História I Need U - Capítulo 70


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jung Hoseok (J-Hope), Min Yoongi (Suga)
Tags Novela
Visualizações 25
Palavras 1.188
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 70 - O grande dia pt.1


Fanfic / Fanfiction I Need U - Capítulo 70 - O grande dia pt.1

Acordei naquela manhã totalmente agitado,se bem que nem consegui pregar os olhos na noite anterior.Eu estava bastante ansioso por aquele reencontro,mal pudia aguentar os segundos que me separavam de estar outra vez com ela.Acabei perdendo até a fome e optei por ir logo me arrumando pra tal consulta.Ainda estava cedo demais,eu deveria sair por volta das oito e meia,porque  gastaria uns quinte ou vinte minutos  e seria o tempo certo pra chegar até lá sem me atrasar. Mas a ansiedade era tanta que resolvi me adiantar um pouco e chegar antes da hora. Parei diante do meu closet e fiquei me perguntando(Que roupa eu deveria vestir pra essa consulta?)Eu parecia não ter nem uma roupa apropriada pra tal situação. Eu queria causar uma boa impressão naquele reencontro. Eu queria que ela percebesse que eu havia mudado,que era um Suga "mais responsável ",que merecia um segundo do seu tempo e apenas uma chance pra lhe dizer o que tanto queria sem lhe causar nem um dano permanente. Mas nada parecia ser bom o suficiente pra mim,minhas roupas passavam o ar de descuido,desleixo e uma aparência de garoto sem juízo. Só que no fundo do closet,mexendo no meio de toda aquela bagunça sem fim,após ter experimentado uma roupa atrás da outra,eu acabei encontrando uma que parecia ser ideal para a ocasião (ela não era chique demais,mas me deixou com um certo ar de "bom moço " e era exatamente isso que eu estava precisando naquele momento)

Quando terminei de me arrumar me olhei no espelho e gostei muito do que vi refletido ali.Mas senti que poderia melhorar um pouco mais. Abri a gaveta da cômoda,encontrei um óculos de grau, o coloquei no rosto ,fiquei com cara de nerd e acabei rindo de mim mesmo,só que gostei do resultado e decidi usá-lo.Em seguida olhei no relógio e ainda estava muito cedo  pra sair.Então me assentei,cruzei as pernas e fiquei esperando ansiosamente a hora de ir reencontrá-la (nunca fiquei tão ansioso antes pra ir numa consulta como estava agora)Aquela espera parecia uma eternidade...era como se eu já estivesse assentado ali por horas,quando na verdade faziam somente dez minutos.Tanto que fiquei me perguntando sem parar(Ela iria gostar de me ver novamente?Qual seria sua reação ao me ver depois de quatro anos?Seria bem recebido por ela ou atirado pra fora de seu consultório antes de tentar lhe dizer qualquer coisa?)

Aquela demora estava me deixando angustiado,eu não estava mais aguentando aquilo,eu precisa me acalmar,mas só de pensar que poucos instantes nos separavam daquele reencontro...eu pirava.Então me levantei e resolvi ir logo de uma vez  pra não morrer de tanta ansiedade. 

Acabei chegando cedo demais na clínica,e novamente tive que esperar(mas desta vez seria uma espera menos sofrida,porque logo ela apareceria e enfim iríamos nos ver.)Eu só havia me esquecido de um detalhe(E se ela não aparecesse?Se algo acontecesse e lhe impedisse de chegar na clínica?Se a consulta fosse remarcada por conta disso?)Fui sorrateiramente invadido por esses sentimentos negativos e fiquei pra baixo.

-Bom dia,SrMin!-falou a recepcionista(me acordado pra vida)ao se aproximar de mim na sala de espera.

-Bom dia!-eu falei,me dando conta de que ela estava bem na minha frente por horas.

-A Drta Stelar teve um pequeno  imprevisto-ela me derrubou com este anúncio-Mas não se preocupe...ela logo chegará...Tudo bem pro senhor?Ou vai querer remarcar a consulta pra outro dia?

-Não-respondi rápido-Eu já estou aqui mesmo...não me custa nada esperar um pouco mais-fiquei arrasado,mas não perdi minhas esperanças-E afinal de contas hoje tirei o dia pra essa consulta...esperarei o tempo que for necessário por isso...se possível até o dia inteiro. 

-Como quiser-ela falou-Então fique à vontade!-ela foi gentil comigo-Aceita um cafezinho?

-Não...Obrigado!-recusei sua gentileza.

