1. Spirit Fanfics >
  2. I Need You - Haleb >
  3. Disappeared

História I Need You - Haleb - Capítulo 6


Escrita por:


Capítulo 6 - Disappeared


Fanfic / Fanfiction I Need You - Haleb - Capítulo 6 - Disappeared

Tradução do Capítulo: Desaparecido. 


- Você ainda vai comer isso ? - A voz de Ária entra em minha mente, e eu acabo confirmando com a cabeça. Na mesa em minha frente, está todos os amigos de Caleb, menos ele. Isso já está acontecendo tem 2 dias, os amigos deles estão todos os dias reunidos no mesmo lugar, menos Caleb Rivers. Penso se devo ou não perguntar sobre ele, mais achei melhor deixar isso quieto. Mais já vai fazer 3 dias que ele não aparece na escola e nem na nossa rua. Spencer é a maus próxima dele por ambos moram aqui a mais tempo, e ela é minha amiga. Então quando todas as outra se levantam para pegar a próxima aula, fico por último para ter mais tempo com a morena.


- Você acha que aconteceu alguma coisa grave com o Caleb ? Ele não aparece tem quase 3 dias. - Eu comento com Spencer, na tentativa que ela fale alguma novidade sobre ter visto ele em algum lugar ou ter falado com ele. Mais ela só me olha e se senta em minha frente, suspirando devagar.


- O Caleb tem esses momentos, Hanna. Ele as vezes some e depois ele volta. - Ela diz como se apenas isso bastasse, mais estou curiosa e muito preocupada.


- Como assim ? Não entendi, ele tem algum tipo de doença? - Falo a primeira coisa que vem em minha mente e Spencer começa a sorrir.


- Talvez. - Ela recupera o fôlego. - Conheço o Caleb há muito tempo, sei como é difícil para ele crescer sem um pai. Ele teve momentos sombrios, por isso não culpo o namoro dele com Lydia. Querendo ou não aquela vadia ajudou ele quando ele estava na pior, mas mesmo assim ela não deixa de ser uma vadia. - Nós duas sorrimos, pelo menos nisso concordamos.


- Meu pai traiu minha mãe, e quando eu tinha 10 anos ela descobriu. Ele saiu de casa e agora estão enfrentando o divórcio. - Suspiro.


- Eu sinto muito, Hanna. Porém , você conheceu seu pai e sabe que ele lhe ama. Você não foi abandonado por um pai, que nem sequer conhece você. - Spencer fala e somos assustada com o sinal, avisando que já estava na nossa última aula.


De volta para casa, vejo um carro parado na casa dos Rivers. Eu estacionou meu carro na garagem e saiu para ver se tenho notícias de Caleb e então o moreno sai do carro, ele caminha até a entrada e logo depois sai uma mulher e um homem. Eles ficam ao lado de Caleb que não olha para eles, está olhando fixo para algum lugar. Sua mãe abre a porta da casa, e eu não consigo entender oque eles dizem mas sinto que não é algo bom, quando vejo a Senhora Rivers apontar o dedo para o homem que aparenta ter seus trinta e poucos anos, evitando os quarenta. Nao sei quanto trmpo fico ali parada, e então os olhos de Caleb vão direto aos meus. Eu tento dar um pequeno sorriso mas ele me ignora voltando a olhar para o nada, então entro em casa. O tempo passa devagar, estou em meu quarto e com a dúvida de quem seria aquelas pessoas e por que Caleb não estava indo na escola. Escuto a campainha  tocar, mais estou com muita preguiça de ir lá embaixo atender. Sei que minha atende pois escuto a porta se abrir, e então duas batidas na porta de meu quarto. Me levanto e abro a porta, dando de cara com o Caleb.


- Olá, Hanna. Vi que anda me espionando, você é péssima. - Ele fala e simplesmente passa por mim , invadindo meu quarto. Eu demoro um pouco para raciocinar o que está acontecendo, então eu me viro e ele está mexendo em meus cadernos. Eu largo a porta aberta e bato em suas mãos fazendo ele fechar meus cadernos.


