História I Want To Be Free - Yoonkook ABO - Capítulo 46


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bottom!yoongi, Jungkook!alfa, Jungkook!príncipe, Jungkook!seme, Jungkook!top, Menção Namjin, Menção Yoonmin, Mundo Abo, Top!jungkook, Yoongi!bottom, Yoongi!grávido, Yoongi!omega, Yoongi!príncipe, Yoongi!uke, Yoonkook, Yoonkook!abo
Visualizações 286
Palavras 2.661
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Novamente com um cap que era pra ter mais coisa mas a dor de cabeça fez deixar pro próximo akskajdj eu ainda não dormi relevem

Pra quem não gosta de melacion prepara a glicose pro comecinho >>

Capítulo 46 - Capítulo Quarenta e Cinco - Propondo


− O que você acha que ele vai dizer quando contarmos o nosso plano? − Yoongi pergunta ao marido que estava ao seu lado na cama de seu antigo quarto, a qual estava com a cabeça apoiada em seu peito.


− Conhecendo Chanyeol, acho que quando ele souber o motivo do que precisa fazer para que tenhamos êxito em nosso plano, irá aceitar. Ele sempre foi ligado à suas responsabilidade de herdeiro, não é atoa que quase não o vemos pelo palácio. − Jungkook responde, acariciando os fios azulados e fazendo o menor suspirar, apreciando o carinho.


− Eu me sinto mal por ter dado essa ideia sendo que eu mesmo vivi temendo ter que passar por isso e, quando aconteceu, relutei até o último minuto. Me sinto um hipócrita. − Bufou descontente consigo mesmo.


− Não diga isso, amor, você sabe que são situações bem diferentes. Você propôs aquilo na melhor das intenções, como um último recurso já que não conseguimos pensar em nada melhor. Além disso, eles têm a opção de aceitar ou não e podem escolher quem quiser, então é bem diferente de um casamento arranjado. − Tenta tranquilizar o menor, porém ainda assim o mesmo continua com aquela ideia na cabeça e, ao perceber isso, o alfa acrescenta. − Não fique se corroendo com isso, olhe nós dois. No final estamos bem, não? − Ergue uma sobrancelha sorrindo ladino.


− É, mas nem todos têm a sorte de casar com alguém que logo depois você descobre ser a sua alma gêmea. − Resmunga.


− Ei, isso não tem nada a ver, Yoon. Por acaso isso fez com que nos déssemos bem logo de cara? Apesar de ter sim interferido em nossa relação, foi a convivência que fez com que nos apaixonássemos, não é atoa que o imprinting só desencadeou em você quando teve a certeza do que sentia. Sabemos bem que a nossa implicância um com o outro e o orgulho em não querer dar o braço a torcer é o que tornou a situação tão complicada, mas Namjoon e Seokjin já se gostam e talvez Chanyeol também tenha algum rolo com alguém sem que saibamos, então não vão precisar passar por tudo o que passamos. Tire isso da cabeça, ok? − O ômega suspira em rendimento.


− Tem razão, pensarei que tudo será feito por um bem maior, e só poderei torcer para que no final eles possam ficar satisfeitos com o casamento, como nós. − Sorri inclinando o rosto para deixar um selar nos lábios do alfa. − Agora vamos dormir que precisamos voltar amanhã cedo. O quanto antes deixarmos tudo pronto, melhor. − Se acomoda no corpo maior, puxando o cobertor para os cobrir.


− Sabe… − O alfa começa após um tempo, voltando a mexer nos cabelos lisos e macios do menor, que já estava quase pegando no sono antes de ser interrompido. − Vai soar extremamente brega, eu sei, mas quando estamos agarradinhos assim eu até me esqueço de que não estamos em casa. Talvez seja aquilo que dizem sobre lar não significar exatamente um lugar e sim um alguém. − O ômega solta uma risadinha baixa. − Ei, não ria! Eu estou falando sério! − Apesar da fala, o maior o acompanha na risada.


− É que, tirando hoje, a gente sempre está em casa, Jungkook. − Volta a rir e o alfa faz bico. − Mas ok, irei dar um desconto porque você tentando ser romântico ou é engraçado, ou é fofo.


