História I Saw The Love In Your Red Eye - Série: Damned Ghoul - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Tokyo Ghoul
Tags Anime, Mangá, Romance, Terror, Tokyo Ghoul
Visualizações 14
Palavras 1.505
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror
Avisos: Heterossexualidade, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Capitulo IV


Três dias se passaram, Kaneki estava trabalhando na Anteiku, e pode se dizer que estava morando lá também, dificilmente passava em sua casa e iria pra escola, era dia e noite na cafeteria.

— Ele é bonito, Touka. -Nishiki disse baixo olhando para Kaneki que estava limpando as xícaras.

— Hum, e o que que tem? -Ela rebateu.

— Ele está solteiro, vocês podiam namorar. -Ele ri baixo.

— Aargh, pare de fal... -Alguem atrapalha.

— Ohayo! -Diz uma voz feminina entrando na cafeteria.

— Oh, olá Saka-chan... -Disse Nishiki.

— Saka... -Kaneki disse baixo e deu uma olhada de lateral pra ela.

— Olá, Nishiki-senpai. -Ela se sentou em uma cadeira e colocou a cabeça deitada na mesa.

— Porque sumiu? Você vem aqui todos os dias, estranhei ter sumido. -Disse Yoshimura.

— Ah Yoshimura-kun, eu estou tão cansada~... Essas provas que eu est.... -Ela levantou a cabeça e viu Kaneki.- Kane...ki? -Ela de levantou e foi até ele.

— A-ah... Saka. -Ele sorriu fraco.

— KANEKO! -Ela pulou no seu pescoço e o abraçou forte.- Eu não acredito! Você quer me matar? Eu passava todos os dias na sua casa e você não estava lá! Eu pensei que... Que... Que algo tinha acontecido com você! Aiii meu Deus! Eu te odeio Kaneki Ken! -Ela disse batendo no peito dele.

— Kane..ko? -Touka disse baixo.

— S-Saka... M-me des...

— Meu Deus, Kaneko! Eu fiquei tão preocupada! -Ela colocou sua mão direita no rosto dele e ficou o encarando.- Nunca mais faça isso! Você não sabe como eu fiquei, estava assustada, achando que você tinha se machucado novamente. -Ela o abraçou.

— Ela tem algum tipo de transtorno de bipolaridade? -Disse Nishiki.

— S-Saka... Desculpe-me mesmo, eu não queria deixá-la preocupada.

— Ah, não tem problema... Não dessa vez, não faça mais isso. -Ela sorriu e o abraçou mais forte.

— Eu retiro o que disse sobre ele não ter namorada. -Nishiki disse baixo para Touka.

— Mas enfim, Saka... -Yoshimura disse.- Não explicou direito porque não vinha mais.

— Ah sim... -Ela se sentou à mesa novamente.- São as minhas provas, eu estava muito ocupada estudando, e ainda não conseguia entender os assuntos.

— Eram muito difíceis?

— A maioria das matérias, sim, mas nada que eu não desse conta. -Ela sorriu.- Mas... E você Kaneko, vai voltar para a escola?

— Ah, hm... Eu... Eu não sei ainda.

— Eu e o Hide sentimos sua falta.

— A-ah....

— Kaneko...

— Sim?

— Quer sair comigo?

— O-o que? -Ele abre a boca.

— Normalmente é o menino que faz esse convite, Saka-chan. -Irimi diz rindo.

— Argh, é que eu sempre esperei o Kaneko-kun me perguntar isso, mas ele é um pouco devagar. -Ela ri.

— Saka! -Kaneki exclamou.

— O que? É verdade, oras. -Ela ri novamente.- Mas você aceita ou não?

— P-pode s-ser...

— Argh, Kaneko-kun... -Ela se levanta da mesa e vai até ele.- Você tem que parar de gaguejar assim, até parece que está com medo de mim. -Ela ri sorrindo.- Eu não vou comer você, está bem?

— Hm, sim, está sim. -Ele sorri fraco.

— Agora eu tenho que ir, tenham todos os um bom dia.

— Você também. -Todos dizem.

— Kaneko, venho aqui te ver as oito, já vai estar livre?

— Sim, vou sim.

— Ah que bom. -Ela sorri.- Bye amigos e até ma...

— Amiga! -Alguém abraça Saka.

— Oii! -Ela diz animada.

— Já tá indo?

— Já sim.

— Mas já? Já viu o seu... Namorado? -Ela diz a última palavra baixo.

— Mia... -Ela franze a testa e depois sorri.- Já sim, para sua informação, agora eu já vou.

Saka sai da cafeteria.

— Não sabia que a Saka era sua namorada, Kaneki... Ou devo dizer Kaneko? -Diz Enji rindo.

— E-ela não é minha namorada, nós somos somente amigos, e é pra me chamar de Kaneki. -Ele diz com o rosto vermelho.

— Não foi o que nos vimos aqui. -Irimi ri.

— Irimi-san! -Ele exclama.

— Como vocês se conheceram? -Pergunta Enji.

— Ah, já tem muito tempo...

Flashback on

Kaneki tinha acabado de se mudar com sua mãe para a nova casa, ele não queria isso, mas sua mãe já não aguentava pagar as despesas da outra casa, então essa foi a única opção.

Kaneki estava se sentindo um pouco mal, ele não conhecia ninguém, estava sozinho, não tinha com que brincar ou conversar, ele tinha apenas sete anos.

— Kaneki, vá brincar um pouco na rua. -Disse sua mãe.

— E-eu não quero. -Ele disse baixo.

— Kaneki, você não pode passar sua vida toda aqui dentro, vá procurar amigos, se divertir um pouco.

— Mas mãe...

— Kaneki... -Ela estava com uma expressão doce.