- Somos vizinhos, não estava espionando você. - Eu minto, ele me encara e sorrir. Um sorriso tão perfeito, que me vejo igual uma boba olhando ele. Ele passa por mim e sinto todo o meu corpo tremer com a possível ideia dele ter sentido minha falta e por isso estar aqui, sentiu a minha e não de seus amigos e de Lydia.


- Eu já vigiei alguém antes e sei como é, aliás você é uma péssima mentirosa. - Ele se vira próximo ao meu closet. - O que você anda querendo saber sobre mim ? - Puta Merda. Essa pergunta me faz querer questionar porque tanto interesse nele, não íamos tentar ser amigos? Quer dizer, não era para eu estar tentando?


- Eu só estava curiosa, você sumiu da escola. Pensei que tinha sofrido um acidente ou sido abduzido por algum alienígena. - Ele não demonstra nenhuma feição, apenas me encara. O ar fica quase impossível de respirar ali dentro, ele passa a mão em seus cabelos lisos.


- Estava fora da cidade, Hanna. Viu como as coisas se resolvem tão fácil. Você só tinha que ter perguntado para mim, não é tão complicado assim. - Ele fala sério. Ele está zangado? Não sei dizer.


- Você é muito complicado. - As palavras saem de minha boca, tão rápido que fico surpresa. E ele nota minha surpresa e sorrir de novo, ele começa a caminhar em minha direção e meu coração dispara. E eu tento aparecer normal, quando ele chegar perto de mim, ele desvia o caminho indo até a janela. O que tem de errado comigo?


- Meu quarto é bem pequeno daqui, não gostei da sua vista. - Ele comenta e eu me viro para poder analisar também, nunca tinha prestando atenção nisso. O silêncio dura por mais cinco minutos.


- O que está fazendo aqui, Caleb ? Minha casa e em meu quarto ? - Ele se vira me olhando de cima para baixo.


- É contra lei visitar uma vizinha que por sinal estava preocupada comigo? Além do mais você me deixou entrar, eu não pedi nenhuma vez. - Ele responde, tão prepotente que eu tenho vontade de arrancar esse seu sorriso do rosto.


- Você se acha muito. - Digo a primeira coisa que aparece em minha cabeça e ele sorrir, ele caminha em minha direção de novo e dessa vez eu sei que ele não vai desviar. Eu dou 2 passos para trás, batendo minhas costas na parede, ele continua andando. Então ele para bem na minha frente, poucos centímetros de mim.


- Eu sei que você sentiu a minha falta. - Ele sussurra para mim , meus olhos vão direto para sua boca. Ele vai me beijar ? Eu não impediria se ele fizesse isso.


- Não sentir não. - Eu minto


- Mentirosa. - Ele responde.


- Senhor Rivers?! - A voz de minha mãe aparece no corredor e ele se afasta devagar de mim se virando, e eu ainda estou sem palavras. - Nos acompanha no jantar ? - Minha mãe aparece na porta do quarto, e eu faço que não com a cabeça.


- Se não tiver problemas, seria uma prazer Sra. Martin. Mais me chame apenas de Caleb, por favor. - Ele fala, todo educado. Coisa que ele não é,  de maneira alguma.


- O prazer seria nosso, Hanna vem me ajudar a colocar a mesa. Estou fazendo o prato preferido dela. - Minha mãe acaba nos levando para a cozinha e não só apenas ele como eu acabamos ajudando ela a por a mesa, assim que ela sai para pegar o vinho branco eu me viro batendo nele com o pano de prato.


- O que você está fazendo ? - Eu sussurro para ela não ouvir.


- Colocando a mesa e você? - Ele é totalmente irritante e eu ameaçou bater nele de novo, mais dessa vez ele segura o meu braço e me puxa para ele. Juntando meu corpo no dele, estou perto demais.


- Caleb ... - Eu aviso e ele sorrir, pegando o pano da minha mão e me solta.


- Se comporte ou sua mãe vai ficar sabendo que a filha dela curte espionagem, isso não vai ser legal. Aproveite a noite. - Ele se afasta ajudando minha mãe com o vinho. Ridículo. 





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...