História I need you by my side - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Walking Dead
Personagens Aaron, Abraham Ford, Beth Greene, Carl Grimes, Daryl Dixon, Enid, Eugene Porter, Gabriel Stokes, Glenn Rhee, Jessie Anderson, Maggie Greene, Michonne, Morgan Jones, Negan, Paul "Jesus" Monroe, Personagens Originais, Pete Anderson, Rick Grimes, Ron Anderson, Rosita Espinosa, Sam Anderson, Sasha, Tara Chambler
Tags Carl, Carl Grimes, Sobrevivente, Zumbis
Visualizações 140
Palavras 727
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Sobrenatural, Survival, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem 😁

Capítulo 6 - Capítulo Seis- Sentimentos e... Beijo?


Fanfic / Fanfiction I need you by my side - Capítulo 6 - Capítulo Seis- Sentimentos e... Beijo?

              Pov do Carl:

- Chegamos!- Digo entrando em casa ao lado de Jack, logo vejo meu pai vindo em minha direção.

- Oi meu filho!- Diz meu pai tocando em meu ombro, mas logo repara em Jack ao meu lado- Temo que deixei más impressões hoje cedo, não quis lhe assustar só...

- Eu entendo, você fez aquilo querendo proteger sua família e essa comunidade, eu também faria o mesmo se tivesse no seu lugar- Diz Jack e meu pai parece ficar feliz com a resposta do mesmo.

- Meu nome é Rick, Rick Grimes- Diz meu pai apertando sua mão.

- Jack, Jack Tomas- Fala Jack cumprimentando o mesmo.

- Quantos zumbis você já matou?- Pergunta meu pai, vejo Jack me olhar com uma cara tipo "É sério isso?".

- Vários- Responde o mesmo.

- Quantas pessoas você já matou?- Pergunta meu pai.

- Nenhuma- Responde Jack dando de ombro.

- Por quê?- Pergunta.

- Nunca precisei- Responde Jack.

- Bem vindo a família garoto!- Diz meu pai batendo em seu ombro, pelo visto ele foi com a cara de Jack- Vamos, está na hora de jantar.

[...]

Comíamos calmamente, estava sentado ao lado de Jack e do lado de Mich.

Todos estavam jantando juntos hoje, menos Daryl, Abraham e Rosita que foram em uma missão atrás de suprimentos.

 Decido pegar um pouco mais de suco e estico minha mão para agarrar a jarra, mas não percebi que Jack já estava indo pegar a mesma também e isso faz nossas mãos se chocarem, oque me faz derrubar a jarra com o suco pelo arrepio que senti.

- Carl!- Reclama meu pai me olhando indignado, tinha melado toda a mesa.

Ferrou.

- Me desculpe pai, eu vou limpar... - Ia falando, mas alguém me corta.

- Não Rick, não foi culpa do Carl, foi minha, a jarra de suco escorregou da minha mão, me desculpem por essa bagunça, eu mesmo limpo!- Fala Jack oque me faz o olhar surpreso.

Ele está me defendendo?

- Não tem problema Jack, eu limpo tudo isso, não foi culpa sua- Fala Maggie sorrindo e se levanta- Eu limpo a mesa e você me ajuda nos pratos Carol?

- Mas é claro querida- Diz Carol se levantando e começando a tirar os pratos de todo mundo dali.

- Garotos podem ir lá para cima se quiserem- Fala Glenn ajudando Maggie.

- Vamos?- Pergunto para Jack e o mesmo assente se levantando.

Caminhamos para o andar de cima e vamos para o meu quarto.

 Sento em minha cama e o mesmo senta ao meu lado olhando para os quadros que tinha no quarto.

- Por que me defendeu?- Pergunto o olhando confuso.

- Você salvou minha vida, é o mínimo que eu poderia fazer- Responde Jay sorrindo.

- Valeu Jay- Digo rindo.

- Jay?- Pergunta o garoto confuso.

- É, decidi te dar um apelido, já estava ficando com preguiça de te chamar de Jack- Digo rindo.

- Idiota- Diz Jay rindo.

Ficamos rindo por algum tempo, logo puxo algumas revistas em quadrinhos e jogo uma para ele que começa a ler atentamente, faço o mesmo, até que ele decide falar algo.

- É estranho... - Fala Jay.

- Como?- Pergunto sem entender.

- É estranho, há um tempo atrás eu estava jantando com minha família e perdi todos, todo mundo... E agora estou aqui, só que... Sem nenhuma família... - Diz e vejo em seu rosto algumas lágrimas caírem.

- Ei, não chora!- Digo chegando perto do mesmo e limpando a lágrima do seu rosto com meu dedo calmamente, me fazendo sentir um arrepio novamente- Você agora está aqui, somos sua família, você não vai perder mais ninguém.

- Promete?- Pergunta Jay de cabeça baixa.

Ergo sua cabeça com minha mão um pouco e lentamente encosto minha testa com a sua, fico alguns segundos sentindo sua respiração bater em meu rosto calmamente até responder.

- Prometo- E ao falar isso abro meus olhos encarando os seus olhos esverdeados em um tom forte.

Ficamos nos encarando assim por algum tempo, até que eu vou aproximando minha boca lentamente da sua, dando um pequeno selinho ali, mas quando já estava quase aprofundando para se tornar um beijo de verdade, Jay se levanta.

- Eu tenho que ir dormir Carl, boa noite mini xerife- Diz Jay batendo em meu chapéu fazendo eu não o enxergar.

Quando arrumo meu chapéu, ele já não estava no meu quarto.

- Boa noite... - Digo lentamente e toco em minha boca.

Eu realmente iria beija-lo?

 Eu gosto dele?

E com esses pensamentos sem nem perceber acabo dormindo.

 Hoje o dia foi realmente longo.

                          Continua?



Notas Finais


Espero que tenham gostado, comentem para eu saber o que acharam, até logo o/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...