História I Really Like You, Taro - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Yandere Simulator
Personagens Ayano Aishi, Budo Masuta, Taro Yamada
Tags Assassinatos, Ayano Aishi, Budo Masuta, Budo X Taro, Romance, Taro Yamada, Terror, Yandere Simulator, Yaoi
Visualizações 51
Palavras 700
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Crossover, Drabble, Drabs, Drama (Tragédia), Droubble, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


esse tá menor, pq é o último de hoje <3

Capítulo 5 - MEUS PLANOS DERAM ERRADO!


.Taro Yamada. 


Quando vi os dois se beijando intensamente, eu quis chorar. Eu quis vomitar. 

Lágrimas deslizaram pelo meu rosto, e eu não tratei de secar elas. 

Eu estava olhando eles desde o começo. Eu não sei o por que deu estar estar tão triste. Eu quero morrer...

Me levantei e bati na porta. Quem atendeu foi Budo, corado. Assim que me viu chorando, tentou se aproximar mas eu o afastei. 

- P-pode ficar aí com ela, i-idiota! - Falei e me virei para ir embora. 

Ouvi ele chamar meu nome, mas ignorei. Minha cabeça está doendo, e as lágrimas não param de descer. 

No momento que eu mais precisei dele, eu imaginei que ele pelo menos ia voltar rápido. Mas pelo visto, Budo não voltaria tão cedo. 

Cheguei em casa e subi direto pro quarto, ignorando os meus pais e a minha irmã me chamando. Fechei a porta e me joguei na cama, arrasado. 

Por que eu estou assim? Eu...não sei. Eu gosto da Ayano? Por que eu não posso gostar do Budo! Meus pais não gostariam e me expulsaram, além de que o Budo só me considerar um amigo.

Ouço me chamarem na porta. 

- Onii-San? - Era Hanako 

Sento na cama, enxugando as lágrimas. Hanako senta do meu lado, e me abraça. 

- O que foi, Onii-San? Aconteceu alguma coisa? - Hanako perguntou preocupada 

- Não se preocupe, Hanako. Não é nada demais... - ao me lembrar da cena, eu voltei a chorar. 

- Onii-San! Você não tá bem mesmo... - Hanako falou olhando pro meu rosto - O que foi? Alguma garota fez isso com você? 

- Mais ou menos - Respondi e suspirei - Eu não quero te envolver nos meus problemas, Hanako. Pode me deixar sozinho?

- Foi o Budo, não é? - Hanako perguntou - a única pessoa que eu conheço que você é realmente amigo é o Budo e a Osana. 

Ela realmente me conhece. 

- Sim...foi ele. Se ele vir aqui, não deixa ele entrar no meu quarto - Pedi e deitei - Te amo, Hanako.

- também te amo, Onii-San! - Hanako respondeu, deu um beijo na minha bochecha e saiu do meu quarto. 

Suspirei e olhei pro teto branco do meu quarto. Várias perguntas rodavam na minha mente. 

"Eu gosto da Ayano?"

"Por que o Budo caiu tão fácil na lábia dela?"

"Ele gosta dela?"

Tantas perguntas sem respostas... Acho que...eu não vou ter as respostas tão cedo. 

Levanto e vou até a varanda. A noite esta linda. As estrelas brilham, o céu está todo estrelado. Lindo...

Um tempo depois, começou a chover e eu entrei.

Melhor eu ir dormir para esfriar a cabeça. Mas antes, vou tomar banho. talvez ajude a melhorar. 

Assim que tomei o banho, deitei. Meu celular tocava, mas eu ignorei. De manhã, eu vejo. Ou não, sei lá. 

Dormi com mais pesadelos. 


.Ayano Aishi.


Merda! Senpai me viu com o Budo! Mas que merda! Justo nessa hora ele aparece?!

Assim que Budo saiu gritando Taro, eu sai. O vi desesperado, voltando até mim. 

- Merda, Ayano! Eu não posso ficar, tenho que ir! - Budo falou e foi embora. 

PORRA! MEUS PLANOS DERRAM ERRADO! 

Entrei em casa, furiosa. Pela primeira vez eu tenho que admitir; eu queria que Taro estivesse depressivo em casa, em vez de sair. 

Desliguei a TV e sentei no sofá, com as mãos na cabeça. Puxei meus cabelos e gritei. 

Ouço meu celular tocar, e atendo. 

Ayano: o que quer?

Info-Chan: está estressada, princesa?

Ayano: vai se foder 

Info-Chan: Não, obrigada. Mas Ayano, Budo está na porta do Castelo do seu príncipe. Melhor tomar cuidado.

Ayano: okay. 


Desliguei, sem paciência. 


.Budo Masuta.


Bati na porta da casa de Taro, e fui atendido pela Hanako. 

- Some daqui, Budo - Hanako Disse cruzando os braços

- Oque? Por que? - Perguntei - Preciso falar com o Taro!

- Só sai daqui, por que eu não vou deixar você magoar o meu irmão ainda mais! - Hanako respondeu fechando a porta na minha cara. 

Sentei na calçada e coloquei as mãos no rosto, começando a chorar. E para piorar, começou a chover depois de um tempo. 

Apenas fiquei tomando chuva. Até que eu levantei e fui para casa, com a mente confusa. 

Dormi pensando no Taro enquanto chorava silenciosamente. 


Notas Finais


abracem o Budo aaaaaaa


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...