1. Spirit Fanfics >
  2. I think I want to marry you! >
  3. Capitulo 10

História I think I want to marry you! - Capítulo 10


Escrita por:


Notas do Autor


Obs: Aviso [+18]

As imagens não são minhas *créditos aos autores originais das imagens*

Alguns dos personagens encontrados nesta história não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores, os eventuais personagens e/ou universo originais desta história são de minha propriedade intelectual. Criada sem fins lucrativos de fã para fã sem comprometer a obra original da base, plágio é crime.

Capítulo 10 - Capitulo 10


Fanfic / Fanfiction I think I want to marry you! - Capítulo 10 - Capitulo 10

(POV Itachi) 

Sasuke: Itachi eu posso falar com você? 

Itachi: Claro. 

Eu me levanto e sigo Sasuke para longe dos nossos amigos. 

Sasuke: Olha Ita, eu vi o que você fez, não sei o que você acha que pode ganhar com isso, mas eu não vou deixar você fazer mal a Hinata, ela é uma garota legal e não merece que brinquem com ela assim! Se você está tentando machuca-la por causa da empresa do papai... 

Itachi: Ei! Pode parar ai mesmo! Primeiro eu não estou brincando com a Hinata e para começo de isso não diz respeito a você e segundo não tem nada a ver com a empresa, eu nem queria sair da Insights foi ela quem me demitiu! 

Sasuke: Então porque? Porque você aceitou assumir o lugar do papai mesmo sabendo o que ele fez? 

Itachi: Hinata tinha me demitido o que mais eu devia ter feito SASUKE!? 

Sasuke: Foi você quem me incentivou a seguir seus passos Itachi! Você disse que me apresentaria a Hinata depois que eu fizesse aquela troca com você para você poder tirar o papai do seu pé, como tirar ele do seu pé se tornou em virar o CEO da Infinity eu não entendo!? 

Itachi: NEM EU OK! - Eu falo um pouco alto demais e olho em volta recuperando meu tom normal - Olha eu não sei, tudo foi apenas seguindo esse rumo, a Hinata me demitiu achando que eu estava espionando a Insigths, mas eu não estava, eu fiquei chateado com o que aconteceu e tentei evita-la todo esse tempo, mas parece que toda vez que nos encontramos isso acontece. - Eu dou de ombros - Eu quero estar com ela Sasuke, sem rodeios e sem jogos. 

Sasuke: Você está realmente falando sério, merda! Isso é pior do que eu pensei. - Ele passa a mão no cabelo o jogando para trás - Ela está noiva Itachi! - Ele afirma - 

Itachi: Ela não se casou ainda. - Coloco as mãos nos bolsos, indiferente - 

Sasuke: Você vai mesmo fazer isso, não vai?  

Eu aceno concordando e olho para a porta de vidro vejo a Hinata falando com a Temari então ela sai de perto entrando no corredor. 

Sasuke: Cara o Neji vai te matar! - Ele ri pelo nariz -  

Itachi: Você acha mesmo que ele consegue? - Eu sorrio confiante o olhando de cima -  

Sasuke: Você não vai ter nem chance... - Ele começa a rir - Você conhece o senhor perfeito! - Ele afirma dando de ombros me deixando para trás indo em direção a Karin - 

Itachi: Senhor perfeito é? Tsc! - Eu estalo a língua - 

Eu olho para cima e vejo uma luz se acender no cômodo de cima, eu olho para meus amigos sentados jogando conversa fora, Ino e Deidara estão tirando Self, o que é incrível porque Ino parece a versão feminina do meu amigo, eu faço uma marca mental para zua-lo mais tarde por isso, Karin está falando com Sasuke, Sakura esta quase sentada em cima do Shisui o que já era de se esperar vindo da rosada safada, eu rio balançando a cabeça, Shikamaru parece entrosado com a Temari isso sim me surpreende a ponto deu me assustar, vendo que Temari esta ocupada o suficiente para me notar eu me esgueiro para dentro da casa pela outra porta, quando estou subindo as escadas vejo um aparador no corredor tem varias fotos da Hinata criança, adolescência, formatura e com o... Neji... É, não vai ser fácil competir com isso, eu abaixo as fotos dele e coço a nuca suspirando quando ouço um choro baixinho, eu me aproximo da porta de madeira branca e consigo ouvir a voz chorosa da Hinata, eu meneio colocar a mão na maçaneta, mas desisto quando ouço o nome dele, então eu cruzo os braços e me escoro na parede, é errado ouvir a conversa alheia? Sim! Com certeza Shisui me repreenderia se me visse agora, falaria algo como, - Você está querendo ganhar um processo por invasão de privacidade? Eu não vou cobrir a sua causa! - Mas quando se diz respeito a essa garota eu não consigo me controlar, eu escuto a porta se abrir e por reflexo ergo os olhos. 

Hinata: O que você está fazendo aqui em cima? 

Eu vejo os olhos vermelhos dela e meu peito se aperta, porque todas as vezes tem que ser assim? Ou eu a deixo com raiva ou ela chora? Vamos lá Itachi não é uma boa hora para você ficar mudo, pense em algo para dizer rápido, eu olho para dentro do quarto dela e dou um sorrisinho. 

