História I Need You - Capítulo 50


Escrita por:

Postado
Categorias Agust D / Suga, Bangtan Boys (BTS), Big Bang, Got7, HyunA
Personagens Jackson, Min Yoongi (Suga)
Tags Comedia, Romance, Suga, Yoongi
Visualizações 70
Palavras 1.185
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção Adolescente, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Só dizendo, que esse capítulo eu escrevi o "hot" numa fila cheio de gente, então me perdoem se saiu horrível, mais as coisas estavam feia ksksksks escrever esse tipo de coisa na multidão é só prós loucos ksksk

Capítulo 50 - Sumisso!!


                                       Min Yoongi

— o que você está dizendo é muito grave você sabe disso né? — pela milionésima vez Namjoon pergunta se é verdade.

— Kim Namjoon ele não faria uma reunião no meio da noite, assim atoa, então para de ficar perguntando se é verdade, pois essa criatura agorinha vai pular no seu pescoço, e eu não vou te ajudar, por que eu vou ajudar ele a te calar. — suspiro, pois realmente estou quase pulando no Namjoon.

— um bom detetive, faz várias perguntas com um único objetivo… saber se a pessoa entrevistada está mentindo. Eu sei que o Suga não mentiria, mais é um jeito de forçar o cérebro dele, pra tentar achar detalhes que ele deixou escapar. — Namjoon me olhou e ouvi seu suspiro. — acho que por hoje vamos dormir, pois estamos todos cansados, amanhã quando estivermos descansados veremos o que vamos fazer, enquanto isso não fale nada pra s/n, pois você conhece muito bem a peça. — concordamos com o Kim mais velho, suspirando de alívio.

— vai pra casa e amanhã por volta das duas da tarde, nos encontre no nosso lugar, tome cuidado, está a noite, as estradas são perigosas, estando de dia ou de noite. — concordo me despedindo dos meus amigos, indo pro carro, pois se eu dormir aqui a s/n vai acordar preocupada, pois não avisei a mesma.

[…]

— bom dia meu amor… dormiu bem? — tiro meus olhos do celular, e olho pra s/n.

— dormi sim, e você? Por que está de pé tão cedo? Hoje não é seu dia de folga? — a mesma vai até a cafeteira e pega um pouco de café ficando entre o meio das minhas pernas.

— dormi bem, estou de pé tão cedo, por que prometi a Hyuna que hoje passaríamos com a Jisoo, e se eu desmarcar dessa vez, ela vai me decapitar. — solto o celular, e coloco minhas mãos na sua cintura, fazendo movimentos circulares com as mãos. Vejo a mesma se arrupiando e logo ela solta um gemido, tampando a boca logo em seguida.

— parece que temos que resolver um problema aqui. — aperto mais sua cintura fazendo a mesma gemer novamente.

— agora não Yoongi. Faz tempo que a gente não transa, e está de abstinência é horrível, logo logo a Hyuna vai chegar, não quero ter que parar, se eu começar não vou parar. — deveria ter parado, mais o que eu fiz foi totalmente o contrário.

Levantei uma das mãos pelo seu pijama e desci sua calcinha, enquanto a outra mão continuava fazendo movimentos circulares.

— você não vai fazer isso. Você não teria coragem. — olhei pra mesma e sem pensar duas vezes me coloquei em pé e com o susto a s/n acabou se encostando no balcão. Dei meu melhor sorriso pra mesma e ela me olhou confusa, apenas virei a mesma de costas.

— o que você está fazendo yoongi? — ainda bem que a mesma estava de pijama, assim não dificultaria o que eu tinha em mente.

— desculpa querida, mais eu não aguento mais. Empina essa bundinha pra mim. — a mesma me olhou e não fez o que eu havia ordenado. — saiba que terá punição. — sem pensar duas vezes, dei um tapa estralado nabsua bunda, a mesma acabou gemendo.

