História I Loved Your Way To Be You - Capítulo 19


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens D.O, Kai, Personagens Originais
Tags Exo, Imagine, K-pop
Visualizações 86
Palavras 635
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 19 - Nineteen


Fanfic / Fanfiction I Loved Your Way To Be You - Capítulo 19 - Nineteen

- está um pouco quente aqui... - falo me abanando com a mão

- vamos sentar em baixo de alguma árvore.

- é uma boa ideia...

 Nós atravessamos o campo e nos sentamos em baixo de uma das árvores que ficavam atrás do mesmo.

- está bem mais fresco aqui...

- concordo, olha... eu preciso falar uma coisa para você.

- ah, pode falar. -me ajeito ficando de frente para o mesmo. 

- na verdade tem um motivo para ter te trazido aqui...

- e qual é o motivo?

- lembra que eu estava te devendo um presente?

- claro que lembro!

- então, eu pensei bem no que eu iria dar e resolvi que seria uma ótima idéia te dar isso. 

 Ele me entrega um anel de prata (imagem), wow esse anel deve ter sido caro...

- ele é muito bonito...

- você gostou?

- claro! -olho por dentro do anel e vejo que estava escrito Kyung-soo- por que está escrito o seu nome aqui?

- era isso que eu estava esperando que perguntasse... S/n... você quer namorar comigo? 

- tá brincando néh?... 

- eu achei que...

- é claro que quero seu bobo! 

- sério? 

- sim! 

 Ele sela nossos lábios pedindo passagem com a língua e eu cedi, sinto sua mão em minha nuca e logo nos separamos por falta de ar.

- eu te amo Kyung-soo.

- eu também te amo S/n... 

 - UM TEMPO DEPOIS -

- eu estou cansada e preciso de um banho... 

- já quer ir para casa? 

- sim... hoje o dia foi um pouco cansativo...

- mas nós só ficamos sentados.

- por isso mesmo, estou cansada de ficar sentada. 

- tudo bem. 

 Ele se levanta me ajuda a levantar.

- sobe aí... -ele fica de costas para mim 

- nas suas costas? 

- sim.

- tudo bem! 

 Subo nas costas dele e ele me leva até a sua mensagem, me deixando no chão e me entregando o capacete.

- preciso usar mesmo isso?

- se você não quiser morrer.

- o que poderia me matar?

- bom, só fazem alguns meses que comecei a dirigir, então...

- me convenceu! -coloco o capacete 

- mas você já deveria saber disso, não sou muito mais velho que você.

- eu não sou uma boa observadora ou pensadora ou sei lá... 

- e você deixa isso bem claro.

- também não sou boa em esconder as coisas, então qualquer um pode me ler, sou um livro aberto, mas... nós vamos ir para casa ou não? 

- vamos para sua casa ou para minha?

- eu vou para a minha.

- então também vou.

- por que?

- sua mãe precisa saber que estamos namorando agora. 

- a é... você não sabe o quanto ela vai ficar feliz por isso. 

- não tanto quanto a minha mãe. 

- elas vão fazer uma festa! 

- isso é bem possível mesmo.

- sério, no primeiro dia que minha mãe te viu ela já se encantou com você e ela queria de todo jeito que você fosse meu namorado e genro dela. -ri fraco 

- nossas mães são bem iguais. 

- mas acho que sua mãe não gosta muito de mim. 

- por que? 

- ah, por que? do nada você apareceu comigo na sua casa e eu não estava acordada, tenho certeza que ela achou que eu estava bêbada ou drogada. 

- bom... ela achou... mas eu falei para ela que você só estava dormindo e no outro dia quando você foi para casa ela queria que você tivesse ficado. 

- eu gosto da sua mãe, ela foi bem legal comigo naqueles dias. 

- também gosto da sua mãe, ela é bem legal também e bonita. 

- que isso?! ela é minha mãe respeita! 

- nossa eu só elogiei ela, não é atoa que você é bonita assim.

- eu não sou tão bonita quanto a minha mãe. 

- é sim, pode acreditar nisso, agora sobe aí! -ele sobe na moto e eu também 


Notas Finais


Desculpem erros
espero que tenham gostado ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...