pessoas, e sim a parte da família Jeon que realmente acreditava na existência de vampiros.

Apenas a minha vó vem me ver, trás presentes, todos os Equipamentos profissionais que antes eram dela agora são todos meus, ela me mima muito, diz que eu sou seu neto preferido, e conta que um dia de apaixonou por um deles, um dos vampiros. Ela dempre diz para mim, "Você não deve matar todos os vampiros, alguns são bons  e querendo  ou não tenque poupar a vida dele"

Eu nego sempre porque não concordo com isso, Eu não queria obedecer ela, Mas minha vó é superior a mim em todos os aspectos, querendo ou não obedecerei.



***



-- Jeon Jungkook, entre no carro querido. 

-- Vó, poupar a vida de um vampiro é certo? - entrei no carro ficando no banco de passageiro com a mochila. 

-- Porque esse assunto aleatório Jeon? - me olhou pelo retrovisor do carro e eu desviei. 

-- Dúvida... - Senti o carro da partida. -- Olha... Tem vampiros que não são como a nossa imaginação diz... nos o julgamos apenas por eles beberem sangue de humano, Mas as vezes isso não acontece, meio que somos injustos com eles, entende? - Ela disse dirigindo. 

-- Escuta, a minha mãe é filha de um vampiro? - perguntei e ela me olhou rápido. -- Sim Jungkook, o Baek foi o único homem  que eu me apaixonei de verdade, com ele eu tive todos os meus filhos... 

-- Hmm Tendi... o Vó desculpa tocar no assunto mas porque me perdoo depois de eu ter matado a Soyeon? - Fiz mas uma pergunta.

-- Porque você fez isso para vingar a morte de um amigo, se tem uma tradição entre os caçadores é matar aquele que machucou alguém não importa a afinidade entre os mesmos. - a olhei confuso, -- Então eu não posso matar qualquer um?! e sim aqueles que machuca ou machucou sem pudor alguém? - ela assentiu.

-- Não vó! Isso não ta certo! Tem varios vampiros por aí, pensei que tinhamos que eliminar todos, Até por-

-- Não se discute  mas isso Jungkook! Defendemos os humanos, mas se você matar um vampiro sem motivo, quem morrerá é você, e eu posso até tentar que poupem a sua vida, mas ninguém perdoa isso, é uma tradição e se você quiser ficar na sua posição como caçador profissional tenque seguir as regras. - Senti o carro freiar. -- Boa aula na faculdade e não me decepcione nos estudos, lembre que nem tudo na sua vida se resume em caçar "Vampiro. - Nos olhamos pelo retrovisor até ela fazer sinal para eu sair novamente, Sai apressado e fechei a porta do carro.

-- Tchau. - Dei as costas e entrei na faculdade.

Eu acho tudo isso muito Injusto, ter que poupar a vida de muitos vampiros, Aliás eu sinto vergonha de ser neto de um! como minha vó conseguiu viver depois de transar várias vezes com um vampiro? 

-- Jeon Jungkook? - Eu estava andando no corredor quando uma pessoa aparece na minha frente. -- Eu mesmo, quem fala? - ele sorriu e levantou o crachá, esqueci que aqui todos teem para saber os nomes dad pessoas. -- Prazer sou seu colega de classe, Yugyeom.

Acho que vocês notaram que ele tem o mesmo nome que meu antigo melhor amigo.

-- Olá... - Retribui com outro sorriso. -- Venha eu vou te levar para a sala, é o seu segundo ou primeiro ano? 

-- Segundo. - Ele levou a mão na testa. -- Oohh Meu Deus, me desculpe, te confundi! Meu colega de classe tem o mesmo nome mas é o primeiro ano dele aqui... me desculpe sério! - se curvou fazendo referência. 

Bem, Colega de classe é a pessoa que sempre sentará ao seu lado nas aulas, eu odeio esse costume.

-- Tudo bem, não se preocupe. - dei um leve tapa em seu ombro. -- Oque é esse papel que está na sua mão? - perguntei curioso. -- Esse ano eu sou o encarregado de falar os colegas de classe para as pessoas... Hmm... 

-- Pode me mostrar o meu?? - Ele assentiu. -- Kim Taehyung. - Falou olhando para os papéis.  -- Ok Obrigado Yugyeom. - Sorrimos um para o outro. -- Aliás sua sala é o Segundo B. 

