História I Saw The Love In Your Eyes - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags I Saw The Love In Tour
Visualizações 25
Palavras 2.952
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Festa, Ficção Adolescente, Literatura Feminina, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiin. Boa leitura. Nhaa.

Capítulo 11 - Baby Girl.


Fanfic / Fanfiction I Saw The Love In Your Eyes - Capítulo 11 - Baby Girl.

O Dia ontem com o Jimin foi muito legal e engraçado. Mas o que mais me deixou feliz foi saber que eles gostava de mim. Na verdade eu achava que ele só queria amizade comigo. Por isso eu não fui adiante com os sentimentos que eu sentia por ele. Mas agora eu posso ir, sabendo que ele gosta de mim também. Quando ele falou que gostava de mim eu fiquei tão nervosa, não sabia se ele queria só brincar comigo, mas quando ele me disse me subiu uma emoção. Ontem foi muito maravilhoso. Ele estava agindo de forma estranha comigo já faz algum tempo, mas eu não sabia que era isso. Ele estava tão fofo na quele cabelo rosa claro, que deu vontade de apertar as bochechas dele. Quando cheguei em casa, fui logo tomar banho. Sentada na frente do meu grande espelho penteando meu cabelo, percebi que o verde que tinha em meu cabelo já estava quase desaparecendo.

- Droga. Tenho que pintar de novo.- Falei penteando mais uma vez.

Fui dormir fitando o teto e sorrindo como boba lembrando dos momentos com o Jimin.

Acordei com meu despertador tocando. Desliguei ele e me espreguicei. Levantei sonolenta. Fui até o banheiro, me despi, e tomei um banho quente. Quando terminei, me enrolei na toalha, escovei meus dentes e passei um crede depilatório no meu buço para tirar os pelinhos. Fui ao meu Closet vestir minhas partes intimas da Calvin Klein rosa. Coloquei uma saia rodada marrom veludo. Antes de colocar a minha blusa, fui ao banheiro tirar o creme que já queimava em minha pele. Tirei com um algodão e depois lavei com água fria. Enxuguei meu rosto e voltei para o Closet, Peguei um Cropedd branco não tão curto com mangas longas, coloquei uma mine bota preta com salto. Arrumei minha bolsa das primeiras aulas, depois arrumei minha mala da dança, com uma calça moletom Saruel cinza, e um cropped rosa claro e coloquei meu tênis branco dentro, junto com  uma garrafa e um paninho. Deixei a bolsa em cima da cama. Escovei meu cabelo quase branco. Fiz minha  maquiagem. Coloquei um boné preto e peguei minhas coisas e desci.

- Bom dia.- Falo assim que chego na cozinha e vejo meu pai, minha irmã e a Gi.

- Bom dia.- Eles respondem ao mesmo tempo.

- Cadê meu padrasto?- Falei assim que sentei na mesa.

- Vih não precisa chamar ele assim, o nome dele é Min-Ki. Ou chama o nome dele ou Min.- Meu pai fala.

- Tudo bem.- Dei um sorriso.

- Ele dormiu na casa dele ontem.- Ele falou tomando mais um gole de sua bebida.

- Ah.- Falei. Peguei um pão e passei manteiga.

- Abby vai querer almoçar o que hoje?- A Gi pergunta pra By que estava assistindo um desenho que se passava na TV da cozinha.

- Pode fazer Panqueca de carne?- Ela perguntou animada.

- Posso sim.- A Gi abriu um sorriso e saiu da cozinha.

- Pai o que era que o senhor queria conversar comigo?- Perguntei depois de engolir um pedaço de meu pão. Meu pai engoliu cego.

- Agora não é o momento. Quando você voltar a gente conversa tudo bem?- Ele fala sério.

- Tudo sim.- 

- Mas que horas você chega?-

- As minhas aulas agora acabam de 3 horas. Mas depois eu tenho ensaio com o Jimin para a apresentação. Então só estou livre depois das 5 horas da tarde. Pode ser?-

- Pode sim.- Ele abre um sorriso.- Agora vamos amores meus.- 

[...]

Cheguei atrasada na Faculdade porque tinha muito transito. Quando cheguei não avia mais ninguém pelos corredores, nem tive tempo de ver Jimin.- Bufei.- Corri para minha sala, e por sorte o professor não tinha chego.

 - Oi meninas.- Falei sentando desajeitada na mesa.

- Chegou atrasada Vih.- a Nay falou rindo.

- Ah o transito.- Reviro os olhos e coloco as bolsas no chão. Não tive tempo de guardar as coisas no armário.

- Iae Vih com está sendo ensaiar com o Jimin?- Momo fala maliciosa e todas riem e eu coro.

