História I Saw The Love In Your Eyes - Capítulo 7


Postado
Categorias Cameron Dallas, Shawn Mendes
Tags Cameron Dallas, Ídolo, Magcon, Romance, Shawn Mendes
Visualizações 59
Palavras 2.851
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - Capítulo sete


Laura’s POV

Acordo me sentindo dolorida e lembro da noite passada sorrindo maliciosa.

— Aff Mendes, você é o dono dos meus pensamentos logo pela manhã.

Levanto e vou pro banho, quando termino visto uma saia jeans e um cropped azul e vou até o quarto da Crys, entrando sem bater na porta.

— HORA DE ACORDAR SEUS PAU NO CU! – Grito e Cam dá um pulo da cama. Eu gargalho.

— VAI TOMAR NA PORRA DO TEU CU, LAURA. PUTA QUE PARIU, MENINA, — Ele estava vermelho de raiva. Gargalho e beijo a bochecha dele.

— Vai embora que o Shawn está te esperando em casa pra falar contigo, e eu preciso conversar com a minha amiga.

— Porra Laura, pra que tudo isso? Tá de bom humor, né sua coisa? – Me jogo na cama dela.

— Preciso te contar uma coisa mas antes o Cameron tem que vazar daqui.

— Se for pra contar que transou com o Shawn eu nem preciso saber porque tá na sua cara. – Cameron diz.

— AAAAAAHH VAI TOMAR NO CU, CAMERON. – Coro violentamente. – Sai daqui, vai embora vai.

— Gente não briguem... Lau, tá bem na sua cara. – Crys sorri maliciosa. – Cam, depois a gente se fala.

— Porra, até você amiga?! – Dou risada.

— Claro amor, eu vou lá ver o que o Mendes quer e aí depois eu volto aqui, ok? – Ele beija ela. – Se cuida. E Laura, passa uma pomadinha pra assaduras aí, tá? – Ele gargalha.

— AMIGA, EU VOU MATAR ELE, ME SEGURA! – Levanto e Cameron sai correndo.

— Cameron para de ser chato e deixa a menina em paz. – Ela fala alto. – Laura não mate ele, é chato mesmo.

Dou risada e volto a me deitar.

 — Amiga, eu transei com o Shawn loucamente dentro do carro dele aqui em frente a nossa casa. Foi a coisa mais louca que eu já fiz na minha vida!

— Que? No carro e aqui na frente? Meu Deus, que loucura mesmo. Mas e aí me conta como foi.

— Amiga foi... Incrível! – Sorrio apaixonada. – Ele é muito lindo e muito romântico... Mas também é extremamente grande. – Sinto meu rosto corar. – Ele ficou com minha calcinha favorita... Eu tô apaixonada por ele, amiga.

— Aí amiga, eu estou tão feliz por você, por vocês dois, quero muito que dê certo. Ele é daqueles que gosta de ficar com calcinhas? – Ela gargalha.

— Foi a primeira e última calcinha minha que ele ficou, minhas calcinha são tudo da Victoria Secret's, foram caras demais. – Rio e ajeito a minha saia. – Ele disse que hoje vem aqui me ver, e eu e ele vamos para viagem, você vai né?

— É claro que eu vou, o Cam me chamou ontem. Ele tinha dito que o Shawn não iria porque tinha compromisso em Toronto. Não vou mentir, fico bem feliz que ele vai, assim vocês ficam juntos.

— Quando ele disse que tinham cancelado os compromissos dele, eu fui no céu e voltei. Eu espero que a gente dê certo miga, eu tô gostando mesmo dele.

— Eu fui no céu e voltei quando o Cam perguntou se e não queria ir com ele pra Nova Iorque. Eu tô gostando tanto dele também. – Sorri feito boba.

— Eu sabia que vocês dois iam dar certo, amiga. O Cam é maravilhoso, mesmo sendo um cuzão. – Dou risada. – Mas vamos descer para tomar café?

— Eu quero muito que dê certo mesmo. Vamos porque eu estou morrendo de fome.

Desço as escadas e vou pra cozinha, pegando peito de peru na geladeira e pão no armário.

— Quer sanduíche, amiga?

— Acho que vou fazer um omelete.

— Certo, eu tô desejando comer sanduíche de peru. – Dou risada e preparo meu sanduíche com muito queijo, junto com dois cappuccino para a gente e me sento para comer.

— Eu tô muito feliz. A noite de ontem foi incrível, o Cam é incrível.

— Dá pra perceber, você e ele estão muito felizes. Geralmente o Cam é tão na dele, mas ele está muito feliz e eu tô adorando isso. – Sorrio. – Quero ser madrinha do casamento, hein.

