1. Spirit Fanfics >
  2. I Trust You. - Sarry >
  3. One.

História I Trust You. - Sarry - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Boa noite, nada a declarar.


¯\_(ツ)_/¯

Capítulo 2 - One.


A mudança foi concluída, porém Sal ainda se sentia deslocado. Os apartamentos Addison, apesar de rústicos eram aconchegantes; ainda assim, o ar do ambiente lhe dava calafrios. Enquanto perambulava pelos andares e conversava com os moradores, a fim de fazer amizades, acabou por trombar com uma moça de meia idade, logo se desculpando.


ㅡ Você é um dos caras do 402? Bem vindo - A maior sorri docilmente.


ㅡ Sou sim, meu nome é Sal.. Alguns amigos me chamam de Sally Face.


ㅡ Bem vindo novamente, Sal! Eu sou a Lisa, cuido das coisas por aqui. - Nunca vi alguém tão animado assim, pensara o das madeixas azuladas. - Quer saber, eu tenho um filho com mais ou menos a sua idade.. Aposto que vão se dar bem!


ㅡ Oh, sério? - O baixinho fingiu interesse; precisava ao menos passar uma boa impressão em sua primeira semana de mudança.


ㅡ Sim, querido. O nome dele é Larry.. Você pode falar com ele lá no subsolo, aqui, um cartão de acesso. - Lança uma piscadela para o garoto. - Tenho vários de sobra!


ㅡ Ah sim, imagino - ri. - Te vejo por aí, Lisa.. Vou conversar com o Larry agora mesmo.


Sal se despede, andando a passos largos até o elevador.

[...]

Chega no subsolo e logo se vê em frente à porta do apartamento de Larry; bate na mesma e espera pacientemente - talvez nem tanto - O garoto a abrir.


ㅡ Quem é? - O Fisher ouve uma voz rouca, alegando ser a do Johnson.


ㅡ L-Larry? Eu sou o Sal.. Sua mãe me disse para vir conversar com você.


ㅡ Ah, de boa cara. Entra aí, tá aberta.


O baixinho abre a porta lentamente e ouve segundos depois o ranger do alumínio desgastado. Adentra o pequeno apartamento, não tardando em observar cada canto do local


ㅡ Qual é a da máscara? - A mesma voz rouca de anteriormente o tira de seus devaneios, o assustando levemente.


ㅡ Ah.. É prostética.


ㅡ Ai cara, desculpa aí.. Ainda assim, é bem foda.


ㅡ Sério? Fico feliz que tenha gostado.


ㅡ Real? - O maior se senta em um dos puffs de seu quarto.


ㅡ Sim, cara. Já lidei com coisa pior que isso. - Um suspiro doloroso escapa dos lábios do Fisher enquanto se senta ao lado de Larry.


ㅡ Então..


[...]


Algumas horas de conversa se passaram, Sal podia jurar que nunca riu tanto em sua vida inteira. Após se despedir do Johnson e correr para seu apartamento, o garoto toma a decisão de ligar sua caixa de som no volume máximo, colocando em uma das músicas de sua banda favorita.


Péssima ideia, Sal.


Notas Finais


Até o próximo capítulo, não me matem.

edit: Não, eu não consigo escrever capítulos maiores.

(~ ̄³ ̄)~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...