História I Sing, And Sing Forever For You Pennywise! - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias It: A Coisa
Tags It: A Coisa, Pennywise
Visualizações 39
Palavras 1.006
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Luta, Musical (Songfic), Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 7 - Sanidade mental Caindo...


Fanfic / Fanfiction I Sing, And Sing Forever For You Pennywise! - Capítulo 7 - Sanidade mental Caindo...

| Carry ON |

Carry...Carry...Carry...

Sussurrava Uma Voz, Abro Meus Olhos e Eu Estava Em Um Local Escuro, E Aquela Voz Parecia que Vinha de Todos os Lados Possíveis.

Do Nada, Sou Teletransportada Para Outro Lugar, Um Lugar Bastante Parecido com uma Casinha de Fazenda, E Havia um Homem Policial Dormindo Numa Poltrona de Frente a uma TV.

Na TV Estava Passando Um Programa Infantil, Com Várias Crianças, Olho Para Minha Mão e Eu Estava Segurando Uma Faca, Olho Novamente Para a TV e Vejo Pennywise,Sorrindo Com o Sorriso Clássico Dele, Então as Crianças Ficaram Mais Agitadas e Falando...

- Mate Todos Eles! Mate Todos Eles! Mate Todos Eles! - Falavam as Crianças Repetidamente, e O Sorriso de Pennywise Se Transformava em Um Macabro.

Acho que Ele Sabia que Minha Mente era Forte Contra O Controle Mental, Mas Eu Estava Querendo Fazer Aquilo...

As Vozes das Crianças Ecoavam Pela Sala, Levanto Minha Mão e Coloco no Pescoço Do Homem, E A Faca Perfura Seu Pescoço...

Nível de Sanidade Mental Caindo...

O Sangue Jorrou Poucas Gotas Em Meu Rosto, Olho para a TV e Vejo Pennywise Espantado,Acho que ele Não Imaginou Que Conseguiria Me Meter No Controle Mental...

Eu Estava Com Um Sorriso Sádico No Rosto, E Do Nada Sou Teletransportada Para Outro Lugar.

 

 

Caindo No Limbo Da Chamas Violet/Green...

 

 

 

 

 

As Chamas Roxas e Verdes Ao Meu Redor...

 

 

 

Minhas Unhas Se Transformando em Garras Afiadas e Meus Olhos Brilhando Igual Esmeraldas...

 

A Minha Sanidade Mental Caindo...Mais e Mais...

 

 

 

 

 

 

Caio Em Uma Casa, Ela Era Idêntica à Minha Casa De Anos Atrás, Me Levanto e Vejo Duas Crianças Entrando Na Casa, Era EU e Boo...

- Mamãe! Papai! - Falava à Menininha Pequena Sorrindo.

Não...Eu Iria Ver Aquela Cena Novamente...

Até Que a Cena Muda Totalmente, Boo Estava Na Minha Frente Nos Pés Do Homem, que Atirou Em Sua Cabeça...

A Eu De 7 Anos, Estava Imóvel, Até Que Ela Vai Até a Gaveta do Armário da Cozinha e Pega Uma Faca...

Ela Pulou Em Cima Do Homem Que Atirou em Sua Irmã, E o Matou, E o Mesmo Fez Com O Outro. 

 

 

 

Eu Havia Matado Duas pessoas Quando Criança...Agora eu Entendi...

 

 

Sou Novamente Teletransportada Para Outro Lugar, Mas Dessa Vez Era Pior que Antes...

Eu Estava Num Lugar Repleto de Fogo...Havia Pessoas Gritando De Dor Em Toda a Parte...Esqueletos Humanos, Lava...

Eu Estava No Inferno...?

Boo Apareceu Em Minha Frente, Ensanguentada...Com o Buraco do Tiro em Sua Cabeça... E dessa Vez eu Tinha Certeza que Pennywise Não Estava Metido Naquilo...

- Sente-se Bem Matando Igual as Pessoas Que me Mataram? - Perguntou Ela Com um Sorriso Macabro.

Eu Estava Começando a Ter Medo Daquilo Tudo...

- Sente-se Bem Matando Carry? - Ela Repetiu a Pergunta Com uma Voz Diabólica.

Comecei a Chorar Desesperadamente, Eu Estava Com Meu Corpo Doendo...Doendo Muito.