— Bom, você conhece ele muito bem... E eu quero ser a madrinha do seu também. – Ela provoca.

— Já está totalmente convidada. – Sorrio e volto a comer. – Essa viagem promete, vou comprar muitas coisas por lá.

— Compras em New York? Quero muito. Eu preciso arrumar as malas, não vou levar tanta coisa assim porque quero comprar lá.

— Eu vou levar só uma mala grande com pouca coisa daqui porque vou comprar muito, mas se faltar mala lá eu compro outra.

— Isso mesmo. Eu já meio que pensei quais roupas vou levar.

— Está frio lá, ok? – Aviso. – Tem que levar alguns casacos, já separei alguns mas qualquer coisa eu compro mais.

— Eu separei uma roupa pra noite e em todas adicionei um casaco.

— Eu vou levar até uma lingerie nova que comprei porque vai que eu e o Shawn....  – Sorrio maliciosa. – Enfim, já separei meus gorros, luvas e cachecóis, vou usar uns vestidinhos também, mas todos acompanhados de meião.

— Eu também estou levando umas lingeries e estou levando uns vestidos também. E meia calça, separei umas blusas de lã e gorros.

— Nós vamos arrasar em New York, amiga. Todas lindas, todas top modelo. – Dou risada e termino de comer.

— Vamos mostrar o poder brasileiro.

— Com certeza. – Concordo, lavando os pratos. – Vou esperar o Mendes dar sinal de vida, enquanto isso vou assistir TV.

— O que será que ele queria conversar com o Cam? Desculpa, mas eu sou muito curiosa.

— Eu também queria saber, espero que não tenha nada a ver comigo, quero dizer, querendo saber algo sobre meu passado. – Suspiro.

— Bem, eu acho que se fosse isso ele perguntaria direto pra você... E se já perguntou e você disse que não gostaria de contar, então talvez seja da viagem mesmo.

— Você tem razão, se ele quiser saber algo de mim eu prefiro que ele pergunte a mim. Eu estou gostando mesmo dele, espero que nada impeça a gente de ter algo.

— Eu torço muito para que vocês fiquem juntos e espero que essa viagem ajude a firmarem mais ainda.

— Eu também espero. Ainda tenho medo de me relacionar com ele por causa das fãs, mas eu corro esse risco para ficar com ele.

— Realmente é complicado, tenho um pouco de medo disso também, afinal, algumas vão gostar da gente e outras não.

— O pior é que não podemos fazer nada, senão estaremos magoando os meninos. – Suspiro. – Eu espero que dê tudo certo... Quando elas me verem com o Shawn vão me xingar de tudo, já estou vendo.

— Calma amiga, elas vão surtar um pouco no começo, mas depois vão ver que você está fazendo ele feliz e que é isso o que importa. Ontem eu fiquei meio nervosa já que estávamos na rua e algumas fãs pararam o Cam, mas deu tudo certo.

— Não te xingaram? Meus Deus, que maravilha amiga, talvez elas aceitarem bem.

— Não me xingaram não. Elas só falaram com ele, e pra mim só olharam. Espero que aceitem.

— Que bom! – Sorrio aliviada e abraço ela. – Acho que vai dar certo sim.

— Você sabe quando a gente viaja? Preciso arrumar as coisas logo porque sou muito lerda.

— Eu perguntei ao Cameron, é de acordo com aquele cuzão iremos sair daqui no domingo, porque na segunda ele já tem a sessão de fotos, aí depois ele tá livre e vamos curtir New York.

— Ah, sem problemas. Mas vou deixar minhas coisas arrumadas já, porque sei que se deixar para o último dia eu esqueço as coisas mais importantes.

— Eu também vou começar a arrumar minha mala, não quero esquecer nada.

— Eu ando com a cabeça na lua então seria bem capaz de esquecer tudo. – Dou risada e me levanto.

— Vou lá então, colocar algumas coisas na mala. Pena que não vou poder levar saias, eu adoro esta que tô vestida.

— Eu não estou levando tantos vestidos, só um mesmo. Mas estou levando duas saias pra usar com meia.

— Bicha estilosa. – Sorrio. – Daqui a pouco nos falamos, vou só arrumar aqui.

— Tudo bem amiga, vai lá.

Entro no meu quarto e começa a colocar umas roupas na mala. Sinto meu celular vibrar vendo que é uma mensagem "dele", e aperto os olhos gemendo em reprovação.

— Por que você não me deixa em paz com relação a isso Jack...? – Passo os dedos na têmpora e suspiro.