-Uma água talvez?-ela insistiu(me deixando aflito)

-Não-recusei novamente-Eu estou bem...só um pouco ansioso pra essa consulta-confessei.

-Que pena!-ela lamentou-A Drta Stelar nunca costuma se atrasar...ela sempre é tão pontual... totalmente dedicada com seus pacientes...e com seu trabalho...na certa algo muito sério deve ter acontecido pra ocasionar seu atraso hoje.

-Eu que o diga!-respirei fundo,e fiquei cabisbaixo. 

-Estarei na recepção se precisar de alguma coisa,Sr Min-ela falou e logo depois saiu.

Eu sabia que estava sendo bom demais pra ser verdade,que tudo estava indo bem,com certeza era praga dele(J-hope)ou só o destino querendo nos afastar de novo.

Olhei no relógio e já eram 9:30(ela estava meia hora atrasada...algo que nunca aconteceu nesse tempo que fiquei lhe observando por semanas...e fui começando a pensar que ela não apareceria por ali justo naquele dia...pro meu desapontamento)Mas antes que o desespero tomasse conta de mim...eis que ela surgiu na recepção passando direto pela sala de espera sem me notar assentado por ali(A vi conversando com a recepcionista,mas não consegui ouvir do que se tratava a conversa.Depois ela seguiu até um extenso corredor permitido somente para pessoas autorizadas e sumiu da minha vista)

-Sr Min!-me chamou a recepcionista-Pode me acompanhar,por favor !-ela me pediu,se retirando de seu posto-A Drta Stelar logo irá atendê-lo...e me pediu pra que o deixasse em seu consultório enquanto se prepara para recebê-lo...e desde já me pediu pra se desculpar com senhor por seu atraso...parece que ela foi assaltada no meio do caminho de casa até a estação do metrô. 

-Sério?-fiquei apavorado-Mais ela está mesmo bem?Se feriu?

-Está tudo bem...não se preocupe!-ela me tranquilizou-Nada lhe aconteceu de tão grave...apenas teve que ir até a delegacia pra  fazer um boletim de ocorrência.

-Menos mal-respirei aliviado.

-Me acompanhe!-ela falou,me guiando até  o consultório dela-Pode ficar à vontade!-ela me pediu,assim que entramos na sala-Ela logo irá atendê-lo. 

-Obrigado!-eu agradeci,quando ela me deu as costas e me deixou ali sozinho.

Eu fiquei olhando pra cada cantinho daquele lugar minuciosamente ,toda parte dali tinha a cara dela e o seu cheiro(algo que quase não me recordava mais)Após avaliar todo o cômodo,eu me assentei no famoso divã (lugar onde os psicólogos costumam receber seus pacientes)e tentei ficar calmo(algo inútil...porque só de estar ali...eu jamais conseguiria tal feito)

Cerca de segundos depois ela entrou pela porta(Estava tão distraída,voada,e distante que nem sequer me olhou.Ela apenas se assentou em sua mesa toda arrumada de costas pra mim,deixou sua bolsa pendurada na cadeira,sua agenda sobre à mesa e enquanto pegava um formulário na primeira gaveta perto da janela, iniciou uma conversa comigo(sem fazer ideia com quem estava conversando naquele momento)

-Pois bem,Sr Min!-ela falou,num tom bastante profissional-Em primeiro lugar espero que me desculpe pelo meu atraso...isso não costuma acontecer frequentemente...prometo que irei lhe cobrar bem menos pelo valor dessa consulta...pra recompensá-lo por possíveis danos-pausou,anotando algo no formulário-E então?Como posso ajudá-lo?Eu estou aqui ao seu dispor...me conte detalhadamente em que posso lhe ser útil nesse momento...O que te aflige?

-Bem!-pausei,engolindo em seco,olhando fixamente pra ela naquele momento e me segurando(porque minhas pernas não paravam de tremer)-Minha noiva me deixou quatro anos atrás...e eu ainda não consegui superar isso...e a última coisa que ela me disse quando nos falamos...que era pra eu me cuidar...procurar por ajuda especializada...e aqui estou.

Ela ergueu seu olhar na direção do meu,encontrando meus olhos a olhando de volta perdidamente.E sua primeira impressão ao me ver e se dar conta de que eu era o Sr Min... foi assustadora...algo difícil de se explicar com palavras.

-Pode me ajudar,Drta Stelar?-eu lhe pedi,com um sorriso no rosto-Fiquei sabendo que é boa nisso...e em tudo o que faz por seus pacientes...espero estar certo disso.

Continua...




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...