Sou Teletransportada Novamente, Mas Dessa Vez Eu Não tinha Uma Forma Física, Eu Era Como Um Fantasma...

Eu Vi Uma Figura Encapuzada Segurando Uma Foice, Ela Estava Matando Minha Família Um Por Um...

E eu Não Podia Fazer Nada, Tentava Impedir Mas eu Acabava Atravessando as Coisas.

 

Mais Uma vez Sou Teletransportada, Mas Dessa Vez Eu Havia Caído Numa Casa Diferente...Muito Diferente...

A Casa Tinha Teias de Aranha,Era Velha, Era Suja, E a Quantidade de Aranhas era Imensa.

Uma Risada Diabólica Começou a Invadir o Local, Eu Estava Com Medo, Isso Eu Preciso Admitir.

Até Que Pennywise Aparece Em Minha Frente, Sorrindo Macabro, E as Garras Dele Estavam Crescendo...

- Tem Medo De Mim Agora Pirralha? - Ele Fala Se Aproximando devagar De Mim.

E eu Me Encolho Feito Uma Criança, Fico de Cabeça Abaixada Evitando Contato Visual.

- Oq Há, O Gato Comeu Sua Língua Menina Corajosa?  - Perguntou Ele Debochadamente.

Eu Estava Chorando, Mas Minhas Lágrimas Não Estavam Normais, Estavam Negras...

- Sai de Perto de Mim... - Falo Baixo e Ele Ri.

Ele Se Aproxima Mais De Mim, Até Que eu Começo a Rir.

 

 

 

E Lá Se Foi Minha Sanidade mental...

 

 

- Me Mata, Vamos! Me Mate! - Digo Levantando a Cabeça Para Olha-lo, E Sinto a Gosma Dentro de Mim Ficar Agitada.

Ele Se Espanta, E De repente o Teto Da Casa é Quebrado...

Assim Que Quebra, Uma Gosma Preta Aparece e Me Puxa Para Fora Dali. 

....

 

Acordo Assustada, E Percebo Que Meu Braço Estava Sendo coberto Por uma Gosma, E essa Gosma Havia Transformado Minha Mão Numa Mão Forte Com Garras, E ela Estava Segurando o Pescoço De Pennywise.

- Teve Bons Pesadelos Pirralha? - Perguntou Ele Sorrindo Macabro.

Senti Uma Raiva Tomar Conta, E Aquele Meu Braço Que Estava Com A Gosma Apertou Mais o Pescoço De Penny.

Eu Estava Com Lágrimas Nos Olhos, E Meu Braço "Mutante" Joga Penny Longe.

A Gosma Vai Voltando Para Dentro do Meu Braço, Deixando Minha Mão Normal Novamente.

Esse Palhaço Está Me Irritando...

Falou Uma Voz Na Minha Mente, Pera, Voz?

- Que? - Falo Olhando para Penny e Depois Para Os Cantos do Quarto.

Penny Me Olha Confuso, E Fica Me Encarando, Acho Que esse Daí Tá Tentando Ler Minha Mente.

Ô Idiota, Eu Estou Falando Com Você Na Sua Mente! - Falou a Voz Grossa.

- Espera, Você é a Gosma? - Pergunto, E Penny Vem Até Mim e Senta Na Cama, Ele Parece Curioso.

Sim, E Consigo Sentir Tudo Que você Sente Aqui Dentro. Principalmente Isso Que Você Sente Em Relação à Esse Palhaço. - Disse a Voz, Eu Coro e Penny Me Olha Mais Curioso.

Nesse Momento a Gosma Sai do Meu Braço Formando Um Rosto de Uma Criatura de Olhos Brancos e Dentes Afiados, Caralho, Outro Pennywise?

Ela Sai do Meu Braço, Mas Ainda se Mantém Grudada a Mim.

- Ok...Isso é Bizarro. - Falo e Penny Fica Olhando a Criatura.

- Mas Vai se Acostumando, Não Vou Sair De Você Tão Cedo. - Diz "Ele" Sorrindo Mostrando Aqueles Dentes Afiados.

- Isso Vai Ficar Mais Interessante... - Falou Penny Olhando para Mim Com Um Sorriso.

 

Continua...


Notas Finais


Owo

Até o Próximo Cap!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...