 

Shawn’s POV

Assim que acordo, vou direto tomar banho. Visto uma calça preta e uma camiseta azul, descendo as escadas.

— Cam? Tá aí?

— Tô na cozinha comendo. – Ele grita. – A Lau disse que você queria falar comigo, o que é? – Assim que entro percebo que ele está em pé em frente a pia comendo um pão com nutella. Pego uma xícara de café e sento no balcão, encarando ele. Não sei como começar o assunto que eu quero, então vou em outra direção.

— É... sobre Nova Iorque, o que você está planejando?

Ele arqueia uma sobrancelha e me encara.

— Eu tenho uma sessão de fotos lá, mas como é só uma dia pensei em levar a galera e a gente se divertir. – Ele dá de ombros. – Agora fala o que realmente você quer saber, Mendes, eu te conheço e sei que não era isso.

Olho para a minha xícara de café e tomo um gole.

— Difícil esconder as coisas de você em Dallas! Então, eu queria falar sobre a Laura...

Cameron fica totalmente sério.

— O que houve? Não tá dando certo? Hoje de manhã ela estava bem feliz, Shawn, o que está acontecendo?

— Não é isso, Cam. Tá dando certo, na verdade, tá dando mais do que certo. E cara, eu tô tão caído por ela, e tudo aconteceu tão rápido... mas sei lá, talvez seja coisa da minha cabeça, mas eu sinto que tem algo... ela não fala muito sobre si, e eu sinto que ela tá comigo, mas não cem por cento, como se tivesse algo prendendo ela... eu sei que você vai me chamar de gay mas eu sinto como se tivesse quase colocando meu coração numa bandeja e entregando pra ela... e se ela não puder corresponder da mesma forma? Eu não sei o que pensar Dallas, você é meu melhor amigo e conhece ela melhor do que eu, então me ajuda! – Respirei fundo, havia despejado tudo em cima dele sem lhe dar ao menos a chance de interromper.

Ele suspira e me encara.

— Olha Shawn, eu tenho toda certeza que ela está apaixonada por você, mas em uma coisa você está certo. – Ele passa a mão no rosto. – Ela não vai se apegar a você cem por cento porque realmente tem uma coisa que impede ela, mas cara, eu simplesmente não posso dizer o que é, isso é entre você e ela, se eu dissesse estaria traindo a confiança da minha amiga e eu não quero isso, se você realmente quiser saber, pode falar com ela, tenho certeza que ela vai te dizer, mas por favor, não fala agora, deixa essa viagem até Nova Iorque passar. Talvez nessa mesma viagem você perceba o que tanto incomoda ela. Só... não desiste dela, eu não vejo a Laura feliz assim há quatro anos, se você falar com ela, vai entender.

Suspiro.

— Tudo bem. Talvez eu esteja só sofrendo por antecedência. Vamos deixar as coisas rolarem, e bem, quando ela se sentir confortável ela me conta. – Viro todo o meu café, que há essa altura já está frio. – Obrigada, Cam.

Ele sorri e bate levemente no meu ombro.

— Você está só pensando demais, não pense nisso, só...deixe acontecer, e quando encontrar uma oportunidade boa, converse com ela, tenho certeza que ela vai te dizer. Agora vamos lá na casa delas? Esqueci minha carteira lá no quarto da Crys.

— Vai indo na frente, tem algo que eu preciso fazer. — Vou saindo da cozinha, mas volto. – Ah, me passa o número da Crys?

Ele me encara com os olhos semicerrado.

— Pra quê você quer o número da minha mulher? Vou passar, mas tô de olho em você, hein Mendes. – Ele pega o celular e me passa o número por mensagem. – Se você não for pra casa delas, avisa que eu nem falo pra Laura, ok?

Dou risada.

— Relaxa, Dallas. Confia em mim!

Vou pro meu quarto, troco de roupa e saiu com o carro. No caminho mando uma mensagem para a Crystal e outra pra Laura.

 

"Oi Crys, é o Shawn. Eu preciso de um favor seu... se a Laura estiver do seu lado, não diz que eu tô mandando msg pfv"

"Baby, quer vir pra casa do Cam assistir um filme comigo? Eu te busco"

"Eu adoraria Mendes, é agora? Porque se for eu já fico esperando você lá fora". Responde a Laura.

"Não amor, vou demorar um pouquinho. Eu te mando msg"

"Ok amor, estarei esperando, enquanto isso vou terminar de arrumar minha mala pra nossa viagem"

 

Crystal’s POV

Estou arrumando as minhas coisas quando escuto a voz de Cameron.

— Crys? Você tá aqui?

