História I Luv u Daddy (Namjin . TEXTING) (INCESTO) - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Daddy, Incesto, Jikook, Namjin, Texting, Yoontaeseok
Visualizações 392
Palavras 1.051
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Lemon, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Self Inserction, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 17 - I could give you pleasure, hyung


Fanfic / Fanfiction I Luv u Daddy (Namjin . TEXTING) (INCESTO) - Capítulo 17 - I could give you pleasure, hyung

Tempo atual, apartamento do YoonGi. 14:09

Após o beijo na bochecha dado papo maior, Hoseok se sentia ainda mais apaixonado. Suspirava pelos cantos, sonhava acordado, ficava sem apetite.

Estava apaixonado.

E neste momento, estava na casa de YoonGi a pedido do mesmo. Estavam no quarto, deitados embaixo de várias cobertas quentinhas, com as pernas entrelaçadas. Hoseok estava com a cabeça sobre o peito do maior, oque fazia sua bochecha amassar um pouquinho, mas gostava de ouvir o coração de seu hyung.

Estava chovendo naquele dia, e além de Hoseok ter medo de tempestades, ele também era muito sensível ao frio, então não havia coisa melhor para os dois do que ficar daquele jeito.

Tinham acabado de almoçar, e Hoseok descobria que Yoongi era um ótimo cozinheiro, tanto que se deu ao luxo de repetir o prato. E agora descansavam assistindo um filme, que como sempre, era da escolha de Hoseok por insistência de Yoongi.

Ou seja, um filme de romance. Hoseok amava romances, amava o amor, amava a harmonia entre um casal. Este sentimento realmente era lhe negado, oque lhe causou vários problemas psicológicos como baixa auto estima e um complexo de inferioridade. Hoseok tinha plena consciência disso, oque lhe fez acreditar que o amor era a solução para quase todos os problemas do mundo. 

E mesmo sabendo disso, Yoongi sempre voltava a lhe perguntar sobre o porquê de sua preferência.

- O amor é a coisa mais linda do mundo, é você poder se colocar abaixo de alguém sem ter que ser correspondido. Antes... de você, eu nunca tive isso, e eu talvez não seja tão normal por conta disso, oque me fez chegar a conclusão de que... às vezes tudo oque nós precisamos é de um pouquinho de amor. E eu sempre vou agradecer por você ter escolhido á mim para amar, e eu juro que vou tentar ao máximo ser bom o bastante e mostrar o quanto... o quanto eu também amo você, hyung.

YoonGi sempre o fazia explicar apenas para ouvir essa pequena e simples declaração no final, em tão pouco tempo se vira completamente caído de amores pelo jovem de beleza melancólica.

Hoseok agora se encontrava como sempre envergonhado, escondendo o rosto agora quente e vermelho no peito de seu hyung, com seu cheiro invadindo suas narinas.

- Hyung, porque sempre pede para eu explicar isso?

Pedia com a vozinha abafada por ainda esconder o rosto. 

- Porque isso só mostra o quão puro você é, é um dos traços em você que mais me agradam, e também porque ouvir que você me ama é uma coisa linda, é bom ser correspondido. E você também é uma graça corado.

Hoseok então com o máximo de coragem que tinha em seu ser, olha para cima e dizia com um biquinho irritado. 

- M-mas se você gosta, poderia simplesmente p-pedir.

Dizia com um pouco de vergonha, mas tentando parecer bravo, falhando obviamente. Yoongi então sorria o olhando, e dizia feliz e calmo.

- Hoseokie, diz que me ama?

Se antes Hoseok achava que poderia explodir de vergonha, esse era o momento, pois agora não sabia mais onde enfiar o rosto, então dizia.

- Eu te amo, hyung.

Dizia com calma, cada parte de seu corpo estava concentrada em não gaguejar ou desviar o olhar dos olhos penetrantes e intensos de seu hyung. Que agora lhe sorria doce, com um olhar amoroso.

- Ah Hoseok, você é precioso demais para esse mundo - Sorria grande ao olhar seu pequeno todo envergonhado - Eu também te amo, meu anjinho. Muito, muito, muito.

Dizia dando beijos demorados por todo o rosto de Hoseok, que sorria com o toque, dando alguns beijos sobre a derme branca do mais velho, e então voltando sua atenção para o filme, ainda na mesma posição, e se sentindo ainda mais amado.

Até que em certo ponto, o filme mostrava uma cena de sexo entre o casal, e Hoseok olhava aquilo tudo não envergonhado, mas feliz e suspirando.

- Você fica tão bobo assim, apenas vendo-os se dando prazer?

- Estão se dando prazer porque se amam, hyung. Isso não é lindo? Você pode confiar seu corpo á alguém, e deixar que ele te satisfaça, enquanto vocês deixam claro o quanto se amam. Não é só sexo, estão fazendo amor.

Dizia agora desenhando com seu dedo no peito do maior, que estava surpreso com a resposta do mais novo. E como ele era adorável e realmente puro, conseguia ver pureza, bondade e amor mesmo nas coisas mais sujas.

- Não que isso seja uma sugestão, mas... assim que eu estivesse pronto, eu te daria prazer hyung, daria tudo que você me pedisse. Eu amaria você mais ainda, conheceria melhor você... mas eu ainda não tenho interesse nessas coisas, muito menos sei oque eu gosto, mas... um dia, vamos descobrir juntos, sim?

YoonGi lhe ouvia atentamente e concordava com o menor, Hoseok nunca havia demonstrado o menor interesse em sexo ou algo do tipo, já que em uma de suas várias conversas com YoonGi, o maior descobriu que o outro sequer havia se tocado na vida. E o mais velho o respeitava muito, e deixou claro que faria tudo conforme o tempo e maturidade considerados ideais para Hoseok. Oque era apaixonante para o menor, ele chegava na conclusão mais óbvia; De que YoonGi realmente o amava, e iria espera-lo, iria respeita-lo. Isso pra Hoseok era tudo.

- Concordo com você, apesar de não ser nenhum segredo, eu realmente te desejo muito, pequeno. Mas nunca te forçaria a nada, eu vou te esperar, não sou ninguém para dizer quando você deve estar pronto ou não, faremos tudo ao seu tempo.

- Hmm... então tá. 

Dizia antes de inesperadamente dar um selinho nos lábios do maior, que assim como todos vocês trouxas não esperava por isso.

- Nossa...

Hoseok então tirava o sorriso do rosto. 

- Eu... não devia ter feito isso, não é?

O maior nada lhe responde, apenas avança contra os lábios do moreno, col um selinho demorado e vez ou outra movimentando um pouco os lábios. Não se atrevendo em momento algum a aprofundar o beijo, apenas acariciando a cintura do menor, sentindo o mesmo sorrir entre o beijo.

- Eu te amo. 

- Eu também te amo.

Selaram mais uma vez os lábios, e voltaram a assistir o filme. Felizes, e agora não apenas com seus corpos aquecidos em um tempo frio. Mas também com seus corações aquecidos em um mundo onde se é difícil achar o amor. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...