História I Need You Boy - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), TWICE
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, Tzuyu, V
Tags Friend, Jungkook, Love
Visualizações 63
Palavras 1.586
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


AAAAAAAA

Oi! Oi! Oi! Oi! OEEEEEEEEEE

Meu Deus, tô animada sério, apesar de nem ter parado quieta hoje praticamente, estou animada! aaaaaaaaa

'Por quê Wow?'
Sinceramente? não sei, acho que não devemos ter um real motivo para ficar demasiadamente feliz, eu apenas fico, aaaaa.

Mas isso não vem ao caso, shdsh.

Então, tudo bem com vocês?
Espero que não me matem, uh? Deixarei vocês curiosas /risada maléfica.

Sim, um cap pequeno sim porque aaaaa eu tenho tantos trabalhos pra fazer, mds! último semestre, devemos pegar firme não é? Estou revoltada com isso mas ok. Não os prometo, mas talvez segunda saia cap novo, tá?

Ah, vocês são incríveis! sério, eu amo muito vocês e admiro bastante por ainda continuarem comigo mesmo com essa vacilada ae... desculpa :c

Não delongaremos, ok?

Boa leitura! ^^

Capítulo 8 - 08. - Jiminnie oppa?


_____, se encontrava em sua casa; especificamente em seu quarto, deitada de bruços em sua cama enquanto segurava um lápis rosado por entre os dedos respondendo algumas questões de química com determinada facilidade impressionante. Suspirou fundo assim que concluiu sua última resposta de sua última questão e fechou seu caderno sentando-se na cama e o repousando em seu colo. A menor levou seu material o guardando organizadamente em sua mochila e após se espreguiçar deliciosamente, deixou seu quarto e rumou até a sala onde acreditava que sua mãe estaria. Assim cruzando o centro da sala, levou sua mão até a boca segurando um riso escandaloso ao ver seus pais deitados no pequeno sofá totalmente desengonçados. Tirou lentamente a mão de sua boca indo em passos silenciosos até seus genitores e cutucou levemente a bochecha de sua mãe.

- Mãe? - a chamou em um sussurro, obtendo uma reclamação incompreensível da mais velha. - Mãe, acorde! 

Mordeu levemente seu lábio ao ver que não conseguiria acordá-los tão cedo e balançou seus ombros indo até a porta inicial, abrindo a mesma logo passando por esta e indo na varanda de sua casa. Se sentou no banquinho acolchoado sentindo o vento gélido da noite congelante chocar-se contra seu rosto fazendo seus cabelos curtos agitarem conforme a ventania, por sorte estava vestida com seu moletom que a protegia bastante do frio. Observou a rua de sua casa a vendo desamparada e sorriu minimamente de lábios fechados aconchegando-se no acento que estava e abraçando-se ao próprio corpo. Estava distraída até então ser retirada de seus pensamentos fértis ao ver a porta da casa vizinha ser aberta com brutalidade e em seguida sair seu amigo totalmente frustrado dali. Franziu sua testa e continuou a encará-lo enquanto passava sua mão pelo rosto. Manteu-se em silêncio pelo fato do maior não ter notado sua presença e suspirou fundo desviando seus olhos -quase que impossivelmente- para a rua deserta a sua frente perguntando-se mentalmente o por quê do moreno sair tão estressado assim de sua casa. Sabia bem o que andava acontecendo na residência dos Jeon´s por conta de já ter presenciado uma discussão entre os genitores de seu melhor amigo enquanto ele a ajudava com um trabalho. Entortou levemente seu lábio acreditando que o motivo fora sobre e não resistindo ao mirar seus luzeiros no garoto que, agora se encontrava sentado na calçada de cabeça baixa. 

Decidida, a menor se levantou e entrou em sua casa indo diretamente para a cozinha aonde abriu a geladeira deparando-se de cara com duas latas de suco de uva, as agarrou empurrando a porta laminada com a parte de trás de seu pé esquerdo e logo após se retirou de sua casa agradecendo internamente por seu amigo ainda estar ali sentado imóvel. Rumou em passos silenciosos até o mesmo sentindo seu pé se afundar na neve fofinha e rangeu os dentes praguejando mentalmente por estar descalça no meio de toda aquela neve. Já se preparava para o resfriado que era ciente de que logo pegaria. 

Sentou-se na calçada ao lado de Jungkook que, virou seu rosto assustado em direção ao lado onde a mesma se encontrava sentada, no entanto logo suavizando ao ver que era sua amiga. Encarou a mão da mesma estendida em sua direção e sorriu como forma de agradecimento pegando a lata e em seguida a abrindo, não tardando em levar o alumínio até seus lábios e solvendo pouco a pouco do suco natural. Em momento algum a menor desviou seus olhos do moreno que bebia com calma o suco e, ajudando-a ainda mais para que o admirasse em silêncio, com seus olhos fechados. Sorriu ela, envergonhada ao ter como alvo de suas orbes escuras, os lábios alheios e levemente rosados que se moviam de maneira suave enquanto solvia o líquido levemente gélido. 

- Não sabia que gostava tanto assim de suco de uva. - comentou ela, afim de acabar o silêncio, aliás não gostava dele; não quando estava na companhia de seu oppa.

Finalmente Jeon afastou a lata de seus lábios abaixando suas mãos e se virando para olhar sua amiga que, sorria discretamente.

- Eu não bebi muito hoje... - confessou ele dando um sorriso amarelo. 

______, franziu sua testa confusa.

- Definitivamente nada? - questionou serena.

- Só na escola, durante o intervalo. - balançou seus ombros recebendo um menear negativo da jovem ao lado.

- Mas você tem que tomar! - avisou indignada.

