História I Love Your Madness - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Yoonseok
Visualizações 16
Palavras 2.164
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 13 - Capítulo Doze


Fanfic / Fanfiction I Love Your Madness - Capítulo 13 - Capítulo Doze

Capítulo 12

Completamos três semanas desde que eu e o Min começamos a namorar oficialmente. A escola inteira já sabia incluindo o diretor que já nos deixou bem claro que é contra o namoro e nos proibiu de qualquer demonstração de afeto perante aos outros alunos, mas como estamos falando de Min Yoongi era bem óbvio que ele meteria o foda se e faria o que quisesse. Seus pais se ficaram sabendo não quiseram se pronunciar sobre o assunto. Na verdade eu já estava estudando a um bom tempo aqui e nunca havia me encontrado com eles, os meninos também só haviam visto eles no máximo quatro vezes, isso me levou a perceber que talvez as coisas que Yoongi havia me contando sobre ser uma criança problemática sem atenção dos pais fosse 100% real até hoje. Outra coisa que eu percebi foi que ele não gostava nenhum pouco de falar sobre isso, acho que aquele dia no terraço onde ele finalmente me contou sobre tudo foi realmente definitivo do tipo “agora você sabe o que tanto queria portanto agora não pergunte mais nada obrigado”, e então eu o respeitava e engolia qualquer pergunta que eu tinha sobre sua família, infância e etc. Portando o Min continuava sendo um mistério.

Uma vez minha mãe me disse que algumas coisas não foram feitas para serem compreendidas e sim apreciadas. E agora eu entendia que Yoongi era uma delas. Era como se ele fosse composto de fases e cada uma mais complexa que a outra. Não importa quanto tempo você fique ali do lado dele, tragando dia após dia um pouquinho da sua essência você jamais será capaz de o compreender. Yoongi era intenso e instável. Calmo e turbulento. Era garoa e tempestade. Maduro e infantil. Frio e calor. Amor e ódio. Real e abstrato. Era uma série de combinações perigosas que se não forem balanceadas as consequências poderiam ser desastrosas ainda mais para alguém que por duas vezes considerou o suicídio a opção mais viável e isso me apavorava de uma forma indescritível. Pois eu não sabia o que fazer, ninguém sabia, não era tão fácil como os livros de autoajuda faziam parecer, era tão assustador, e a cada “eu tô bem” que ele me respondia não era o suficiente para me aliviar, porque eu também lhe dizia que estava bem quando claramente “bem" e a única coisa que eu não estou. Eu queria acreditar em cada sorriso que ele me lançava, mas é difícil quando se tem na mente que ele possivelmente está com você porque precisa de uma esperança, porque ele queria desistir novamente e então você chegou e ele te escolheu para ser essa tal esperança. Eu não queria duvidar dele, tinha medo de lhe pressionar, de fazer com que se afastasse, eu tinha medo de o perder, porque eu já o amava. 

Amor algo que pelo menos mais da metade da população mundial almeja encontrar, sentir e viver. Eu nunca pensei sobre o amor em si, eu amava minha família e ponto, jamais havia sentido isso por um outro alguém, nem sequer havia me apaixonado e nem queria isso, mas agora eu fraquejava perante Min Yoongi. Não conseguia controlar o maldito coração acelerado a cada sorriso lançando a mim, a cada “bom dia” sussurrado em meu ouvido, a cada beijo e a cada toque. Yoongi era minha perdição e eu já estava completamente entregue a ele. O amor é um caminho sem volta, não tem como desinstalar esse sentimento ele simplesmente fica ali te corroendo até que por fim se enfraqueça. Eu amava Yoongi mas será que ele me amava também? Ou ele estava somente se agarrando a mim porque seus pés já deslizavam precipício abaixo. Mas o amor cega ao ponto que mesmo sabendo que a uma grande possibilidade de estar amando sozinho a vontade de estar ao lado dessa pessoa era maior que qualquer coisa. Por isso eu não me importo de agarrar a mãos de Yoongi com todas as minha forças até o tirar da beirada, até que ele possa se manter em pé sozinho, até que ele não precise de mais ninguém.

A sala de piano havia se tornado nosso refúgio, onde poderíamos ficar ali perdidos em nós mesmos sem nos preocupar com nada ao redor.Somente ali eu o tinha entregue a mim,somente ali seus toques eram mais quentes, e seu sorriso mais doce, e seu beijo mais intenso e seu abraço mais apertado me fazendo ter uma pequena esperança de que ele não iria me soltar nunca. Mas parecia que Yoongi fazia questão de deixar claro o tempo todo que não iria durar, sempre que engatavamos uma conversa sobre qualquer que fosse o tema ele dava um jeito de dizer que um dia ia “voar” e nunca parecia ter espaço para mim voar também, não era um convite era um alerta. Ele ia e eu ficaria ali juntando meus cacos.

