1. Spirit Fanfics >
  2. I Wanna Be The Rain >
  3. The Wedding: Heart by Heart Part I

História I Wanna Be The Rain - Capítulo 11


Escrita por:


Notas do Autor


nome do capítulo: o casamento: coração por coração parte I

casamento a vistaaaaaa

Capítulo 11 - The Wedding: Heart by Heart Part I


O poder do amor           
 Uma força superior
Limpando minha alma
   Chama ardendo em desejo
  Ame com línguas de fogo
Purificando a alma
Faça do amor seu objetivo

The Power Of Love – Gabrielle Aplin





Jump City, 11:00 AM, 10 de Dezembro de 2016 Dia do Casamento

O tão esperado dia finamente chegou deixando todos a flor da pele e animados. Karen e Ciborgue estavam tendo seus últimos momentos antes de se separarem e só se encontrarem novamente na cerimônia. Reunidos na cozinha eles acertavam os últimos detalhes que faltavam, tudo seria dividido entre a Torre e a casa reserva de Tim na cidade. Os homens ficariam se aprontando na Torre e as mulheres fazendo o mesmo na casa de Tim, junto com a noiva. 

Ravena conversava com as crianças explicando detalhadamente como o dia funcionaria e perguntou com quem eles iriam ficar, com os homens ou com as mulheres. Eles decidiram ficar na torre com os homens, ela quis reclamar mas não deu tempo pois os dois saem correndo e se jogam nos braços de Ciborgue que acabou tomando um susto. 

Kor e Dick continuavam estranhos um com o outro, não se olhavam nos olhos e poucas palavras foram proferidas. Damian disse que Dick tinha dormido em um dos quartos de hóspedes e teria deixado Kory sozinha em seu quarto. Ravena estava estranhando tudo aquilo, na verdade, todos estavam pois raramente a situação entre eles desandava. Sempre foram muito felizes um com o outro e esbanjavam a amor por onde andavam. Parece que nem eles fogem dos típicos problemas no paraíso. 

Zatanna sobe para os andares de cima e pega todas as coisas que ela usariam para se arrumar e se teletransportou direto para a casa, ela queria poupar tempo e esforços então achou melhor fazer isso. Quando voltou todos já estavam na sala se despedindo. 

– Já levei nossos vestidos, maquiagens e tudo que iremos usar hoje – Zatanna fala assim que chega. 

– Obrigada Z. Então nós já podemos ir? – Ravena pergunta. 

– Podemos sim. Tchau meu amor, até as 18 – Karen se despede de Ciborgue dando um sorriso de orelha a orelha. 

– Até as 18 minha futura esposa – Ciborgue responde puxando-á  para um beijo apaixonado. 

– Crianças venham aqui... hoje é um dia muito especial para o tio Cib e a tia Karen e não queremos entregar isso não é? – Ravena pergunta agachada em frente aos gêmeos.

– Não mamãe – os dois falam juntos balançando a cabeça em negação. 

– Então vocês prometem se comportar e ajudar eles no que precisar? – ela pergunta. 

Sim mamãe, eu plometo – Eleanor fala. 

– Uhum, não se plocupa mamãe, somos muito, muito responsáveis – Luke garante. 

– Eu sei que são – ela gargalha vendo a careta que eles faziam. – Então eu já vou indo e nos vemos depois da cerimônia okay? 

Eles assente sorrindo. 

– Eu amo vocês até a lua e de volta – ela declara usando a típica frase de amor que eles usavam. 

– Amamos você até a lua e de volta –  eles falam se jogando nos braços da mãe e sendo recebidos com beijos e apertos fortes. Os três soltavam uma gargalhada gostosa a cada beijo que era distribuído. 

Todos olhavam a interação dos três com sorrisos bobos e olhares apaixonados, ainda não estavam acostumados a verem Ravena em sua forma maternal e amorosa. Nem mesmo Karen, Ciborgue e Zatanna que já viram e presenciaram cenas típicas como essa, a olhavam da mesma forma abobalhada de sempre. 

Ela se desvincula do abraço de seus filhos e encara Ciborgue com um olhar mortal e ele se assusta. 

– Cuide direito dos meus filhos Victor Stone. Se eles aparecerem com um se quer arranhão, você é um homem morto – ela ameaça. 

