História I Save You (2 Temporada) - Capítulo 27


Escrita por:

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Cora (Mills), David Nolan (Príncipe Encantado), Emma Swan, Henry Mills, Lacey (Belle), Mary Margaret Blanchard (Branca de Neve), Regina Mills (Rainha Malvada), Zelena (Bruxa Má do Oeste)
Tags Emma Swan, Once Upon A Time, Ouat, Regina Mills, Swanqueen, You Save Me
Visualizações 173
Palavras 1.371
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Suspense
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olha quem voltou.... Sentiram Saudades ???????

Capítulo 27 - SPECIAL CHILD


POV REGINA 

O dia mal amanheceu e eu acordei com um barulho de algo caindo. Praticamente pulei na cama e ao olhar para o lado percebi que minha esposa não estava deitada comigo.

- Emma?! - A chamei e nada, meu coração acelerou - Emma cadê você? - Quando eu ia levantar da cama, minha loira apareceu com o cabelo enrolado na toalha enquanto uma outra cobria seu corpo e em sua boca uma escova de dente. 

- Oi - Tentou falar com a boca cheia de pasta, o que fez me coração desacelerar e sorrir.

- O que pensa que está fazendo Swan?

- Me arrumando - Ela fez sinal para que eu esperasse, entrou no banheiro e não demorou muito saiu sem a escova de dente - Mas a pergunta é o que você esta fazendo ainda deitada?

- Nossa amor, eu tinha me esquecido o quanto você é ansiosa - Brinquei e Emma me fuzilou com os olhos. Sorri e fui ao seu encontro - Minha linda, se acalma nossa reunião com a Madre Superior é só as 10 horas - Emma continuou me fuzilando - Tudo bem eu vou me arrumar - Me dei por vencida - Bom dia para você também, Amor - Emma sorriu vitoriosa - Posso saber pelo menos o que caiu?

- Na verdade - Minha esposa me olhou com cara de criança quando apronta - Eu que cai -Paralisei - Acabei atrope sando no meu próprio pé -  Falou rindo 

- Devo me preocupar? 

- Não, mas deve ir tomar um banho - Me beijou na testa e voltou a procurar uma roupa para vestir. 

Henry havia dormido na casa dos pais da Emma, eu ainda não conseguia me acostumar com isso, parece que a casa ficava vazia. Desci as escadas e me deparei com uma mesa de café da manhã  posta e um cheiro engraçado.

- Droga - Escutei Emma reclamando e fui ao seu encontro, ela estava praticamente brigando com a frigideira. 

- Se aventurando na minha cozinha Swan? 

- Até aonde eu saiba é NOSSA cozinha Mills - Emma falou serio e sem me olhar, mas não pude conter minha risada. - Não é engraçado

- O que está tentando fazer? - Me aproximei colocando as mãos em sua cintura 

- Torrada francesa, mas não está dando certo, que raiva, e para de rir que não tem a menor graça.

- Bom o fato de você estar destruindo a coitada da frigideira realmente não tem graça, mas a sua cara de bebê emburrado tem um pouco sim meu amor - Beijei sua bochecha e peguei a frigideira de sua mão - Deixa que eu faço isso - Emma concordou, mas continuou ao meu lado. Terminei de fazer as torradas e nos sentamos a mesa. A principio ficamos em um silencio um pouco desconfortante. 

- E se ela não gostar de nos? - Praticamente sussurrou 

- Quem meu amor?

- Madre Superior, e se ela não nos aprovar para sermos mães da Emily ?

POV EMMA

O caminho de casa para o orfanato foi longo, e durante todo o percurso fiquei em silencio. Foi quando eu percebi que nos temos jeitos diferentes de lidar com o nervosismo, eu fico quieta e Regina fica inquieta, não parou de batucar o volante no ritmo da musica que tocava no radio.

- Or he'll say he's just not the same. And you'll begin to wonder why you came... - Regina começou a se empolgar e eu a encarei - Where did I go wrong? I lost a friend... O que foi? - Parou de cantar e me olhou sorrindo e que sorriso 

- Como pode estar tão descontraída? 

- Meu amor, meu coração está na boca, brincar é a unica maneira de manter ele dentro de mim - Rimos - Pronto chegamos.- Regina segurava minha mão enquanto andávamos pelo corredor  e eu agradecia aos céus por esse ato, pois eu me sentia mais segura.