Estávamos no nosso refúgio, deitados um sobre o outro no sofá branco ficava na parede oposta ao piano negro. Sua cabeça  estava na curva do meu pescoço soltando sua respiração quente, meus dedos se perdiam entre os fios agora loiros do Min, as pernas entrelaçadas e as mentes perdidas em pensamentos.O único som que preenchia o cômodo era da caixinha de música que agora tocava Can you Feel my Heart da banda Bring me the Horizon. Eu adorava essa banda e essa música era uma das minhas preferidas e agora enquanto eu a ouvia estando na presença do Yoongi eu percebia que talvez essa música tenha tudo haver com ele, era quase como se fosse ele tentando conversar comigo e creio que ele teve essa mesmo sensação pois sua mão apertou com mais força minha cintura inconscientemente.


Can You Feel My Heart

Bring Me the Horizon


Can you hear the silence?

Você pode ouvir o silêncio?


Can you see the dark?

Você pode ver a escuridão?


Can you fix the broken?

Você pode reparar o que quebrou?


Can you feel, can you feel my heart?

Você pode sentir, você pode sentir meu coração?


Can you help the hopeless?

Você pode ajudar sem esperança?


Well, I'm begging on my knees

Bem, estou implorando de joelhos


Can you save my bastard soul?

Você pode salvar minha alma condenada?


Will you ache for me?

Você vai esperar por mim?


I'm sorry brother

Me desculpe irmãos


So sorry lover

Me desculpe amor


Forgive me father

Me perdoe pai


I love you mother

Eu te amo mãe


Can you hear the silence?

Você pode ouvir o silêncio?


Can you see the dark?

Você pode ver a escuridão?


Can you fix the broken?

Você pode reparar o que quebrou?


Can you feel my heart?/ 
Você pode sentir meu coração?

Can you feel my heart?/ Você pode sentir meu coração?

Can you feel my heart?/ Você pode sentir meu coração?

Can you feel my heart?/ Você pode sentir meu coração?

I'm scared to get close and I hate being alone

Eu estou com medo de ficar mais perto e eu odeio ficar sozinho


I long for that feeling to not feel at all

Almejo esse sentimento, para não sentir tudo que senti

The higher I get, the lower I'll sink/ Quando maior fico, menos eu afundo

I can't drown my demons, they know how to swim

Não posso afogar meu demônios, eles sabem nadar

I'm scared to get close and I hate being alone

Eu estou com medo de ficar mais perto e eu odeio ficar sozinho

I long for that feeling to not feel at all

Almejo esse sentimento, para não sentir tudo que senti

The higher I get, the lower I'll sink/ Quando maior fico, menos eu afundo

I can't drown my demons, they know how to swim

Não posso afogar meu demônios, eles sabem nadar

I'm scared to get close and I hate being alone

Eu estou com medo de ficar mais perto e eu odeio ficar sozinho

I long for that feeling to not feel at all

Almejo esse sentimento, para não sentir tudo que senti

The higher I get, the lower I'll sink/ Quanto maior fico, menos eu afundo

I can't drown my demons, they know how to swim

Não posso afogar meu demônios, eles sabem nadar

Can you feel my heart? Você pode sentir meu coração?

Can you hear the silence? Você pode ouvir o silêncio?

Can you see the dark? Você pode ver a escuridão?

Can you fix the broken?  Você pode reparar o que quebrou?

Can you feel, can you feel my heart?
Você pode sentir, você pode sentir meu coração?

Sim Yoongi eu posso ouvir o mundo inteiro no seu silêncio, e sua escuridão é tão clara pra mim, você não tem ideia do quanto eu queria colar cada partezinha quebrada sua e eu sinto seu coração colado no meu batendo do mesmo ritmo, eu sinto que estamos em sintonia, gritando na mesma frequência e sou eu que estou implorando de joelhos para que você  perceba que agora você é tudo pra mim e que eu também estou com medo de muitas coisas, mas você não está sozinho porque tem a mim. Eu deveria ter tido em voz alta, talvez aquelas palavras tivessem feito bem a ele de uma forma que eu nunca irei saber.

