História I Wanna Runaway - Season 2 - Capítulo 32


Escrita por: ~

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer
Personagens Ashton Irwin, Calum Hood, Luke Hemmings, Michael Clifford, Personagens Originais
Tags 5sos, Annie Costinner, Ashton Irwin, Calum Hood, Luke Hemmings, Michael Clifford
Visualizações 25
Palavras 966
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


consegui escrever, já que eu estava sem porra nenhuma pra fazer,
to chorando com essa imagem de capa que não tem nd a ver mas okay
enfim, desculpem por ter ficado muito curto, por ter ficado ruim, e se tiver algum erro, já que não revisei

Capítulo 32 - Jet Black Heart


Fanfic / Fanfiction I Wanna Runaway - Season 2 - Capítulo 32 - Jet Black Heart


(POV LUKE)




Terminamos a nossa apresentação, e recebemos aplausos de todo o público. Deixamos nossos instrumentos ali, e agradecemos, logo saindo do palco.
_Caralho, foi muito foda - Calum disse.
_Um dos nossos melhores shows - foi a vez de Ashton.
Sorri sem mostrar os dentes enquanto observava Michael tomando seu refrigerante.
_Vamo lá com a galera? - Calum disse.
Concordamos e caminhamos até onde nossos amigos estavam.
_Amor! - Bárbara gritou e se jogou nos braços de Ashton - Você foi maravilhoso.
Ele a abraçou e murmurou coisas em seu ouvido, que não era possível distinguir por conta da música.
Calum se sentou ao lado de Ashley e os dois logo começaram a se beijar. Olhei pra Annie, que mantinha um sorriso em minha direção. Apenas me sentei ao seu lado enquanto brincava com o anel em meus dedos.
_Você tá bem? - ela perguntou.
Assenti e respirei fundo.
_Vocês mandaram bem lá - Kawãn disse.
_Não tanto quanto você mandou bem - falei.
_O que? Como assim?
_É, Kawãn. Mandou bem deixando sua melhor amiga de lado.
_Eu deixei ela de lado? - ele riu - Ela me trocou pelo seu novo melhor amigo, ou devo dizer, você.
_Ela nunca te trocou, seu idiota. Você sabe que ela estaria ao seu lado sempre que você precisasse, diferente de você, que cagou pra ela.
_Luke... - Annie murmurou.
_Eu fiquei do lado dela em todos os problemas que ela já teve, você não tem o direito de falar nada, só conhece ela há três anos e se acha a melhor pessoa pra ela. Eu não sou o escravo dela, se ela precisou de mim ou não, não era mais problema meu, ela tinha você, não é mesmo?
_Você a deixou quando ela mais precisava.
Olhei em volta e todos na mesa estavam calados.
_Ah, a Bianca, a coitadinha, eu deixei ela na mão. Me poupe, Lucas. Eu não me importo, e nem me importaria se eu recebesse uma ligação dizendo que ela está morta agora.
_Kawãn, chega - Luiz falou.
_Por que? Tá tão bom falar sobre aquela vadia. Não é mesmo, Annie? - ele direcionou seu olhar pra loira - Ela transou com o seu namorado, e nem se preocupou em pedir desculpas ou dizer que estava arrependida. Ah é, me esqueci que ela não se arrependeu em te talaricar, até porque ela adorou transar com o Luke bem debaixo do seu nariz. Sabe por que? Por que ela é uma vadia, e que deveria ter apanhado mais do pai dela - Kawãn falou.
Senti meu sangue ferver ao ouvir como ele falava da Bia. Ele não tinha o direito, e há poucas semanas se dizia o melhor amigo dela. Me perguntei como alguém pode ser tão filho da puta, e falar algo daquele gênero sobre alguém. Não me segurei, e levantei da minha cadeira, logo acertando um soco no rosto do desgraçado que estava na minha frente. 
_Luke! - Annie gritou segurando meu braço, mas logo me desvincilhei, e parti pra cima do Kawãn, o jogando no chão ao lado da mesa que estávamos, o acertando mais. Senti um impacto no meu rosto, e presumi que ele havia me batido, mas nem por isso deixei de descontar minha raiva nele. Era a segunda vez que eu me metia em uma briga por conta da Bianca, e eu me perguntava quantas vezes mais eu teria que passar por isso.
Ele logo mudou as posições, e quem estava no chão e levando socos, agora era eu.
_Caralho - Nowell gritou tirando Kawãn de cima de mim. Me levantei rápidamente e ameacei ir pra cima dele de novo, mas fui interrompido por Calum.
_Luke, chega dessa merda. Sei que ela é sua amiga, mas isso não é motivo pr...
_Você não ouviu como ele falou dela? - gritei o interrompido.
_O que ele acha dela é problema dela, sabemos que ela não é nada daquilo.
Observei todos assustados, e logo no fundo, dois seguranças vindo em nossas direções.
Droga.




[...]



_Que merda, Luke - Annie disse enquanto limpava as feridas em meu rosto. Ela estava de joelhos no chão, enquanto eu estava sentado na cama, segurando a caixa com os remédios para ela.
_Foi mal - murmurei.
Ela passou o algodão perto de minha sobrancelha, e logo senti arder ali, e não deixei de gemer de dor.
_Fica quieto - ela disse.
_Tá brava comigo?
_Cala a boca, to concentrada.
_Vou considerar como um sim.
Vi ela revirar os olhos, e sorri.
Ela colocou um bandaid em minhas bochechas e se levantou.
_Vou ter que usar essa merda?
_Vai.
_Mas cobre meu lindo rosto.
_Não é mais tão lindo assim.
_Me desculpa...
_Não é pra mim que você deve desculpas - ela disse guardando as coisas que tinha usado na caixa.
_Annie - me lavntei, me aproximando.
_Amanhã a gente se fala - ela disse e saiu do meu quarto.
Merda. Incrível como estrago minha vida e ainda deixo as pessoas magoadas.
Me joguei na cama e fitei o teto. Senti meu celular vibrar no meu bolsoe o poeguei, vendo a foto de Bia brilhar na tela.
_Alô - falei quando atendi a ligação.
_Oi, Hemmo.
_Oi...
_Bárbara me contou.
_As notícias correm rápido.
_Não tão rápidas quanto seus punhos.
_Que? - falei rindo.
_Desculpa, realmente foi muito ruim essa. Mas enfim, quem apanhou mais?
_Quem você acha?
_Acho que foi você.
_Eu diria que você errou, mas eu nem vi a cara dele no final.
_Que pena. Eu daria tudo pra ver seu rosto machucado agora.
_Machucado? No mínimo um arranhão - falei.
_Tô vendo que foi só um arranhão - ouvi sua voz pelo celular e a minha frente ao mesmo tempo. Olhei pra frente e a vi parada ali na porta - Oi.
 


Notas Finais


IF YOU COULD LOVE ME AGAAAAIN I COULD LET GO OF EVERYTHIIIING
SO LOVE ME AGAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAIN
puta merda, outer space é vida
obrigada por ler, e deixem seu comentário, me deixa super feliz <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...