– Ou ou ou ou... calma lá maninha – Ciborgue fala levantando as mãos em sinal de rendição e ri sem graça. 

– Cara ela te chamou de Victor, é melhor levar essa ameaça a sério – Garfield fala gargalhando da cara de pavor que o amigo faz. 

– Vamos logo porra, que demora – Zatanna reclama e bufa alto, Karen apenas a olha em reprovação. 

– Você está avisado – Ravena aponta para Ciborgue e teletransporta todas para a casa de Tim.



Já presentes na sala de estar na casa de Tim, todas elas estavam paradas apenas contemplando o cômodo. Não era uma casa tão grande e nem tão pequena, era aconchegante e quentinha. Havia um grande sofá em formato de L no centro da sala e em frente uma lareira que nunca foi usada e acima dela uma TV estilo cinema. As prateleiras, mesinhas, armários estava todos vazios, os quartos e os banheiros também, era apenas uma casa que estaria ali para caso precisasse ou se alguém quisesse se hospedar. 

Karen estava eufórica e animada, se sentou na poltrona perto da lareira e se sentiu nas nuvens como nunca tinha se sentido antes, um sensação inexplicável a rondava. O fato de saber que seria amada para sempre e estaria ao lado da pessoa mais importante da vida dela, a deixava ainda mais feliz.

– Está tudo perfeito! EU VOU ME CASAR – ela grita alegre na poltrona arrancando risadas das mulheres. – Eu nem consegui dormir direito essa noite, estou tão animada. 

– Você tinha que ter dormido sabia? Por Azar Karen – alerta Ravena. 

– Eu sei que deveria mas eu não consegui. Sempre foi meu sonho se casar. Desde pequena eu planejava tudo detalhadamente, o vestido que usaria, minhas madrinhas, a festa, o tipo de flores, as comidas e tudo, tudo mesmo. E agora estou aqui, na presença das pessoas mais importantes da minha vida apenas esperando o momento de me tornar esposa do meu grande amor... – ela desabafa emocionada. 

– Não chore amiga Karen – Kory fala indo abraçar a amiga.

– Que droga agora estou chorando – Ravena fala emburrada e limpando suas lágrimas. 

Karen e Kory caem na gargalhada pela reação da amiga e encaram Zatanna tentando esconder suas lágrimas.

– Não acredito! Zatanna Zatara chorando?! – Karen debocha. 

– Ai cala a boca. 

– Parece que o coração de Zatanna não é feito de pedra – Ravena entra na brincadeira. 

– Vocês são umas vacas – Zatanna sai emburrada indo em direção ao jardim e Karen corre atrás dela. 

– Volte aqui agora Zatara, quero vê seu coração amolecendo – ela grita ao longe. 

Sozinhas na sala, Ravena encara Kory indo se sentar no sofá. 

– Kory, o que aconteceu? Você está tão estranha, seja sincera comigo – perguntou Ravena se sentando ao seu lado. 

Kory balança a cabeça parecendo sair de seus pensamentos e solta um suspiro pesado. 

– Depois que você subiu para o quarto, o namorado Dick me chamou para conversar no escritório... ele me perguntou como tinha sido meu dia com você e eu contei tudo alegremente, contei que eu e você nos resolvemos e iríamos com calma. No começo ele parecia feliz com a notícia e sorria a cada vez que eu contava, mas depois... ele ficou estranho, como se estivesse mal por ouvir tudo aquilo. Então ele me pediu uma coisa... – ela não termina de falar, estava com medo da reação de Ravena sobre aquilo, ela sabia que Ravena ficaria muito brava. 

– Pediu o quê? – ela pergunta. 

Ravena arquea as sobrancelhas esperando a resposta da amiga. 

– Kory o quê foi que ele pediu? – ela pergunta novamente.

– Ele me pediu que eu conversa-se com você e que eu tinha que te convencer a perdoa ele... – ela fala olhando a expressão de Ravena endurecer – eu me neguei, falei que nunca poderia te pedir algo assim. Nós acabamos discutindo, ele ficou bravo por eu não ter aceitado sua proposta estúpida e eu decepcionada por ele me pedir algo tão sério que envolvesse seu perdão. Sei que ele errou, errou feio aliás mas ele só está desesperado Rae, eu sei como ele se sente. Você se relacionou com todos ao redor dele, conversa alegremente com todos e é tão espontânea, você mudou desde que partiu e voltou com uma nova versão de si, eu sei que você e o amigo Gar também andam conversando, poucas vezes mas conversam. 