_ Hoseok nós somos como o Sol e a Lua. Disse Yoongi do nada, com os olhos cravados na janela enorme que ocupava metade da parede da sala,  já era noite o céu estava azul escuro, as estrelas enfeitavam todo o horizonte e a lua estava em sua forma mais majestosa.

_ Porque? Perguntei assistindo ele se sentar no meu colo passando as pernas ao redor da minha cintura.

_ Você é o Sol Hoseok e eu sou a Lua. Ele disse simplista.

_ Okay, mas porque você acha isso? Segurei sua cintura o pretendendo ali.

Ele fechou os olhos e abriu um sorriso tão doce.

_ Você é Sol porque quando eu te olho Hoseok… - ele tornou a abrir os olhos expressivos - quando eu te olho eu perco meu ar e fico cego porque você é tão lindo e brilha tanto que eu capaz de te sentir mesmo estando longe, e… e eu não preciso te olhar para saber que você tá aqui brilhando pra mim, Hope seu sorriso irradia de uma maneira e mesmo quando essas nuvens escuras e densas insistem em lhe cobrir eu consigo ver seus raios eu consigo sentir seu calor… - ele abrigou meu rosto entre suas mãos limpando minhas lágrimas com carinho, o sorriso doce ainda brincava em seus lábios mesmo com as pequenas lágrimas rolando de seu rosto também - e eu sou a Lua que precisa inteiramente do sol para iluminar a noite, eu sou um reflexo da sua luz, você reflete em mim Hoseok.

Suspirei sentindo meu coração quentinho dentro do peito, me lembro que uma vez ele me disse que meu sorriso era capaz de salvar vida, mas eu tenho certeza que se ele visse aquele sorriso que moldava em seu rosto saberia que era o sorriso dele que seria capaz de salvar qualquer coisa no mundo.

_ Essa foi a coisa mais linda que já disseram pra mim. Falei tentando controlar as malditas lágrimas. _ Você me transformou em um chorão Min Yoongi e eu não me importo. Desculpa Yoongi mas eu já te amo eu sei que talvez seja muito recente tudo que aconteceu entre nós dois, mas eu te amo e não você não precisa dizer nada agora, mas eu vou amar você de qualquer maneira. E se a lua só brilha por causa do sol eu vou esforçar pra brilhar em dobro só para que você possa brilhar também.

Levantei meu tronco e abracei seu corpo pequeno com força pedindo aos deuses que ele sempre estivesse aqui entre eles.

_ Não precisa se desculpar Hoseok afinal eu te amo também.

E isso bastou para que todos os meus medos e temores de amar sozinho cessassem, para que eu afundasse de vez naquele sentimento de corpo e alma.

Naquela noite nos beijamos e nos  tocamos como se fosse a primeira e a última vez que faríamos aquilo. Nossas bocas se encaixavam com perfeição, sugando e mordendo os lábios um do outro até o ar faltasse e as bocas ficassem vermelhas e inchadas. Estávamos hipnotizados ocupados demais vivendo o momento para nós preocupar com qualquer coisa ao redor. Eu me sentia sedento pelo seu corpo e a vontade só aumentava a cada renomada sutil que eles dava sobre meu colo. As roupas se tornaram um empecilho e logo nos livramos delas. Ele me devora com o olhar e eu só retribuia. Sua pele era como uma tela branca que aos poucos foi ganhando cores e marcas que só me confirmava que aquilo era real, ele era real e agora era nesse momento eu o faria meu. Min Yoongi era criatura mais linda que eu já tinha visto e iria continuar sendo por muito tempo. Naquela noite ele me pertenceu da mesma forma que eu o pertenci. Deitamos suados e cansados no chão, apoiei minha cabeça em seu peito, ouvindo seu coração descompassado, os sons de nossos gemidos ecoavam na minha cabeça como música, meus dedos desenhavam círculos invisíveis no seu abdômen enquanto pequenos selos eram depositados na minha cabeça. E mais uma vez naquela noite me via implorando aos deuses “Por favor que não termine o que eu planejo que dure para sempre”.



Notas Finais


Eu passei por um bloqueio criativo e tive que reescrever esse capítulo trocentas vezes até que ficasse sei lá bom, pelo menos eu espero que tenha ficado bom.

Link da musica: https://youtu.be/sVV02qC9v9A

Eu não descrevi o lemon porque eu sou malvada e vou fazer vocês esperarem, mentira é pq eu achei que não irei com uma e com o capítulo um lemon explícito, mas logo sai um completinho.

Essa fanfic não vai durar muito, talvez mais uns cinco capítulos não sei.

Então é isso até o próximo. Qualquer erro avisem nos comentários. Beijos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...