1. Spirit Fanfics >
  2. I Think I Kinda You Know >
  3. 15: Presos na Escola!

História I Think I Kinda You Know - Capítulo 16


Escrita por: OliviaRodrigo_130

Capítulo 16 - 15: Presos na Escola!


Fanfic / Fanfiction I Think I Kinda You Know - Capítulo 16 - 15: Presos na Escola!

POV RICKY

Eu e Nini percebemos que ia ser impossível achar uma saída, então decidimos ficar na escola, mas a gente nem se falava direito. Ela me enganou o tempo todo, só se aproximou de mim para...para...porque ela se aproximou de mim?!

- Você não vai falar nada? - Ela pergunta.

- Não! - Respondo rápido.

- Será que a Gina e o E.J estão mesmo namorando? - Nini pergunta desconfiada.

- Diferente de algumas pessoas, eles não tem porque mentir. - Digo.

- Isso foi uma indireta por acaso? - (Nini)

- Não, foi uma direta mesmo! - Respondo e ela começa a rir.

- Eu não sei se eu fico feliz ou triste por eles estarem juntos...

- Como assim?

- É que eu e o E.J namoramos por muito tempo, então eu sinto como se não tivesse significado nada para ele...Mas por outro lado a Gina tá feliz, pelo menos assim ela...deixa para lá! - Ela diz me deixando curioso.

- Ela...- Peço para Nini continuar.

- Ricky, eu só me aproximei de você porque te achei um cara legal, pode parecer estranho o que eu vou te dizer, mas eu tava gostando de você.- Ela fala.

- Eu também gosto de você! Quer dizer, porque você ficou tão estranha comigo nos últimos dias?! - Pergunto.

- Porque eu fiquei com medo, de magoar a Gina, você e todas as outras pessoas, mas agora que ela tá com o E.J...é tão estranho dizer isso sendo que a gente terminou ontem! - (Nini)

- Então tá tudo bem entre a gente? - Pergunto animado.

- Só depende de você...- Na mesma hora eu corro e dou um abraço nela. - Eu gosto de abraços...mas não precisa me sufocar não!

- Desculpa, me empolguei! - Digo soltando ela.

POV GINA

Eu saí de casa mais cedo hoje, precisava visitar a Ashy antes, ela não foi para a escola hoje e não respondeu asinhas mensagens, será que aconteceu alguma coisa?

Bato na porta e a mãe dela me atende, subi para o quarto e encontrei Ashy chorando na cama.

- Gin? O que você tá fazendo aqui?? - Ela pergunta assustada.

- Ashy? O que houve?! - Pergunto sentando na beira da cama.

- Eu sou uma pessoa horrível! Fiz tudo errado Gin!! - Ela fala chorando cada vez mais.

- Calma, respira. Agora me conta...

- Fui eu, eu tranquei a Nini no dia das audições, também peguei o casaco da Lizzie. - (Ashy)

- Mas porque você fez isso? - Pergunto surpresa.

- Porque eu queria muito que você ganhasse o papel da Gabriela, desculpa!

- Ashy, se você acreditasse em mim de verdade não teria feito isso. - Digo decepcionada.

- Eu sei, eu pensei nisso todos os dias, não teve um momento sequer em que eu não me arrependi, mas eu vou entender se você não quiser mais falar comigo. - Ashy fala.

- Todo mundo erra, mas eu fico feliz que você tenha reparado o seu erro...olha vai ter uma festa hoje a noite, quer ir comigo? - Pergunto tentando anima-la.

[...]

Já estava na hora da festa, hoje eu não fui na casa do E.J, ele deve estar preocupado, mas a Ashy precisava de mim.

- E aí gata? - Um garoto loiro muito bonito me chama.

- Oi...- Digo desconfortável vendo que Ashlyn não estava por perto e esse cara parecia meio bêbado.

- Então, quer dançar? - Ele pergunta com um sorriso malicioso.

- Claro, mas não com você! - Falo tentando escapar, mas o garoto segura meu braço com força.

- Eu não tenho muita paciência tá!

- Ela já disse que não quer dançar! - Um outro garoto chega o empurrando.

- Gina você tá bem? - Como ele sabe meu nome?! Aí meu deus é o E.J!

- Melhor agora! Quer dizer, eu tô bem...- Vejo o moço que tentou me agarrar ir embora.

- Viu, ninguém se mete comigo! - Lee diz se gabando.

- Eu ia conseguir me soltar sozinha tá! - Digo.

- Claro que ia! Você é Gina Porter...- Lee brinca me fazendo rir. - Porque você não me dar aula hoje? Senti sua falta.

- Você sentiu minha falta oh sentiu falta daquelas questões de matemática?! - Pergunto rindo.

- Dos dois ué!

- Eu quis passar essa tarde com a Ashy,mas pode descontar do meu salário, não tem problema! - Falo.

- Não, tá tudo certo. Minha avó nem precisa saber...

- Valeu E.j...mas então quer dançar? - Pergunto e ele me Olha sorrindo.

POV RICKY

Nossa eu tô morrendo de sono, olha que nem tá tão tarde, mas a verdade é que a gente nem conseguiu pensar no texto que a senhorita Jenn passou...da cena do beijo.

- A gente já tá a quantas horas aqui? - Nini pergunta com cara de tédio.

- Muitas...

- A Kourt me mandou uma mensagem dizendo que tinha ido para um restaurante com algumas amigas da escola. - Ela fala um pouco triste.

- E você queria estar lá né? - Pergunta.

- Queria...mas eu prefiro aqui, com você. - Ela diz segurando a minha mão.

- E você e o Beck? Não tem nada sério mesmo? - Pergunto. Ela me contou tudo o que tinha acontecido entre eles a alguns anos atrás.

- Fica tranquilo, eu só gosto de uma pessoa nesse mundo...eu. Mas as vezes eu gosto de você também! - Ela Fla me fazendo rir.

- Mas vocês se beijaram né, e se...- Nini me interrompe.

- Eu já disse que não Ricky, não precisa ficar perguntando. - Ela briga comigo.

- Ai desculpa, é muito difícil ser eu tá!Eu fico perguntando essas coisa... Eu  faço tudo errado, eu não sei como você me aguenta? - Digo e ela começa a concordar.

- É você faz tudo errado mesmo! Quer saber, eu cansei. - Ela diz se levantando e saindo da sala que a gente tava.

- Ei, também não é assim! Espera! - Saio correndo e vou atrás dela. - Olha para mim!

- O que foi agora Ricky?! - Nini pergunta me olhando com raiva.

- Eu sei que eu sou confuso, que eu faço tudo errado, eu estraguei tudo fazendo essas perguntas...mas não se afasta de mim de novo! - Peço colocando uma mão no rosto dela.

- Você é realmente confuso! Você faz tudo errado!! - Ela diz aumentando o tom de voz.

- Sim, eu sei!

- Mas uma coisa você fez certo...- (Nini)

- O que? - Pergunto nervoso.

- Você apareceu na minha vida. Eu amo o seu jeito, eu amo tudo em você! - Na mesma hora eu começo a sorrir e olhar nos olhos dela.

- E.eu...é...- Começo a falar me aproximando dela.

- Até assim você demora para entender né! - Ela diz e em seguida foi se aproximando cadê vez mais de mim, consegui sentir a sua respiração, até que colamos nossos lábios, coloquei a minha mão na cintura dela e a puxei mais para perto. Era calmo, tranquilo, já fazia um bom tempo que eu sonhava com isso. Logo nos separamos, e percebi que ela estava sorrindo para mim,então sorri de volta. Mas logo voltamos ao mundo real lembrando que estávamos trancados na escola!




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...