Itachi: Bonito quarto. - Eu aponto para a parede cor-de-rosa - 

Hinata: Esse é o meu quarto de infância, o meu quarto mesmo é aquele ali. - Ela aponta para a porta no fim do corredor - A sacada dele é maior e a vista é de tirar o folego. - Eu ergo uma sobrancelha curioso pra ela -  

Itachi: Me mostra? - A provoco -  

Hinata: Pode esquecer, você nunca vai entrar ali! - Ela cruza os braços, mas sorri de leve - 

Acho que estamos começando a nos entender mesmo com nossos atritos, isso até que é divertido, gosto de vê-la sorrir assim então eu passo por ela deslizando para dentro do quarto rosa. 

Hinata: Ei! O que você pensa que está fazendo? Saia já dai! 

Itachi: Você disse que eu não poderia entrar no outro quarto não disse nada sobre entrar nesse. 

Hinata: Você joga bem com as palavras U... Itachi! - Ela engole meu nome me olhando andar pelo quarto - 

Itachi: O que você ia dizer? - A provoco - 

Hinata: Não força! - Ela cerra os olhos tentando parecer brava, mas fica fofa -  

Eu a encaro, acho divertida essa mania dela de me chamar pelo meu sobrenome como se fosse uma ofensa, pelo menos ela está levando a sério o que eu disse. Eu olho os enfeites cor-de-rosa na estante com uma bonequinha e alguns livros de romance, passo meu dedo pelo abajur desenhado a tinta curioso. 

Itachi: Você quem fez? 

Hinata: Sim, eu gostava de pintar quando era mais nova. Eu ficava a maior parte do tempo sozinha, não que isso tenha mudado... então - Ela anda ate o guarda-roupa e o abre tirando uma caixa de dentro dele - Eu nunca mostrei isso pra ninguém e não sei porque raios vou te mostrar isso, - Ela ri pelo nariz - não me zoa se não eu vou cortar suas bolas fora. - Ela me ameaça - 

Eu estreito os olhos dada a ameaça dela, então a princesinha tem a boca suja... eu seguro o riso, tenho outras ideias de utilidades para minhas bolas e corta-las não está na minha lista. 

Itachi: Não ousaria. - Eu ergo as mãos em rendição me aproximando da caixa na cama - 

Ela abre a caixa e mostra vários objetos pintados, esculturas, pequenos azulejos, sabonetes, quadrinhos com desenhos de paisagens e pássaros, eu pego um sabonete na mão e o cheiro dele impregna no meu nariz, é o mesmo cheiro dela o que me faz sorrir de leve inconscientemente. 

Itachi: Os desenhos são lindos, da vontade de morar dentro de um deles, uma casinha no meio do mato com um lago e o sol brilhando algo tão simples, mas com cara de paz... Você é boa, devia abrir uma marca ou galeria de artes. - Sou sincero - 

Hinata: Obrigada, mas você não está dizendo isso só para eu mudar de ramo e você não ter que arcar com a minha concorrência? - Ela me olha suspeita com um sorriso de canto - 

Itachi: Eu não sou o tipo de cara que bajula os outros, pensei que já tivesse percebido isso. 

Ela da de ombros guardando as coisas na caixa. 

Hinata: E eu não sou o tipo de garota que deixa caras desconhecidos entrarem no meu quarto. 

Itachi: Valido! - Eu aponto para ela e nós dois rimos -  

Hinata: E você? Tem algum dom guardado ou é só mau caráter mesmo? - Ela me provoca enquanto guarda a caixa no guarda-roupa - 

Itachi: Nossa! - Eu coloco a mão sobre o peito fingindo estar ofendido - Para a sua informação eu sou um ótimo cara.  

Hinata ri desacreditada e eu vou ate a penteadeira, vejo os perfumes a maquiagem tudo perfeitamente organizado, então meus olhos caem nas fotos no painel pregado sobre a mesinha varias fotos dela com a Temari e a Hanabi e o Neji... de novo! Eu me viro de costas para as fotos voltando a olhar para ela. 

Itachi: Eu sou bom em muitas coisas... - Eu suspiro colocando as mãos nos bolsos - O que eu posso dizer? Meu pai sempre foi muito rígido, eu comecei a estudar muito novo com três anos já sabia ler, meu pai sempre exigiu muito de mim diferente do Sasuke que teve uma vida normal, eu comecei a trabalhar com meu pai antes dos dez anos, aos treze já fazia todo o serviço de administração da empresa, tenho muitos dons, sei tocar vários instrumentos como também sei lutar, você tem meu portifólio... bem, quer algo pessoal? - Eu penso por um instante olhando para o horizonte na janela - Eu gosto de navegar, eu tenho um barco escondido no porto do Sul de Konoha, é lá que eu me escondo quando algo sai do meu controle ou não vai bem comigo, é como um refugio, eu conduzo quando preciso relaxar, meu pai não pode nem sonhar com isso e você é... A. Única. Pessoa. Pra. Quem. Eu. Contei. Isso... - Eu acompanho lentamente minha fala pausada percebendo o que eu acabei de contar e franzo o cenho surpreso e desconfortável - Acho que devemos... - Gesticulo para a porta - Devemos voltar lá para baixo com o pessoal. 