- Bom dia sras. Mills - Madre Superior nos cumprimentou - Venham a minha sala para podemos conversar. - Assim que entramos me senti ainda mais nervosa, ela nos conduziu a um sofá. 

- Nos perdoe, estamos muito ansiosas - Regina falou sorrindo 

- Eu compreendo - Retribuiu o sorriso - Mas foi como eu disse, Emily é uma criança especial, ela não quer ser adotada... - Ouvir aquelas palavras me deixava aflita - Mas como vocês criaram um laço com ela acho que podemos tentar...

- Desculpa mas como sabe que criamos um laço com ela? - Perguntei 

- Bom, acontece Sra. Mills é que o pouco que Emily conversa, ela nos conta como conheceu vocês e como vocês duas a salvaram aquele dia no parque... - Eu assim como minha esposa ficamos mais aliviadas por ouvir isso. Conversa vai conversa vem e por fim Madre Superior nos levou a um parque onde varias crianças estavam brincando e correndo. Nossos olhos percorreram o parque a procura dela.

- Porque ela está sentada sozinha? - Minha esposa perguntou apontando com a cabeça para uma criança sentada debaixo de uma arvore com um livro em seu rosto 

- Como eu disse, ela é uma criança especial - Madre Superior falava admirando a menina 

POV REGINA 

Emma começou a andar em direção a menina, passando pelo parque e ao chegar perto dela, agachou ficando em sua altura, quando a menina a olhou rapidamente largou o livro e abraçou minha esposa. Um sorriso se formou no meu rosto, aquela cena merecia uma foto.

- Acho que vai ser mais fácil do que imaginávamos - Madre Superior sussurrou para mim sorrindo. Caminhamos em direção as duas e ao me ver Emily se aproximou de mim sorrindo e fez sinal com as mãos dizendo oi. 

- O que fazem aqui ? - Emily perguntou sorrindo, era incrível como ela e Emma se pareciam - Estava com saudade 

- Viemos te ver - Emma respondeu - Queríamos conversar com você na verdade. 

- Mas primeiro nos conte o que está lendo? - Perguntei me sentando no chão de frente para ela 

- É um livro bobo de criança - Fez careta segurando o livro - A Madre não deixa eu pegar os livros de adolescente. - Rimos. 

- Ah não é bobo - Minha esposa falou com voz de criança - Peter Pan era minha historia preferida quando criança - Emily sentou no colo de Emma enquanto eu lia  em voz alta. 

E assim nossa manhã foi seguindo, não falamos nada com ela sobre a adoção, minha esposa achou melhor ir com calma. Estava quase na hora do Henry chegar em casa, nos partia o coração ter que dizer adeus a pequena. A principio nos contaríamos para ela aos poucos, mas tínhamos tanto medo dela nos rejeitar que já havia se passado dois meses que fazíamos as visitas quase que diárias. Henry já sabia das nossas intenções e nos apoiava, na verdade estava ansioso para ser irmão mais velho. 

- Posso perguntar uma coisa? - Emily falou enquanto caminhávamos no parque  

- Claro minha linda - Emma respondeu sorrindo e eu concordei com ela 

- Porque vocês vem me visitar quase todo dia? - Eu olhei assustada para minha esposa que tinha a mesma expressão que a minha - Eu adoro quando vocês veem, mas porque? 

- Bom... É que... 

- Na verdade Emily - Cortei minha amada percebendo o quão nervosa estava - Acho melhor nos sentarmos - Fomos para um banco mais próximo - Eu e Emma queremos perguntar algo para você, mas saiba que não existe resposta certa ou errada - A menina nos olhava tentando entender o que estava acontecendo. Emma tinha esperança em seus olhos e ao mesmo tempo medo, sabia que eu que teria que falar - Queríamos saber se você quer ser adotada por nos duas? - O silencio pairou entre a gente, e aos poucos o sorriso da criança foi se desfazendo se tornando em uma expressão seria. 

- Nos te amamos muito - Emma falou passando tranquilidade e segurando suas pequenas mãos - Mas uma vez a criança nada disse

- Vocês podem... Podem me levar de volta? - Emma me olhou triste - Por favor


Notas Finais


Oi pessoas lindas tudo bom com vocês? Eu juro que não abandonei a fic, mas algumas coisas estão me atrapalhando a escrever, me perdoem. E me desculpem pelo cap meio bosta kkkkkk'


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...