História I Saw the love in your eyes - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Chandler Riggs
Personagens Personagens Originais
Tags Chandler Riggs, Dove Cameron, Drama, Hana Hayes, Katelyn Nacon, Maggie Lindemann, Nina Dobrev, Romance, Suspense
Visualizações 67
Palavras 1.480
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


chegayy
to preparada pra atacaar
quando o grave bater eu vou quicaar
na sua cara vou jogar ar ar e rebolar lar lar KE ahsuahbsha
bom cap mores <3

Capítulo 8 - Discussion


Fanfic / Fanfiction I Saw the love in your eyes - Capítulo 8 - Discussion

estávamos na mesa do refeitório, eu, cray, mingus, Sam e vincet como sempre.

- ELA TE PAGOU UM BOQUETE?? - cray pergunta surpresa.

-sim e foi o melhor, porém entendi oq ela está fazendo...- respondo comendo minha batata.

- que? quem te pagou um boquete?-Sam pergunta confuso como sempre. -Quem você acha cara- mingus responde, o Sam é meio lerdo.

-Lia?- Sam responde, meio, não o Sam é muito lerdo. -A Julie, Sam -respondo a ele desta vez

- A novata???- ele pergunta, surpreso também, gente o que que tem hein. - eu pensei em todo mundo, menos na julie dobrev.-

-mas foi só um boquete? - vincet pergunta.

-Foi, ela está tentando me provocar, que nem eu fiz com ela -

- te cuida tigrão- Sam diz.

-e você e a hana? Já fizeram? - pergunto ao sam

-já sim, hana é maravilhosa- o mesmo responde.

MINGUS REEDUS

-falando nelas, olha quem tá vindo- vincet fala olhando pro buffet.

era a Hana, Julie e Katelyn. Meu Deus a Katelyn é tão linda, ela fica muito maravilhosa de manhã. mas acho que ela só me vê como um amigo, já que na festa nem um selinho eu ganhei dela.

-Oii sammeh- hana fala sentando ao lado de Sam e distribuindo um selinho nos seus lábios.

-chegou a bochechuda e a barbie versão barata- cray diz olhando pra elas, que ranço que ela tem hein. -e tbm temos a julieta-

- o nome dela é julieth, loira de farmácia - kate fala encarando a mesma.

-Kate! deixa.- Julie sussurra pra mesma.

-eu vou almoçar com meu namorado Cheney, e as minhas amigas vao ficar comigo - hana a responde,quero ver até onde isso vai dar.

-tudo bem, eu vou embora - a mesma fala se levantando.

- Cray, senta esse cu na cadeira, para com frescura deixa as meninas - vincet fala pra ela.

-Vai defender elas? - a mesma fala -Amor, pelo amor de deus, não seja dramática- vincet responde

-EU NÃO SOU DRAMÁTICA, VOCÊ É DRAMÁTICO -cheney desta vez responde irritada

. - Cara, o que aconteceu entre vocês- Sam pergunta.

- não sei, só sei que quero sentar e comer- Julie diz.

-senta em mim, e deixa que eu te como - chandler responde a mesma,sorrindo malicioso.

- tá bom - a mesma responde sentando em seu colo.

-bicho ela sentou mesmo- eu falo desta vez

. -Agora só falta deixar ele te comer - vincet diz com ironia.

-mas é claro- a mesma responde rindo.

- Da pra parar de ser infantil?? Você está com o vincet supera isso! - a Kate fala pra cheney.

 -O que - vincet responde meio confuso. -Nada, deixa quieto - a mesma senta de volta na mesa. Kate senta ao meu lado, ela é tão linda desse ângulo, ou melhor de todos os ângulos, aquele sorriso tão fofo, essas bochechas que dão vontade de apertar, Kate eu te amo, pena que você não sente o mesmo.

CHANDLER RIGGS

adivinha quem veio de saia de novo?? Você está fazendo um jogo comigo garota?? -Então, hoje depois da aula, nós vamos na casa do chandler, e depois no centro da cidade vocês querem ir junto?- Sam pergunta.

-Eu não quero elas lá - cray fala.

-Ah vai ter que querer, por que elas vão. - eu respondo. -Cheney, qual seu problema eu nem lembro mais o nome do menino - a loira responde. caralho o que tá acontecendo, tô me sentindo o Sam.

- Só tenta gostar da gente.-

- olha... tentar até posso, conseguir agora não prometo...-

- ótimo então vamos nós 3 tentar ok? - katelyn fala se metendo no assunto.

- tá bom, tico e teco- Cray responde. Julie começa a se mexer no meu colo, ah meu deus. ela pega uma de minhas mãos e vai levando até sua vagina.

- eu estou sem calcinha - a mesma sussurra no meu ouvido logo depois de chupa-lo, eu vou matar essa garota de tanto fode-lá, Ela não é fácil hein.

