História I need U - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jinyoung, Mark, Youngjae, Yugyeom
Tags 2jae, Eles Dormem Na Mesma Cama, Eu Tive Que Plotar Isso
Visualizações 173
Palavras 689
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drabble, Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Slash, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


oi voltei

Capítulo 26 - 21


Fanfic / Fanfiction I need U - Capítulo 26 - 21

A história recomeça com Youngjae dormindo.

Ele tinha sim acordado, ainda que parcialmente. Aparentava estar aéreo, mas estava finalmente consciente, depois de anos. Jaebum não sabia como reagir, até porque foi orientado a não falar nada demais. Por que? Porque Youngjae estava com amnésia.

Ele acordou perguntando se tinha desmaiado no ensaio para o concerto de Fly, em Seul. Foi a explicação que encontrou para estar no hospital. Por isso, os médicos disseram que seria necessário esperar que ele mesmo recuperasse a memória sozinho, aos poucos, pois os danos poderiam ser terríveis se ele fosse forçado.

Depois de fazer alguns exames, Youngjae ficou exausto e dormiu. Foi quando finalmente Jaebum pode ter uma reação. Ele chorou, muito, até ficar rouco. Ligou para Jinyoung e pediu que ele desse a notícia aos outros – não conseguiria repetir a história mais de uma vez.

Sem ter mais o que fazer, ele esperou Youngjae acordar outra vez.

– Hyung? Onde eu estou? O que aconteceu? – a voz sonolenta e grogue despertou Jaebum, que não percebeu que tinha cochilado.

Ele respirou fundo antes de responder, tentando exercitar o que os médicos tinham lhe dito.

– Do que você se lembra, querido? Quer dizer, Youngjae – e começou mal, pois quando pensava em responder a ele, amor, querido, meu bem… Eram as únicas palavras que ele pensava.

– Eu… me lembro de te beijar, no estúdio – Youngjae levou a mão aos lábios, lentamente, pois ainda estava com os músculos fracos – Foi tão bom assim que desmaiei? – ele sorriu e teria gargalhando, ao seu estilo, mas estava um pouco fraco.

– Foi bom mesmo, não é? – Jaebum se sentiu, bem, não tem outro termo, soft.

Ele se lembrava daquele primeiro beijo todos os dias e passou todo aquele tempo desejando ter outro primeiro beijo com Youngjae, quando ele finalmente saísse do coma.

– Foi real então? Achei que tivesse apenas sonhado… – Youngjae corou, estava tão pálido que ficou totalmente evidente seu nervosismo.

Jaebum se aproximou e segurou a mão livre do acesso do soro. Beijou as falanges arroxeadas por alguns segundos.

– Hyung… – a voz do Youngjae era chorosa – Eu estou confuso… Eu estou me lembrando de outras coisas… o que aconteceu comigo?

Jaebum sentiu seu peito apertar e a respiração queimar em seus pulmões. Seria tão doloroso para ele se recuperar, ele queria chorar, mas mais do que nunca deveria ser exemplo de resiliência.

– Está tudo bem, Jae. Estou aqui com você e vamos superar tudo juntos – Jaebum apertou a mão contra seu rosto e recebeu um pequeno sorriso.

A história continua depois da recuperação de Youngjae. Ele estava na última sessão da fisioterapia e pediu que Jaebum não fosse. Talvez porque tinha medo de não ser liberado, talvez por vergonha de Jaebum ficar dizendo palavras positivas, junto de sua irmã e mãe.

Por isso, Jaebum ficou na casa dos Choi, terminando de arrumar as malas. Os dois iriam pra Seul, comemorar o fim do tratamento e também para visitar os amigos. Todos do got7 estavam no antigo dormitório, para passar uns dias relembrando as coisas boas que viveram juntos. Seria bom para a recuperação emocional de Youngjae, que pra falar a verdade já estava enjoado de Mokpo.

Quando Youngjae chegou, Jaebum estava de quatro no chão, procurando seus tênis embaixo da cama.

– Que bela raba, hm? É assim que você fica quando não estou por perto, hyung?

Jaebum levantou de uma vez e bateu a cabeça na madeira da cama. Xingou baixinho e foi abençoado com a gargalhada de Youngjae. Anos sem escutá-la, tantos anos... Ele achava que nunca mais Youngjae iria rir com tanto gosto.

Ele quis chorar, algumas lágrimas até caíram, mas Youngjae continuou rindo e Jaebum foi contagiado. Os dois se deitaram no chão, rolaram, sem fôlego, rindo até a barriga doer.

Eles pararam quando ficaram tão pertinho um do outro que Youngjae podia tocar com o nariz as pintinhas do olho de Jaebum.

– Hyung, eu sei que você disse que tínhamos que ir devagar, mas…

– Mas?

– Mas eu quero muito te beijar agora.

Jaebum respirava com dificuldades. Estava cada vez, mais difícil esquivar do charme do Sunshine.

E se eles dessem apenas um beijinho? Seria tão ruim?

Este capítulo termina com os dois fechando os olhos, se aproximando como um ímã ...


Notas Finais


esse atualização veio por causa da @ ahgaseprotect no Twitter e as menines que deram amor na divulgação dela (yay obrigada por não darem hate, apesar de não terem gostado do final e tal)
(also, feliz aniversário again, rs)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...