− A gente se empenha em tentar expressar o que sente e é obrigado a ouvir isso. − Suspira dramaticamente, negando com a cabeça.


− Desculpe, você sabe que eu não sou exatamente o mais doce dos ômegas. − Diz entre uma risada que fazia seus olhinhos ficarem quase totalmente fechados.


− Você é um azedo isso sim. − O baixinho lhe dá um tapa no peito e Jungkook não consegue conter o sorriso que nasceu em seus lábios. Apesar do jeitinho rebelde e das palavras ácidas que saíam daquele pequeno ser, sempre que olhava para aquele sorriso gengival moldando o rostinho angelical com os olhos gateados quase fechados, Jungkook só conseguia enxergar a criatura mais doce de todas a sua frente, então claramente mentiu ao dizer aquilo.


− E você é um abusado. Agora vamos dormir, e se interromper o meu sono de novo eu te chuto daqui. − E lá estava o seu ômega rabugento de volta. O alfa ri, selando a testa pálida e em seguida abraça sua cintura, acomodando ambos para dormir.








☆°☆°☆








No outro dia logo pela manhã os três Jeon's − incluindo Yoongi − já estavam prontos para a viagem de volta. Se despediram dos que, por enquanto, ficariam ali, e foram para o carro. Quando chegaram ao palácio e foram logo à procura de Chanyeol, ficaram surpresos ao saber que o alfa estava em treinamento juntamente aos soldados de seu reino. Isso porque não era do costume que reis ou príncipes participassem dos treinamentos pesados que os soldados tinham, as gerações pensavam que aquilo não era coisa para gente de sangue azul, então era comum que depositassem toda a função de defesa, tanto à seu povo como para si e sua família, somente em seu exército. O que, convenhamos, não era algo muito inteligente.


Pediram a um criado que fosse o avisar que estavam de volta e que queriam falar com o mesmo, indo para a sala de reuniões onde o aguardariam. Após o episódio com Jisoo, que fora quem ficou os vigiando sobre ordem dos pais, era necessário ter o maior cuidado possível para garantir que ninguém estragasse o que estavam planejando.


Alguns minutos depois o alfa atravessara as duas portas grandes de madeira, fechando-as antes de ir até a mesa onde os outros estavam.


− Foram rápidos, já conseguiram pensar em como vamos deter nossos pais? − O de cabelos violeta estava com um paninho que usava para secar o rosto suado e, ao erguer o olhar, franze o cenho pelos olhares confusos que recebia. − O que foi, por que estão me olhando com essa cara?


− Desde quando você treina? − Jimin é quem pergunta.


− Na verdade eu já estava pensando em participar dos treinamentos a tempos, mas só comecei realmente a uma semana e meia. Vocês deveriam fazer o mesmo, a gente nunca sabe quando pode precisar e a prova está aí com o que está acontecendo agora. − Guarda o paninho em seu bolso antes de voltar a encará-los. Yoongi pensa que finalmente faz sentido os sumiços recentes do alfa.


− Pensando bem, você tem razão. Seria bom se todos estivéssemos prontos para nos defender caso necessário, podemos ver isso depois, mas não iremos mais precisar nos preocupar com o problema em que nossos pais nos meteram. − Jungkook diz confiante sorrindo ladino, sendo a vez do mais velho se mostrar confuso.


− Como pode ter tanta certeza, que ideia milagrosa é essa que tiveram? − Solta uma risada.


− Na verdade não foi nada fácil pensar em algo que nos garantisse resolver tudo de uma vez sem chances de um resultado inverso, mas a solução esteve na nossa cara esse tempo todo. Porém para que o nosso plano dê certo, você e Namjoon precisariam fazer algo… − O ômega diz um pouco incerto em propor aquilo ao outro, então Jungkook continua.


− O nosso plano é que vocês dois tomem o poder deles sobre os reinos, assim não poderiam mais tomar decisões e não teriam como dar progresso ao plano. Porém para isso precisam estar casados, por fazer parte das regras da reivindicação de posse ao trono. − O de cabelos violeta arregala os olhos de um jeito engraçado.


− Está dizendo que a única forma de acabar com isso é tirando o trono de meu pai? − Os outros assentem ao mesmo tempo.