– Mas como...? 

– Eu estava olhando as gravações das câmeras de seguranças e vi vocês conversando na cozinha. Está vendo? até com o amigo Gar você fala enquanto nem dirigi a palavra para ele. Eu não tiro sua razão em agir assim, você está certa, nós te machucamos e merecemos isso. Mas ele só quer você de volta, igual eu queria ontem... 

– Ele deveria ter pensado duas vezes antes de me deixar ir embora da patética vida dele. É tarde demais para me querer novamente – Ravena fala com lágrimas nos olhos. 

– Trouxe a rainha de gelo novamente, vamos pedir algo para comer e dep... o que aconteceu enquanto estávamos lá fora? – Karen pergunta vendo o clima tenso que estava entre as duas. 

– Nada demais. Kory só estava me contando o quão estúpido e egocêntrico é o namorado dela – Ravena fala emburrada e com desdém. 

– Eu sinto muito Rae... – Kory lamenta. 

– Eu vou ligar no Perry's e pedir nossa comida – Zatanna fala desconfortável e corre para a cozinha. 

– Desculpa Karen, esse dia deveria ser perfeito e nós estragamos ele – Ravena diz se lamentando. 

– Está tudo bem meninas, só vamos mudar de assunto okay? – ela pergunta puxando as duas para um abraço – Eu amo vocês. 

– Também te amamos – as duas falam juntas. 

– Vocês são muito lésbicas – Zatanna debocha. 

Karen se solta e olha ela com um sorriso brincalhão nos lábios. 

– Não fui eu que transei com a Ravena – ela fala gargalhando. 

– EI! – Ravena protesta. 

– Me orgulho muito dessa experiência – Zatanna diz sorrindo maliciosa. 

– Pode tirando esse sorriso dos lábios em – Ravena reprova. 

– A qual é... 

Kory apenas ria com a interação das duas e Karen as olhava curiosa, sabia que a relação delas não foi algo passageiro e sim muito duradouro. Se perguntou o por que delas não estarem juntas.

– Vocês dariam um ótimo casal. Por quê não estão juntas?

– Porque a Ravena é apaixonada pel

– Olha só a comida chegou! – Ravena impede Zatanna de continuar e se dirige a porta a olhando em reprovação. 



Já no fim da tarde as três se arrumavam, Ravena estava em um quarto terminando de se maquiar. Já vestida e maquiada ela parou em frente ao espelho e viu como estava. Seus cabelos estavam soltos em cachos perfeitos, sua maquiagem era forte e destacava seus olhos ametistas, seu vestido era na cor turquesa claro, com mangas bufantes até os cotovelos e com uma fenda que deixava suas pernas amostra, ele era longo e cheio, era bordado com flores do campo e uma fita na cor cereja foi amarrada em sua cintura e em seus pés usava um salto na cor bege. Ela estava se sentindo maravilhosa e tinha orgulho de esbanjar sua beleza por ai, desde que tinha assumido seus poderes sua auto estima subiu em níveis enormes e ela se amava em primeiro lugar. 

Ela saiu e andou em direção ao quarto ao lado onde elas estavam com a noiva. Assim que a porta foi aberta as três olharem em direção a Ravena e se impressionaram. 

– Minha nossa senhora da perdição, essa mulher um dia me mata – Zatanna fala babando. 

– Você está tão espetacular amiga Ravena – Kory diz batendo palminhas 

– Oh... obrigada – ela diz com bochechas coradas. – Vocês também estão maravilhosas. 

Kory usava um vestido na mesma tonalidade, tinha mangas bufantes transparentes e com bordado em flores, um decote em coração que valorizava seus seios fartos. O torso do vestido era revestido de flores e uma fita vermelha grande foi colocada em sua cintura. Seus cabelos presos em uma amarração baixa e seus cachos mais perfeitos do que nunca a deixavam ainda mais esbelta. Sua maquiagem era leve, não precisava de muito para a beleza dela ser mostrada. 

