1. Spirit Fanfics >
  2. I need u (Yoonmin) >
  3. Que médico era aquele?

História I need u (Yoonmin) - Capítulo 18


Escrita por:


Notas do Autor


Aqui estou eu novamente com mais um cap de i need u ✨💜

Boa leitura 📚

Capítulo 18 - Que médico era aquele?


Fanfic / Fanfiction I need u (Yoonmin) - Capítulo 18 - Que médico era aquele?

- Espera um pouco. - Eu vou até a minha cozinha e pego umas bebidas. - Voltei. Nada melhor que uma bebida para quando se está na merda, não é mesmo?


- Sim. Manda uma aí. - Coloco a bebida em um copo e o entrego, fazendo o mesmo para mim.


Taehyung já virava vários copos de bebidas. Ele podia estar tudo naquele momento, menos sóbrio. Eu já estava ficando preocupado.


- Tae, não acha melhor parar um pouco? Você vai passar mal se continuar bebendo desse jeito.


- Eu estou bem, não vou passar mal. - Ele falava embolando as palavras.


- Você tem certeza?


- Certeza de que minha vida 'tá uma bosta? Tenho - Ele ri.


- Não foi isso que eu quis pergun... - Desisto de dizer qualquer outra coisa. Para que? Não ia adiantar.


- Eu cansei, Jimin. Eu só queria ser amado, sabia? - Ele deita sobre o meu colo. - Mas se o Jungkook não me amar, eu não quero. Eu quero que ele me ame.


- Taehy, - Pego a bebida de sua mão, a afastando do mesmo. - Você não quer ir deitar? Eu arrumo a cama para você.


- Jimin, me diz porque o Jungkook não me ama! Eu sou muito trouxa, é isso? Ou eu sou feio e chato?


- Você, feio? Ah, cala a boca que tu é gostoso para um caralho!


- Então você quer ficar comigo?


- Você é gostoso sim, mas o meu coração já tem dono, baby.


- Então eu sou mesmo feio. Ninguém me quer e ninguém vai me querer, e quer saber? Eu não quero também.


Bipolaridade? Nunca nem vi.


- E pode sair daqui, eu sou feio, você não quer ficar com um feio. - Taehyung continuava.


- Cara, eu já te falei que você é gostoso para um caralho e não tente me contrariar! Para de se chamar de feio, se não eu acabo com a tua raça é agora. Agora vamos lá para dentro, vem.


- Eu não vou. - Ele faz um bico com seus lábios, cruzando seus braços.


- Vamos. - Eu o pego no colo.


- Para onde? - Ele tinha uma feição confusa em seu rosto.


- Para o quarto. - Eu continuo andando.


- Para o quarto? - Agora, sua feição era maliciosa.


- É, nós vamos para o quarto para você dormir. - Não obtenho resposta após isso.


Finamente, depois de tanto esforço eu cheguei até o meu quarto. Taehyung já tinha dormido no caminho, então só foi arrumar a cama para o mesmo deitar.


Eu fui até a sala novamente e comecei a ver algumas coisas aleatórias em meu celular. Eu não conseguia dormir, até me perguntei se eu não deveria beber igual o Taehyung para conseguir dormir, mas desisti só de pensar na ressaca que eu teria no dia seguinte. Até que eu me lembrei que eu avia deixado o Yoongi me esperando no hospital e não fui o visitar. E agora? Será que ele ficou bravo comigo? Será que ele pensa que eu não vou mais o visitar? Não! Eu vou visitar ele quando amanhecer.

Eu realmente me esqueci de ir, eu estou me sentindo culpado agora...




Yoongi


- Licença. - Eu escuto barulhos de alguém batendo na porta. - Eu vim dar notícias pessoalmente. - Era o médico Seokjin.


- É sobre os exames?


- Sim, e pude ver que você teve uma melhora absurda perto da semana passada. Realmente os remédios estão tendo ótimos efeitos para o seu organismo! - Ele observava alguns papéis.


Quer dizer que eu estou melhorando? Eu não vejo a hora de sumir desse hospital! Eu nem estou acreditando!


- Isso quer dizer que eu tenho chances de receber alta?


- Se nos próximos dias o seu organismo continuar correspondendo bem com os remédios como está agora, as chances de alta são grandes! Mas ainda deve demorar um pouco.


Eu estou muito feliz, sério! eu não recebo noticias boas assim a muito tempo, na verdade, eu nem sei a quanto tempo.

Eu só estou preocupado com o Jimin, ele disse que viria faz um tempo. Eu o entendo e sei que sua vida é bem corrida, mas alguma coisa me diz que eu deveria me preocupar, eu não sei o porque exatamente. Não quero parecer um grudento ou possessivo, então não pergunto aonde ele está e eu também acho que a Sana não deve saber. Jimin tem a sua vida também.

Mas eu ainda não posso acreditar! Semanas atrás, as madrugadas eram as piores para mim, eram quando os sintomas voltavam mais fortes que nunca, mas agora, eu de repente estou tão bem. Como isso é possível?


- Bom, a enfermeira Sana a essa hora já deve estar vindo até aqui. Parabéns Yoongi! - Seokjin se retira da sala.


Não muito tempo depois, Sana entrou como o médico avia dito, mas dessa vez, a mesma não se encontrava com o seu sorriso doce de sempre no rosto.


