História I need U - Capítulo 27


Escrita por:

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jinyoung, Mark, Youngjae, Yugyeom
Tags 2jae, Eles Dormem Na Mesma Cama, Eu Tive Que Plotar Isso
Visualizações 224
Palavras 487
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drabble, Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Slash, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


agora vcs me aguentem atualizando e cheia de clichês viu? rs

Capítulo 27 - 22


Fanfic / Fanfiction I need U - Capítulo 27 - 22

Esse capítulo começa com algo que nunca, em nenhuma hipótese, deve ser interrompido: um beijo 2jae.

Afinal de contas, é um crime inafiançável, não é mesmo? Depois de tantos anos, esses dois precisam se beijar. Mas Jaebum prometeu ir devagar, ele precisava, Youngjae ainda estava em recuperação e...

...E tão fodidamente perto, mas tão perto, que Jaebum não conseguia olhar para seu rosto como um todo. Aos seus olhos, os lábios cheinhos saltavam, extremamente convidativos. As narinas tão características dele e que sempre deixariam Jaebum um poço de softness

Ele decidiu subir seu olhar, para avaliar o perigo, decidir se seria tão ruim assim roubar um beijo. Talvez Youngjae nem estivesse pensando nisso, apenas rindo da cena cômica em que eles estavam, talvez...

Talvez nada. Youngjae estava com os olhos semicerrados, corado, respirando como se todo o ar do mundo não fosse suficiente, e ainda tão fodidamente perto...

– Hyung – o tratamento não soou nada formal, pelo contrário. Foi como se Youngjae estivesse implorando, chamando Jaebum para si. Para seus lábios. Para tudo mais que viesse.

– Não podemos, Youngjae. Você... – o coração de Jaebum se apertava por ser aquele que teria que dizer não. Sempre seria o líder, a voz do bom senso gritava em sua cabeça.

Ora bolas, manda essa cretina se calar, cara!

– Eu sinto tanto a sua falta – Youngjae disse, em uma confissão tímida – Sei que nos vemos todos os dias, mas não é a mesma coisa. Algo está faltando, eu sei que está...

O hálito quente e o cheiro de sol e mar eram inebriantes. Aos poucos, Jabeum também ficou ofegante e vermelho. A iminência de um beijo era terrível para seus neurônios. E Youngjae não estava disposto a ajudar.

– Sinto que vivemos tanta coisa juntos, sabe? Mas eu não me lembro da sensação, é tão confuso... – Youngjae friccionou a testa na do outro e fechou os olhos, tentando abstrair de todo o trauma.

Ele colocou a mão no pescoço de Jabeum e ficou parado, esperando. Um mínimo movimento, um aceno de cabeça, um suspiro mais alto que os anteriores, o que fosse. O sinal para eles voltarem ao passado.

Jaebum, que ainda travava a mais clichês das lutas internas, finalmente se deixou vencer. Ele apoiou a mão na maçã do rosto do outro e os dois se beijaram.

Um beijo digno de toda a saudade que eles sentiam, de todo os anseios de vencer qualquer sentimento ruim, dos anos de vida roubados do Sunshine, do amor intrínseco aos dois.

Todas as trocas de olhares mal disfarçadas, os vídeos que estavam na internet e os que nunca estariam, as músicas que gravaram juntos, as danças, os ensaios...

Tudo fluia de um para o outro, enquanto eles trocavam carinhos, bem ali no chão do quarto do Youngjae. A madeira era dura contra seus músculos, mas eles definitivamente não estavam se importando.

Um beijo digno de um final de capítulo, sem nenhum recomeço típico no meio. Apenas dois homens, vítimas do amor, revivendo o sentimento com beijinhos.



 


 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...