- Mas eu esqueço! - retrucou deixando a lata de suco de lado. - Afinal, por quê está descalça? - perguntou confuso, assim que seus olhos instintivamente miraram para os pés alheios os encontrando desprovidos. 

Arregalou levemente seus olhos e rapidamente tratou de formular uma resposta concreta em sua mente, para assim ditá-la ao seu amigo.

Mas para sua infelicidade, nada veio.

 Deu-se por vencida soltando um suspiro pesaroso e olhou para seu oppa entortando levemente o lábio e balançando os ombros. Jeon riu baixo e se aproximou mais de sua amiga passando seu braço direito pela nuca da mesma e em seguida afagando seus cabelos com a canhota permitindo-se sentir a maciez dos cabelos sedosos e impecáveis de sua saeng. 

- Y-Ya! O que está fazendo? - perguntou surpresa com a atitude do moreno permanecendo imóvel.

- Carinho. Estou te mimando, aproveite disso, uh? - a respondeu com um sorriso arteiro.

Ela nada respondeu, apenas sorriu passando lentamente e receosamente seu braço esquerdo pela cintura de seu oppa e deitando sua cabeça no ombro do mesmo fechando seus olhos enquanto sentia o carinho de Jungkook em seus fios. Abriu seus olhos novamente lembrando-se de como o mesmo saiu tão raivoso de sua casa, não resistiu em curiosidade e resolveu questioná-lo.

- Gukkie? - o chamou.

- Uh?

- Por quê saiu da sua casa daquele jeito? - tombou sua cabeça para o lado podendo olhar para a face angelical de seu amigo.

- Ah... - sorriu sem graça. - Novamente...

Apenas aquela palavra fora o suficiente para que ______ entendesse e de um jeito atrapalhado abraçou-se ao corpo de seu oppa obtendo um riso soprado dele e em seguida sentiu as palmas quentes tocarem sutilmente sua costas arrepiando-a. 

- Eu estou bem... - disse ele, sorrindo docemente.

- Eu sei que não está. - rebateu, soltando-se contragosto do físico desenvolvido de seu amigo o encarando enraizada. - Mas saiba que vai ficar, tá? 

Jungkook, por fim sorriu assim que deixou um selar carinhoso e significativo na testa da mais nova que fechou seus olhos. Gostava bastante de sua saeng, isso era fato. Mesmo que, tenha se passado anos depois da tão impulsiva declaração dela pra si, Jeon nunca evitava a leve dor em seu peito sentindo-se mal por não conseguir olhar sua saeng da mesma forma que ela o olhava. Mas ali, naquele momento juntos; o moreno se sentiu arrependido só pelo fato de cogitar a possibilidade de que logo ela cansaria de não ter um amor correspondido e resolvesse dar uma chance para Jiminnie, o rapaz baixinho e com uma extrema fofura que, estava perdidamente apaixonado por ______. Respirou fundo atraindo a atenção da menor pra si tendo em vista os olhos puros de curiosidade da mesma, algo que fez Jeon soltar um riso nasalado. 

- Oppa? - o chamou, involuntariamente dando um sorriso discreto ao se lembrar de que era a única menina que Jungkook aceitava que o chamasse de 'oppa', nem mesmo sua namorada ele permitia tal ato, sentia-se incomodado quando tal palavra não era proferida diretamente pelos lábios de sua saeng com sua tão serena e doce voz.

- Vamos fazer alguma coisa... - pediu fazendo beicinho. 

O moreno sorriu concordando, afinal não seria uma má ideia passar metade de sua noite ao lado de sua tão adorável saeng.

 

 

...

 

 

- ______, venha tomar seu café querida. - chamava sua mãe, do lado de fora de seu quarto enquanto desferia fracos tapas na madeira resistente da porta.

- Estou indo, mãe! - respondeu a menor, ajeitando o lenço preto em seu cabelo, mas conhecido como bandana. 

Nunca tinha feito algo como, mas estava tendo uma vontade que a consumia cada dia de acrescentar acessórios em seu look tão repetitivo, estava cansada de ir sempre com o aquele tão sem graça uniforme. Queria dar um ar mais animado , o que a fez encher metade de seu pulso com pulseiras de todos os tipos e todas as cores, incluindo também o cordão com um coração delicado como pinjente, presente de Jungkook.

Sorriu satisfeita ao terminar de se arruma e rapidamente tratou de sair de seu quarto indo em direção a cozinha para que com seus pais tomasse seu café. Parou no corredor antes de passar a divisa e ir para a sala ao ouvir uma voz masculina, de primeira não reconheceu e isso atiçou ainda mais sua curiosidade, então de modo impulsivo a menor adentrou a cozinha rapidamente vendo que sua mãe estava de costas pra si conversando com alguém, no entanto não bastou um minuto para que ambos que papagueavam notar uma terceira presença no cômodo. A mãe de ______, virou-se de frente para a filha sorrindo amarelo enquanto atrás de suas costas saia a pessoa que, a menor estava se remoendo de curiosidade. Franziu sua testa surpresa ao ver quem era o sujeito e revezando seu olhar entre sua genitora que sorria como se estivesse aprontando algo e o baixinho que ainda se mantinha encolhido, evitando encará-la nos olhos, ______ confusa resolveu questionar. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

- Mãe, o que o Jiminnie oppa faz aqui? 


Notas Finais


Hum... Será que vem confusão? desavenças? beijinhos? um amor novo?
Por quê será que Jimin está na casa dela? confuso, não?

E no quarto entre Jungkook e Tzuyu, será que rolou algo?

Talvez descobriremos no próximo episódio.

Não saiam daí, uh?

Até o próximo ^^

Espero que tenham gostado!

~~ Kisseeeeeeees


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...