- Parabéns Yoongi! Soube que teve melhoras. - Ela forçava um sorriso em seu rosto.


- Ah, obrigada. É... Você... está bem? - Eu digo depois de um tempo em que eu me perguntava se eu realmente deveria dizer aquilo.


- Estou sim, obrigada por perguntar. - A mesma vinha com remédios e um copo de água em suas mãos, depois me entregando e eu os tomo.


- Nós somos amigos, não somos? Você pode me contar quando não estiver bem também. Eu mesmo já tive vários surtos na sua frente. - Eu dou uma leve risada sem humor.


- É só alguns problemas em casa, querido. Você não precisa se preocupar.


- Se você diz. - dou de ombros. - Se precisar desabafar eu estou aqui. Tenho ótimos conselhos.


- Fico feliz que se preocupa comigo. - Ela sorri. - Mas realmente não é necessário agora.



Sana já fez tantas coisas por mim, eu queria poder fazer algo para poder ajuda-la também. Mas se ela não se sente confortável para contar, eu entendo. Eu espero que ela consiga resolver isso, porque eu já estou aqui a muito tempo e a conheço, sei quando não está bem.




Jimin


Dom, 22 de novembro



Eu acabei passando a noite em claro usando o celular e nem percebi quando tinha amanhecido, só percebi quando ouvi o barulho vindo da porta de meu quarto. Taehyung saía com seus cabelos bagunçados, olhos inchados e uma expressão de dor. Quando fui ver o horário no visor de meu celular, já marcava 10 horas da manhã. Eu não avia percebido pois todas as janelas de minha casa estavam fechadas.


- Caramba, que ressaca. - Ele tinha uma de suas mãos sobre sua testa enquanto passava direto sobre mim, indo até a cozinha.


- Bom dia, né?


- Você não fez o café? Eu estou com fome.


- Eu nem tinha percebido que já era de manhã.


- Você não dormiu?


- Não consegui, e se você quer o café, se vira, oxe!


- Por favor, Jimin. - Ele olhava com a famosa cara de cachorro sem dono. - Eu não sei fazer café. Eu estou morrendo de fome! - Taehyung juntava as palmas de suas mãos, como se estivesse rezando/orando.


- Aff, assim não vale! Até fiquei com pena de você desse jeito. Tá bom, tá bom, eu faço o café. Quem sabe assim você para de me atormentar.


- Eeeee! - Um sorriso quadrado abre em seu rosto.


Me levantei do sofá e fui até a cozinha preparar o café. Taehyung até tentou me ajudar algumas vezes mas vamos combinar que eu fui quem fiz a maioria das coisas, né? O café já estava pronto e nós já estavamos na cozinha nos deliciando dele, até que eu resolvo dizer, mas logo me arrependendo.


- Eu tenho que visitar o Yoongi hoje.


- Eu posso ir junto? Ah, o Namjoon disse que também quer o visitar! Nós podemos ir? Por favoor! - Ele tinha novamente a sua carinha de cachorro sem dono.


Parece que hoje ele tirou o dia para me deixar com dó.


- Tá, vocês podem ir junto comigo. - Não, não podem ir! Não que eu não queira que eles não vejam o Yoongi, não é isso! É que eu sei que o Yoongi não gosta nada de muitas visitas e eu tinha assuntos importantes para tratar a sós com ele... Mas quem sabe outro dia.


- Você me empresta uma roupa para eu ir? Eu prometo que dessa vez eu te devolvo!


- Eu sei que você não vai devolver, mas pode pegar lá.


- Obrigado! Jimin, você é o melhor amigo que alguém poderia ter. - Ele se retira saltitante e vai novamente até o meu quarto.


Depois de um século se arrumando, Taehyung vai até a sala de minha casa, já pronto.


- Provou todas as minhas roupas, foi?


- Eu tive que achar a melhor, não é fácil.


- Eu só espero que você tenha arrumado tudo depois.


- Eu arrumei, não sou tão péssimo amigo assim. - Fui até o meu quarto.


Dessa vez eu me arrumei o mais rápido possível, eu estava muito ansioso. Já faz um tempo que eu não o vejo e eu não queria ter o deixado me esperando.


- Eu já mandei mensagem para o Namjoon e ele já está indo também. - Taehyung diz enquanto saímos de minha casa.


Demorou um pouco até chegar pois o hospital era um pouco longe da minha casa e pelo visto não era tão longe do Namjoon, porque quando chegamos lá, ele já estava nos esperando.


- Oi Taehyung, oi Jimin. O médico que está cuidando do Yoongi pediu para avisar que nós temos que esperar um pouco, daqui um tempinho as visitas são liberadas. E aliás, que médico era aquele? Você sabe o nome dele? Jimin.


- Ih, já está de olho no medico do Yoongi! - Taehyung ri.


- Pelo que eu me lembre, o nome dele é Seokjin.


- É agora que eu desencalho!


- Cuidado para não se iludir, Namjoon.


- Eu não vou me iludir e não vem com os seus estraga prazeres!


- Prazer e só na cama, bebê.

Eu tenho dois loucos do meu lado, cheguei a essa conclusão.



- Vocês são as pessoas que querem visitar o paciente Yoongi? - Namjoon começa o fitar.


Notas Finais


Ih Namjoon 😂😂😂


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...