Zatanna usava um vestido justo de alças na cor cinza e por cima um tecido de tule longo com flores silvestres bordadas e uma fita de veludo na cor roxo vinho. Seus cabelos não estavam mais ondulados e sim lisos, sua maquiagem forte realçava seus olhos azuis. 

– Só esse casamento para fazer a Z usar vestido – Karen fala gargalhando sentada em frente a penteadeira. 

– E que tal VOCÊ colocar o seu vestido? – Ravena pergunta indo pegar o vestido encapado em cima da cama. 

Karen assente com um balançar de cabeça, ela estava mais nervosa do que nunca, seu estômago embrulhava e sentia borboletas dançarem por todo seu corpo. 

Assim que colocou o vestido, Ravena direcionou ela para frente do espelho grande. Ela usava um vestido de tule cinza com flores e folhas coloridas ao longo do corpete  e das mangas e um enorme corte em V, na cintura uma fita rosa amarrada. Seu cabelo estava solto e uma coroa de flores foi colocada no topo de sua cabeça, uma maquiagem leve foi feita. Ela parecia uma fada da primavera, majestosa e esbelta. 

– Você está tão incrível Karen... – Ravena elogia chorosa. 

– Achei que não tinha como você ficar mais linda, mas parece que me enganei – Zatanna fala embasbacada. 

– Você parece uma rainha amiga Karen. 

– Obrigada meninas, eu estou tão feliz – Karen fala emocionada. 

As quatro se juntam em um abraço desajeitado, as emoções de todas estavam a flor da pele, principalmente de Karen que tremia de nervosismo. 

– Acho que está na hora de irmos – Ravena se solta e fala.

– É verdade, melhor irmos – Kory alerta. 

– Okay, okay... – Karen fala nervosa. 

– Está na hora de casar meu mel – Zatanna fala sorrindo. 



O local da cerimônia já estava cheio, quase todos os lugares estavam ocupados por amigos dos noivos a maioria deles eram heróis da Liga da Justiça, dos Titãs do Leste e entre outros. 

Ciborgue estava perto do altar conversando com alguns amigos, no final do grande tapete vermelho havia uma tenda onde os padrinhos estavam. 

– A onde estão elas? – Dick pergunta. 

– Já estão vindo, liguei para a Ravena e ela disse que só precisava retocar a maquiagem da Karen. – Tim explica. 

– Hum... pessoal elas estão vindo ai – Garth fala apontando com a cabeça para atrás deles. 

Por um portal saem Karen, Kory e Zatanna. Todos ficam boquiabertos com a beleza delas. 

– Garotas vocês estão... 

– Nós sabemos Tim – Zatanna fala convencida. 

Dick se aproxima de Kory receoso e a puxa para se afastar dos outros, ele estava nervoso e depois da briga com ela, ele pode perceber o quão tolo foi por pedir aquilo e estava se sentindo frustado. 

– Você está muito linda Kor – ele elogia. 

– Obrigada. 

– Eu... eu vim te pedir desculpas. Eu não deveria ter te pedido aquilo e nem deveria ter brigado e jogado toda minha frustação em cima de você. Eu te amo muito Kory, não quero ficar brigado com você em um dia tão especial, você me perdoa? 

Ela suspira fundo e coloca uma de suas mãos no rosto de Dick acariciando. 

– Oh meu doce Dick, eu te amo tanto e sempre vou amar independente de tudo. Eu perdoou você, sei que está frustado com toda essa situação com a amiga Ravena, mas não force as coisas, ela ainda carrega muita dor em seu coração... apenas dê tempo ao tempo okay? – ela pede e ele assente. Um beijo caloroso e cheio de amor foi compartilhado por ambos. 

– Onde está a Ravena? Fiquei sabendo que ela veio – Jinx pergunta. 

– Estou aqui! – Ravena fala saindo de seu portal e parando na frente de todos – JINX? 

– RAE RAE – Jinx grita indo em direção a Ravena. 

Elas se abraçam e Jinx a olha de cima a baixo. 

– Garota você tá gostosa pra caralho – Jinx fala surpresa. 

– Você está me deixando envergonhada Jin – Ravena repreende corada. 

– Você? Envergonhada? Essa é nova... – Zatanna debocha. 

– Zatanna... 

– Ravena... 