-- Muito obrigado, espero que possamos ser amigos.. - eu disse e ele ficou animado. -- Sério?? Ah ótimo Jeon Jungkook, Agora somos amigos! Se me dá licença, eu tenho que ir, Até mas tarde - Saiu acenando. 

Ótimo Jungkook, um amigo feito no primeiro dia de aula do segundo ano da faculdade, eu estou indo bem.

Andei até a sala segundo B, eu ja conseguia ouvir os sons das pessoas falarem, No mesmo momento eu bati na porta.

Ouvi a fechadura sendo destrancada. -- Atrasado Jeon Jungkook. - Um homem, acredito que o professor que disse. -- Me desculpe, acabei me encontrando com uma pessoa e ela me disse onde ficava a minha sala ai eu acabei me atrasan-

-- Entre logo não perca tempo. - deu espaço para eu entrar. -- Sabe qual é seu colega de classe? - perguntou.

-- Kim Taehyung. - Notei o olhar de um ruivo sobre mim, e engolir em seco. -- Quem é Kim Taehyung? - o professor perguntou olhando para todos.

--  Sou eu... - o mesmo ruivo levantou a mão enquanto olhava para o nada. -- Vá se sentar Jungkook. - Fui em direção a mesa e sentei ao seu lado.

Nos ficamos em silêncio, Até porque quando você conhece alguém não fica logo de papinho não é verdade? 

-- Ja que sabe meu nome seria Justo eu saber o seu.. - Disse prestando atenção na aula apertando os lábios. 

-- Jeon Jungkook. - falei olhando em sua direção e notei ele fechar os olhos o apertar e inclina a cabeça para Trás, eu não entendi bem oque ele fez, mas depois me olhou. -- O famoso caçador de vampiro?

-- Eu mesmo... - Respondi. -- Também acha que é perda de tempo os caçar? - ele negou. -- Eles existem Jungkook. - abriu o caderno.

-- Você ja viu algum?? - quando eu disse ele riu. -- Se eu afirmo que eles existem é porque eu ja os vi!, Mas e você? para caçar precisa ter visto algum deles, você ja viu?

Fiquei receoso de mostrar a mordida mas mesmo assim eu irei mostrar para provar que isso aconteceu.

-- Eu tenho a prova viva disso. - Mostrei meu pulso e o meu pescoço. -- Uau, você teve sorte de não ter virado um deles. - começou a escrever oque estava na lousa, e eu o olhei confuso. -- oque você quis dizer com isso? - perguntei desconfiado do ruivo.

-- eu quis dizer que muitos que são mordidos viram vampiro... só isso.

-- e você tem como provar que ja os viu? - abri a mochila. -- Não preciso que acreditem em mim, se eu vi com meus próprios  olhos, eu sei que é verdade...  - Respondeu deixando a caneta de lado e entrelaçando os dedos nos seus.

-- Ja terminou?! - falei incrédulo e ele assentiu. 

Incrível como em minutos o ruivo ja havia terminado de escrever tudo, Foi o único da classe, eu continuei a escrever e depois de meia hora consegui terminar.

-- Finalmente terminou, caçador de vampiro.. - disse em um tom de deboche. 

-- Olha ruivinho, eu não tenho culpa se seus dedos são um flash. -- Ele revirou os olhos. 

-- Porque me chama de Ruivinho? eu tenho nome Menino lento. -- comecei a rir, e essa foi a primeira vez que eu ri no ano.

nos encaramos eu pude ver seus olhos brilharem naquele instante, Até ele desviar o olhar. 

-- Jungkook, não podemos ser amigos. -Do nada ele disse isso. -- Evite falar comigo... so fale nas horas necessárias... - Levantou da cadeira na mesma hora que o sinal tocou, abriu a porta e saiu.

Eu juro que não entendi nada!, porque ele disse isso? Ok Jungkook, na vida existe conquistas e decepções, essa so foi mas uma.


Notas Finais


O Tae deve ter algum motivo para dizer "não podemos ser amigos" qual será?...
Espero que tenham gostado, como eu disse o cap vai ir aumentando cada vez mas rs, beijinhos e até breve.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...