− Acredite, foram muitas tentativas falhas antes de termos essa ideia. Sabemos que é uma decisão extrema, mas se parar pra pensar, nossos pais e os de yoongi não estão agindo pelo bem de todos e sim apenas em benefício próprio. Eles planejaram isso por anos então não vai ser agora que irão mudar, então o melhor para todos seria tirá-los do poder. − O loiro diz.


− Mas… Eu não sei se estou pronto para me casar, muito menos para liderar um reino e−


− Chanyeol, assim como dissemos ao Namjoon, quero deixar claro que você tem todo o direito de recusar, não queremos te forçar a nada. Eu não teria proposto isso se não fosse necessário, a gente já estava para desistir sem conseguir pensar em nada útil mas concordamos que a situação não permitia desistência. Está tudo bem por enquanto, mas todos nós sabemos o quão grave ela pode se tornar em um piscar de olhos. Agora sobre não estar pronto para liderar o reino, tenho certeza que ninguém aqui tem dúvidas de que fará melhor do que o Sr. Jeon.  − O ômega sorri.


− Você sempre foi responsável e levou o fato de ser um herdeiro a sério, veio sendo preparado para isso esse tempo todo, mesmo que pensasse que seria somente um braço direito de nosso pai até que ele enfim decidisse passar o posto à frente. E nós estaremos aqui para ajudar no que precisar, então não tem com o que se preocupar.  − Jungkook acrescenta, sorrindo e tentando passar confiança ao irmão, que permanecia em dúvida e analisando a situação. Ele suspira.


− Ok, mas e o fato de eu ter de me casar? O por que disso? − O ômega dá de ombros.


− Faz parte das regras, mas eu suponho que deva ser apenas para garantir que logo haverá um novo herdeiro para dar continuidade ao sobrenome real, já que ômegas não tem voz para nada de qualquer forma. − Na verdade, Yoongi tinha certeza de que, caso o alfa se casasse com um ômega, na visão dos outros ele serviria apenas para isso mesmo. Iria partir de Chanyeol os direitos e os limites que colocaria em seu marido, assim como dependeria se o mesmo não seria uma outra versão de Yoongi, que não abaixa a cabeça para injustiças e para alfa nenhum. − Você quer um tempo para pensar? − Por mais que precisassem ser rápidos, já que a ideia era deixar tudo pronto antes dos pais voltarem, não queria sentir que estava pressionando o outro.


O silêncio caiu sobre a sala por alguns segundos, até o alfa suspirar e responder;


− Não tenho o que pensar. Como príncipe herdeiro, é minha obrigação fazer o necessário pelo bem do meu povo, então estou disposto a enfrentar isso. − Os outros sorriem, orgulhosos e aliviados pela decisão do mais velho.


− Sabia que não ia nos deixar na mão. − Jungkook diz.


− Você já tem alguém em mente para pedir em casamento? − O loiro pergunta.


− Pra falar a verdade, eu até tenho, mas não estava com intenção de pedí-lo em casamento tão rápido, faz somente três meses que estamos saindo e nem ao menos chegamos a namorar. − Solta um grunhido em frustração, jogando a cabeça para trás enquanto pensa em como chegaria pedindo casamento ao ômega tão subitamente.


− Quer mesmo falar de rapidez? − Yoongi diz com um tom irônico.


− Ah, seu pilantra, nem conta que está de rolinho com alguém. − Jimin sorri malicioso.


− Como se você me contasse sobre os seus peguetes, o seu confidente sempre foi o Jungkook, assim como ele o seu. − Solta acusatório.


− Acho que dessa vez nem ele sabe. − Yoongi diz risonho, só depois se tocando do que disse e arregalando os olhos em direção ao loiro, que o olhava como se pudesse o matar. − Ops.


− Ah, como assim, o que você está escondendo de mim, Jeon Jimin? − Jungkook pergunta incrédulo, quase se jogando em cima do irmão para obrigá-lo a soltar a língua enquanto Chanyeol sorri satisfeito.


− Ok depois vocês se juntam para fofocar sobre os crushs do Jimin, mas vamos focar no Chanyeol agora. − O ômega os interrompe antes de voltar seu olhar para o citado. − Você acha que ao menos sente algo por essa pessoa?