– Okay é melhor nós nos arrumamos na fila para entrar não é? – Jinx fala chamando a atenção de todos para si. 

– Como vai funcionar os pares? Ninguém me avisou nada – Ravena pergunta. 

– Você vai entrar com Garfield, Dick e Kory vão juntos, Damian e Jinx, Zatanna e Tim. Vocês entram respectivamente – Karem explica. 

– E quem vai te acompanhar? – Zatanna pergunta. 

– O Garth – ela fala sorrindo e pegando a mão do amigo. 

Eles se aproximam de seus pares e Ravena vai para a frente a onde Garfield já estava. Ela para ao seu lado e o admira. 

– Por azar esse homem está me deixando pirada – Luxúria fala na mente de Ravena. 

– Você está linda Ravena – Garfield elogia entrelaçando seu braço com o dela.

– Obrigada. Você também está bonito e sexy, aliás, que homem não fica sexy de terno? 

Ele gargalha e balança a cabeça. 

Uma música angelical começa a tocar e eles entram, todos os olhavam com sorrisos, brilhos nos olhos e surpresa. O último foi direcionado somente a Ravena, todos estavam surpresos em vê o quão diferente ela estava. 

Eles se posicionaram no altar do lado esquerdo, as mulheres na frente e os homens atrás, por impulsividade Ravena entrelaça suas mãos com a de Garfield e ele se surpreendo com aquele feito. 

Em questão de segundos, aquela velha música de entrada da noiva começa a tocar. Todos os convidados que estavam sentados se levantam olhando em direção a tenda. O coração de Ciborgue estava batendo forte e praticamente sendo colocado pra fora

Karen começa a caminhar sendo acompanhada por Garth, os dois sorriam e Karen segurava suas lágrimas ao vê Ciborgue. 

Já no final do percurso Garth entregou Karen para Ciborgue e deu um abraço em ambos os amigos. 

O padre começou o seu discurso que durou alguns minutos e depois deu seu microfone para Ciborgue dizer seus votos. 

– Karen Beecher, meu amor. A partir de agora nossas vidas serão entrelaçadas e iremos viver ela juntos. Eu prometo ser fiel e ser sincero com você em todos os momentos, prometo te amar incondicionalmente, e me dedicar em tudo que for preciso. O que sinto hoje, veio de você e será eternamente por você, o amor não é uma coisa que inventamos, é observável, poderoso, o amor é a única coisa que somos capazes de perceber que transcende as dimensões do tempo e do espaço, é o sentimento mais puro e sincero que temos e ele é inteiramente direcionado á você Karen. É uma coisa inacreditável quando encontramos alguém que nos ame e nos entenda como somos e podemos dividir nossa alma sem medo de julgamento. Eu te amo com toda a minha alma e forças Karen.

Todos aplaudem e soltam gritos eufóricos. Ciborgue passa o microfone para Karen e os barulhos se cessam. 

– Victor Stone, Ciborgue, Latão, meu amor – ela começa e todos soltam risadas. – Quando conheci você foi amor a primeira vista, me apaixonei por um homem incrível, um homem forte e tão sensacional. Deixei meus medos e enfrentei tudo e todos para poder ficar ao seu lado, você purificou minha alma e fez do seu amor o meu objetivo. Te amei com seu sorriso, te amei quando você me mostrou como ser melhor, te amei no primeiro olhar e te amo hoje e para sempre. Me comprometo a ajudá-lo em todas as fases que passarmos sendo boas ou ruins. Prometo falar quando as palavras forem necessárias e compartilhar o silêncio quando não forem. Eu prometo a você o meu amor eterno, você é tudo que estava faltando na minha vida, você me completa e eu te amo por isso. 

E em minutos Ciborgue e Karen compartilharam alianças e disseram aceito, fazendo todos irem a loucura. A emoção deixou todos chorosos e com lágrimas nos olhos, Ravena apertou ainda mais o entrelaço com Garfield e sorriu de lado emocionada para ele.

Como são sábios aqueles que se entregam às loucuras do amor!

— Jo. Cooke


Notas Finais


Ravena: https://pin.it/6suS3p8
Kory: https://pin.it/5AfpqKJ
Zatanna: https://pin.it/2f7kPkS
Karen: https://pin.it/4336M6x
já já posto a segunda parte


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...