— Tá bom. -Ele sorriu fraco.

Ele saiu de casa e andou pelas ruas, ele olhava para várias crianças se divertindo com outras, e ele se sentia sozinho. Ele chegou a um parque que estava vazio, não tinha ninguém, então ele ficou lá sentado em um balanço.

— Argh, eu só queria voltar pra casa...

— É louco? -Falaram duas vozes juntas.

— Ahn? O que? -Ele se assustou e saiu do balanço.

— Você está falando... -Disse a menina.

— Sozinho, então...-Disse o menino.

— Nós pensamos...-Disse a menina.

— Que você era...-Disse o menino.

— Louco. -Falaram juntos novamente.

— Mas... Eu não sou louco! -Ele exclamou.-E quem são vocês?

— Hideyoshi Nagachika.

— Sakage Hayashi.

— Nós somos melhores amigos, mas quem é você? -Eles falaram juntos novamente.

— Kaneki Ken...

— Kaneki? -Disse Saka.

— S-sim...

— Parece com "caneco"... -Ela colocou a mão no queixo como se estivesse pensando.- Caneco... Caneco... Kaneki... Kaneko!

— K-kane...ko?

— Sim! Kaneko! Kaneko-kun!

— N-não me chame assim.

— Chamo sim! -Ela mostrou a língua para ele.

— Saka! -Exclamou Hide.

— Desculpe. -Ela abaixou a cabeça.

— Desculpe, é que ela é assim mesmo. -Disse Hide.- Enfim, pode nos chamar de Hide e Saka, eu tenho 7 anos e ela tem 5.

— Tá explicado porque ela é assim.

— Ei! -Ela foi até ele e deu um chute na sua perna.

— Saka! -Ele a segurou pela orelha e a puxou.

— Aaaaaargh, Hide-san! Isso dói!

— Então fique quieta! Mas então, qual sua idade?

— 7 também.

Eles ficaram conversando por mais algum tempo e ficaram brincando a tarde inteira.

Flashback off

— Ah, entendi. -Disse Irimi.

— Ótima referência para o nome "Kaneko". -Enji ri.

— E ela não lhe chama de Kaneki? -Perguntou Nishiki.

— Chama, chama sim. Mas só quando está brava ou chateada comigo.

— Mas e a Mia, você também conhece desde criança? -Perguntou Nishiki.

— Não. -Mia respondeu.- Eu conheci a Saka depois do Kaneki e o Hide, eu tinha 8 e ela 7 quando nós conhecemos, só fui conhecer mesmo o Kaneki ano retrasado.

— Sim, foi sim... -Kaneki disse baixo.

— E agora vocês já estão todos grandes. -Disse Enji.- Incrível.

— Sim, muito velhos. -Mia riu.

— Agora vamos trabalhar pessoal. -Disse Yoshimura.- Temos muita coisa para fazer.

Todos voltaram ao seu trabalho, eles ainda tinham o dia inteiro pela frente.

7:30 PM

— Kaneki... -Diz Enji.

— Sim?

— Você não vai se arrumar?

— Para...?

— É mesmo. -Exclamou Irimi.- Já se esqueceu que iria sair com a Saka?

— Kaneki vai sair com a Saka? -Disse Mia surpresa.

—Sim, ela fez o convite um pouco antes de você chegar.

— Normalmente são os meninos que perguntam isso.

— Foi o que eu disse. -Irimi ri.

— Ah, sim, verdade, eu vou... Subir para me arrumar.

— Eu te ajudo Kaneki.

— Não precisa Mi-san.

— Deixe que eu lhe ajude, Kaneki. -Ela disse dessa vez em um tom mais sério.

— T-ta bem.

Eles subiram para o quarto e Mia abriu o guarda roupa de Kaneki. Havia poucas peças, mas dava para o momento.

— Mi-san... -Disse Kaneki.

— Sim?

— Eu... Eu vou contar a Saka.

— Contar...? Contar o que? -Ela se vira para ele.

— Sobre mim... Sobre o Ghoul.

Mia despeja um tapa na cara dele.

— Você não está louco! -Ela aponta o dedo na cara dele.- Você não vai fazer isso, está me entendendo?

— M-mas...

— Mas nada! -Ela da outro tapa.- Você sabe o ódio que a Saka sente por Ghouls! PORQUE FOI UM QUE MATOU A MÃE DELA!

— M-mas eu só vou falar de mim... -Ele disse com a voz trêmula.

— Por isso mesmo! Kaneki... -Ela se sentou ao lado dele.- Somente EU sei o quanto a Saka gosta de você, somente eu! O que você acha que ela vai sentir quando souber que você é um? Felicidade? Não! Ela NÃO vai! Então, se você sequer ousar, em contar alguma coisa para ela, eu mato você e o como!

Kaneki fica quieto.

— Espero que tenha entendido. -Mia se levanta e joga algumas roupas para Kaneki.- Vamos, vista isso, tem que parecer o mais normal possível.

— C-certo. -Ele pegou a roupa e começou a vestir.

— Na hora de comer alguma coisa, coloque a comida na boca e finja que está mastigando, depois a jogue fora, mas sem que ela veja. Entendeu?

— S-sim... Entendi.

— Que bom, vou estar lá embaixo. -Ela vai andando até a porta.- E lembre-se do que eu lhe disse.

— S-sim...

Mia sai do quarto e Kaneki fica sozinho. Será que realmente iria ser tão ruim se ele lhe contasse? Se ela realmente ama ele, ela não iria odia-lo por isso... Iria? Esconder será que realmente seria uma boa opção? Um dia ela poderia descobrir isso... Não é? Melhor saber por ele mesmo, ou por outra pessoa? Qual o menos pior?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...