- Ta sendo normal.- Falo sem graça.-  O J Hope tá ensaiando com a Hyo...e eu não gosto dele.- Bufo.

- Ai Vih, Hobi é a pessoa mais alegre que eu conheço e você não gosta dele?-

- Também não gosto... ele parece ser tarado.- Rimos com o comentário da Dahyun.

[...]

A aula passou lenta, porem divertida, o nosso professor era engraçado, e com as meninas rindo de mim e da Momo fazendo presepadas ficou mais engraçado ainda. A aula hoje foi bem interessante. Depois que a aula, fui para o meu armário guardar as coisas que não iria usar. Queria ter encontrado o Jimin pelos corredores mas nada dele.- Droga.- Fui para minha sala, e hoje a Hyo faltou. Sentei aonde eu sentava antes.. Logo vi um menino entrar, logo percebi que era Jin. Eu não era tão próxima dele, então não acenei nem nada, fiquei sentada no meu canto. Mas logo ele me viu e abriu um sorriso.

- Vih amor.- Ele deu um beijo em minha testa.- Não acredito que você não me disse que fazia aula de Culinária.- Ele abriu um sorriso.

- Ah desculpas, é que eu não sabia que você fazia.- Cocei a nuca.- Mas você nem veio semana passada.

- É que eu estava doente. Mas agora estou ótimo.- 

- Que bom.- Abriu um sorriso.

- Você vai ficar sozinha?-

- Na verdade sim, parece que minha parceira faltou.-

- Ah então vou fazer com você.- Ele se sentou ao meu lado.- Mas me conte como foi as aulas por aqui?- Falou ajeitando suas coisas em cima da mesa.

- Foi bom, fiz algumas amigas, to ensaiando uma dança para uma apresentação com o Jimin.- Ele fez uma cara de surpreso e eu rir.- O que foi?

- Você ta ensaiando com o Chim Chim?- Ele botou a mão na boca surpreso.

- Sim.. mas não é nada de mais.- Falei e tenho certeza que corei.

- Hmm sei.- Ele semicerrou os olhos e riu malicioso.- Mas continuando...-

- Ah sim, é só isso mesmo.- Rir de lado.

- Então você e o Jimin..?- 

- Ta ta bom, a gente ficou algumas vezes.- Falo e ele da um gritinho de felicidade.- Mas não foi nada de mais Jin relaxa.-

- Relaxa? Relaxa nada. Já é meu casal.. apesar de que eu goste de você com o Hobi....- Semicerrei os olhos e ele levantou as mãos se rendendo.- O novo shipper é Vimin.- Ele começa a bater palminhas enquanto eu fico rindo.

[...]

A aula  foi boa, Jin era muito bom cozinheiro e me ajudou com algumas coisas e eu me aproximei bastante dele, já que a aula toda a gente passou falando da vida um do outro. Descobrir que Jin era Gay, e que ele gostava do Namjoon. O Jin demonstra ser a melhor pessoa que eu já conheci na minha vida. 

- Vamos agora na hora do almoço pintar teu cabelo?- Jin falou guardando as coisas no armário dele, que por pura coincidência era do lado do meu.

- Agora? Mas nem vamos almoçar antes?- Falo, só que na verdade eu apenas queria ver Jimin.

- Mas temos que ir agora, pra dar tempo de descolorir de novo. ou você vai pintar de verde de novo?-

- Acho que vou pintar de outra cor.- Falo fechando meu armário.

- Pronto. Então vamos logo.- Ele pega meu braço e sai me puxando.

[...]

Chegando na casa do Jin que não era longe do colégio. Antes nós passamos na farmácia e compramos uma tinta para meu cabelo, o resto das coisas o JIn disse que tinha. O apartamento dele não era tão grande, era bem organizado e bem vermelha. 

- Jin posso trocar logo de roupa?- Perguntei abrindo minha mochila.

- Pode. Enquanto isso vou preparando a tinta.-

Fui ao banheiro, tirei minha roupa e logo coloquei a roupa da dança. Voltei a sala e Jin estava mexendo dentro de um pote um líquido branco que eu tinha certeza que era o descolorante. Me sentei e logo ele começou a colocar.

- Mas me conte, você e o Chim Chim? Vão mais adiante?- Perguntou passando aquele líquido em minha cabeça.

- Na verdade nem sei Jin.- Falo brincando com meus dedos.- Tudo depende do tempo sabe. Não conheci ele muito bem ainda, nem sei se ele realmente gosta de mim.-

- Ah mas eu acho que ele gosta sim, Jimin não é de dizer pra qualquer uma que ele gosta dela.-

- Vamos ver.-

Enquanto Jin passava, fiquei pensando sobre o que ele tinha dito. Sera que o Jimin realmente gosta de mim? Sera que EU gosto mesmo dele ou só uma paixãozinha? ai não sei. Sou tão confusa. Mas eu tenho certeza de que alguma coisa eu sentia por ele.