— Oi Cam, tô aqui no quarto. – Meu celular vibra e eu vejo que é uma mensagem do Shawn.

“Oi Shawn, pode falar. Ela acabou de sair daqui”

Cameron entra no quarto e se joga na minha cama rindo.

— E aí, ficou com saudades. – Ele me dá um sorriso convencido.

— Você tinha ido embora? Nem reparei. – Dou risada e me jogo ao seu lado na cama.

Meu celular apita novamente.

"Eu comprei algo pra Laura, mas eu quero que seja surpresa... Eu posso te entregar e você coloca em cima da cama dela sem ela ver?"

— Ah, é assim? – Cam faz bico e cruza os braços. – Também não quero mais voltar não, tô com raiva.

Respondo o Shawn antes de voltar minha atenção para o Cameron.

“Ownnn que fofo você! Claro que coloco, qualquer coisa pra ajudar vcs dois”

— Aí meu Deus, como ele é birrento, tadinho dele. – Rio e puxo ele apertando suas bochechas e distribuindo beijos por seu rosto. Ele gargalha e faz cócegas na minha barriga.

— Você gosta de mim assim que eu sei. – Começo a dar risada e a me retorcer na cama

— Para... Cam... Por... Favor.

Ele ri e beija a minha barriga.

— Não vou parar não amor. – Ele volta a fazer cócegas e dá risada. – Ok, agora eu parei, isso cansa muito, né?

Rio mais um pouco até me acalmar e o puxo para mim, o beijando. Ouço meu celular apitar e solto Cam.

"Obrigada Chrys. Eu vou buscar a Lau aí daqui a pouco, você pode ir buscar lá fora antes dela sair?"

 “Claro, quando chegar me mande uma msg ou ligue”

Cameron acaricia a minha barriga.

— Está animada pra nossa viagem?

— Muito animada, não vejo a hora. — Dou um selinho nele.

Alguns minutos depois, Shawn manda outra mensagem.

"Crys, tô aqui na frente. Você pode vir buscar?"

 “Claro, já tô descendo”

— Cam eu vou lá embaixo, mas já volto. – Ele sorri e concorda.

— Não demora, amor.

— Pode deixar que não demoro, é rapidinho.

Assim que saiu pelo portão, vejo Shawn estacionado em frente à casa ao lado e vou até ele.

— Oi Shawn, tudo bem?

— Oi Crys, bem e você? – Ele desce do carro e me cumprimenta. – Obrigado por ter vindo, você é uma fofa. – Ele me entrega uma caixinha de uns vinte centímetros com um laço e um coração. – Espero que ela goste.

— Tudo sim... Ah você que é um fofo, tenho certeza que a Lau vai amar. – Ele sorri.

— Que bom! Você coloca em cima da cama dela? Ela deve tá me esperando, já vou mandar mensagem pra ela descer, só não deixa ela te ver.

— Claro, coloco sim. Eu vou entrar, aí você manda mensagem pra ela descer, pra gente não se encontrar no caminho.

— Tá bom. Obrigado mais uma vez, Crys!

— Imagina sempre que precisar pode pedir. Tchau, Shawn.

Volto rapidinho para o quarto com a caixinha na mão e espero que a Laura desça antes de colocá-la em seu quarto.

— O que é isso na sua mão? – Cameron pergunta.

— É um presente do Shawn pra Laura, ele me mandou mensagem mais cedo me pedindo pra deixar no quarto dela.

— Então foi por isso que ele pediu seu número. – Ele sorri – O que será que tem aí, amor?

— Eu estranhei um pouco, mas acabei nem perguntando como ele tinha meu número. Fiquei curiosa quando ele me pediu ajuda... Bom, ele disse que é uma surpresa pra ela.

— Do jeito que o Shawn é gay, deve ser algo muito lindo. Tô doido pra ver a reação da Laura.

— Eu quero muito saber o que é também. Bom, agora que ela já saiu eu vou levar até o quarto dela como Shawn me pediu.

— Vai lá então, depois você volta pra cá linda.

Vou rapidamente verificar se a Laura já havia saído, então vou direto até seu quarto e deixo o presente em cima de sua cama.

— Voltei amor, foi rapidinho viu?

Ele sorri e estica os braços pra me abraçar.

— Onde eles foram, você sabe?

— Não faço ideia, não me falaram. – Abraço ele.

— Só espero que se forem pra minha casa, eles não transem lá, nãoo quero chegar e sentir cheiro de sexo dos outros. – Ele gargalha.

— Cam, deixa eles. – Rio e o beijo antes que ele fale alguma coisa.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...