-Não me provoca - sussurro no dela. Ela coloca um único dedo meu em sua vagina e logo depois tira.

-Não estou - a mesma responde no mesmo tom.

JULIE DOBREV

estava na aula de história junto com a kate, logo depois tenho biologia com o chandler, provocar ele é muito bom, eu sei que ele me deseja o quanto eu desejo ele.

-Julie...O que você faz, quando gosta de alguém, mas essa pessoa só te vê como uma amiga. - kate sussurra pra mim.

- Mingus só te vê como uma amiga?- pergunto a ela.

-É... ele nunca tomou iniciativa.- a mesma responde.

- talvez você deveria tomar iniciativa, ou se não você vai é tomar no cu, amore hoje em dia ou você vai ou você perde - eu respondo no mesmo tom.

-Se você diz... Hoje, hoje eu vou tentar -

-essa é a minha vaquinha, vai lá e arrasa o coração do Mingal -

-Mingal?? - Kate pergunta rindo.

-É um apelido...-

CHANDLER RIGGS

- eae Romeu, sua Julieta tá vindo - cheney fala sentando na minha frente ao lado de mingus. Julieta, só pode ser a Julie. ela entra na sala vindo até o lugar vazio do meu lado. -Tem alguém aqui ?- ela fala chegando mais perto, e puxando sua blusa, qual é a dela? ela quer me deixar louco

. -Julie...Não faz isso...- eu respondo a ela, eu não vou aguentar isso

-ah tudo bem, chair - ela fala colocando sua mão por cima do meu membro sobre a calça e aperta o mesmo, PUTA QUE PARIU

. -Julie...- ela olha pra mim com aquele rostinho ingênuo, (quem vê até pensa...) ela coloca a mão dentro da minha calça, e começa a me masturbar. -não...para- ela faz movimentos lentos, aquilo está me matando ela sabe jogar muito bem, ela dá uma última apertada e tira sua mão de dentro da minha calça. -Vamos continuar isso depois...- ela sussurra em meu ouvido, e distribui um selinho nos meus lábios, fico me perguntando se ela é virgem mesmo, pq não é possível hein.

. -Chandler Carlton Riggs posso saber o que essa menina está fazendo no meu lugar??- Lia pergunta me encarando.

-Lia... eu já te disse, não temos nada - respondo a ela.

-ENTÃO É ASSIM RIGGS?? Vai me despensar por essa sem sal - a mesma diz furiosa.

-sem sal?? olha aqui sua oxigenada, por que você não pega esse copo e enche de vergonha na cara, e toma. - a morena responde

-Você tá falando comigo? - lia responde e a encara. toda sala está olhando pra gente.

- olha aqui meu amor pq você não se toca?, essa escola não é pra você garçonete de quinta.

-eu posso ser uma garçonete de quinta,mas pelo menos não sou uma pessoa amarga, chata e metida que acha que é o centro do mundo, você fala pra mim me enxergar, mas você mesmo não se enxerga.- Julie respondeu pra mesma,pude ver seus olhos ferverem de raiva. lia abriu a tampa do seu copo de café e despejou na cabeça de Julie.

JULIE DOBREV

eu estou sem reação, não sei oque fazer, que vadia. - sai daqui garota -a loira fala me puxando da cadeira. - vai se limpar, eu acho que tá um pouco sujo - ela fala com ironia. pego minha bolsa, e saio da sala, vou até o banheiro e começo a me limpar na pia. ouço passos no corredor, provavelmente alguém veio atrás. -Julie ? - chandler diz entrando no banheiro.

-não pode ficar aqui, é o banheiro das meninas - digo.

- sinceramente eu não ligo, você tá bem? - o mesmo diz.

-Foi só café chandler, ela não me bateu ou algo do tipo -

- Mas mesmo assim, acho que café quente na cara não deve ser muito bom-o mesmo fala pegando lencinhos na minha bolsa e passando no meu rosto. -Não precisa. -

- caralho julie, fica quieta, eu tô tentando ser legal porra -

-Nossa, tá bom mandão -

- desculpa -o mesmo diz rindo, ele continua passar o lenço pelo meu rosto, enquanto eu encaro seus olhos, EU AMO ESSES OLHOS, ele me encara também, e ficamos la por uns 3 minutos se encarando, olhar dentro dos olhos dele é realmente um desafio, ele não demonstra ter sentimentos, mas eu sei que la no fundo desse coraçãozinho, e desses olhos cor do oceano. existe algo por mim, só não sei se são sentimentos bons ou ruins... ele desce o lenço até o meu pescoço e vai passando nele também, ele desce até meus seios, abre o meu decote e começa limpar. -Julie, eu Acho que você vai ter que tirar o sutiã...-

- seu tarado -o mesmo ri.

-tá pronta, então...até mais tarde na minha casa? -

- Mal posso esperar.- digo dando um sorriso

 


Notas Finais


proximo cap na casa do chanzito, julie pode nem ver que adora


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...