- Ta agora vamos pedir alguma coisa para comer enquanto a gente espera descolorir.-  

[...]

Depois de comermos macarrão com queijo que o JIn pediu, ele tirou aquela coisa que já ardia em meu coro cabeludo. Logo ele começou a passar a tinta roxa. esperamos mais 20 minutos e ele tirou. Como não tinha muito tempo para gente, ele só secou meu cabelo rapidamente e fez uma trança de boxeadora. Voltamos para a faculdade. No final a gente chegou cedo de mais. Me despedir do Jin e fui para sala. Subindo as escadas sentir alguns olhares sobre mim, acho que era por conta do cabelo novo. Bom, quando cheguei na sala tinha muitos poucos alunos, e para minha infelicidade Jimin não estava lá. Mas para minha felicidade Hyo estava. 

- por que não foi hoje pra aula de culinária?- Falei abraçando ela.

- Eu não estava muito afim..- Ela revira os olhos e logo abre um sorriso.- Gostei do cabelo.-

- Valeu.- Rir e deixei minha bolsa no chão.- Mas iae? Como esta sendo os ensaios com aquela desgraça do Hoseok?-

- Pra falar a verdade ta sendo bem legal.- Ela amarra seu cabelo em um rabo de cavalo.- Ele é o tipo de pessoa bem engraçada.

- Sério?- Falo parando em frente dela.

- Sim... falando nele.- Ela fala olhando atrás de mim. Me viro e vejo ele o Jimin. 

Fiquei feliz em ver Jimin de novo. Ele estava sexy e fofo ao mesmo tempo.- AI como eu adorava.- Ele abriu um sorriso quando me viu e eu fiz o mesmo. Ele veio até mim e me abraçou.

- Você ta linda.- Ele fala perto do meu ouvido ainda me abraçando.

- Obrigada.- Dei um beijo em seu pescoço.

- Meu Deus, só queria te dar um beijo agora.- Ele sussurra em meu ouvido.

- Quando for a hora você vai poder.- Sussurrei de volta e escutei ele bufar, rir com sua reação. Ele segurou meu rosto e deu um beijo no canto da minha boca.- Palhaço.- Dei um tapinha em seu peito.

- Mas já gosta de me bater né.- 

- Sim.- Dei outro tapinha no peito dele.

- Aaaah.- ele pegou meu braço rapidamente e deu uma mordida de leve.- Da próxima vai ser forte.

- Ai Chi..- Ele tapou minha boca.

- Shiiiiu. Ninguém sabe desse apelido, além de você e do Jin.- Eu rir com sua pavor.

- Desculpas.-

- Tudo bem.- Ele colocou o braço envolta do meu pescoço e deu um beijo em minha testa. Olhei para Hoseok que revirava os olhos, mas eu não sabia o porquê. Aquele menino é  perturbado. 

[...] 

Quando todos já tinha dançado, chegou minha vez e a do Jimin.

- Vamos casal. Comecem.- A professora deu play na música.

Nós começamos a dançar, e estávamos dançando melhor do que nunca.Parecia que nós estávamos nos atraindo só pelo olhar. O seu olhar sedutor me deixava louca, e a cada colada que ele deva e meu corpo eu arfava bem baixinho, que acho que nem ele escutava. Na hora que ele colou nossos corpos ele por trás, pude sentir seu membro contra minha bunda, arfei e fechei os olhos bem lentamente ao sentir aquilo. Eu não sei se eu deseja aquilo ou algo do tipo, mas eu não estava quase me controlando com aquilo. Nas vezes que eu colava no corpo dele podia sentir ele arfando contra meu pescoço e aquilo só me deixa mais louca. Por que ele me deixa assim? Nós finalizamos nossa dançando nos olhando nos olhos alguns centímetros de distância da boca um do outro. Me controlei bastante para não beijar ele. Quando me desliguei da boca dele quando ouvir os aplausos das pessoas. Pisquei algumas vezes antes de me separar dele. Nos curvamos e saímos.

- Ok pessoal, no ultimo dia de aula falo quem vai ser o casal ''principal''.- A professora fala.

[...]

Cheguei em casa, cansada. Fui logo tomar banho e colocar outra roupa. Depois de tudo, desci e fui fazer um chocolate quente. Hoje a noite estava fria, estava usando uma calça moletom amarelo e um casaco branco com flores amarelos e uma pantufa. Meu cabelo estava em um coque bagunçado. Sentei no sofá da sala e liguei a TV em um canal de desenhos. Fiquei esperando meu pai por alguns minutos. Logo ele chega com o Min.