— v-v-voce tá maluco? O que te deu hoje? — dei mais um tapa, e me encostei na suas costas, comecei a beijar sua nuca, vendo seus pelos arrupiarem com a presença da minha boca perto da sua orelha.

— queria te punir, mais como vamos ter visita daqui a pouco, terei que ser rápido. Não pense que isso vai ficar por isso mesmo. — terminei de puxar sua calcinha e com uma das mãos abri o zipper da minha calça tirando meu membro já duro com a visão. — sem ficar enrolando por que o tempo é curto enfiei com tudo, ouvindo como música os nossos gemidos.

— você vai me… MATAR. — Acertei com tudo seu ponto, fazendo a mesma gritar. Dava pra ver que ela estava mesmo sem fazer sexo a bastante tempo, pois ja dava pra sentir suas paredes se apertando no meu membro. Eu nao ficava pra trás não.

— só mais um pouco… — uma, duas, quinze estocadas e nós dois chegamos ao orgasmos juntos, mal tendo tempo pra descansar a campainha toca. — pode deixar que eu atendo. — retirei meu membro, e fui atender a porta mesmo estando desconfortável por conta de não ter me limpado.

— achei que não iam atender essa porta mais não. — Hyuna entrou parecendo um furacão, e por ainda estar normalizando a respiração a mesma ficou alternando os olhares. — ECAAAAAA… PUTA QUE PARIU, VÃO TOMAR BANHO VOCÊS DOIS, EU NÃO MEREÇO ISSO NÃO. Não dava pra fazer isso outra hora não? Tinha que ser justo comigo chegando aqui? — peguei a s/n no colo e carreguei a mesma pro banheiro, logo voltando pra sala.

— pode olhar a Jisoo enquanto a gente toma banho? Ah, antes que eu me esqueça, cuidado aonde você senta. — a mesma jogou uma das almofadas em minha direção, a tempo consegui fugir rindo da cara de nojo da Hyuna.

— você é mal Yoongi. — parei na porta do banheiro e fiquei observando a s/n tirar o restante da roupa enquanto ela falava. — eu disse que ela tava chegando. Mais apesar de tudo, eu gostei. — caminhei até na mesma e beijei sua testa, carinhosamente.

— que bom que você gostou, por que vamos repetir. — não olhei pra trás pra saber da reação da mesma, apenas entrei no banheiro logo sendo seguido pela s/n.

— amei essa ideia.

[…]

— agora pode contar tudo que você lembra, já parou pra pensar quem está fazendo essas ameaças? Deveríamos falar pra polícia. — Hoseok disse já pegando o celular, mais jungkook foi mais rápido tirando o aparelho de sua mão e falando.

— se a gente falar pra polícia, eles vão saber, por isso tem que ser alguém que eles nunca achariam que iriam fazer isso. Alguém que seja discreto. — ficamos pensando no que o Jungkook disse até que o Jin falou.

— Jungkook tem razão, e por isso acho que quem tem que ir na delegacia é o Namjoon, ele sabe como conversar com todos, e é discreto, ninguém iria pensar que foi ele. — olhamos um prós outros e eu falei.

— você topa fazer isso Nam?! Por que se você não topar fazer isso, vamos achar outra ideia. — Namjoon ficou balançando sua xícara de café e disse;

— eu sou o mais qualificadobpra esse serviço, e pela segurança de vocês três irei falar com meu tio, ele vai saber lidar com essa situação sem chamar muita atenção. — Enquanto Nam ligava pro seu tio, meu celular começou a tocar, assim que eu vim quem era atendi rapidamente.

— YOONGI, A JISOO SUMIU, JA PROCUREI PRA TODO OS LADOS. N-n-nao s-s-sei m-m-mais o que fazer, nossa filhinha...

— s/n… s/n pelo amor de Deus me responde. — já ia gritar, como assim a Jisoo sumiu?

— alô?! Yoongi é a Hyuna, a s/n desmaiou, corre pra cá, eu não sei o que fazer.


Notas Finais


😘♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...