Hinata: Sim devemos. - Ela morde o lábio desviando os olhos dos meus - 

Nós saímos do quarto e Hinata para de andar olhando para o aparador depois pra mim cruzando os braços. 

Hinata: Você mexeu nas minhas fotos! Ah!!! Você não tem jeito mesmo!  

Ela da um soco no meu ombro e eu rio segurando a mão dela, sua mão relaxa na minha com um sorriso, eu acaricio a pele macia da palma dela com meu dedo e os dela se fecham ao redor do meu a tensão entre nós fica palpável, como um fósforo riscado perto de um pavio, nosso olhar se encontra em sincronia e eu me perco em suas íris peroladas ainda com vestígios do choro de antes, mas agora com um ar mais leve, mesmo assim ainda me sinto culpado, não quero faze-la chorar mais... 

Itachi: Me desculpa se te deixei desconfortável, no elevador ou agora a pouco. 

Ela me olha como se eu fosse um alienígena e eu sorrio achando graça. 

Itachi: O que é? Eu também sei palavras de gentileza. 

Hinata: Quem é você e o que você fez com o Uchiha?  

Seu sorriso largo acompanha os olhos que se arregalam ao mesmo tempo que a palavra chave deixa sua boca ao perceber ela da um passo para trás se encostando na parede apreensiva e eu continuo olhando para ela, seu peito subindo e descendo acelerado, ela engolindo em seco e encarando ansiosamente a minha boca, é tentação demais para o meu psicológico... eu me aproximo dela a encurralando delicadamente e sinto sua mão tremer sob a minha. 

Hinata: Não, por favor não faz isso... - Ela acena com a cabeça de leve em negação - 

Itachi: Não fazer o que exatamente? - Eu me aproximo mais dela sem tocar em nada além das nossas mãos unidas -  

Hinata: Não... me beija... - Sua voz é quase um sussurro e uma tortura pra mim - 

Itachi: Eu nunca desejei tanto ouvir meu nome antes, como eu desejo ouvir você pronuncia-lo... - Eu sussurro perto de sua boca - 

Meus olhos caem para a boca dela e é minha vez de engolir em seco então volto a olhar para seus olhos assustados e ansiosos, que porra de mistura é essa? Então eu mordo meu lábio e me afasto soltando a mão dela me xingando por dentro! Eu queria ser um maldito cafajeste agora, mas o meu bom senso resolveu dar as caras, o que diabos está acontecendo comigo!?  

Agora ela me olha sem entender, e ate parece... decepcionada? Argh! Não! Você não vai fazer isso comigo! Eu olho para ela como se isso não fosse nada com minha indiferença habitual. 

Itachi: Se você não quer me beijar então me chame apenas de Itachi. Entendeu? 

Eu reforço nosso trato de antes e ela acena em concordância veemente com a cabeça então eu saio de perto dela indo para o quintal, passo pelo que parece ser o Shikamaru e a Temari se beijando no sofá da sala e vou para fora, me sento entre Deidara e Shisui, com Sakura e Ino. 

Itachi: Onde esta o meu irmão? 

Shisui: Ele está naquele canto ali. - Ele aponta para o canto da piscina - 

Eu vejo meu irmão agarrado com a Karin em uma das quinas dentro da piscina de uma forma que digamos, eu sei muito bem o que está acontecendo ali, mas os outros além de mim, Deidara e Shisui não sabem... Deidara me da um olhar sacana pra confirmar que é exatamente o que eu estava pensando, então Hinata aparece com Temari e Shikamaru logo atrás de si, eu olho para meu amigo loiro. 

Itachi: Quer saber também vou entrar! - Eu me viro pro meu irmão ao longe - Ei! Sasuke como está a água? 

Sasuke: Tá boa! Só vem! - Ele acena com a mão - 

Deidara: Você nem trouxe roupa cara! 

Itachi: Quem disse que eu preciso de roupa? - Eu dou de ombros - 

Sakura e Ino quase caem da cadeira e Hinata revira os olhos. 

Ino: Eu não tenho nada contra! 

Sakura: Eu muito menos! Se quiser até te ajudo a tirar a roupa! 

Eu rio com a cara que o Shisui faz olhando para ela tipo WTF! Eu agarro minha blusa por trás e puxo por cima da cabeça a tirando e jogo em cima da cadeira, tiro os tênis e solto meu cinto então olho para o meu amigo com um sorriso de falsa desculpa. 

Itachi: Sakura vem comigo?  

Sakura: Só se for agora!  

Ela arranca o short jogando em cima da cadeira enquanto eu tiro minhas calças ficando de cueca boxer claro, cruzo meu olhar com o da Hinata mas ela vira o rosto, eu abro os braços para a Sakura pular no meu colo. 

Itachi: Vamos lá gatinha! - Ela se joga em mim então eu corro com ela pulando na água. - 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...