- Boa Noite.- O Sr. Mim se curva.

- Boa noite.- Abaixo só a cabeça.

- Estava me esperando filha?- Meu pai pergunta tirando seu terno.

- Sim.- Sorrir sem graça.

- Ta, então vamos lá.- Ele se senta.

- Eu vou para o quarto, vou deixar vocês conversando.- O Min fala.

- Não não , você fica.- Meu pai segura o braço do namorado. Que se senta ao seu lado, ele parecia mais n ervoso que meu pai.

- Bom filha.. como começo?-

- Pelo começo?- Falo irônica tentando cortar o clima pesado da sala. e eles riem.-

- Ta, como você sabe eu e Min já nos conhecemos a alguns meses já.- Eu assinto e tomo mais um pouco do meu chocolate.- E agora que a gente oficializou o nosso namoro, estamos mais próximos.- Min coçava a cabeça de nervo.-  E eu e ele queremos dar mais um passo na nossa relação.-

- Vocês querem casar?- Falei quase em um grito.- Que legal, vai seu um tudo.- Abrir um sorriso.

- Não filha, ainda não.- Ele rir de nervoso, e bufo.- Ainda não chegamos lá né amor?- Ele toca na coxa do seu namorado. AAH TÃO FOFOS. O mesmo cora e rir.- Bom mas na verdade é que queremos.....- Ele faz uma pausa e eu faço sinal com as mãos para ele continuar.- Nos queremos morar juntos.- ele fala de uma vez.

-Era isso?- Falo desanimada.- Claro que pode morar aqui com a gente sim.- Eu abrir um sorriso.

- Não é isso filha...- ele coça a nuca.- É que como você sabe... Ele tem o seu filho que é o D.O, o namorado de sua irmã. E ele vai ter que vir morar com a gente aqui.

- Também pode vim. Não tem problema por mim.- Abrir outro sorriso.

- Mas o que acontece é que não tem quarto para ele dormir..- Eu fiquei sem reação no momento.- E eu queria dar o seu pra ele.

- Mas-mas onde eu vou dormir?- 

- Bom, ai que eu queria chegar. Como você já é adulta, eu queria colocar você para morar em um apartamento sozinha.- Ele fala sério.

- Mas se você não quiser vir tudo bem.- O Min fala nervoso.

- Mas como vou pagar pai?- Falo nervosa.

- Calma filha, eu vou pagar tudo para você. O seu apartamento vai ser bem seguro eu te garanto. Vou pagar ele e tudo mais.

- O senhor ta me expulsando de casa?-

- Não filha. Não entenda assim.- Ele suspira e o Min aperta seu braço.- 

- Ta tudo bem pai. Estava só brincando.- Eu rir.- Se for pra ver o senhor feliz eu faço qualquer coisa.- Eles suspiram aliviados.

- Ai que bom filha. - Ele abre um sorriso.- Já comprei o seu apartamento, que é em um condomínio totalmente seguro, e tem piscina.- Ele fala todo empolgado.

- Mas não vai sair cara de mais pro senhor não?- Falo preocupada.

- Naõ Vih, eu estou ajudando a pagar. Já que eu meio que estou tirando você da sua própria casa.- o Min fala.

- Não quê isso.- Abri um sorriso.- Bom, já que nos resolvemos. Posso ir dormir? Estou um pouco cansada.- Falei me levantando.

- Pode sim. E obrigada filha.- Meu pai se levanta e me abraça.

- Obrigada Vih.- o MIn da um abraço rápido em mim. 

- Boa noite.- Falo e saiu.

Quando deitei em minha cama fiquei fitando o teto e pesando. Eu não tinha gostado da notícia que eu iria ter que morar só. Eu só falei aquilo porque meu pai está feliz com quem ele está agora, e não sou eu que vou separar eles dois. Mas o fato de ter que morar sozinha me deixava espantada. Estava com medo. Mas tinha que fazer isso pelo meu pai. Bom, me levantei e escovei meus dentes e deitei de novo na minha cama.

- Vih?-  Recebi uma mensagem do Jimin.

- Oii.- Respondi.

- Ta bem?-

- Sim.- Mentir- E você.

- Não muito.

- Por que?- Fiquei logo preocupada achando que ele já estava doente.

- Estou sem você.- Sentir minhas bochechas queimarem.

- Bobo KKKK.- 

- Queria te ver.- Amanhã você me ver.-

- Mas vai demorar ainda.-

- Vai não.-

- Ta. Boa noite.

- Boa noite Chim Chim. Dorme bem. Beijos.-

- Beijos Baby Girl-

- Baby Girl?- Rir com o que ele falou.

- Sim. Tchau.

- Tchau Chim Chim.-


Notas Finais


Good Bye.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...