História I Swear - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Chen, Xiumin
Tags Chen, Chenmin, Jongdae, Minseok, Songfic, Threeshot, Xiuchen
Visualizações 78
Palavras 1.186
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Essa threeshot com certeza é muito fofa, espero que gostem ♡

Não está corrigido//

Boa leitura!!

Capítulo 1 - Sentimento


I Swear – Capítulo 01 – Sentimento

"Eu juro pela lua e pelas estrelas dos céus

E eu juro como a sombra que está ao seu lado

Eu vejo as perguntas nos seus olhos

Eu sei o que está pesando na sua mente

Você pode ter certeza que eu conheço o meu coração..."

Acordei sentindo alguns tapas sendo acertados na minha perna e tentei me proteger enquanto minha mãe puxou o cobertor e me puxou da cama.

-Ai! Omma, isso dói.. ai,ai- Tentei desviar dos tapas que ela ainda me dava.

-Levanta daí e vai logo para a escola, seu irresponsável! –ela falou e colocou as mãos no rosto para que eu não visse, que mais uma vez ela estava chorando por alguma besteira que eu fiz- Eu desisto JongDae, você vai morar no Canadá com o seu pai...- ela saiu do quarto e fechou a porta.

Me levantei e corri para o banheiro, me olhei no espelho e vi como estava depois de uma noite com bebidas, drogas e provavelmente uma garota. Tomei um banho rápido e coloquei o uniforme, sai do quarto já com a minha mochila e desci as escadas vendo que minha mãe estava no telefone, sai sem avisar e comecei a correr pela rua já que estava atrasado e provavelmente não ia conseguir chegar a tempo do portão fechar se fosse andando lentamente, como era acostumado.

Corri mais duas quadras até ver um carro preto parar ao meu lado, tentei não dar importância e continuei correndo, mas logo a janela abriu e Kim MinSeok riu com seu pai que estava no volante e buzinou apontando para a porta de trás. Entrei no carro o mais rápido que pude já que estava cansado e com frio, cumprimentei o senhor Kim e dei um beijo na bochecha do MinSeok que retribuiu, éramos amigos desde a infância, então seu pai nem se importava mais com nossa demonstração de carinho.

-Então, qual o motivo da pressa? –O senhor Kim perguntou me olhando rápidamente pelo retrovisor.

-Estou... Quer dizer, estamos atrasados para a aula -Falei e ouvi Minseok rir- O que?

-Eu já disse para você não dormir mais nas aulas JongDae! –Minseok falou bravo e seu pai riu.

-Desculpe, mas agora pode me dizer o que perdi? –perguntei e a olhei, reparando só agora que ele não estava com o uniforme- Onde está indo?

-Não temos aula hoje, então Appa estava me levando para escolher o smoking de formatura...

-Ahh, entendi... –concordei e olhei para fora vendo que já estávamos no centro da cidade- E o que eu estou fazendo aqui?

-Vamos ver a sua roupa também, provavelmente você nem pensou nisso ainda –Ele se virou para me encarar e eu dei de ombros- Coitada da sua mãe... Mas isso é bom, já que você ajuda o meu pai e eu a sua mãe. Você precisa de um smoking também e meu pai de alguém que fique comigo já que ele precisa trabalhar.

-Nós podemos comer antes? –Perguntei sem discutir, já que discutir com Minseok era perda de tempo.

-Não! Como você quer que eu encontre um smoking pequeno?

-Mas... –Comecei a falar mas o senhor Kim me interrompeu para avisar que já tínhamos chegado. Deixei a minha mochila no carro e descemos depois de nos despedimos do senhor Kim. Minseok pegou minha mão e logo já andávamos de mãos dadas pelo grande shopping de Siheung.

Fomos em três lojas até Minseok encontrar algo que o agradava, fiquei sentado por um tempo enquanto ele escolhia entre milhares de smoking, todos iguais na minha opinião, tentou colocar vários e depois de mais ou menos uma hora ele saiu do provador com um smoking preto, igual a todos os outros, mas parecia feliz com o resultado agora. Parou alguns passos de onde estava sentado e rodou, sorrindo assim que parou me encarando.

-Que tal? –ele perguntou ainda sorrindo e colocou as mãos na cintura fazendo pose.

-Es...Está bom –ri ouvindo, ele reclamar de como eu era chato e andar de volta para o provador, saiu minutos depois com a sua roupa e o smoking em mãos que entregou para a atendente- Vamos, levante daí e vá vestir o smoking.

Me levantei e a segui junto com a atendente fomos para outro espaço pegar outro smoking -devo ressaltar que todos são iguais- a atendente perguntou se eu queria algo diferente e como eu neguei ela logo pegou um no meu tamanho e me entregou. Vesti só um e recusei os outros que Kim Minseok queria que eu vestisse, fomos até o caixa e pagamos com o dinheiro que o pai dele tinha me entregado.

Saímos da loja e eu puxei Minseok o mais rápido que pude para a praça de alimentação, escolhemos o que queríamos comer após uma pequena briga porque ele queria ir em outra loja antes de comer.

Terminamos de comer e passamos em algumas lojas que Minseok conseguiu me convencer que fossemos. Pegamos um táxi e fomos até a minha casa já que era a mais próxima. Entramos em casa e ouvimos barulhos vindos da cozinha o que significava que minha mãe estava lá.

-JongDae? –Minha mãe chamou mas eu já estava próximo ao meu quarto para guardar as milhares de sacolas de Minseok- JongDae, eu já falei com o seu pai arrume as suas coisas... –Escutei ela falar enquanto voltava para a sala e encarei Minseok que também me encarava confuso, fui para me sentar ao seu lado e explicar, mas antes que isso acontecesse minha mãe apareceu na porta da cozinha- Minseok, desculpe não sabia que estava aqui... JongDae já te contou a novidade? Ele vai morar com o pai no Canadá.

Minseok me olhou e voltou a olhar para a minha mãe sorrindo.

-Senhora Lee, eu sei que deve ser muito difícil ser mãe do JongDae, mas por favor não faça isso... A senhora sabe o quanto JongDae e seu pai não se dão bem e também a senhora sente muita falta do seu filho até quando ele passa mais de 12 horas fora de casa –Minseok falou e eu fiquei intercalando entre olhar para a minha mãe e Minseok- Eu também sinto, a senhora poderia dar uma ultima chance para ele... Aposto que ele não irá mais decepcionar a senhora, JongDae não tem mais idade para ficar dando trabalho para a sua mãe, não acha? –Ele terminou de falar direcionando a pergunta a mim.

-Sim –Me virei para a minha mãe- Omma, eu sei que prometi isso outras vezes, mas agora que sei que é sério vou mudar, as aulas já estão no fim e logo vou me formar... Posso conseguir um emprego logo depois.

-Eu não sei, vou pensar... –ela falou sorrindo- agora me digam o que você foi esconder no seu quarto.

-Ah, aquilo são só as sacolas do Minseok... Ele não pode ver dinheiro que já quer levar o pai dele a falência –Minha mãe riu e Minseok fez careta me beliscando.

MinSeok passou a noite na minha casa, já que o seu pai ainda estava em uma longa reunião de negócios e a sua mãe não podia ir buscá-lo. Dormimos na minha cama juntos como sempre fizemos desde que nos conhecemos na pré-escola, mas dessa vez talvez fosse diferente depois de muito tempo eu achei que estava me apaixonando por Kim Minseok.


Notas Finais


Logo posto o outro, os três capítulos já estão prontos e tem um extra!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...