1. Spirit Fanfics >
  2. I Still Love You (MarkJin) >
  3. Prólogo

História I Still Love You (MarkJin) - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Olá, amores mio. Sejam muito bem vindo(a)s a ISLY, a minha segunda fanfic MarkJin. Aeeew, eu amo MarkJin, SÉRIO!!!

Essa ideia me veio completamente do nada, e é de minha total autoria, qualquer semelhança é mera coincidência.

Os capítulos não serão muito extensos e eu não pretendo alongar muito a estória.

Espero muito que gostem!!

Capítulo 1 - Prólogo


Talvez ainda não estivesse pronto, talvez ainda não fosse o momento. Talvez ainda fosse jovem demais, talvez ainda houvesse muito para viver, antes de realmente findar com a sua juventude e se tornar um homem pleno.

Seu olhar fora desviado da linda mulher que caminhava lentamente em sua direção, ostentando um sorriso lindo de genuína felicidade e emoção, para os seus pais, sentados na primeira fileira, o olhando com orgulho. Sua mãe tinha lágrimas nos olhos e seu pai segurava a mão da mulher, tentado ampará-la. Suas irmãs também estavam lá, tão emocionadas quanto a mãe.

Novamente, seus olhos se voltaram para a mulher de branco, enquanto seu coração batia tão de pressa e suas pernas tremiam um pouco. Nervoso, esfregou suas mãos uma na outra, numa tentativa falha de fazê-las pararem de tremer. De repente sua roupa parecia pesada, quente e sufocante. De repente, foi como se estivesse dentro de um forno, o suor molhava sua testa sob sua franja perfeitamente alinhada.

Faltavam apenas alguns poucos passos para que sua noiva chegasse ao altar e a cada passo, sentia-se ainda mais nervoso e apreensivo. Lá atrás, no final da extensa fileira de bancos de madeira que a igreja dispunha, atrás de todos os que olhavam para o altar ansiosos pela cerimonia, estava ele. Lindo e impecável, como sempre, vestido com um terno que deveria valer mais dinheiro do que jamais viu em toda a vida e de óculos escuros.

Os cabelos castanhos claro estavam bagunçados e o rosto parecia meio pálido e, mesmo que não tivesse a visão dos olhos dele, sabia que por baixo das lentes escuras, existiam olheiras profundas e sabia disso porque precisou de muita maquiagem para esconder as suas próprias olheiras. Foi quase impossível dormir durante a noite passada e sabia que ele passou pela mesma situação.

A noiva finalmente chegou ao altar e foi entregue ao noivo. E o noivo, perdido, completamente aturdido, a encarou com nervosismo explicito. A mulher, parecendo notar que o noivo estava prestes a explodir de nervoso, sorriu tentando passar calma e segurança.

Jinyoung não conseguia assimilar as cosias com clareza, faltava ar, de repente, se tornou difícil respirar. As coisas ficaram difíceis de compreender e sua visão se tornou turva. Não percebeu a força que precisava fazer para respirar e, com isso, o padre imediatamente parou com a sua fala e a noiva, desesperada, pedia por ajuda. Seu noivo estava hiperventilando com uma notável e dolorosa dificuldade de respiração.

Rapidamente os pais do noivo se puseram ao redor, preocupadíssimos e, num piscar de olhos, a cerimonia fora interrompida pela chegada de uma ambulância e paramédicos invadindo o local com uma maca, para levar o noivo ao hospital.

A última coisa da qual Jinyoung se lembrava de ter ouvido antes de perder os sentidos foi:

Você, Park Jinyoung, aceita Bae Joohyun como sua legitima esposa?


Notas Finais


Até a próxima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...