− Sim, eu acho que gosto dele… Se não for isso, é bem próximo. − Sorri pensando no ômega de cabelos platinado que vinha o encantando.


− Ih, tá apaixonado, pode trazer as alianças. − Zomba o irmão mais novo, apanhando do marido em seguida.


− Bom então isso já é algo, considerando que quando Jungkook e eu nos casamos eu sequer suportava esse alfa chato. − O maior o olha ofendido.


− Sim, tem razão. Bem, suponho que tenham a intenção de deixar tudo resolvido antes de nossos pais voltarem. − Os outros assentem. − Então irei buscá-lo para falar com ele de uma vez. − Se coloca de pé.


− Se quiser podemos esperar aqui para te ajudar a explicar o que está acontecendo. − Oferece o loiro.


− Não precisam esperar aqui, não irá ser tão rápido. − Ele ri recebendo três pares de olhos confusos.


− E por que? − O ômega é quem pergunta. O mais velho sorri.


− Porque ele é do seu reino, Yoongi.







☆°☆°☆







Como sabiam que a ida e volta ao Reino Min iria durar no mínimo cinco horas, Jimin e Jungkook resolveram ocupar aquele tempo com as pendências em suas obrigações, enquanto o ômega ficou de adiantar o que pudesse em seu plano. Primeiramente tentou encaixar as datas para que tudo ocorresse antes de seus pais chegarem. Jungkook havia dito que sua mãe apenas avisou que demorariam um pouco para voltar, mas não tinha a noção de quanto tempo aquele pouco significava. Então usou três semanas como base, onde na primeira já deveria ter os casamentos privados e a reivindicação logo depois, já que com a segunda e a terceira semana poderiam usar para organizar as burocracias necessárias e organizar a coroação, que não seria muito grande, mas que Yoongi faria questão de convidar algumas pessoas. Daria um jeito para que os pais voltassem naquele dia, já que eles precisavam estar presentes para passar a coroa para frente, então sua intenção era deixar tudo pronto para que não pudessem intervir. Como o Reino Jeon e o Reino Min estavam ligados por conta de sua união com Jungkook, além de já estarem fazendo alianças como um só, conseguiria dar um jeito para que a coroação de Namjoon e Chanyeol fossem no mesmo lugar. Então não podia esperar para ver a cara que Jinyoung, Seulgi e Minhyuk iriam fazer quando entendessem o que estava acontecendo e sorria sádico só de pensar.


Após deixar tudo organizado em um papel, acabou cochilando em uma mesinha que tinha no canto de seu quarto. Acordou sem saber quanto tempo havia se passado com batidas na porta, piscando os olhos para tentar mandar o sono embora e sentindo uma pequena dor pelo mal jeito em que dormiu.


− Pode entrar. − Disse em tom alto o suficiente para o outro lado ouvir e logo o ômega moreno entrou.


− Desculpe incomodá-lo, alteza, mas o senhor Chanyeol pediu para que lhe dissesse que o aguarda na sala de reuniões. − Mark diz com o tom formal que insistia em usar, por mais que o azulado lhe dissesse que não era necessário.


− Não tem problema, Mark, eu já estou indo. Obrigado por avisar. − Sorriu amigável e o moreno sorri de volta antes de se curvar e se retirar do quarto.


Yoongi se espreguiça tentando tirar aquela áurea cansada que decidiu lhe cercar justo naquele momento. Suspirou, usando a curiosidade em finalmente saber quem era o pretendente de Chanyeol como força para levantar. De onde vinha aquela canseira toda tão repentina, afinal? Guardou o papel com informações importantes em uma gaveta com chave, colocou-a em seu bolso e levantou, indo direto para a sala de reuniões, sabendo que todos os outros o aguardavam.







Notas Finais


Gente, sobre minhas demoras, eu sempre falo os motivos nas notas e quem as lê sabe que as ultimas foi pelo desânimo, e eu tb queria que lembrassem que autoras também possuem uma vida, então peço que compreendam, estou me esforçando para não demorar tanto e conseguir concluir a história logo


Se tudo ir nos conformes, as coisas irão acontecer tudo de uma vez agora, então preparem o core ♡♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...