História I Saw the love in your eyes - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Chandler Riggs
Personagens Personagens Originais
Tags Chandler Riggs, Dove Cameron, Drama, Hana Hayes, Katelyn Nacon, Maggie Lindemann, Nina Dobrev, Romance, Suspense
Visualizações 69
Palavras 818
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Não me joguem pão rsrs
boa leitura nenes

Capítulo 5 - Te Best party 2



Antes que eu pudesse falar qualquer coisa, meu estômago revirou ainda mais, e sinto ele vindo...É melhor eu correr pro banheiro, se não vou pagar mico por ter beijado o menino e logo depois vomitado
subo as escadas correndo, chandler me acompanhava com os olhos e ele parecia estar muito confuso, vou até o banheiro fecho a porta e vômito na pia mesmo, desculpa mingus...
ah nossa, acho que mistura todas aquelas bebidas não me fez bem, acho não...tenho certeza, me sento no vaso sanitário e fico ali por uns minutos e pensando em que cara vou voltar lá pra baixo depois de ter corrido do chandler.
desbloqueio meu celular pra ver a hora, eram 03:30 da manhã 
pelo menos amanhã é sábado, não posso ficar aqui pra sempre então acho melhor sair,  destranco a porta do banheiro e do de cara com quem? claro Chandler.
-Você tá bem? - ele pergunta me encarando com a mesma expressão de antes
-Ah sim, eu só precisava ir ao banheiro mesmo...- respondo a ele
-número 2 ?- o mesmo pergunta, se referindo ao tempo que fiquei lá dentro
-NÃO tipo não, não que eu não faça, mas sabe não...-
-Ahh ok...-o mesmo responde rindo. Então vamos? -
-Claro, vamos pro quarto né?-
chandler puxa minha mão e me leva até o quarto mais proximo.

CHANDLER RIGGS
abro a porta do quarto, dando passagem pra Julie entrar, é hoje que o couro vão esquentar.
encosto a porta do quarto, e vou até Julie e começo a distribuir Beijos pelo seu pescoço, colocando a mão dentro de sua blusa.
-chandler...- ela fala gemendo devido aos movimentos que estou fazendo em seu seios esquerdo, nossa aquilo realmente me deixou louco, eu só quero tirar minha calça e plantar minha mandioca. Chandler eu sou virgem....-
- Virgem? - pergunto, eu nunca tinha transado com uma virgem, na verdade já tentei porém não sei o que aquela menina tinha na xota, pq meu  membro simplesmente não rompeu o hímen.
-Sim, não tem problema né? - óbvio que não tem, agora fiquei com mais vontade ainda de fode-lá ela é virgem, vou poder tirar o cabaço dela e será um prazer, literalmente.
-Obvio que não- falo tirando sua blusa, junto com seu sutiã e chupando seu seio direito.- nunca transei com uma virgem, e vai ser ótimo ter esse gostinho de ter sido o primeiro...-
a porta é aberta por quem? exatamente a desgraça vulgo Lia, ah deus ela vai surtar.
JULIE DOBREV
ouvir o chandler falando daquele jeito, realmente me incomodou, parecia ser tão fácil pra ele, ah mas agora ele vai ver que não é tão fácil assim...
uma menina, loira de olhos verdes abre a porta e começa a gritar com o chandler e comigo.
-EU NÃO ACREDITO QUE VOCÊ FEZ ISSO COMIGO CHANDLER RIGGS-  a garota fala quase chorando, e vermelha de raiva
hmm chandler riggs, anotado more bora stalkear.
 
-eu já te disse que não temos nada lia, sai daqui eu já fiz isso com outras -ah ok agora você piorou as coisas chandler com ela, E COMIGO.
-EU NÃO GOSTO DA IDÉIA DE VOCÊ SER FUCKBOY- a garota que agora já sei que o nome é lia, fala pra ele.
PERA FUCKBOY??? ah claro tinha que ser não é mesmo.
-Chandler eu vou indo-
-Não Julie, você não precisa ir por culpa dela - 
- na verdade eu realmente preciso ir, eu não tô muito bem me manda mensagem-
- tá bom Julieth, até depois - ele se desdepe com um sorrizinho E QUE SORRISO, pera julie ele é um fuckboy, não cria sentimentos...
Vou até Kate ela disse que precisava dormir na minha casa,pq o pai dela não podia ver que ela estava bêbada, hana vai ficar aqui com Sam, nós duas não estávamos muito sóbrias pra dirigir não...mas entre eu e ela, certamente era eu Kate tava completamente desmaiada.
chegando lá em casa, destranco a porta  e vejo minha mãe no sofá da sala, me olhando com a expressão fácil mais feia do mundo,CARALHO NÃO VOLTAR DEPOIS DAS 2H TINHA ESQUECIDO... ih ela deve tá puta.
CHANDLER RIGGS
a festa já tinha acabado, eu estava muito puto caralho logo agora que finalmente eu ia conseguir transa com a Julie, a lia chega,eu hein vou dormir aqui na casa do mingus mesmo,se minha mãe me ver desse estado de novo eu vou dormir em baixo da ponte.
eu realmente queria transar com ela, ter meu corpo colado no dela, esse sentimento é estranho, quando eu trasanva ou queria transar com as meninas eu simplesmente só passava o salame na mortadela,mas com a Julie é diferente é estranho. porém é apenas sexo chandler riggs,você só tá querendo muito meter na quele brioco puro, amanhã é sábado vou convidar ela pro cinema ver um filme e não prestar atenção no filme rs, e eu espero mesmo que ela vá de saia.
 


Notas Finais


a hora de juandler tá chegando xoxo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...